Jump to content
Forum Cinema em Cena

Gust84

Members
  • Content count

    2,051
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Gust84

  1. Blade Runner 2049

    Mas eu aposto que esse filme vai melhorar muito com o tempo e vai se pagar, fácil fácil. Assim como seu antecessor. É muito bom.
  2. Shatterhand (Bond 25 - 08/11/2019)

    Plastificou.
  3. Oscar 2018: Previsões

    Nem fale. Mas, atualmente o que jogamos aqui é um sub-esporte, infelizmente.
  4. Oscar 2018: Previsões

    Eu já acho que surpresa de verdade, apenas o futebol pode proporcionar. Único esporte em que o pior, jogando pior pode vencer.
  5. Pantera Negra (15/02/2018)

    Exato. O filme tem muitos atributos. Muitos mesmo, mas o produto final não é épico ou super memorável.
  6. Pantera Negra (15/02/2018)

    Sim. Uma pena, talvez muitos não o vejam e percam uma mensagem/debate bem interessante.
  7. Pantera Negra (15/02/2018)

    Ah! E tem duas cenas pós créditos!
  8. Qual Livro Você Está Lendo?

    Estou na metade do segundo volume escrito por Marti Perarnau, sobre o PEP GUARDIOLA: O primeiro livro já era impressionante, e este é só para suprir o gosto de quero mais que aquele deixa. É absurda a importância que esse cara tem para o futebol, e a maneira que ele o encara é espetacular. Ouso dizer que uma pessoa que sequer ouviu falar do esporte, que detesta futebol, se ler estes livros ficará no mínimo intrigado ou curioso. Guardiola troca figurinhas com atletas olímpicos, psicólogos, escritores, chefs de cozinha, do mundo todo, sempre em prol de seu crescimento como profissional. De um jantar com Woody Allen, com conversas com Ferran Adria, ao JOGO, e que jogo. Amo futebol pra mim estes livros se tornaram livros de cabeceira, tenho vontade de ler eternamente sobre a mente desse maluco.
  9. Os Melhores do Cinema Segundo...

    Respondeu meio atrasado, hein.
  10. Pantera Negra (15/02/2018)

    Assistido em sala XD. Eu, como disse tanto no filme, do Thor, quando na nova aventura dos Guardiões, estou saturando aos poucos dos filmes de herois. Prevejo as piadas, prevejo o timing, prevejo a maioria dos arcos dos personagens, enfim, prevejo a fórmula. O que faz com que a experiência não seja a mesma, o que antes acontecia comigo nos materiais de publicidade antes da estreia da obra, agora acontece comigo, na própria obra o que me deixa triste, por que parece que não aproveito inteiramente o filme. Dito isso, ainda que seja possível prever cada passo e para aonde vai cada personagem, é impossível não admirar o contexto em que essa fórmula foi introduzida. De maneira muito inteligente e perspicaz conseguiram, fazer um filme de super herois, em que há um debate muito interessante e atual sobre identidade, tolerância, racismo, cultura e sobre tudo que atualmente engloba este assunto. Introduziram de maneira muito inteligente o universo de Wakanda na sociedade atual, e todos os conflitos que isso pode acontecer são debatidos de forma orgânica e profunda. Vemos todos os lados, conseguimos entender o que se passa na cabeça dos mocinhos e dos vilões, e mais: aqui, o vilão não gera uma ameaça global, mas sim uma ameaça real de mudança de perfil, de reflexão e de condução desta cultura, nos fazendo realmente nos preocupar com o destino daqueles personagens. Sobre o filme em si, é muito legal ver um filme que não soa periférico no Universo Marvel, e que parece ter capacidade de levantar uma franquia própria. Diferente dos homens formigas e doutores estranhos, o Universo de Wakanda é visto, explicado e explorado por nós de forma que nos importamos e muito com aquele povo e aquela cultura. Tecnicamente embasbacante, a fotografia é muito bonita e suas tomadas amplas nos dão noção da imensidão do Universo e da união entre o velho e o novo. O filme caminha sozinho, tem sua própria agenda mas ouso dizer, que nada disso seria possível tirar do plano das ideias e do "quase" se não fosse por seu forte elenco. Danai Gurira devora suas cenas, e nos convence não só por sua presença física impressionante, mas com carisma e princípios dos quais jamais irá se desincumbir. É um personagem que tem tudo pra crescer, não só no Universo do Pantera Negra, como no próprio MCU. Lupira Nyong´o mostra toda a juventude e inquietude de alguém à frente no seu ramo e tem sua importância além de um simples alívio cômico. Michael B Jordan e seu carisma absurdo em tela trás um ótimo vilão com um dos melhores arcos do MCU, o que nos leva a Chadwick Boseman. Eu não tinha achado nada demais em seu personagem em Guerra civil, mas aqui tivemos tempo pra entender a ótima composição de T´Challa. Um homem dividido entre ser quem ele é e ser o rei, com conflitos reais, reflexões pertinentes e que podemos transferir para inúmeras situações cotidianas de nossa vida. Um acerto em sua composição é baixar o tom de voz, sempre sereno, mostrando que não é necessário nada mais que isso para ser respeitado ou mostrar um ponto de vista, e ainda quando necessário sair desse tom, tornar o impacto ainda maior. Gostei muito dele. Não havia lido nada especificamente do Pantera, a não ser participações em outras histórias das Hq´s, mas despertou muito a minha curiosidade. Enfim, é um filmaço, que talvez "perca" peso por estar dentro do Universo cinematográfico da Marvel, vejo quase como uma ideia "subutilizada" em detrimento de seu potencial enorme. Me peguei pensando que não achei nenhuma cena de ação super épica ou bem conduzida, mas que neste filme, de alguma maneira, não fez falta. Sua importância está muito além de explosões e perseguições. Acho que é por aí. Tentei não dar spoilers e segue o baile!
  11. Pantera Negra (15/02/2018)

    Não achei o melhor da Marvel, mas como disse no tópico do Thor, estou um pouco saturado. Porém é muito bom. Se sustenta sozinho fácil fácil. Não tem aquele aspecto periférico de homem formiga, Dr estranho, etc. Amanhã, posto minhas considerações!
  12. Pantera Negra (15/02/2018)

    Verei hoje, em XD.
  13. Oscar 2018: Previsões

    E aí??
  14. Capitã Marvel (08/03/2019)

    Caraleo que upgrade.
  15. Venom (Tom Hardy, 2018)

    Gostei do elenco, mas o trailer achei nhé. Nhé pra caraleo. hahaha
  16. Missão Impossível - Efeito Fallout (27/07/2018)

    Eu acho absolutamente dispensável. Maaaaas, adoro o 1. Gosto do 3 até os 40 do segundo tempo, e o 2 apesar de horrível é meio guilty pleasure. Mas o que me incomoda, é que, principalmente a partir do 3, acabou espionagem, não sei explicar, pra mim ficou algo meio genérico, sei lá. Entendo as críticas a Bourne e Bond, mas acho com mais identidade, ainda assim.
  17. Fragmentado (M. Night Shyamalan)

    Caras, eu gostei do filme até o ato final. Achei uma bosta! Caiu vertiginosamente pra mim. E a linkada com corpo fechado, achei barata. Quase estragou de tanto que me incomodou o ato final.
  18. Esquadrão Suicida 2

    Porra, esse filme seguiu traumatizando até hoje. hahahah
  19. Não sei como usar essas ferramentas do forum, não sei se respondi certo, haha.


    Fala cara!
    Que massa.

    Eu não sou um super especialista, mas gosto muito de MPB, e dos tempos da Bossa nova me fascina os trios de bossa jazz, como Cobras, Tamba Trio, etc. Eu e meu pai temos uma coleção de mais ou menos uns 800 vinis, de todos os gêneros, mas o meu garimpo vem de música brasileira, haha. Na realidade, foi virando na medida que fui envelhecendo. 
    Fiquei encucado com essa versão de "Fotografia". Vou pesquisar e escutar já!
    Quando você ler este que passei, quero saber suas impressões.
    Abração!
     

     

    1. SergioBenatti

      SergioBenatti

      Chegou certinho.

      Eu nunca sequer vi esse livro à venda. Mas um dia eu o lerei.

      Abraços

       

  20. Qual Livro Você Está Lendo?

    Eu terminei a algumas semana a " Onda que se ergueu no mar" do Ruy Castro: Obra que segue a mesma deliciosa narrativa do "chega de saudade - a história e as historias da bossa nova". Eu gosto muito da forma como o Ruy Castro nesse livro descreve músicas, e traduz o que a Bossa Nova fez. Muito acertada a crítica que faz do Brasil em insistir em colocar a Bossa nova no passado, nos "tempos dela", e não a considerar como um gênero como todos os outros. Faz uma análise interessante do coitadismo e da cabeça dura nossa em não reconhecer Tom Jobim e João Gilberto como grandes ícones da música mundial. Enfim, leitura deliciosa, cheia de cultura inútil pra gente poder falar em roda de cerveja e amigos. Desde os tempos de Briggite Bardot em búzios, até os hábitos nada comuns de João Gilberto. Leitura fácil, deliciosa e quase torturante, por que a cada página você quer pesquisar mais sobre estes artistas, sobre essas influências, e até sobre a influência das influências.
  21. Oscar 2018: Previsões

    Pensei parecido. Force awakens mais redondo. Mas os acertos, ainda que mais pontuais deste EP VIII, são maiores e mais grandiosos. Quando acerta, acerta bem demais.
  22. Superman - O Homem de Aço 2 (20??)

    Será que vão ler o fórum, pra pegar seus devaneios no "ideias para séries?" Haha
  23. Big Brother Brasil 2018 (Rede Globo)

    Acompanhando por alto?? Hahaha
  24. Oscar 2018: Previsões

    Eu acho que é só ilusão o caso da Reese. é vestido mesmo, hehe.
  25. You were never really here

    Só eu achei que o Joaquin Phoenix tá a cara do Mel Gibson?
×