Jump to content
Forum Cinema em Cena

Críticas e Publicações do Cinema em Cena

Discuta as críticas de nosso editor, Pablo Villaça!

571 topics in this forum

    • 20 replies
    • 14,664 views
    • 4 replies
    • 5,286 views
    • 6 replies
    • 3,302 views
  1. Watchmen

    • 36 replies
    • 7,096 views
    • 1 reply
    • 1,538 views
    • 1 reply
    • 2,021 views
    • 6 replies
    • 2,770 views
    • 3 replies
    • 1,203 views
  2. O Legado Bourne

    • 1 reply
    • 1,888 views
  3. Polissia

    • 0 replies
    • 1,996 views
  4. Os Mercenários 2

    • 0 replies
    • 1,957 views
  5. Intocáveis

    • 0 replies
    • 2,295 views
  6. Rock of Ages

    • 0 replies
    • 2,161 views
  7. O Ditador

    • 0 replies
    • 2,080 views
  8. Marighela

    • 0 replies
    • 2,081 views
    • 0 replies
    • 2,096 views
  9. Valente

    • 1 reply
    • 2,397 views
  10. Hancock

    • 12 replies
    • 2,388 views
  11. O Vingador do Futuro

    • 1 reply
    • 2,111 views
    • 0 replies
    • 2,400 views
  12. Na Estrada

    • 0 replies
    • 2,505 views
    • 0 replies
    • 2,639 views
    • 0 replies
    • 2,498 views
    • 0 replies
    • 2,341 views
    • 0 replies
    • 2,142 views
  • Posts

    • Pelo jeito, o Dr. Dolittle do Downey JR vai ser bem diferente do Dolittle do Murphy. E nem falo isso pela época em que as histórias se passam. O Dolittle do Muphy era um cara normal que tinha essa habilidade de falar com os animais. Já o do Downey JR deu pra ver que vai ser um cara bem excêntrico.
    • Não chamou muito a atenção não, embora seja só um teaser rápido. Faltou colocar ai um momento mais "fodão" do Predador. E "do diretor de HOMEM DE FERRO 3" também não ajudou.
    • Bond 25: Daniel Craig vai continuar tentando "gentilmente" acabar com a fama de machista do espião Por Felipe Ribeiro — 11/04/2018 às 14:56    Ator reafirmou que o filme, que marca sua quinta atuação na franquia, será o seu próximo projeto. Getty Images Se depender de Daniel Craig, James Bond vai perder sua fama de mulherengo e machista. Bond 25 será o 25º filme do espião mas famoso do cinema e o próximo projeto a ser realizado por Daniel Craig, segundo confirmação à Associated Press durante um evento em que ele leiloou seu carro do 007 para caridade. Em outra entrevista, o ator confirmou que vai continuar tentando acabar com a imagem ruim que ronda James Bond. "Estou tentando fazer isso gentilmente nos últimos quatro filmes e continuarei fazendo", disse Craig em entrevista à revista People sobre James Bond, conhecido ao longo dos anos por salvar o mundo e seduzir mulheres. Quando perguntado sobre Danny Boyle(Quem Quer Ser um Milionário?) dirigindo o próximo filme da franquia, o ator foi seco e respondeu: "Nós veremos!".   FONTE: ADORO CINEMA Mulherengo, acho que o Bond nunca deve deixar de ser, por que é uma das características do personagem, que fazem ele ser o que é. Ele é sexualmente ativo. Claro que nos tempos de hoje, deve (e é importante) mostrar um respeito maior pela figura feminina. Não dá mais pro Bond dar um tapa na bunda de uma garota, como o Bond do Connery fazia em GOLDFINGER, ou enganar uma Bond Girl para ela transar com ele, só pra ser usada como bucha contra o vilão, como o Bond do Moore fez em VIVA E DEIXE MORRER.  Mas sinto que aos poucos, a franquia vem conseguindo manter esse equilíbrio. A Moneypenny já não é mais só uma secretária, mas tratada como igual pelo Bond nos filmes mais recentes. Mesmo as mulheres que o Bond usa para atingir os seus objetivos são tratadas com um cuidado maior. O Bond do Connery, ou do Moore (e talvez até o do Brosnan) nunca iam "perder tempo" salvando a Monica Belucci.  O personagem vai continuar se transformando com o tempo. É isso que faz com que ele esteja ai a mais de cinquenta anos. Mas suas características básicas não podem ser retiradas, podem, e devem sim, ser adaptadas aos novos tempos.  
    • Assisti somente o comecinho do primeiro. Apesar do começo promissor o humor gore não me agradou. Por jogada da casualidade acabei indo ver o segundo no cinema. Gostei de tudo, do humor, das cenas de luta a do parquedas enfim. Mas acredito que o filme pesou no drama (como bem disse o canal Acabou de Acabar), senti falta de mais humor no estilo que quebra da quarta parede. Para quem não está familiarizado com HQs vai perder muitas referências. Portanto acaba se tornando um filme de nicho. 
    • "A Grande Cidade" é um filme de 1966 do Cacá Diegues (vou deixar de mencionar o subtítulo longo e denotativo) já cheio de ambição de interpretar o Brasil. Cheio de problemas técnicos, mas rico em conceituação. Trilha sonora excelente: Zé Keti, Bethânia, e Roberto Carlos arrasando com "Nasci pra Chorar". As favelas do Rio de Janeiro sendo formadas pelos nordestinos expulsos pela seca. Leonardo Villar, monstro de ator. "A guerra é grande e tá todo mundo nela. Eu não." gritada por um jovem Antônio Pitanga em um teatro grego.  
  • Popular Contributors

×