UA-130521384-1 Jump to content
Forum Cinema em Cena

All Activity

This stream auto-updates     

  1. Yesterday
  2. SergioBenatti

    Tokyo2020: Previsões de Medalhas brasileiras

    Semana olímpica boa para o Brasil, começando do melhor para o pior: * Sem dúvida, o resultado da semana é o Ouro de Evandro/Bruno Schmidt, na Etapa de Varsóvia do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. Olhem que louco: é o primeiro título de uma dupla masculina do Brasil desde 2017! Resutado do desfazimento das duplas. E não foi uma vitória qualquer, eles superaram no tie-brake os noruegueses Mol e Sorum, a dupla do momento, para mim, ainda favoritos ao Ouro olímpico, imbatíveis há 23 partidas consecutivas. No caminho derrotaram ainda a boa dupla da Rússia nas semifinais. Esse jogo contra os vickings está com cara de final olímpica faz tempo. Um dos noruegueses disse em entrevista que era muito bom ver o Brasil voltar a vencer, pois é importante para o esporte. Gente educada é outra coisa...Porém, no momento, ainda deixarei nossos compatriotas com o Bronze em minha previsão. Esperarei até ver o desempenho da Copa do Mundo, que começa dia 28 na Alemanha. No feminino, Bronze de Ágatha/Duda. Ana Patrícia e Rebecca foram derrotadas no caminho pela dupla da Austrália, então virtuais campeãs. No feminino, tudo indica que teremos 2 duplas americanas, duas duplas brasileiras, a dupla theca, a dupla canadense, e a dupla da Austrália, na briga pelas medalhas em Tóquio. No masculino: Noruega, Brasil, Polônia, República Thecha, com uma dupla cada; e duas duplas da Rússia, fortes o bastante para as medalhas. É o desenho do momento. (Foto: FIVB/Divulgação) *O outro resultado de destaque da semana é a vitória de Ana Marcela Cunha na etapa da Hungria do Circuito Mundial de Maratona Aquática. Incrível a performance dela, ganhou todos os torneios do ano, menos a seletiva norte-americana, quando ficou em segundo. Venceu qual italiana dessa vez, Sérgio? Dessa vez foi a Arianna Bridi. Semana passada, venceu a Bruni. Ela mudou a estratégia, está tentando nadar à frente desde o começo, sem guardar tanta energia para o final. Tem dado certo. Mas notem que não são vitórias "de lavada". Na Hungria, ganhou por 0s.8 de diferença. Tive que me render, e desde a semana passada, a coloco com a Prata em Tóquio. No Masculino, Fernando Ponte, em 9º lugar. * Há uma pletora de resultados bons da natação brasileira nesse giro pela Europa, em torneios preparatórios para o Mundial. Breno Correia venceu os 100m, Bruno Fratus hoje foi Bronze nos 50m livre, 4 brasileiros entre os 6 primeiros lugares nos 200m, durante o torneio Mare Nostrum em Barcelona...Todos resultados bons para essa fase do ano, quando ainda estão "pesados". Fiquei um pouco triste por saber que Marcelo Chierighini está com uma pequena lesão. Nada preocupante, pois ficou em terceiro nos 100m. Mas não gostei de saber. O Mundial está perto. * Etapa da Diamond League em Rabat, no Marrocos, e o atletismo brasileiro não fez nada que prestasse. Mandamos 5 atletas, e todos só alcançaram resultados intermediários. Os jornais esportivos destacam o Bronze de Gabriel Constantino nos 100m com Barreira. Mas, não se enganem, 13s.41 não significa nada em nível Mundial. Pra medalha nos 110m com Barreira masculino, prevejo a necessidade de correr abaixo dos 13s.15 - sendo muito generoso. O melhor do Gabriel é 13s.23. Todo mundo achou que ele fosse melhorar muito neste ano, mas até agora nada...No Lançamento do Disco, as brasileiras seguem indo à final e não fazendo nada. Enquanto Andressa Morais obteve só 63m.13 em seu melhor lançamento, as cubanas seguem brilhando: 68m.28 pra vencedora Yaimé Perez, por exemplo. Em competição na Polônia, o Bronze de Darlan, com 21m.77, no Arremesso do Peso, também não me diz nada. O fenomenal neozelandês Thomas Wash, 22m, 18, para o Ouro. E é pouco pra ele. No Atletismo a previsão agora é de dois Bronzes: Almir Júnior e o revezamento 4x100 masculino. * Na Canoagem Slalom, em etapa de Londres da Copa do Mundo, Ana Sátila tinha tudo pra ficar com o Bronze no C1, mas...perdeu uma porta em sua descida e foi penalizada com 50s, não avançando à final. Não fosse isso, teria ficado em segundo na classificação, num bom indicativo para a final. Meu pódio no feminino nessa prova, no entanto permance inalterado: Austrália, Grã-Bretanha, e Brasil. Já no K1 (K de Kayak em inglês, quando o canoísta vai sentado), ela ficou em 14º lugar no geral. Nunca foi a prova dela, na verdade. No masculino, o 6º no Rio, Pepê Gonçalves, que trocou de barco recentemente, continua falando muito e fazendo pouco. Ficou lá pra trás...Osso! Na semana que vem tem outra etapa da Copa do Mundo, dessa vez na Eslováquia. Vamos ver se eles acertam. O Mundial é em setembro na Espanha. Pondo fé, minha previsão continua a mesma do início do ano: Bronze para Ana Sátila, C1 feminino. (Foto: Breno Barros/ rededoesporte)
  3. SergioBenatti

    O Que Você Anda Vendo e Comentando?

    "Country", ou "Minha Terra, Minha Vida", é a cara dos anos 1980. Permanentes nas cabeças, calça jeans até o umbigo, mas, mais importante, um feminismo "família", um feminismo sob controle, desabrochando. Começa com um tornado na fazenda, prenunciando a temporada de problemas; e depois tem nevascas e tudo o mais; as condições climáticas no cinema sempre servindo como suporte à ação heróica. A heroína aqui é Jessica Lange, em uma linda atuação, assumindo o controle da fazenda deficitária, e o controle da família ante o alcoolismo do marido, interpretado por Sam Shepard. Seria a terceira indicação dela ao Oscar, perdendo, em 1985, para Sally Field. E depois viriam outras, em sua passagem vitoriosa pelos anos 1980. Bom filme. Pouquíssimo visto.
  4. Big One

    X-Men - Fênix Negra (07/06/2019)

    Não achei ruim tb. Logo de cara vi o Xavier jovem numa cadeira de rodas conservando com a Jean Grey ainda criança e quando comeci a tentar entender onde isso se encaixava, me lembrei que a cronologia da saga eh toda fudida e recostei na poltrona e comecei a ver o filme como um reboot. Mais um reboot. Fora isso estou com o Jail, o filme tem seu charme, deve ser algum tipo de memória afetiva. Eh legal ver eles lutando, o Magneto flutuando e sempre tem algum X-Men esquisito no meio da luta. Desta vez um cara com dreads no cabelo, tioi rastafari. Destaque pra cena da cadeira de rodas com a Jean e o Xavier. Enfim eu gostei, não é um grande filme mas valeu o ingresso. Em 2D. Kkkkk
  5. SergioBenatti

    O Que Você Anda Vendo e Comentando?

    Vaiado em Cannes em 1992, mas progressivamente vai ganhando fãs. Sobretudo os da série. É uma cacetada no cérebro, mas a música de Badalamenti e aquele clima, ora de telenovela, ora de filme de horror, me fascina. Por mais que eu não continue entendendo todo o desenho lógico. Nunca irei.
  6. Last week
  7. SergioBenatti

    Qual Livro Você Está Lendo?

    Primeiro livro que me chega às mãos do búlgaro-inglês, Prêmio Nobel de 1981, Elias Canetti. São ensaios escritos de 1962 a 1974, sobre a responsabilidade do ato de escrever, abrangendo figuras tão diferentes quanto Tolstói, Kafka, Hitler, Confúcio, e um médico japonês que descreveu em seu diário a destruição da bomba de Hiroshima. "Um poeta é original, ou não é poeta". Já começamos bem. Quanto mais ganho idade, mais gosto de ler ensaios.
  8. SergioBenatti

    O Que Você Anda Vendo e Comentando?

    Eu vi "Z" na adolescência e lembro-me de ter achado chato. Ontem, bebendo cerveja no frio com os amigos do rock, um deles, o mais culto, me intimou a rever o filme. Missão cumprida, nessa ressaca de sábado. Na adolescência eu não tinha maturidade pra assimilar o poder desse filme, enquanto cinema, muito menos pra poder relativizar o planfletarismo do cinema de Costa-Gavras. É panfletário? Sim. E tudo bem que o seja, desde que seja bom. Ele dirige muito bem, e eu gosto como ele usa o recurso fácil do "dolly in" para chegar tantas vezes na cara de pau dos poderosos. Direção indicada ao Oscar, diga-se de passagem. A abertura é bastante celebrada até hoje, com uma metáfora botânica caracterizando os militares como "anticorpos" para combater o "mofo", os militantes de esquerda. O roteiro tem outras passagens inspiradas, como quando um militante de esquerda é identificado como judeu pelo coronel. E depois ele se corrige: "É pior. Um meio judeu! Se crê melhor do que o judeu". Adoro também a cena de Irene Papas, logo ao saber da morte do marido (Yves Montand), indo ao banheiro de sua casa, e abrindo o frasco do perfume dele. Como um aficcionado por perfumes que sou, entendo isso perfeitamente. Amo essas sutilezas de roteiro (que incorpora elementos de vida e não texto), também ele indicado ao Oscar. Mas, pra mim, claro, a aula é de montagem. Um dos Oscars mais bem dados nessa categoria, para a francesa Françoise Bonnot, falecida o ano passado. O outro Oscar foi de Filme Estrangeiro, para a Argélia (ganhando da França). Também muito interessante ver o papel de um juiz acusador, aquele que conduz a investigação em busca de provas, e não o Ministério Público, como é hábito em muitos países. Como não pensar na discussão que o Brasil travou nesta semana? O alfabeto, de fato, perderia toda a graça sem a letra z.
  9. Big One

    Stranger Things (Netflix)

    Dark (segunda temporada) e Stranger Things na sequência....final do mês promete...
  10. Jorge Soto

    O Que Você Anda Vendo e Comentando?

    Zoo é uma curiosa produção dinamarquesa que é um drama de relacionamentos numa embalagem de "zombie movie". Mas o uso deste subgênero é apenas metáfora das dificuldades de manter o casório em pé, pois o surto surge bem no meio duma DR de casal. É divertido e bem diferenciado, repleto de ironia e humor negro. Bem atuado, é uma variante mais romântica do ótimo francês pós-apocaliptico The Night Eats the World. 9-10 Murder Mystery é uma comédinha apenas razoável tendo em vista seus protagonistas. O enredo é uma espécie de Assassinato no Expresso Oriente só que tocado na galhofa, é isso! O problema é que é bem pouco engraçado e parece que os atores se divertiram mais do que quem está assistindo. E pra qualquer um ja calejado em thirllers ja prevê quem é o assassinon no final. Resumindo, apenas a quem curte o boçal Sandler e a Aniston de Friends. 7,5-10
  11. Jorge Soto

    Liga da Justiça (2017) #2

    quanto desperdicio de materia prima [OFF] Warner tá desenvolvendo um filme do Superman, no entanto já confirmaram que, tal como o The Batman não teve o Affleck, esse não terá o Cavill. será um Super sem cabeça?🙄
  12. Jailcante

    Os Vingadores 4: End Game

    Americano bate record e já viu o filme 114 vezes. https://entretenimento.uol.com.br/noticias/redacao/2019/06/14/vingadores-ultimato-fa-ja-viu-o-filme-114-vezes-para-quebrar-recorde-mundial.htm Acho que nem os filmes que mais vi na vida (De Volta Para o Futuro 1? 2? Sexta-feira 13? Sei lá) consegui chegar nessa marca... Vi o filme 5 vezes. Acho que veria mais umas 2 vezes no cinema, mas nem tem horário bom pra ver mais por aqui. Devo ficar nessas 5 vezes mesmo e aguardando Blu ray.
  13. Jailcante

    Liga da Justiça (2017) #2

    LIGA DA JUSTIÇA – SEGUNDO FILME DA EQUIPE CHEGARIA AOS CINEMAS HOJE! 20m - 1 – Como as coisas mudam… POR GUS FIAUX → 2019 está sendo um grande ano para os super-heróis, de quaisquer editoras que sejam. Se a Marvel nos presenteou com o emocionante Vingadores: Ultimato, a DC chegou com tudo graças ao divertido Shazam!. No entanto, vale mencionar que hoje, dia 14 de junho de 2019, teria sido a estreia de Liga da Justiça: Parte 2. Em outubro de 2015, a Warner Bros. havia anunciado um breve calendário de seus lançamentos. Nos planos originais, Liga da Justiça seria uma aventura em duas partes. A primeira, programada para 17 de novembro de 2017, enquanto a segunda seria lançada em 14 de junho de 2019. A “primeira parte” acabou indo aos cinemas, mas como uma aventura individual e sem pretensões diretas de uma sequência. No entanto, após o fracasso de crítica e de bilheteria, a equipe foi desestabilizada e, atualmente, não há nenhum plano de reunir novamente esses heróis nos cinemas. Segundo rumores e informações que Snyder libera aos montes em seu perfil do VERO, o segundo longa teria mostrado a equipe de heróis reunida em Apokolips, lutando contra Darkseid. Pelo visto, o longa incluiria novos heróis na equipe, como o Lanterna Verde. Confira: Ver imagem no Twitter 1.047 pessoas estão falando sobre isso Informações e privacidade no Twitter Ads Vários fatores podem ser atribuídos ao mau sucesso de Liga da Justiça: marketing exagerado e controle de estúdio entre eles. No entanto, o que realmente prejudicou o filme foi a saída de Zack Snyder, que abandonou a produção para lidar com uma tragédia familiar, sendo substituído por Joss Whedon. Atualmente, a Warner parece querer que o público esqueça de sua história até esse momento. Atualmente, boa parte do elenco do filme está sendo substituído ou simplesmente ignorado. Por ora, os únicos que ainda se mantém com seus papéis são Gal Gadot (a Mulher-Maravilha) e Jason Momoa (o Aquaman). https://legiaodosherois.uol.com.br/2019/liga-da-justica-segundo-filme-da-equipe-chegaria-aos-cinemas-hoje.html
  14. Jailcante

    Os Novos Titãs (DC Digital, 2018)

    TITÃS – DIVULGADO ATOR QUE INTERPRETARÁ O AQUALAD NA SÉRIE DA DC! 21m - 24 – Mais um novo personagem! POR RAPHAEL MARTINS → A segunda temporada de Titãs ainda não tem data para chegar, mas sua produção segue a todo vapor nos Estados Unidos. Os novos episódios apresentarão vários personagens ainda inéditos, como o Exterminador, Jericó e Superboy, e parece ter confirmado mais um. De acordo com o site TV Insider, o ator Drew Van Acker, de Pretty Little Liars, será o Aqualad, filho adotivo do Aquaman, que nos quadrinhos foi um dos membros fundadores da Turma Titã nos quadrinhos, junto com Robin, Kid Flash e Garota-Maravilha. Antes tratado como apenas um rumor, esta notícia confirma a presença do Aqualad na série, expandindo ainda mais o universo da editora na plataforma DC Universe. Drew Van Acker O site também diz que o Aqualad da série deverá ser Garth, o herói original. Maiores detalhes ainda são desconhecidos, mas fique ligado no Legião dos Heróis para novidades de última hora. https://legiaodosherois.uol.com.br/2019/titas-divulgado-ator-que-interpretara-o-aqualad-na-serie-da-dc.html
  15. Questão

    The Batman (Matt Reeves - 25/06/2021)

    Robert Pattinson abandona projeto para focar em The Batman Por Ygor Palopoli — 12/06/2019 às 12:49 O combate ao crime é uma atividade integral. Robert Pattinson anda bem ocupado ultimamente. Já terminando a divulgação de seu último longa, The Lighthouse, o ator foi escalado para estrelar dois aguardados filmes: Tenet, de Christopher Nolan, e, é claro, The Batman, de Matt Reeves. E de acordo com o IndieWire, ele precisou fazer algumas mudanças na sua agenda para encaixar a trama do morcegão. Infelizmente, alguns sacrifícios precisam ser feitos, e Robert abandonou um de seus projetos para os próximos anos. Trata-se da continuação de The Souvenir, longa de Joanna Hogg estrelado por Tilda Swinton. Recentemente, Pattinson se dedicou a atuar em filmes de menor orçamento para desfazer de vez a imagem de "ídolo teen" que criou com a saga Crepúsculo. Robert Pattinson e Willem Dafoe em cena de The Lighthouse. Enquanto o pontapé inicial das filmagens de The Batman está previsto para o final de 2019, o seu lançamento deve acontecer apenas em junho de 2021, mostrando que a Warner pretende dedicar um bom tempo para que tudo saia da melhor maneira possível. FONTE: ADORO CINEMA
  16. Questão

    Star Trek (Tarantino e JJ Abrams)

    William Shatner defende 'Star Trek' para maiores de Quentin Tarantino Por Allan Torres Publicado em 14/06/2019 às 10:01 FacebookTwitterWhatsAppE-mailMais... COMPARTILHE! Após anunciar que sua versão de 'Star Trek' será para maiores de 18 anos, Quentin Tarantinopode ter nas costas a preocupação de fãs mais tradicionais, já que a franquia nunca se encaminhou por esse terreno. Por conta disso, o ator William Shatner, primeiro intérprete do capitão James T. Kirk, saiu em defesa do diretor em seu perfil do twitter. 131 pessoas estão falando sobre isso É claro que alguns fãs podem se incomodar com algumas mudanças no tom da franquia, mas levando em conta a genialidade de Tarantino, é possível dizer que o filme está em boas mãos e ele vai respeitar o legado construído pela tripulação da Enterprise. E você, concorda com Shatner? FONTE: CINEPOP Que é inusitado, é. De muitas franquias que eu poderia imaginar o Tarantino assumindo a direção, STAR TREK não era uma delas. Mas estou curioso pra ver como o estilo característico do diretor vai se encaixar nesse universo.
  17. Almodóvar dirige Antonio Banderas no papel de sua vida em Dor e Glória - 20/06/2014 19h01 - https://robertosadovski.blogosfera.uol.com.br/2019/06/14/almodovar-dirige-antonio-banderas-no-papel-de-sua-vida-em-dor-e-gloria/
  18. Jorge Soto

    O Que Você Anda Vendo e Comentando?

    Starfish é uma scy-fy dramática que é mais uma experiência pessoal de perda do diretor que faz mais sentido á ele que pro espectador. Inssossa, rara, experimental, videoclipeira, é um filme com um relato meio caótico em argumento que não se submete ás convenções do gênero. A idéia é até boa, mas nem sempre funciona na tela á despeito da boa performance da atriz principal. 7,5-10 Boots on the Ground é mais um "found footage" meia boca que tinha cara de ser bom, algo como os ótimos Predador ou El Paramo em primeira pessoa mas nem. Performances ruins, câmera epilética, gritaria e muita escuridão onde não se enxerga nada da ação completam a péssima experiência onde não se entende nada do que aparece na tela. Até agora não entendi lhufas o final, se todos se ferraram ou nem... 6-10
  19. SergioBenatti

    Tokyo2020: Previsões de Medalhas brasileiras

    Outro assunto que queria escrever e não tinha tempo, era sobre o desempenho de alguns países. É muito difícil fazer a previsão completa, mundial, mas como acompanho todos os esportes, e como tento adivinhar a posição geral do Quadro de Medalhas, tenho que ter olhos para alguns países. Eis o que tenhho notado: * Um crescimento excelente da Índia. Impressiona-me o que o país tem feito no Tiro Esportivo. Eles estão ganhando Copas do Mundo direto, em várias armas, com homens e mulheres. No Badminton, também estão bem. No Rio2016, o país ficou em 67º, com apenas uma Prata e um Bronze. Com certeza, eles vão subir e vão subir muito. O dinheiro começa a despertar o gigante. * Nosso anfitrião, o Japão, pode terminar em terceiro lugar. Não me surpreenderia. Está indo muito bem no Judô, na Vela, no Tiro, na Luta Olímpica... Em terras cariocas, eles ganharam 41 medalhas no total, ficando em 6º no geral, com 12 Ouros. Só no Judô, eles vão ganhar metade. * Percebo desempenhos maravilhosos também, espraiados em vários esportes, de Holanda (Ciclismo, Vela, Hipismo), Itália (Tiro Esportivo, Vôlei feminino, Natação, Esgrima), Nova Zelândia (Rúgbi, Vela, Remo), e Espanha ( Basquete, Badminton, Caratê, Levantamento de Peso, Atletismo, Handball) * Tenho percebido uma melhora da Noruega, sempre tímida nos Jogos de Verão. No Rio 2016, só ganharam 4 Bronzes, terminando em 74º. Mas percebo que eles são, atualmente, favoritos no Volei de Praia Masculino; estão muito bem nos 400m com Barreira masculino, e em outras provas de atletismo... * Vejo uma recuperação de Cuba. Depois das 11 medalhas no Rio, eles vão para 18 ou 19 medalhas, pouco atrás do Brasil. Atletismo, canoagem, Judô, Taekwondo,e, claro, Boxe e Luta Olímpica - as duas tábuas de salvação do país. * Muito curiosa a situação da Argentina. É uma situação de estagnação preocupante. Estão estancados entre 4 medalhas a 6 medalhas. 4 medalhas no Rio, 4 em Londres, 6 em Pequim, 6 em Atenas...E eu prevejo, novamente, 4. Com muito esforço, 6. E sempre os mesmos: Paula Pareto no Judô 48kg; Hóquei Sobre Grama masculino; Tênis individual com Juan Martin Del Potro; e Vela, a dupla da Nacra 17. A jovem Delfina Pignatiello pode aprontar nos 1500m na Natação, talvez um Bronze. No momento, a vejo em quarto/quinto lugar. Com sorte, também entrariam Futebol masculino (ainda sem vaga), e uma do Taekwondo, com o rapaz que foi Bronze no recente mundial (meio na sorte). Não sai disso. * México, bem mal. No Rio 2016, não sei se vocês acompanharam, o país estava em choque. Até os últimos dias, não tinha conquistado nenhuma medalha. E os comediantes do país destroçaram os atletas e governo. No penúltimo dia eles ganharam 3. Mas sem Ouro. Ficaram em 61º lugar, com 3 Pratas e 2 Bronzes. Não tenho visto nenhuma melhora digna do potencial do país. A marchadora deles, que ficou com a Prata no Rio, foi pega recentemente no doping. O atleta do Pentatlo Moderno não tem repetido as mesmas performances que lhe valera o inesperado Bronze no Rio...No momento: vejo duas medalhas possíveis, de Prata, no Taekwondo; e dois bronzes, na Plataforma 10m masculina, nos Saltos Ornamentais ,com o ótimo German Sanchez, e um Bronze no Boxe. Quiça outra medalha no Futebol masculino.
  20. SergioBenatti

    Tokyo2020: Previsões de Medalhas brasileiras

    Neste espaço, eu escrevo majoritariamente a respeito de atletas que têm realmente chance de ganhar alguma medalha. Mas há tempos eu queria escrever sobre a caída vertiginosa de alguns atletas brasileiros depois da Rio 2016. * Felipe Wu, nosso medalhista de Prata no Rio na Pistola 10m, nossa primeria medalha no Tiro Esportivo desde Antuérpia 1920...Eu sinceramente creio que ele cansou do esporte. Foi terminar a faculdade, foi casar, foi tratar de fazer outras coisas. A cabeça está longe, longe. Num recente torneio, na China, terminou em 66º lugar. Ele está fora do Pan, e, consequentemente, sem medo de errar, fora de Tókio2020. Os jornalistas têm medo de escrever, mas a verdade é essa. Ele diz que não tem o diagnóstico para explicar por que tem ido tão mal. Às vezes, culpa a Confederação, mas ela paga hospedagem, paga viagem internacional, paga despesas várias,...É a cabeça, bicho! Tiro Esportivo é técnica e cabeça. O Brasil precisa terminar entre os 2 primeiros em cada uma das 12 modalidadade no Pan, para assegurar a vaga continental para a Olimpíada. Meu palpite? Nenhuma vaga! Todos os nossos atletas estão mal. Não vejo chance de haver nenhum atirador brasileiro em Tóquio. Um esporte tradicional, legal de assistir, e que distribui muitas medalhas... E o Brasil não fez absolutamente nada com aquela linda Prata conquistada. * Rolando essa semana o Campeonato Mundial de Tiro Com Arco. O Brasil conseguiu a proeza de perder todos (!!!) os combates, não ganhou nenhum. Não ganhou por equipe maculina, não ganhou por equipe feminina, não ganhou no arco composto (que não é olímpico), etc, perdemos todos os combates, com exceção do nosso melhor atirador, Marcus Vinicius D`Almeida, que conseguiu chegar às oitavas de finais, ou seja ficar entre os 16 primeiros, no Arco Recurvo (o arco olímpico!). Desbancou nessa manhã um holandês excelente, que já foi vice-campeão mundial, mas perdeu, na flecha de ouro, para um americano, infelizmente. A questão é que...O Marcus Vinicius já foi Prata em Mundial com 16 anos, em 2014!!! Prata em Mundial adulto! ELE ATIRAVA MUITO MELHOR! Dá um desespero! Lembro-me de acompanhar as competições internacionais e os comentaristas da Federação Internacional falarem que não se lembravam de alguém tão jovem fazendo final de mundial. Do Rio 2016 para cá, ele saiu da condição de estrela para a condição de intermediário. Consegue fazer uma fase preliminar, de ranqueamento, ótima ou excelente (hoje ficou em 8º no geral); mas chega na fase eliminatória, perde logo (No Rio 2016, perdeu na primeira rodada). Hoje ele deu muito azar, por que ele já poderia ter se classificado pra Tóquio. Mas por algumas contingências da classificção, ele não vai herdar a vaga. Terá que buscá-la no Pan. (Foto: CBTARCO ) *Diego Hypólito. Prata no Solo, no Rio 2016, e está praticamente fora de Tóquio2020. Só falta a Imprensa ter coragem de escrever isso com todas as letras. Todos da equipe masculina brasileira são tão bons atualmente, que as nota dele no Solo e no Salto, não são mais necessárias para o somatório da equipe. Levá-lo é prejuízo. Então o caminho que lhe restava era buscar a classificação individual, como especialista, nas etapas da Copa do mundo deste ano. Ele ficou pra lá do 40º lugar nas duas que competiu, com péssima rotina no Solo. Ou seja, não tem chance. Agora, se vê mais preocupado em revelar que é gay, em revelar que está namorando, em revelar que teve depressão, em revelar infortúnios da infância, em revelar que não recebe como deve seus pagamentos, em revelar supostos dotes como cantor...Ocupa a mídia, a meu ver, com todos os assuntos possíveis, menos com a Ginástica. Quem esperava que depois de uma medalha olímpica mais coisas boas viriam enganou-se. Veio a aposentadoria não declarada. Esses exemplos mostram como o esporte de alto nível é psicológico. A cabeça é fundamental.
  21. Jorge Soto

    Toy Story 4 (Pixar - 21/06/2019)

    Toy Story virou Cristal Lake
  22. CACO/CAMPOS

    Shaft (Tim Story - 14/06/2019)

    Eu curto o personagem, e mais para os fãs msm, mas realmente colocar um diretor de comédias para um filme policial e complicado, bem vou assistir só em casa mesmo.
  23. SergioBenatti

    O Que Você Anda Vendo e Comentando?

    "Crianças de Sarajevo" é um filme de 2012 da Bósnia e Herzegovina mostrando, em tese, o pós-guerra no país, mas na real, a onipresença da guerra em suas cicatrizes culturais, cicatrizes econômicas e cicatrizes familiares. Estas, do tipo: o que o país fez com os órfãos crescidos? Internato, e, na fase adulta, abandono. Que se virem. Se virem sem dinheiro, com baixa educação, traumatizados, além do preconceito "são os órfão", os problemáticos, os que precisam de ajuda... Sempre com a câmera na mão, a direção segue a atriz protagonista o tempo todo, em longas tomadas. De vez em quando faz um carinho nela, mas, em geral, é sempre tudo melancólico. Bom filme! Premiado em Cannes, na seção "Um Certain Regard", foi candidato do país ao Oscar. Não entrou.
  24. Questão

    Shaft (Tim Story - 14/06/2019)

    Não foi dessa vez que Shaft conquistou o coração dos críticos. O novo filme com Samuel L. Jackson, que funciona como continuação de Shaft está sendo massacrado pelos críticos. Atualmente, o longa está com 41% de aprovação no Rotten Tomatoes, com 37 críticas levadas em conta. A nota média do filme é 5,18 até o presente momento, com uns chamando de “catastrófico”, enquanto que outros consideram apenas sem sal. O filme marca o retorno da clássica franquia de detetives. O longa promete reunir três gerações da famosa família, que conta com Samuel L. Jackson. FONTE: OBSERVATÓRIO DO CINEMA Do Tim Story eu não esperava muito mesmo
  25. Jailcante

    Rocketman (Cinebiografia de Elton John)

    Revi ontem (continua lindo), já tô querendo ver de novo (devo ir no fds ou na próxima semana) e meus ouvidos já estão sangrando de tanto que ouvi a trilha sonora aqui no trabalho.
  1. Load more activity

Announcements

×