Jump to content
Forum Cinema em Cena

CineNews

Sign in to follow this  

Discuta as últimas novidades sobre os projetos mais recentes, trailers, fotos, cartazes...

520 topics in this forum

    • 1 reply
    • 86 views
    • 119 replies
    • 19,336 views
    • 21 replies
    • 1,205 views
    • 0 replies
    • 53 views
    • 2 replies
    • 107 views
  1. Triplo X4

    • 0 replies
    • 65 views
  2. You were never really here

    • 6 replies
    • 300 views
  3. Goonies 2 (20??)

    • 23 replies
    • 1,196 views
    • 13 replies
    • 1,665 views
  4. Mad Max 5

    • 23 replies
    • 1,139 views
    • 2 replies
    • 380 views
    • 1 reply
    • 209 views
  5. Scarface (Remake)

    • 15 replies
    • 885 views
    • 141 replies
    • 11,365 views
  6. Círculo de Fogo 2

    • 77 replies
    • 4,363 views
    • 70 replies
    • 4,380 views
    • 73 replies
    • 6,297 views
    • 12 replies
    • 822 views
    • 15 replies
    • 1,122 views
    • 27 replies
    • 1,911 views
  7. Z (Zorro reboot)

    • 2 replies
    • 300 views
    • 37 replies
    • 2,549 views
    • 0 replies
    • 35 views
    • 17 replies
    • 2,009 views
    • 16 replies
    • 760 views
Sign in to follow this  
  • Posts

    • Apropriadamente intitulado "Joaquim", é um registro pré-Inconfidência, pré-Tiradentes. Uma estratégia parecida com, por exemplo, "Diários de Motocicleta", Ernesto antes de ser Che. O que mais me fez pensar é a disputa "História" versus "Imaginação", pois neste filme de Marcelo Gomes o que mais temos é uma reconstituição imaginada da vida privada do alferes. Tenha ele cabelo comprido, ou não. Tenha caso com escrava, ou não. Tenha apetite pelas letras, ou não. A História precisa de fatos, a arte não. Gostei muito, mas inegavelmente do meio para o fim o filme cai bastante de ritmo.
    • Khal Drogo Momoa já viu esse filme, e deu ruim
    • Aquaman | Nova imagem mostra clássico dragão marinho de herói POR  BRUNO TOMÉ  -  18/07/2018   Muito perto da Comic-Con San Diego desta quinta (19), a produção de Aquaman divulgou mais uma nova imagem do filme. Nela, pode-se se ver o dragão marinho que será o companheiro fiel do herói no longa.   Nos desenhos, o animal de estimação de Arthur Cury (Jason Momoa) é um dragão marinho rosa. Nos cinemas, o dragão ganhou um visual muito mais assustador e mesmo que a cor seja diferente, pode-se notar alguns tons em rosa pelo seu corpo.   Não podia falta o dragão marinho kkkk, James Wan esta respeitando o mito e atualizando o cara e fera msm
    • Crítica | Ilha dos Cachorros POR  RODRIGO SCHARLACK  -  18/07/2018   Ilha dos Cachorros é o novo longa de Wes Anderson que chega aos cinemas já com o peso do renomado diretor. Com toda o clima de Anderson, a nova animação não poderia deixar de lembrar O Fantástico Sr. Raposo e é certo se dizer que qualquer um que se agrada com algum filme do Anderson não irá se decepcionar.   O longa traz velhos conhecidos de sua carreira, como Edward Norton, Bob Balaban, Bill Murray, Tilda Swinton e Harvey Keitel, além de nomes como Bryan Cranston, Greta Gerwig, Scarllet Johansson, Frances McDormand, Jeff Goldblum, Ken Watanabe e Liev Schreiber. Isso para citar somente alguns de seu estelar elenco. Com tantos nomes de peso é notável que Wes é um dor melhores diretores da atualidade, muito por conseguir imprimir sua marca em todos os seus filmes, e dessa vez não é diferente. O trabalho perfeccionista de Anderson se mostra mais uma vez destacável nos filmes da atualidade e, numa era onde grandes franquias se mostram fortes no cinema, é um deleite ver uma história fechada tão agradável. A maneira sínica com a qual Anderson desenvolve suas tramas é ímpar no “mainstream”, e consegue transformar a mais sutil das cenas em engraçadas sem precisar se apoiar no roteiro. O diretor é um dos poucos que sabem fazer comédia com enquadramentos sem necessitar de uma “punch-line” no roteiro para trazer a graça, e em Ilha dos Cachorros esse ponto é notável. Todo cenário apresentado é tratado com o cuidado característico de Anderson que, não só constrói o clima do filme, como encanta a qualquer espectador, que pode até não se identificar com alguns de seus longas, mas que não terá como arranjar muitos argumentos técnicos para criticar sua fotografia. A história do filme é tocante. Anderson consegue conversar com qualquer tipo de público, trazendo uma animação que pode conversar tão bem com uma criança quanto com um adulto. As questões apresentadas pela trama não são todas atuais ou inovadoras, mas sua forma de trabalhá-las é única e deve tocar o público, de forma até despretensiosa, já que o longa é mais uma aventura do que um drama ou mesmo uma comédia. Assim, o cineasta consegue trazer um equilíbrio entre a arte como algo encantável, como crítica e como entretenimento. O trabalho de voz é incrível, com destaque para o já experiente na área Bryan Cranston e também para Scarllet Johansson, que já havia provado sua capacidade de atuação só com a voz em Ela. Edward Norton e Jeff Goldblum também chamam atenção, mesmo em meio a tantos belos trabalhos de atuação encontráveis no filme. A participação de Yoko Ono é quase algo a parte do filme, trazendo um quê de metalinguagem que deverá divertir o espectador mais atento. Ilha dos Cachorros é divertido, engraçado, sensível e emocionante, e já deve figurar entre os mais bem feitos filmes do diretor e entre as mais bem feitas animações mundiais. Com uma trama envolvente e um trabalho técnico impecável, Wes Anderson traz aos cinemas um de seus melhores filmes. O que é dizer bastante dentro da carreira invejável do cineasta.
  • Popular Contributors

×