Jump to content
Forum Cinema em Cena

Em Cartaz nos Cinemas

Aqui você pode conversar sobre os filmes que estão atualmente nos cinemas do Brasil e do Mundo e os que irão estrear em breve!

  • Posts

    • Foi reportado, ontem (15), que a Disneynão pretende readmitir James Gunn na direção de Guardiões da Galáxia Vol. 3 e, de acordo com a Variety, o seu roteiro para o filme ainda será utilizado, mesmo com um novo diretor.   Segundo as fontes do site, o roteiro original, que Gunn entregou pouco antes de sua demissão, será usado, mas que provavelmente sofrerá alterações e polimentos por quem a MarvelStudios decidir chamar para o projeto. Em todo caso, resta aguardar por algum tipo de confirmação oficial por parte do estúdio, que ainda não declarou nada sobre o assunto.   FONTE: OBSERVATÓRIO DO CINEMA   Me parece a saída menos danosa para o estúdio mesmo.
    • Gostei do trailer. Parece que as coreografias melhoraram muito (ajudou chamarem o coreografo do PANTERA NEGRA) pelo visto. Acho que temos chances reais de uma temporada decente depois daquela temporada fraca de estréia.
    • Panico 3: Quando eu era um jovenzinho tinha muito preconceito com essa franquia....achava filminho de adolescente. Pura ignorância ! Claro que é filme de adolescente....mas é divertido demais...e é do Wes Craven ! Esse aqui é o menos admirado, mas eu gostei muito. Metalinguagem para todos os lados, filme dentro do filme e gozação com todos os clichês do gênero filmado por um dos mestres do mesmo. O ponto negativo é não trazer o mesmo frescor dos dois primeiros. Cotação: Bom. Assistido no Telecine Play.
    • Existem filmes de arte e existem filmes "de resposta", aqueles últimos cujo resultado é esperado. Megatubarão é um filme de resposta, todo trabalhado no clichê, do tipo que podemos antecipar qual o coadjuvante da vez que irá morrer. Em todo caso, diverte, vale a pipoca, principalmente pelos seus eletrizantes 20 minutos finais. No final - não é spoiler - tremula a bandeira da China. É a última coisa, o último signo, que vemos. Mas na real é só a continuação de tudo que vimos antes, desde o início. O dinheiro chinês que financiou o filme bancando o imaginário social, 1/3 do elenco, 1/3 da língua.  Para quem ainda não se atentou que o futuro é asiático, os blockbusters já se deram conta disso.
    • Mostra-se bem isso no documentário.
  • Popular Contributors

×