Jump to content
Forum Cinema em Cena
Aragorn

Versões Extendidas no Brasil

Recommended Posts

 

 

A revista SET deste mês traz uma bela matéria sobre o pq das versões

estendidas não terem saído no Brasil...basta dizer que a warner

nacional fez uma cagada monstruosa.

 

 

 

 

 

explico...meio nas coxas...

 

 

 

 

 

Quando a new line estava planejando o lançamento das Ves, Se a

distribuidora de determinado país quisesse lançar a estendida do

primeiro filme, ela teria que desembolsar verba pra própria New Line

fazer o processo de autoração, e estava no contrato que todos os extras

seriam legendados...a warner nacional achou que na época era um risco e

não se sujeitou as exigências.

 

 

 

 

 

Contudo quando as Duas Torres estreou e comprovou que era sim um

produto altamente rentável, a warner correu atrás da New line pra

conseguir fazer o processo de autoração do primeiro filme e lançar a

versão estendida por aqui, contudo a New line já havia encerrado o

processo de autoração das VEs para os países interessados, e pra fazer

naquele momento uma versão pro Brasil, teria que chamar todos os

responsáveis pelo processo de autoração do 1º longa, já dispensados, de

volta pro batente...e isso acarretaria pra Warner o dobro das

custas...ae ela desistiu novamente....

 

 

 

 

 

detalhe, a Warner não precisava ter produzido muitas cópias....

 

 

 

 

 

e sabem o pior...ela teria que vender apenas 20 mil cópias pra cobrir

os custos...o que em se tratando de um produto deste porte é uma

miséria...a própria Warner reconhece que perdeu muito dinheiro não

lançando por aqui as VEs...pra vcs terem ideia, um box do Lost 1ª

temporada vendeu + de 40 mil cópias...band of brothers calculasse que

vendeu + de 60 mil...e assim vai...

 

 

 

 

 

Por sinal, a SET deixa claro que toda diretoria da época desta

PATETADA, foi posta pra rua....o que deixa claro que os imbecis

culpados pelas VEs não terem vindo pro Brasil receberam o troco...

 

 

 

 

 

e mais...a SET diz que há possibilidade dos novos dvds sairem por aqui,

pq a Warner tem se mantido em silêncio sobre eles...vale lembrar que o

pacote de dezembro ainda não foi divulgado...contudo os melhores dvds

são os anteriores...com folga...

 

 

 

 

 

quem é fã, fica a dica, comprem a SET deste mês e vejam em detalhes

como uma decisão imbecil de uma empresa pode prejudicar milhares de

fãs...

 

 

 

 

 

por sinal, a SET diz que hj em dia os fãs tão mais calmos...a warner

não recebe mais tantos e-mails...recebendo muito mais exigindo Harry

potter widescreen do que as Ves de Sda...09

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Será que eles foram demitidos no mesmo estilo do Roberto Justus ? Antes da demissão eles colocam os "porquês" e depois : "VOCÊ ESTÁ DEMITIDO !"

Brincadeiras à parte, acho uma tremenda sacanagem não termos aqui essas versões estendidas, pois agora esses imbecis estão vendo o o prejuizo que tiveram na época.......lamentável.....09

Share this post


Link to post
Share on other sites

A dica que eu dou para quem ainda não tem as versões estendidas é esperar pela trilogia em Alta Definição. A New Line espera lançar o box em HD por volta de 2008.

Dessa forma fica ainda mais vantajoso para quem ainda não possui os DVDs convencionais, pois o formato High Definition e o BlueRay propiciam uma maior qualidade de som e imagem.

A parte ruim disso é a compra do aparelho cujo preço mesmo nessa época deve ficar ainda muito salgado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ai, ai... é só ver essas capas aí pra ficar babando. 04

 

por sinal' date=' a SET diz que hj em dia os fãs tão mais calmos...a warner não recebe mais tantos e-mails...recebendo muito mais exigindo Harry potter widescreen do que as Ves de Sda...09 [/quote']

E na matéria não fala se há alguma possibilidade de isso vir a acontecer, fala?

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Eu não animei esperar pelas versões brasileiras e comprei as americanas mesmo.

 

 

É realmente um desrespeito aos fãs e aos clientes...

 

 

Eu acho que as versões estendidas não vão sair aqui nunca...

 

 

 

vamos ver no que vai dar.

 

 

 

Editado:

 

ARAGORN... pesquise os tópicos antes de postar novo tópico... já tem um tópico sobre as versões estendidas por aqui.

Icone%20da%20Mensagem

Box da Trilogia Versão Extendida< ="smText">

>

Páginas1 2 3 4 5 6 7 ... 8 9

Rod Keys

165

5772

Hoje as 00:30

por Fëanor Ver%20Última%20Mensagem

 

Fëanor2006-10-10 00:34:38

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Ai' date=' ai... é só ver essas capas aí pra ficar babando. 04

 

por sinal, a SET diz que hj em dia os fãs tão mais

calmos...a warner não recebe mais tantos e-mails...recebendo muito mais

exigindo Harry potter widescreen do que as Ves de Sda...09

E na matéria não fala se há alguma possibilidade de isso vir a acontecer, fala?

 

 

 

Foi anunciado que os filmes da série Harry potter, futuramente, irão

ganhar novos dvds, voltados pra um público mais velho...os filmes

teriam versões estendidas e os discos de extras trocariam os joguinhos

por extras de fundamento, como making ofs e documentários...

 

 

 

quando estes sairem por lá...saem por aqui em widescreen

 

 

 

sobre Sda, os dvds quádruplos não saem por aqui...mas os duplos eu

creio que sim...melhor que nada, mas eu preferia os quádruplos...

 

 

 

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

A matéria, estava no site da SET:

REPORTAGENS

232_sumico_anel_01.jpgO SUMIÇO DO ANEL
O lançamento americano da nova versão estendida da trilogia O Senhor dos Anéis reacende a pergunta: o que realmente aconteceu com a caixa especial de DVDs do épico de Peter Jackson no Brasil?

Por Rodrigo Salem
Publicado em: 10/2006 - 232

O mercado brasileiro de DVDs dobra com o passar de cada doze meses. Cerca de 25 milhões de unidades são vendidas, enquanto mais 25 milhões aparecem quando somamos às cópias para aluguel. Séries antigas, vistas apenas por fanáticos, caixas de obras européias de interesse mínimo para grande parte da população e até mesmo edições especiais com preços exorbitantes pululam pelas prateleiras das lojas do país. Quem tem acesso a esse tipo de número imagina que uma trilogia que ultrapassou os 2 bilhões de dólares apenas nas bilheterias cinematográficas só pode ser a galinha dos ovos de ouro de sua distribuidora no Brasil, produto que nunca deixa de vender e sempre deve ganhar edições diferentes para arrancar até o último centavo do fã. Mas não é o caso de O Senhor dos Anéis, cujo último capítulo permanece como o segundo filme mais visto dos cinemas, perdendo apenas para o fenômeno Titanic. Apesar de a versão mostrada nas salas de exibição brasileiras ter sido lançada de maneira correta em DVD, uma edição especial, com dezenas de minutos a mais adicionados pelo próprio diretor e repleta de documentários, nunca saiu por aqui. Com o lançamento de uma nova caixa nos Estados Unidos, reunindo pela primeira vez as versões de cinema e "estendidas" de A Sociedade do Anel, As Duas Torres e O Retorno do Rei, uma nova esperança surge para os amantes das aventuras de Frodo, Gandalf e Aragorn com legendas em português.
Ou não...

O início da via-crúcis da versão estendida nacional de O Senhor dos Anéis foi em novembro de 2001, quando o primeiro capítulo da saga foi lançado nos Estados Unidos com trinta minutos a mais e aclamado pela crítica. Seguindo um padrão de excelência em qualidade ditada pelo próprio Peter Jackson, diretor da série, a New Line, estúdio por trás da obra nos EUA, contactou os escritórios responsáveis pela distribuição nos territórios internacionais, oferecendo o projeto. Quem topasse bancar a empreitada - é bom lembrar que os executivos não faziam idéia do quanto As Duas Torres e o próximo episódio iriam render nos meses seguintes - precisaria aceitar algumas imposições. "A legendagem deveria ser feita nos Estados Unidos e todos os extras precisariam ganhar a versão em português. Apenas a distribuição seria realizada inteiramente no Brasil", conta uma fonte interna da Warner. "Além disso, um número mínimo de cópias necessitaria ser prensado. O problema é que era uma quantidade alta para a época e ninguém quis arriscar."

CULPA DE QUEM?
A situação é como aquele pênalti duvidoso não marcado pelo juiz e decisivo para o rumo do campeonato: olhando pela TV, perguntamos como o árbitro não viu a falta na sua cara, mas, no campo, a história foi outra. A equipe de vídeo da distribuidora tinha essa opção, mas decidiu não arriscar algumas fichas num produto ousado e de cara montagem. "Foi um erro", admite a fonte. "Eles sabem que perderam muito dinheiro." Por coincidência, as cinco pessoas do marketing que foram a favor do veto, inclusive o diretor de home video da Warner, não trabalham mais na empresa. "Os consumidores gastaram perto de 400 milhões de dólares nas versões estendidas de O Senhor dos Anéis", divulgou o presidente da New Line, Stephen Einhorn. "A estratégia se pagou."

O escritório brasileiro ainda tentou contornar a falha no ano seguinte, depois de As Duas Torres confirmar o fenômeno O Senhor dos Anéis em todo o mundo e do sucesso da versão estendida de A Sociedade do Anel nos EUA (ver boxe), a mais vendida da trilogia. A Warner procurou a New Line, mas como não tinham fechado o acordo para a primeira caixa, uma equipe inteira nos Estados Unidos deveria ser recontratada para refazer o trabalho, além de um time diferente precisar entrar na labuta para organizar a segunda caixa. "Eles viram que parecia valer a pena", diz a fonte. "Mas outro contrato necessitaria ser feito com a New Line e, com o sucesso dos filmes, ele seria muito mais caro que o oferecido um ano antes. Precisaria vender o dobro do proposto pelo estúdio em novembro de 2001. Então não aconteceu."

232_sumico_anel_02.jpgCOISA DE FÃ
As declarações vão de encontro às desculpas formuladas para acalmar os fãs da trilogia, que começaram a inundar os escritórios da Warner com e-mails e a formular abaixo-assinados pela Internet. Alguns postavam em fóruns eletrônicos a revolta com o descaso, outros apareciam com factóides como "eu perguntei para o vendedor da Livraria Cultura e ele me disse que já venderam mil cópias do importado". Normal, coisa de fãs. Mas o pensamento não é de todo errado. Qualquer traseunte do centro de São Paulo entre 2001 e 2003 poderia ver a festa que os pirateiros faziam em suas barracas com cópias em DVD legendadas de maneira vagabunda. Além disso, somente na rede Blockbuster, a versão de cinema da trilogia O Senhor dos Anéis vendeu 600 mil cópias. Será que um mínimo de 20 mil unidades para cada capítulo seria um número impossível de ser alcançado? E a alegação de que seria muito caro fabricar uma embalagem de luxo? "O não-lançamento não tem nada a ver com o pacote, já que se faz caixas de todas as maneiras no Brasil."

Outra forma de remediar o erro foi no lançamento de O Retorno do Rei nas salas de exibição. Mesmo sem as caixas no Brasil, a divisão de cinema da Warner topou lançar as versões estendidas duas semanas antes da estréia do derradeiro capítulo - este último, sim, inteiramente inédito no país na forma "alongada". Numa espécie de maratona cinematográfica como apresentamos nas páginas seguintes, os fãs puderam ver como uma obra impecável pôde ganhar mais volume e até mesmo fazer a mágica de passar mais rápido que a versão menor. O desempenho nas capitais brasileiras foi dentro do esperado. "Não foi mal, mas também não foi sensacional", recorda outra fonte ligada ao estúdio. Hoje em dia, os fanáticos da Terra-Média estão menos estressados, porém há notícias de que chegam ao menos dez e-mails reclamando da ausência das caixas. "As queixas por causa de Harry Potter apenas em full screen são bem maiores", diz.

No entanto, o descanso pode acabar. Foi lançada, no mês passado, nova versão dos DVDs, num pacote mais econômico, reunindo os três filmes em seis DVDs de dois lados. O primeiro disco de cada longa traz as duas versões, juntas pela primeira vez, enquanto o segundo disco carrega novos documentários do cinegrafista Costa Botes, que usou uma câmera de mão para capturar momentos íntimos das superproduções, como os Espectros do Anel usando guarda-chuvas e as piadas da dupla Dominic Monaghan e Billy Boyd. Não seria uma boa hora para retomar um projeto e preencher uma lacuna na DVDteca do brasileiro? "Não iremos nos pronunciar sobre o assunto", foi a resposta oficial da Warner. Pode ser miste-riosa, mas SET conseguiu apurar que não há nenhum movimento por enquanto para trazer essa nova caixa de O Senhor dos Anéis com legendas em português. Nada circula nos corredores da multinacional. Mas, se até George Lucas se rendeu aos fãs, quem sabe a Warner não resolve fazer o mesmo?

OS NÚMEROS DE O SENHOR DOS ANÉIS EM DVD NOS EUA

A Sociedade do Anel - Versão do cinema
12,6 milhões de cópias vendidas

A Sociedade do Anel - Versão estendida
7,4 milhões de cópias vendidas

As Duas Torres - Versão do cinema
13,2 milhões de cópias vendidas

As Duas Torres - Versão estendida
6,8 milhões de cópias vendidas

O Retorno do Rei - Versão do cinema
10,9 milhões de cópias vendidas

O Retorno do Rei - Versão estendida
5,6 milhões de cópias vendidas

DOZE HORAS COM OS HOBBITS
Depois de enfrentar Steven Segal, chegou a hora de encarar as versões do diretor da trilogia de Peter Jackson

232_sumico_anel_03.jpgEm um sábado de setembro, novamente SET me convidou para mais uma maratona de filmes (a minha primeira foi uma com Steven Seagal, alguém lembra?). Desta vez era a hora de encarar as versões estendidas de O Senhor dos Anéis. Algo nada fácil, como você pode imaginar. Mas claro que topei, afinal nunca tinha visto as tais cenas a mais. Foram necessárias cerca de doze horas para ver tudo numa tacada só.

Sim, foi cansativo, mas gosto bastante dos filmes de Peter Jackson e o que posso dizer é que foram praticamente doze horas ininterruptas (ok, eu fiz xixi!) de diversão. Apesar de já saber tudo o que aconteceria, o bacana foi descobrir os novos detalhes que a história ganha com as cenas cortadas da versão cinematográfica. Há algumas seqüências que dá para identificar logo de cara que são novas. Provavelmente a mais impressionante é um combate entre Sarumam e Gandalf, que realmente foi um pecado ter sido deixada de fora. Assim como essa, há outras grandes cenas que explicam detalhes que passaram meio batidos anteriormente.

232_sumico_anel_04.jpgE para quem gosta de acompanhar a parte técnica do cinema, as versões estendidas são uma aula de edição. É que Peter Jackson teve de reeditar os longas novamente, porque não era apenas questão de colocar uma seqüência num determinado lugar. Afinal, todas as imagens novas têm ligação direta com o que já existia. Então, além das grandes cenas, há também outras bem curtinhas.

O interessante é que no início da maratona todo mundo fica meio que procurando as novas seqüências, tentando descobrir todos os detalhes que vão surgindo. Isso aconteceu comigo em A Sociedade do Anel, mas nos dois seguintes desencanei legal e acho que é o que vai acontecer com todos. O lance é embarcar e curtir cada momento, seja ele conhecido ou não.

232_sumico_anel_06.jpgMas isso tudo o que contei são apenas coisinhas para quem gosta de minúcias. Porque a diversão mesmo está em chamar uma galera que curte O Senhor dos Anéis e partir para a megamaratona. Dá para descobrir muitos detalhes escondidos da história, se divertir com os amigos e se aprofundar bastante numa das maiores aventuras do cinema moderno. É bem verdade que lá pelo meio de O Retorno do Rei suas costas já estão pedindo arrego e as pernas começam a dar uma boa formigada. Nada que uma esticada pela sala não resolva. Aviso final: na hora de armar sua maratona, só não faça como o povo da SET que me pagou apenas uma comidinha chinesa bem da safada e umas poucas Coca-Colas.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Realmente, as versões estendidas são geniais.

 

Chego ao ponto de afirmar que quem não viu as estendidas não viu As Duas Torres, que passa de um filme ótimo para um filme brilhante com os 20-30 minutos a mais. A versão estendida de O Retorno é legal, mas não melhora muito o que já é perfeito. A de Sociedade tb é linda... tem mais de 10 minutos de cenas novas da Cate Blanchett. E a cada um deles ela nos deixa mais abobalhados. Mas a melhor é a das Duas Torres. Toda a sensação de ódio que senti ao final da versão cinematográfico da segunda parte (que terminou meio... estranha) estão ausentes neste final, que melhorou infinitamente (assim como o filme em geral).

 

Vi todas com uma amiga da minha tia que importou. Mas que queria ter a versão nacional, isso eu queria.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ai meu Deus do céu, isso está me dando coisas......0906

 

Não sei quem é mais incopetente, esses caras da Warner ou os caras da New Line que resolveram passar os direitos para a Warner........1114

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá pessoal,
Estarei comentando um pouco sobre as versões estendidas de "O Senhor dos Anéis" e o abaixo-assinado para que sejam lançadas no Brasil (se bem que vocês já devem ter conhecimento da situação).

As versões entendidas têm juntas mais de 12 horas de filme. São seis DVDs dos filmes e mais seis dvds com um material extra surpreendente, totalizando 12 DVDs. Recentemente foi lançada também uma versão que traz em dois DVDs as duas versões, ficando a escolha da pessoa qual versão assistir. Obviamente a qualidade é um pouco menor.

Mas enfim, a versão estendida não foi lançada no Brasil. Na época a Warner disse que ela estava interessada em fazer o lançamento mas isso não estava em seu poder, devido a complicações com a New Line. Porém, chegou ao conhecimento comum através da revista SET que a responsabilidade foi sim da Warner, que dispensou esse lançamento e depois reviu sua posição tarde demais, quando teria que arcar um custo maior pelo lançamento tardio. Mesmo assim a Warner poderia lançar os DVDs, já que o custo é viável e não exorbitante. [veja mais sobre o ocorrido aqui: http://www2.uol.com.br/setonline/reportagens/232_sumico_anel.shtml ]

Por isso estamos fazendo um abaixo-assinado para que a Warner lance a versão estendida. O site é confiável, e os dados pessoais são mantidos em sigilo. É essencial que os dados estejam corretos. Pedimos a colaboração de todos, por favor assinem e divulguem. Não é uma questão que somente interessa aos fãs de Tolkien, e sim a todos fãs brasileiros de cinema, afinal se trata do mercado brasileiro de cinema sendo subestimado.

Aqui está o endereço:
http://www.valinor.com.br/abaixo-assinado

 


Ah, seria interessante também se o Cinema em Cena colocasse isso como notícia no site, na parte de Cine News dos filmes de Tolkien, mas não sei se isso é possível.

É isso. Agradeço pela atenção.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Apenas agora conseguimos a divulgação de dois grandes sites, o que nos rendeu 1156 assinaturas apenas no dia 22/11. Fico imaginando o sucesso que iríamos ter se mais sites divulgasse, como o Cinema em Cena.

De qualquer forma, peço que continuem assinando e divulgando. 05

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×