Jump to content
Forum Cinema em Cena

Leaderboard


Popular Content

Showing most liked content since 08/26/2017 in all areas

  1. 2 points
    Jorge Soto

    19 Dias de Horror

    Jail, ja tem os dois filmes pra baixar facim na internet...so não tem uma legenda decente (ainda), uma vez que eu assisti ambos em espanhol, lingua q felizmente sou fluente. Se quiser te mando os links dos torrents por mp.
  2. 2 points
    Big One

    Blade Runner 2049

  3. 2 points
    Cir-El

    Superman - O Homem de Aço 2 (20??)

    Bom..depois de X2, o que eu mais gostei dos mutantes foi Primeira Classe. Quando ele fala de cores, eu interpreto e faço um paralelo com os filmes dos XMen. Depois de um XMen 3 sombrio, ele trouxe uma clima mais leve pra XMen: Primeira Classe (inclusive em abandonar os trajes de couro preto pra colocar cores nos uniformes). Se for por esse caminho com o Superman, eu topo (sem contar que, diferente do Snyder onde todos os filmes dele tem raio azul, céu alaranjado em chamas, e seres de 2 metros de altura...acho que veremos cenas de ação com um visual mais bonito) E não acho problema em beber da fonte-Donner. Homem Aranha, do Raimi, fez isso... Mulher Maravilha fez isso....entre outros e isso não trouxe problema algum para esses filmes. O problema de Superman: O Retorno foi o Singer não ter se decidido entre uma continuação, um remake, uma homenagem...é tudo isso e nada disso...não tem identidade (além da falta de ação, má escolha de atores, quimica zero entre os atores, roteiro fraco..etc). Resumindo: o filme não é ruim porque bebe de Donner. É ruim porque estragou a água que pegou.
  4. 2 points
    Mozts

    Stranger Things (Netflix)

    Até o Capitão já tá cansando das referências...
  5. 2 points
    Questão

    A Coisa (20??) Stephen King

    É verdade. Tinha essa ideia. Acho que eram os caras de A INVASORA que pensaram em fazer a A HORA DO PESADELO protagonizado por crianças quando eles foram considerados pra fazer o remake. Cheguei a pensar nisso. Tinha uma galera aqui que podia ter servido de comida pro Pennywise mesmo, como os outros bullies que andavam com o Henry, ou aquela menina que trabalhava na farmácia e liderava o bullyng contra a Beverly, pra depois ele ficar obcecado pelos Losers. Por outro lado, isso acabaria tirando o tempo de desenvolvimento dos Losers, que é de qualidade tão impar. Pois é. Aquela morte ali passa a sensação que qualquer coisa pode acontecer com qualquer um. Em alguns momentos, até cheguei que eles iam mudar o livro e matar um dos losers. O melhor é que toda a sequência antes disso com o moleque interagindo com o irmão e indo buscar a cola no porão faz a gente gostar dele e sentir a morte dele. Com certeza uma das melhores coisas do filme. Eles reagem como criança o tempo todo mesmo. Gostei especialmente da cena depois da primeira visita deles a casa abandonada, com a galera começando a brigar e achar que devem deixar o Pennywise pra lá. O melhor é a forma como a cena transita entre a comédia e o drama. Ri muito com o Richie dizendo "Olha pra esse infeliz! Ele tá vazando ketchup!"
  6. 2 points
    Jorge Soto

    O Que Você Anda Vendo e Comentando?

    "Megan Leavey" é o tipico filme clichezado, redondinho e mesmo assim muito emocionante. Mix de "Marley & Eu" com "Guerra ao Terror", o melhor são as cenas tensas feitas no Iraque, que deviam ter explorado mais. Pra quem curte dogs (eu!) e adora soluçar facilmente no final, um prato cheio. 8/10 "Atômica" é o filme da Viúva Negra que a Marvel queria fazer e nunca fez. Divertido e bem ágil, a Theron se firma como legitima Bruce Willis de saias. Que venha o 2.. 9/10 "What Happened to Monday" é um thriller scy-fy bem legal da Netflix. Espécie de "Diario de Anne Frank" distópico, onde o melhor é sua originalissima primeira metade, ja que depois descamba no automático de ação básico. Vale a bizoiada, mas ignore o recurso batido de diferenciar gêmeos pelo corte de cabelo..kkk.. 8,5/10 "Clash" é um thrillerzaço árabe que, passado num único ambiente dentro dum camburão, consegue ser agoniante, tenso e claustrofóbico sem se valer de zumbis, monstros, psicos, etc.. O microcosmo criado reflete bem o ser humano, uma vez que o camburão aí passa a ser o personagem principal. Ah,e se fosse americano não teria esse desfecho corajoso. 9,5/10 "Bushwick" é um indie de ação cuja premissa (uma 2ª Guerra Civil Americana) e formato (quase que "tudo" num único plano sequência e cortes bem disfarçados) fazem diferencial de qualquer outro genérico B do gênero. Diverte da mesma forma que um "Hardcore Henry" ou até um "Call of Duty" protagonizado pelo Drax. 8,5/10 "Rememory" é um scy-fy policial que beira o "filme noir". Tem uma boa premissa e é bem executado, apesar de alguns elementos batidos tirarem o foco do que realmente presta. E tem ainda uma reviravolta nos finalmentes que dá um gás a esta produção diferenciada bacaninha. So acho o anão de GOT fraquinho demais, parece não se dar conta que é o personagem principal. 8/10 "Pokot" é um eco-thriller-feminista polaco bacaninha cujo formato me lembrou outro sueco bem bão, "O Cidadão do Ano". Apesar de relativamente longo, consegue prender até o final. 8/10 "Bluebeard" é um thriller coreano que pega emprestado vários elementos de "Pacto Sinistro", mas aqui os recicla com um tiquim mais de gore. Nãoi chega aos pés do filme do Hitch, mas consegue ser divertido com duas boas reviravoltas nos finalmentes. 8,5/10 "Unlocked" é um bom thriller de espionagem com uma 007 de saias..aliás, o diretor já tem um filme do agente inglês nas costas. Redondinho e eficiente, de todo seu elenco estelar destoa facilmente a Noomi Rapace, que tem a mesma presença porreta da Charlize Theron pra filmes de ação. 8,5/10
  7. 2 points
    Cir-El

    Flashpoint (2019)

    Dúvido muito que a Warner faria um filme/evento pra rebootar o universo DC. Seria gastar grana numa coisa que eles poderiam simplesmente chegar e dizer: "galera, o que vocês viram ficou no limbo...já era..", como a própria Warner fez com o Superman do Bryan Singer que era pra ter sequência, ficou no vai não vai e por fim fizeram Homem de Aço. Ou outras empresas, como a Sony com o Homem Aranha do Garfield... Lembrado que em nenhum dos filmes que eu citei, houve prejuízo para o público por terem começado do zero. Portanto, não acho que a Warner fará Flashpoint pensando em reboot. Deverá ser uma história do Flash, usando a saga da HQ, porém, mais episódica. Também tem a questão de que, fazer um reboot implicaria trocar os atores? A Warner trocaria Gal Gadot nesse momento? Pra mim, é fora de cogitação...
  8. 2 points
    As pessoas estão impacientes esta semana.
  9. 2 points
    Questão

    Mulher Maravilha 2

    Fora a possibilidade de passagens da narrativa poderem se passar em outros períodos históricos, pois ainda não sabemos o que Diana andou fazendo entre o fim da 1ª Guerra Mundial e os dias de hoje.
  10. 2 points
    "Message From the King" é um nervoso thriller de vingança que poderia ter sido feito pelo Neeson, Reeves ou Willis. Mas aqui é o "Pantera Negra" fazendo bico da Marvel pra chutar bundas em territorio americano. Curiosidade é o elenco tão diversificado quanto eclético, com gente de todas franquias possiveis..SDA, HP, Crepúsculo, SM, etc.. 8,5/10 "Insubstituível" é uma bela comédia dramática que flerta com "Garota Desconhecida" ao tratar a medicina de forma humana e sensivel. Francois Cluzot ta fadado a interpretar doentes, se em "Intocaveis" era o tetraplégico aqui ta no bico do corvo com um tumor.. 8,5/10 "Operation Mekong" é um bom exemplo de cinema de ação chinês que não se furta a chupinhar positivamente o melhor de "Rambo", "Predador", "Missing in Action", etc e tal.. atente pra foderosa sequência final, de quase meia hora inipterrupta de pura pauleira. 8,5/10 "Disorder" é um thriller francês que lembra bastante o noventista "O Guarda-Costas", com Kevin Costner. O grande diferencial aqui é a pegada intimista, o suspense e tensão crescente até seu curioso desfecho. 8/10 "Jasper Jones" é uma deliciosa e nostálgica crônica de amadurecimento, uma espécie de "Conta Comigo" australiano. Tenha a caixa de lenço próximo do final. 9/10 "Shot Caller" é um foderoso filme de prisão que não dava nada. Seu ritmo é ágil e mesmo sua narrativa não linear impede de te manter colado na tela pra ver a via-crucis do protagonista principal, que tem uma transformação de personagem tremenda. Pensa em "Carlito´s Way" tocado como "Carandiru" e "Um Sonho de Liberdade"... Surpresa indie desta semana. 9/10 "Asura" é um bom exemplar da nova safra de thriller criminal da Coreia. Tem um quê de "Fogo contra Fogo" e os "Infiltrados". Apesar de excessivamente longo, a o fodástica meia hora final compensa a espera. 8,5/10
  11. 1 point
    O Espectro

    Flashpoint (2019)

    Faz sentido para mim PRIMO e o Black Flash seria o que tem que punir os pecadores .
  12. 1 point
    Questão

    Ideias para Séries?

    Hehehe. Uma hora ainda termino.
  13. 1 point
    primo

    Liga da Justiça (2017) #2

    Apesar disso ficar meio remendo. Tenho certa preferência para que o tempo na prisão ajude a descoringar o Luthor.
  14. 1 point
    Mozts

    Akira (20??)

    O tom cômico dele difere bastante do que o anime original passa.
  15. 1 point
    Questão

    Quais Séries Você Anda Vendo?

    ARQUIVO X é interessante, pois seu formato praticamente pautou uma boa parte de todas as séries que visavam ter uma "mitologia" nos anos seguintes. O formato, que hoje começa a entrar em declínio, de estabelecer uma trama cercada de misterios que vai guiar a temporada e que só será resolvida no final (e talvez não completamente) ao mesmo tempo que a temporada é entrecortada pelos "casos da semana" que geravam histórias independentes da trama central da temporada, foi popularizado pelas aventuras de Mulder e Scully. A Série não criou esse formato que ainda é seguido por muitos programas, mas foi o que transformou tal formato de exceção para regra. Nunca fui fã de ARQUIVO X, e assisti alguns episódios avulsos ao longo dos anos. Mas é natural que a série se sinta datada hoje em dia, creio eu, e não falo nem de questões técnicas como foto, trilha e etc. Mas sim que o formato bastante inovador para a época (nada tão impactante e estranho quanto um TWIN PEAKS por exemplo, mas talvez mais efetivo na hora de gerar uma fã base) foi copiado tão a exaustão que não creio que alguém que vá ver a série hoje realmente consiga mensurar o impacto. Mesmo a configuração de um casal protagonista formado por personagem crente/cético surgiu em diversas outras séries ao longo dos anos. Posso estar falando besteira, mas acho que muito do sucesso e culto a ARQUIVO X vem de ter sido o "pioneiro bem sucedido" dentro dessa ideia de construir uma mitologia para o show, e não necessariamente da excelência das histórias (que poderiam ser boas, não tenho tanta propriedade pra julgar) mas o que ficou e o que é estudado até hoje é a popularização do formato.
  16. 1 point
    Mozts

    Quais Séries Você Anda Vendo?

    Assistindo X-Files pela primeira vez. Estou no episódio 11. Desenvolvi uma opinião um tanto... Difícil? Achando medíocre no melhor dos casos. O pior episódio até agora - que exemplifica os problemas da série no geral - foi o Episódio 09 chamado "Space". Abre com um astronauta no espaço, reagindo a "algo", presumidamente um ET/UFO, na sequencia mostram a descoberta da famigerada "face de Marte". Corta para alguns anos depois, o astronauta agora é chefe de lançamento da NASA, há suspeita de sabotagem no lançamento e a dupla é chamada para investigar. Meu primeiro problema é que a abertura entrega tudo de bandeja. De cara já indicam que o astronauta está sob influência extra-terrestre e sabotou o próprio projeto. Segue que o durante todo o show eu estou na frente dos protagonistas, esperando que eles alcancem. É como um episódio de Scooby-Doo sem a revelação no final. Meu segundo problema é que Mulder e Scully são pouco influentes e tem certo desentendimento sobre o assunto. Em especial no Ep 9, o papel de Mulder é dar um recado e de Scully é ter olhos azuis. A investigação é sobre algo que não entendem, num ambiente que não podem influenciar. Em outras palavras, os protagonistas são inconsequentes. Esses dois problemas se repetem, de forma menos notável, em outros episódios. Em contra-partida, o melhor episódio foi o Episódio 11. Esse de fato é misterioso e subverte bastante a expectativa. Chamado "Eve", abre com um assassinato em que a vítima teve seu sangue removido por duas perfurações no pescoço. Logo de cara já gostei, pois isso parecia vampiros, ET ou nenhum dos dois. Um verdadeiro mistério que surpreendeu e usou uma premissa interessante. A diferença é que o episódio não abre com o assassinato sendo cometido, somente o corpo sendo encontrado, diferente por exemplo do episódio 3, também envolvendo assassinato extraordinários, mas EP3 abre revelando o "quebra-cabeça". Os protagonistas estão bem melhores, contribuindo ativamente pro desenvolvimento e utilizando suas características únicas.
  17. 1 point
    CASTLE ROCK | Ator de Demolidor entra para o elenco da série Série ainda não teve sua data de estreia definida Por Marco Victor - publicida Com seu desenvolvimento já confirmado há algum tempo, a série Castle Rock vai aos poucos ganhando novidades. E a mais recente delas, como esperado, volta a envolver a escalação do seu elenco. Divulgação: Demolidor 1ª temporada Segundo informações do site Coming Soon, o ator Scott Glenn (Os Defensores, Demolidor) foi confirmado na produção do Hulu baseada na obra de Stephen King. Ele interpretará o personagem Alan Pangborn, um xerife aposentado que trabalhou durante alguns dos anos mais sombrios das histórias de Castle Rock. O personagem em questão já apareceu anteriormente nos romances Trocas Macabras e A Metade Negra, escritas por Stephen King, além da novela O Cão da Polaroide. Além disso, Ed Harris já o interpretou na adaptação cinematográfica de Trocas Macabras, e Michael Rooker na adaptação de A Metade Negra, dirigida por George Romero. Glenn se junta aos já confirmados Bill Skarsgård, Sissy Spacek, André Holland, Jane Levy e Melanie Lynskey. O programa será desenvolvido no formato de antologia, o mesmo aplicado em American Horror Story. Cada temporada terá um grupo de protagonistas, mas os personagens de anos anteriores da série podem aparecer em novas temporadas depois. A ideia é reunir diversos temas e personagens de Castle Rock ao longo das temporadas, aproveitando assim a cidade que já esteve presente em obras como Zona Morta, Cujo e O Corpo. A presença de personagens já conhecidos do público através dos livros também não está descartada. A Bad Robot, produtora de J.J. Abrams, produz a atração com a Warner Bros TV. Ainda sem data definida, a primeira temporada de Castle Rock contará com 10 episódios pela Hulu. FONTE: JORNADA NERD Baita aquisição. Qualquer coisa com o Glenn merece curiosidade, no mínimo.
  18. 1 point
    Mozts

    Obituários (in memoriam)

    Foi-se mais um do grande elenco de Alien. Que saco.
  19. 1 point
    Questão

    Mulher Maravilha 2

    Acho que o lançamento tá o que se espera do lançamento. Afinal, HELLBOY não é uma grande marca Os filmes do Del Toro, embora tenham adquirido seus seguidores, nunca foram lucrativos. Então, lança-lo na baixa temporada faz sentido. MULHER MARAVILHA 2 já está em outro nível. O lugar dela é no fim do ano mesmo, mas o melhor é se afastar do STAR WARS. Acredito inclusive que é melhor lança-la um pouco antes do que um pouco depois. Gostaria agora de abordar outro possível antagonista para o segundo filme. Muito tem e falado no retorno de personagens do primeiro filme como Steve Trevor e Etta Candy. Mas eles estão mortos.. Flashbacks são uma opção, mas se você tem Hades, o Deus da Morte na história, o escopo de possibilidades se torna um pouco maior. Assim como na mitologia grega, Hades faz parte do triunvirato dos Deuses. Enquanto Zeus ficou com a Terra e os céus, e Poseidon ficou com o mar, o submundo se tornaram os domínios de Hades. Hades tem uma relação tensa com as amazonas, já que os portões de bronze, um dos únicos portais para o Mundo Inferior se localizam embaixo de Themiscera, e guardar esses portões foi o preço que as amazonas tiveram que pagar para ter o seu paraíso na Terra. Isso fez com que Hades fosse o único deus homem a possuir um templo na ilha, como forma das guerreiras demonstrarem respeito a divindade. Diana eventualmente entrou em conflito com Hades, quando invadiu seus domínios como forma de resgatar a alma de Hermes, outro deus que havia morrido em combate, e com quem Diana havia desenvolvido grande amizade e até certa tensão romântica. Em outra ocasião, Hades já tentou tomar Diana como sua esposa quando ela mais uma vez invadiu o Mundo Inferior, mas a princesa conseguiu escapar. Em algumas histórias, Hades também já foi apresentado como um personagem de caráter mais diabólico, enganando pessoas (deuses inclusive) como forma de leva-las a morte para que pudesse reclamar suas almas. Embora tenha entrado em conflito algumas vezes com a Mulher Maravilha, tais confrontos são em sua maioria fruto da heroína perturbar de alguma forma o "status quo", como em suas incursões ao mundo dos mortos. De fato, Hades se mostra muito leal ao irmão Zeus, e muitas vezes acaba fazendo o trabalho sujo do Rei dos Deuses para preservar a posição do panteão olímpico no mundo (o que eventualmente também o levou a enfrentar Diana). Como mostrei nas imagens acima, Hades já assumiu diversas formas nos quadrinhos e produções da DC, já tendo possuído aparências monstruosas, a de um guerreiro, um velho de vestes vitoriana,, um obeso, e mais recentemente nos New 52 de uma criança com o rosto coberto por velas derretidas acesas. Isso dá bastante liberdade para montar o visual e o cast para o personagem em uma eventual participação do cinema. Como já discutimos em outras páginas, embora MULHER MARAVILHA aponte que os deuses gregos teriam sido mortos por Ares, creio que a possibilidade de existirem sobreviventes do panteão são grandes, e Hades seria um grande candidato. Afinal, você pode mesmo matar o Deus da Morte? Afinal, o mundo dos mortos é seu reino. Mate-o, e você só o manda pra casa, creio eu. A presença de Hades na trama também poderia expandir a mitologia das Amazonas na franquia, com a revelação de que os portões do submundo se localizam sob a ilha (talvez um segredo conhecido por poucas amazonas?) Acho que Hades não deveria ser exatamente um vilão em um segundo filme, mas mais uma figura antagônica. Diana, por algum motivo, teria que descer ao submundo, o que a levaria a entrar em conflito com a divindade. O reencontro com antigos conhecidos como Etta e Steve poderia mexer um pouco com a heroína e tal, e se tornar mais uma razão para o conflito. Eventualmente uma trégua poderia surgir entre Diana e "seu tio Hades" devido a uma ameaça maior (Como Circe, por exemplo). Então, o que acham da possibilidade de termos Hades como um dos antagonistas em MULHER MARAVILHA 2?
  20. 1 point
    primo

    Superman - O Homem de Aço 2 (20??)

    putz, seria um espetáculo de proposta Será que o vilão Brainiac poderia "correr" em paralelo nessa trama, no cinema? Não imagino como, mas talvez algumas bandeiras típicas do vilão poderiam ser encaixadas para apoiar o discurso. Supremacia etc., acham possível?
  21. 1 point
    Mozts

    HellBoy (reboot +18)

    Podia ser mais distinto da versão do Del Toro, tirando isso curti o visual bastante.
  22. 1 point
    primo

    The Batman (Matt Reeves)

    Não tive contato com o jogo, mas tento até entender a motivação dos caras. Por conta do público e do pouco tempo para desenvolvimento, talvez? De tentar destacar e dar uma marca, mesmo que recepção negativa, ao personagem. Algo mais pasteurizado. E nas HQs, alguma mudança ou segue o padrão?
  23. 1 point
    primo

    Flashpoint (2019)

    acho que pode ser o momento ideal, e quem sabe conseguem um modo do Flashpoint ser o evento que vai "abrir as portas" para o vilão na vida do Barry. Talvez, na história planejada, não imagino como, o ato do herói visitar o passado seja a chave que o Reverso precisa para ter acesso ao período de tempo original de seu adversário.
  24. 1 point
    Jorge Soto

    19 Dias de Horror

    "It Comes at Night" é fraquinho, pois esperava bem mais deste aqui diante do fuzuê da galera. Parece um terror feito pra critico especializado gostar (tipo o ruimzinho "It Follows") pois terror não tem nada, e mais parece teatro que filme. O indie "Hidden" (de dois anos atras, acho) é a mesma coisa mas consegue te deixar agoniado e tenso toda metragem. E de bônus tem uma reviravolta final de deixar o Shy orgulhoso. 7,5/10 "Within" é um thriller sobrenatural bem preguiçoso que começa feito "Poltergeist", com direito até presença da matriarca daquela franquia. Na metade tem uma reviravolta que muda tudo e poderia dar um gás ao filme, mas é desperdiçada com outra reviravolta no final, esta sim bem ridícula. Resumindo, nas mãos dum outro diretor teria vingado algo melhor. 6/10 "Boys in the Trees" é um thriller de suspense teen recomendado unicamente praqueles que tem nostalgia musical noventista. Isso porque seu roteiro videoclipado parece forçado e genérico. 7/10 "Ghost House" é um terror tailandês ruim e genérico até o sabugo da unha. Seu único e louvável ponto positivo é que não haverá nenhuma sequência. 6/10
  25. 1 point
    Não sei nem o que dizer desse Filme,mas mesmo que seja outro Universo Compartilhado não acho uma boa um Filme focando na origem do Coringa embora eu acho interessante a possibilidade de um outro Universo Compartilhado mas tem que ver como fica.
  26. 1 point
    Questão

    Mulher Maravilha 2

    Ah, eu defendo a "breguice" do primeiro filme. Achei super válido para a proposta e tom do filme. Mas o segundo filme poderia trazer algo diferente mesmo, mas continuando a trazer a mensagem positivista. Inclusive trazendo uma mensagem de superação, com Diana cega treinando ao final do filme para se adaptar a sua nova condição, e continuar lutando o bom combate. PRIMO, o que acharia de Diana guardar a cabeça da Medusa, tal como nas Hqs, para ser usada em um momento de extrema necessidade, seja em um terceiro filme, ou em uma sequência de LIGA DA JUSTIÇA ?(Com o cuidado de não exagerar no deux ex machina, é claro).
  27. 1 point
    primo

    Mulher Maravilha 2

    percebi não heheh Passou batido! rapaz... essas páginas de HQ parecem ter sido pensadas para adaptar na tela No caso da ausência de brutalidade na briga com o Ares, tenho a impressão de seja mistura de uma preocupação com o equilíbrio de violência média no filme com certa inabilidade de quem dirigiu. Os movimento tinham potencial para algo mais visceral, mas tudo ali é muito linear, com uma forçada de elegância que, no fim das contas, joga contra por soar falso, no sentido de não ser palpável. O movimento para cortar a cabeça pode até fazer rima com a morte da Mera no filme do Barry. com Medusa sendo braço da Circe, um segundo filme poderia trazer realmente esse combate estilo gladiador, mas com elementos de referência, como Man of steel faz com o western em Smallville: não teríamos exatamente uma arena, como em Ragnarok, que Planeta Hulk catou na fase exílio do Superman, do Byrne. Boto fé no uso desse drama das páginas (com pé no freio, claro, pra evitar um novo "Eu acredito no amor"), no artifício de petrificar e na "fuga" da Circe.
  28. 1 point
    Questão

    Planos-Sequência marcantes

    A sequência de abertura de O LUGAR ONDE TUDO TERMINA com o Ryan Gosling tem um típico de apresentação de personagem muito bem realizado.
  29. 1 point
    Mozts

    Liga da Justiça (2017) #2

    E eu finalmente sei pronunciar o nome da Gal Gadot.
  30. 1 point
    Questão

    Flashpoint (2019)

    Não necessariamente. A DC/Warner pode facilmente cair na tentação de querer "consertar" o que acredita estar errado naquele universo até então. Ai, não seria nada diferente do que foi feito na Fox, ao meu ver. E diga-se de passagem, eu não vejo problema nenhum no que a Fox tentou fazer com DAYS OF FUTURE PAST. Achei uma manobra válida.E de fato, são casos diferentes. A dinamite que a DC pode se propor a operar aqui, de fato é bem mais poderosa. Vou recolocar aqui um post que fiz algumas páginas atrás, que creio ilustra melhor o meu ponto Não vejo problema em FLASHPOINT afetar somente a franquia do Flash em sua conclusão, como uma história auto contida. Acho que a DC não tem estrutura pra bancar algo maior que isso agora, e não vejo a necessidade disso. Peguemos a animação, que adaptou o arco brilhantemente. A unica mudança que encontramos depois que o Flash concerta o "mundo ferrado" são os uniformes novos dos personagens. Pra história de FLASHPOINT em si, não faz diferença alterações que ocorreram fora do "Flashverso". Em resumo, não vejo as mudanças em grande escala que o material original sugere necessárias para que a história se conte, e vejo inclusive potencial negativo.
  31. 1 point
    primo

    Stranger Things (Netflix)

    Um ser estranho, um intruso na divulgação
  32. 1 point
    Questão

    Flashpoint (2019)

    Eu já não concordo. No final do dia, o público precisa saber qual é o "universo pra valer". Acho que podem ter histórias que se passem em universos paralelos, mas em caráter de "visita". Tem que haver certa organização. Se os quadrinhos, as vezes se perdem com essa questão, que dirá o cinema, que exige um planejamento bem mais firme, como prova a Marvel Studios. Acredito que se for usar o flashpoint com o impacto que ele tem nos quadrinhos, com todas aquelas mudanças radicais na cronologia dos heróis, as confusões de cronologia dos X men da Fox que as pessoas tanto reclamam iam parecer um piquenique no parque.
  33. 1 point
    Questão

    Flashpoint (2019)

    Uma questão que surgiu numa discussão entre o PRIMO e eu lá no tópico de SHAZAM, e que trago pra ca. O quanto a adaptação de FLASHPOINT deveria afetar o UDC CInematográfico? Pessoalmente, acho que as mudanças provocadas pelo Barry no fim da trama deveria afetar somente a vida do próprio Flash, não tendo a escala de mudanças que teve nos quadrinhos, onde a origem, personalidade e aparência de vários personagens foi modificada (alguns tiveram a sua existência simplesmente apagada). No máximo, uma mudança de uniforme, como ocorre na animação, em que a vida de ninguém foi alterada no fim da trama, somente os uniformes. Não me importaria inclusive que a vida do Flash voltasse a ser exatamente como era antes no fim do filme, com somente ele tendo que lidar com as consequências. Mas o que acham? FLASHPOINT deveria ser tão modificador como foi nas Hqs, ou o cinema deveria minimizar tais eventos a vida do Flash (e talvez nem isso?)
  34. 1 point
    rapaz... já me acostumei. Multiverso virá?
  35. 1 point
    Gust84

    Luke Cage (A Série)

    Cara, eu tava adorando o clima gangsta cultural e a identidade da série. A morte do Cottom mouth pra mim, fez, infelizmente a coisa cair na mesmice. A Alfre Woodard que eu tava muito interessado no arco, e queria que ela assumisse o papel que sempre fugiu, ficou meio em cima do muro, e os principais fechamentos da série se arrastaram demais, algumas resoluções, como a fuga da boate e o confronto final ficaram muito aquém da construção da série e personagens até a primeira metade. Não sei também, se enxugando a série, tirando um ou dois eps a coisa não melhoraria. Vou lembrando e adicionando por aqui o que lembrar. *Lendo o que estou escrevendo, acho que foi a troca de vilão mesmo que derrubou o conteúdo pra mim. A historia dos irmãos MARIAH e CORNEL era muito mais bem construída e já estávamos envolvidos.
  36. 1 point
    Questão

    Mulher Maravilha 2

    To dizendo que Chariize vai ser a Barbara Minerva Em tempo, gostaria de sugerir mais uma possível vilã para a sequência do filme da amazona, uma vilã que já se mostrou um grande desafio físico para Diana, deixando-a inclusive com graves sequelas físicas e psicológicas. Trata-se de um dos monstros mitológicos mais celebres da cultura pop, a Medusa. A exemplo do que ocorre na mitologia grega, a Medusa era uma Górgona, que se orgulhava da beleza de seus cabelos. A Medusa chamou a atenção de Poseidon, o deus do mar, que se apaixonou por ela. Os dois acabaram transando dentro do templo de Athena, o que enfureceu a deusa da sabedoria. Athena amaldiçoou Medusa transformando os seus cabelos em cobras, e fazendo com que todos aqueles que olhassem para seus olhos fossem petrificados para sempre. A Medusa se encheu de ódio, pois nem seu amante Poseidon pôde ajuda-la. Este evento fez com que se voltasse contra a humanidade, iniciando um reino de terror que só foi detido depois que ela foi morta pelo herói Perseu, o campeão de Athena. Milhares de anos depois, Poseidon e as górgonas sobreviventes fizeram um acordo para que a feiticeira Circe trouxesse Medusa de volta a vida. A górgona, desejando vingança contra Athena, decide destruir a atual campeã de Athena, a Mulher Maravilha, além de fazer a humanidade pagar pelo abandono que ela acredita ter sofrido depois de ter sido amaldiçoada. A Medusa já deu um bocado de dor de cabeça para a a Mulher Maravilha. Ela sofreu uma grande derrota nas mãos da Górgona, quando em um ataque a embaixada de Themiscera em Nova York, a Medusa acabou petrificando o filho de doze anos de um dos assistentes de Diana, o que levou a princesa em uma fúria cega contra a vila. Em seu conflito derradeiro, Diana teve que tomar medidas drásticas para derrotar a Medusa, cegando-se com o veneno de uma das cobras do cabelo do monstro. A Medusa é uma guerreira extremamente habilidosa, e embora não seja tão forte quanto a amazona, consegue aguentar sair no braço com ela. Ela tem cobras venenosas no lugar dos cabelos, e todos aqueles que olham para seus olhos são transformados em estatuas de pedra para sempre. A Medusa já se uniu com alguns outros vilões da Mulher Maravilha, como Ares, Circe, e Veronica Cale. A Medusa poderia ser uma "arma" trazida por Circe para enfrentar Diana, ou pode mesmo ser libertada em uma escavação, e partir em busca de vingança da "ultima olimpiana" pela maldição que os deuses jogaram nela. Gosto da ideia de que Diana teria que pagar um alto preço para derrotar a Medusa, como cegar a si própria para obter a vitória. Defendo inclusive que a princesa permaneça nessa condição ao fim do filme, e que sua visão só fosse restaurada em um eventual MULHER MARAVILHA 2, ou LIGA DA JUSTIÇA 2. Então, acham que a Medusa funcionaria como vilã para MULHER MARAVILHA 2?
  37. 1 point
    Jorge Soto

    Liga da Justiça (2017) #2

    por estas e outras que ta motivação zero em voltar aqui... tem um que se acha moderador dando pitaco nos outros e o resto só critica o que é já é corriqueiro aqui..assim é f.. fui de vez! inté..
  38. 1 point
    Jorge Soto

    Inumanos

    tô falando que é o cachorro que vai dar ibope pra este troço..
  39. 1 point
    primo

    O Rei Leão (Jon Favreau - 19/07/2019)

    Só dá Marvel Studios nesse filme
  40. 1 point
    primo

    Mulher Maravilha 2

    e cataram o Ares e o padrão do uniforme, fora outros lances. A gente trabalha de graça pro DC Films! brincando
  41. 1 point
    Questão

    Mulher Maravilha 2

    Boa GILSONDEE! Mas ainda quero ver a Devastação atirando na Diana, e ela não sendo rápida o bastante pra desviar a bala Tipo, que carregasse um "2" junto?
  42. 1 point
    Questão

    Mulher Maravilha 2

    Poderia ficar interessante. Dava pra trabalhar até questões de livre arbítrio, e algum existencialismo na figura da Devastação. Afinal, ela sente o impulso do "lado da luz" só por que tem um pedaço da alma de Diana dentro de si? Seus impulsos malignos existem só por que tem o sangue de Cronus? Só acho que precisaria tomar o cuidado para simplificar o máximo possível o conceito de "clone místico" para o grande público. Mas acredito que daria pra fazer Também não gostei muito deste suposto novo logo. Só não entendi muito bem a sua colocação acima, PRIMO. Poderia elaborar?
  43. 1 point
    Jailcante

    Alien Covenant

    E daria pra confiar em Blomkamp? Ainda mais querendo uma 'sequel' travada que não ia levar a nada. Mas enfim... Acho que a série chegou num lugar que não dá pra onde ir mais. Então, melhor seria deixarem o Scott como produtor, chamar um outro diretor e tentar fazer a ligação desses prequel com o Alien original de forma digna (porque esse Alien Covenant deixou a bagaça mais longe uma da outra).
  44. 1 point
    Questão

    Flashpoint (2019)

    Filme solo do Flash se chamará ‘Flash Point’ e deve se passar em realidade alternativa com novo Batman Publicado em 22/07/2017 às 17:11 por Rafaela Gomes COMPARTILHE! 833 O filme solo do personagem Flash já ganhou um nome, que foi divulgado pela Warner/DC durante o seu painel na Comic-Con. A produção se chamará ‘Flash Point’, fazendo uma clara alusão aos quadrinhos ‘Flashpoint’. Caso a produção siga a premissa original dos quadrinhos homônimos, é bem provável que tenhamos um novo Batman. Para os que desconhecem, a HQ, ela traz Barry Allen fazendo uma viagem no tempo, a fim de reverter a morte de sua mãe. No entanto, essa alteração acaba modificando a linha temporal, causando uma espécie de “Efeito Borboleta”, alterando fatos cruciais da narrativa que até então estava em curso. Uma das mudanças é a morte de Thomas e Martha Wayne. Desta vez, quem acaba morrendo é Bruce e não os seus pais. O resumo da ópera acaba trazendo Thomas como aquele que vestirá o manto de Batman, para proteger Gotham City. Caso essa seja a abordagem adotada pela Warner e pela DC Comics, isso significa que Jeffrey Dean Morgan poderia interpretar o próprio Batman. Para os que não se recordam, em ‘Batman V. Superman’ é ele quem faz o papel de Thomas Wayne na produção. FONTE: OBSERVATÓRIO DO CINEMA DC/Warner jogando pesado, hein? Não sei se é muito cedo começar logo adaptando FLASHPOINT com um velocista ainda em início de carreira, mas é a história mais popular do Flash, que é o que o publico quer ver (Vem BatNegan ai). A pergunta é se a DC vai usar o filme pra fazer reboot em alguns elementos do cinema, como as Hqs fizeram ou não.
  45. 1 point
    Big One

    Metal Gear Solid - The movie

    Ótima notícia. Kong eh um ótimo filme, muito bem realizado é o cara eh fã. Eu gosto bastte de Metal Gear. Sólid Snake.
  46. 1 point
    Cara, não cheguei a ler NOVEMBRO DE 63. Vi apenas a minissérie lançada no ano passado (Também produzida pelo Abrams, e que teve James Franco como Jake Epping). Gostei bastante, e me prendeu até o ultimo episódio, embora tenha tido alguns problemas com o final e desenvolvimento de alguns personagens. Nenhum mesmo, ESPECTRO? Nossa, recomendo alguns fortemente. Tem alguns clássicos como: CARRIE: A ESTRANHA clássico do Brian De Palma, e é situado em Chamberlain, outra cidade nas proximidades de Castle Rock. O ILUMINADO, clássico de Stanley Kubrick, com uma atuação foda de Jack Nicholson. Danny Torrance vem daqui. ZONA MORTA de David Cronenberg, estrelado por Christopher Walken, que adaptou a primeira aparição de Castle Rock. CHRISTINE: O CARRO ASSASSINO de John Carpenter CONTA COMIGO clássico da "Sessão Da Tarde", um drama sobre amizade, também situado em Castle Rock. UM SONHO DE LIBERDADE, situado na prisão Shawshank A ESPERA DE UM MILAGRE Só pra citar alguns. Tem muita coisa ruim também entre as adaptações do King, mas tem muita coisa que vale a conferida. É verdade! Será que o J. J Abrams anda espionando o forum? Hehehe Cara, uma dúvida sobre a sua ideia. Para Danny, os eventos da série se passariam depois de O ILUMINADO e os horrores que a família Torrance passou no Hotel Overlook? Só pra esclarecer, na trama do filme/Livro, o pai de Danny, Jack, aceita ser o zelador do Hotel no inverno, quanto o hotel está fechado, indo morar lá com a sua família. Mas o hotel é assombrado. Outra duvida, na sua ideia, você realoca a morada de Pennywise de Derry (outra cidade nas redondezas de Castle Rock) para a própria Castle Rock, certo? Então, gosto da ideia de usar o Danny como um personagem importante seja na primeira temporada ou em temporadas futuras se a série vingar. Ele pode muito bem ter ido parar em Castle Rock após os eventos de O ILUMINADO. Vi que você utilizou muito dos personagens e conceitos de NOVEMBRO DE 63 até por que é o que você conhece bem, além de conceitos de UNDER THE DOME. Mas se eu fosse um dos roteiristas, evitaria usar elementos destas histórias agora, até por que foram adaptadas para televisão á pouco tempo, e envolvem conceitos bem grandiosos. Quanto a ter Pennywise como principal vilão de uma 1ª temporada, eu não usaria o palhaço, por enquanto. Afinal, essa criatura é um dos vilões mais icônicos do King. Se os produtores decidirem trazer, com o perdão da piada, o palhaço para o centro do picadeiro, acho que o universo da série teria que estar melhor estabelecido. Fora que teremos a primeira parte da adaptação de IT esse ano, e não seria bom ter Pennywise em destaque em duas mídias diferentes. Mas acho que a série pode muito bem começar a sugerir a existência da Coisa, como também é conhecido por sua natureza transmorfa. Se no universo da série, Pennywise permanecer em Derry, em alguns momentos os personagens poderiam visitar a cidade, e ter algum tipo de contato com o monstro. Ou se realocarem Pennywise para Castle Rock, sinais de seus crimes poderiam aparecer também em flashbacks, pois com certeza vai ter flashbacks nessa série. Acredito que nesta primeira temporada, vai ter bastante material de ZONA MORTA. Acho que o Xerife George Bannerman, que apareceu tanto em ZONA MORTA quanto em CUJO: O CÃO ASSASSINO vai estar na série. O Serial killer de mulheres conhecido como "O Assassino de Castle Rock" também deve estar presente, afinal, foi a primeira grande ameaça a cidade. Talvez também vejamos Johnny Smith, protagonista de ZONA MORTA, que já teve até série própria. Johnny é um vidente que ganhou suas habilidades paranormais após ficar em coma por anos depois de um acidente de carro. Ao acordar, ao tocar coisas e pessoas, Johnny pode ter visões do passado e do futuro, embora não tenha controle sobre isso. No material original, Johnny tem papel fundamental para deter o Assassino de Castle Rock, o que pode se repetir na série.
  47. 1 point
    Jorge Soto

    Inumanos

    os Inumanos são meio q umas sobras de experimentos extraterrestres q acabaram ficando por aqui e criando uma comunidade, na surdina.. com esse DNA de et eles tem superpoderes e o escambáu...logo, são um genérico especifico dos Vingadores ou ate dos XMen.. vejamos o q fara com esse material..
  48. 1 point
    crazy

    Notícias das Celebridades do Cinema

    Cena de sexo faz Nicole Kidman dizer não a Lars Von Trier A atriz desistiu de participar do novo filme do diretor dinamarquês ao descobrir que teria de ir para o lelelê de verdade no set de gravações A atriz Nicole Kidman desistiu de participar do novo filme do cineasta dinamarquês Lars Von Trier, Nymphomaniac. O diretor quer tanto que o longa se aproxime da realidade que decidiu fazer as cenas de sexo “para valer”. Quando a atriz soube que não poderia apenas encenar as relações, pulou fora do barco, de acordo com o jornal The Sun. Nicole abandonou um grande time de atores, como Uma Thurman, Charlotte Gainsbourg, Stellan Skarsgård, Willem Dafoe, Christian Slater e Shia LaBeouf, já confirmados no filme.Nymphomaniac conta a história de Joe, interpretada por Charlotte, uma viciada em sexo que relata suas experiências a Seligman (Skarsgård) após ser encontrada por ele ferida em um beco. As cenas de sexo reais podem até ter espantado Nicole, que protagonizou passagens intensas em De Olhos Bem Fechados (1999), mas, por outro lado, atraíram Shia LaBeouf, que, conta-se, chegou a mandar uma sextape caseira para Von Trier para provar que seria adequado ao filme. O diretor vai lançar duas versões de Nymphomaniac, uma delas sem as cenas mais fortes. A previsão de estreia é 13 de março de 2013, na Dinamarca.
  49. 1 point
    Foi pro saco o casamento da Katy Perry. Boa notícia para os homens da Califórnia, hehehe. Russell Brand Files for Divorce from Katy Perry BY TIM NUDD AND RENNIE DYBALL Friday December 30, 2011 03:00 PM EST A year after their fairy-tale wedding in India, it seems Katy Perry and Russell Brand won't be living happily ever after. Brand, 36, filed for divorce in Los Angeles on Friday, citing irreconcilable differences. "Sadly, Katy and I are ending our marriage," he said in a statement to PEOPLE. "I'll always adore her and I know we'll remain friends." The Superior Court filing, which lists Perry by her given name of Katheryn Elizabeth Hudson, does not list a date of separation. The pair have been spotted without their wedding rings in recent days amid reports they spent the holidays apart, with Perry in Hawaii and Brand in the U.K. The California-born pop star, 27, and the British comedian-turned-actor began dating in 2009. Brand popped the question four months later, and they were married in October 2010 in a lavish ceremony – that included two elephants as well as acrobats and jugglers – at a luxury resort in northern India. In the early months of their marriage, the two were giddy in their compliments to each other. Perry called Brand her great man of God, while Brand said his spiritual and emotional connection to his bride made him "love everyone." In Redbook's April issue, Brand said he had been more than happy to give up his partying ways to settle down. "I think I was ready for it," he said. "If you're wild, like a wild animal, marriage won't contain you. I think that's how a lot of people get into trouble." But in recent weeks, they faced a drumbeat of rumors of trouble in their marriage. Both laughed off the reports, with Brand telling Ellen DeGeneres earlier this month, "I am really happily married."
  50. 1 point
    Th@t@_patty

    Cartazes, Trailers e Fotos

    Eu assisti tbm o trailer do filme' date='mas não assim como vc falou...no que eu assisti não tinha o negócio do elevador... Eu achei o trailer aqui: http://www.sonypictures.com/movies/funwithdickandjane/index. html Por favor...Vc pode passar o link que vc viu esse trailer? [/quote'] http://www.themoviebox.net/movies/2005/DEFGH/Fun-with-Dick-a nd-Jane/trailer.php
×