Jump to content
Forum Cinema em Cena
Nacka

Obituários (in memoriam)

Recommended Posts

Morre Adam West, o Batman da série de TV, aos 88 anos :( 
batman_o2DGvCX.jpg
Ator também era dublador em Uma Família da Pesada
Morreu Adam West, o eterno Batman da série de TV, aos 88 anos. A informação foi confirmada por diversos veículos, incluindo Hollywood Reporter e Variety. West morreu na sexta (9), depois de uma longa batalha contra leucemia, diz o comunicado de um representante.
Nascido William West Anderson (Seattle, 19 de setembro de 1928), o ator e dublador norte-americano estreou na carreira artística em 1957, no filme Voodoo Island, mas não teve seu nome creditado. Participou e inúmeros seriados de televisão, mas ficou mesmo conhecido pelo papel de Batman na série que foi ao ar de 1966 a 1968.
Trabalhou bastante como dublador, com incluindo Padrinhos Mágicos e Uma Família da Pesada (Uma família da Pesada), onde vivia o prefeito de Quahog Adam West. 
Durante a San Diego Comic-Con de 2014, West se reuniu com o elenco de Batman para relembrar os bastidores da série de TV. Na ocasião, West brincou que suas pernas teriam sido o segredo para o sucesso do programa.  Depois, em um momento mais sério, ele complementou dizendo que "tínhamos a moralidade, o tom de aventura, o POW, o SOC e o elemento satírico que divertia as pessoas à época". Sobre o início do seriado, o ator lembrou que o uniforme do Homem-Morcego quase foi preenchido por outra pessoa, pois os produtores achava que ele era cômico demais para o papel. "Nosso programa era uma comédia para os adultos e aventuresco para as crianças. Nunca fomos para o grotesco", completou.
West também relembrou que a série era uma grande aposta, pois era a mais cara daquela época, afinal, eram dois episódios por semana! "Tínhamos 14 horas de trabalho por dia", relembra. Mas as longas jornadas são todas combustível para boas lembranças agora. "Nós sabíamos desde o começo que estávamos fazendo algo muito especial. A primeira vez que me dei conta que tudo estava indo bem foi quando saí da minha casa em Malibu para comprar comida e cerveja e a mulher do restaurante ficava acelerando: daqui a pouco vai começar o programa do Batman na TV", disse.
 

37gwdkguvdn3vfnzlrts7ovrmnf.jpg

f13fdf19ee8b359699e597be282417ca9f2e53ec

 

a87d1081a83ee5dcdd005ecf6ad9847d05fdf7a2

tumblr_lmwqrjbq6v1qc649s.gif

tumblr_nu9klhtYfh1qkkbd4o4_250.gif

36b5526c7f4799bd2ca2ddc0bcd863926bcc0be0

a88188e5afaae1312720c19ee7dd0206.gif

 

caraca, ele tava com a cara do Madds Mikkelsen

legiao_WVgsKPwzaDMUh69q0CNRitL4knvjrOTdJ

e615e27b-73b1-44ae-953a-8289627c1466-143

Share this post


Link to post
Share on other sites

 Adam West pode não ter sido exatamente a figura que vinha á mente da minha geração quando se pensava no Batman. Cresci acostumado a versão sombria de Michael Keaton nos filmes de Tim Burton e Batman The Animated Series, que me levaram aos quadrinhos tão ou mais sombrios quanto publicados na época. Mas nenhum destes Batmans presentes na minha infância teriam sido possíveis sem o alegre Batman de Adam West. Então, de certa forma, West marcou não só a geração que o assistiu em 66, mas as que vieram depois. Hoje, sua versão era zoada, algo que dizem, o ator não se importava nem um pouco. Pois apesar da Bat dança, do Bat Leite e do Bat Spray anti tubarão, West sabia da importância que teve.

 

 Descanse em paz, Bright Knight

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vi um comentário parecido esses dias. De que o Batman do Adam West com todo o humor e cafonice apresentou o Morcego a uma geração

 

O mais impressionante foi uma série ficou no ar apenas entre 1966 e 1968 tenha feito tamto sucesso.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vi um comentário parecido esses dias. De que o Batman do Adam West com todo o humor e cafonice apresentou o Morcego a uma geração

 

O mais impressionante foi uma série ficou no ar apenas entre 1966 e 1968 tenha feito tamto sucesso.

 

Sim. Eu sou parte dessa geração. Conheci o Batman pela série de TV... Logo na sequência, veio aquela coisa linda que o Burton fez em 89... 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Morre John G. Avildsen, diretor de Rocky e Karate Kid

1345.jpg

John G. Avildsen, diretor de Rocky, Um Lutador (1976) e dos três filmes de Karate Kid, morreu em Los Angeles aos 81 anos.  Vencedor do Oscar e do Globo de Ouro de melhor diretor morreu devido a câncer no pâncreas, segundo o filho Anthony.
Os 40 anos da criação do mito de Rocky, um lutador A notícia de sua morte foi anunciada pelo diretor Derek Wayne Johson, que retratou a trajetória de sucessos de Avildsen no documentário ainda inédito The King of Underdogs, no qual aborda sua maestria no retrato de esportes. 
 Ele começou a dirigir na televisão e alcançou fama no cinema ao rodar o drama político Sonhos do Passado (1973), pelo qual Jack Lemmon ganhou o Oscar de melhor ator.  O cineasta recebeu um Oscar de melhor direção por Rocky.  "Avildsen sera um guerreiro que mudou nossa forma de entender a palavra perseverança nas telas", diz Derek ao Omelete.
 
maxresdefault.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Um dos filmes menos valorizados dele e que fogem da temática esportiva é o ótimo "Lean on Me", que aqui recebeu o estúpido nome de "Meu Mestre Minha Vida" :angry:  :rolleyes:  que vira e mexe tb passava na Sessão da Tarde, era estrelado por um Morgan Freeman bem novinhocom cena de discurso motivacional utilizada em trocentos treinamentos de empresas e tem uma trilha sonora R&B muito boa!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Michael Nyqvist, de Millenium e John Wick, morre aos 56 anos

shutterstock_5885608i-696x462.jpg

O ator sueco Michael Nyqvist morreu aos 56 anos, vítima de um câncer no pulmão. O artista estava em meio às filmagens do filme Kursk. Recentemente, havia feito uma participação no drama Radegund, do consagrado diretor Terrence Malick. Nyqvist atuava há mais de três décadas. Ficou mais conhecido internacionalmente após o filme Millennium: Os Homens que Não Amavam as Mulheres, em que interpretou Mikael Blomkvist, um dos personagens principais. Depois, se destacou como o vilão Kurt Hendricks em Missão Impossível: Protocolo Fantasma. Mais recentemente, fez ainda o personagem Viggo em John Wick: De Volta ao Jogo (2014).
girl_dragon_tattoo_320.jpg?w=320

Share this post


Link to post
Share on other sites

caraca 93?...tudo isso??? Viveu ate demais... :rolleyes: meus sentimentos B)

Morre Joan Lee, esposa de Stan Lee

stan-joan-e1499382339483-760x428.jpg

Morreu nessa quinta-feira (6) a ex-modelo, dubladora e escritora Joan Lee, esposa de Stan Lee. Ela tinha 93 anos e morreu por complicações após sofrer um AVC no começo da semana. Por anos, ela foi modelo de uma marca de chapéus. Em 1987, escreveu um livro que falava dos amores de um engenheiro de navios. Na década de 90, Joan dublou a Senhora Forbes na animação do Quarteto Fantástico e a Madame Teia no desenho do Homem-Aranha. Em 2016, ela fez uma rápida aparição em X-Men: Apocalypse. Stan e Joan se casaram em 1947 e tiveram dois filhos.
 
Força, Stan!! :(  :rolleyes: Num mundo onde casamentos nao chegam a durar 2 anos, é lindo ver uma casamento que durou 70 anos. Devemos lembrar, Joan foi a pessoa que fez Stan continuar a trabalhar com quadrinhos, visto que nos anos 50, as historias de bandas desenhadas perderam boa parte do seu público. Ou seja, se nao fosse por ela, nao teriamos X-men, Homem Aranha, Vingadores, etc. Que o mito consiga superar essa dor!!
e9cecdd22ffe76e8bfebbf50bf6b7d06db7f8ba2

Share this post


Link to post
Share on other sites






Morre Nelsan Ellis, de True Blood
Ator tinha 39 anos

08/07/2017 - 16:42 NATÁLIA BRIDI




















12_din1Nvu.jpg

 

Morreu Nelsan Ellis, mais conhecido por ter interpretado Lafayette Reynolds em True Blood. O ator teve complicações depois de uma falha cardíaca.


A informação foi confirmada pela HBO, que lamentou o falecimento em um comunicado: "Estamos extremamente tristes com a notícia da morte de Nelsan Ellis. Ele era um membro de longa data da família HBO e seu retrato inovador de Lafayette será lembrado com carinho dentro do legado de True Blood. Sua falta será sentida pelos fãs e por todos nós na HBO".


Alan Ball, criador da série, também se manifestou: "Nelsan era um talento único e sua criatividade nunca deixava de me surpreender. Trabalhar com ele foi um privilégio".


Ellis, que atualmente integrava o elenco de Elementary, também participou de Histórias CruzadasO Mordomo da Casa Branca, entre outras produções.


 


FONTE: OMELETE







Share this post


Link to post
Share on other sites

Morre Joe Robinson, vilão de 007 – Os Diamantes São Para Sempre, aos 90 anos

robinson-696x348.jpg

O ator e dublê britânico Joe Robinson faleceu no último dia 03 de julho. A família revelou a notícia durante o fim de semana com um simples obituário nos jornais da Inglaterra.Robinson ficou especialmente conhecido por interpretar o vilão Peter Franks, que o James Bond de Sean Connery precisou enfrentar em 007 – Os Diamantes São Para Sempre (1971).Após a atuação na saga do espião britânico, Robinson se aposentou da atuação e seguiu carreira de coordenador de dublês, trabalhando em subsequentes filmes de James Bond e da Marvel.

Share this post


Link to post
Share on other sites

George A. Romero, diretor de a Noite dos Mortos-Vivos, morre aos 77 anos

Cineasta revolucionou os filmes de zumbi
16/07/2017 - 18:41 - FÁBIO DE SOUZA GOMES
1_1GHbUZv.jpg
 

George A. Romero, diretor de clássicos como A Noite dos Mortos-Vivos, morreu neste domingo (16) aos 77 anos. O cineasta é considerado o pai dos filmes de zumbi modernos e foi um dos nomes que revolucionou o gênero no cinema (Via LA Times).

Segundo a família de Romero, o diretor morreu enquanto dormia “após uma severa batalha contra o câncer de pulmão”. Ele faleceu enquanto ouvia a trilha sonora de um de seus filmes favoritos, Depois do Vendaval, clássico de 1952 dirigido por John Ford e estrelado por John Wayne

Romero começou a era dos filmes de zumbi e redefiniu o gênero de terror com A Noite dos Mortos-Vivo, que escreveu ao lado de John A. Russo e dirigiu em 1968. Ao contrário dos filmes dos anos 50 que contavam com cientistas excêntricos, gargalhadas malévolas e castelos mal-assombrados, o longa era mais cru e realista. 

A Noite dos Mortos-Vivos tinha Duane JonesJudith O'Dea e Karl Hardman no elenco e conta a história de sete pessoas que ficam presas em uma fazenda rodeada de zumbis. O filme, que ajudou a definir a mitologia moderna dos zumbis de Romero, foi rodado por US$ 114 mil e arrecadou US$ 30 milhões mundialmente.

Ano passado, o cineasta chegou a criticar a forma como os filmes e séries de zumbis são feitos atualmente e culpou produções como The Walking Dead e Guerra Mundial Z por não fazer mais filmes.

“Eu fiz Terra dos Mortos (2005), que foi o maior filme de zumbi que já fiz. E não acho que ele precisava ser tão grande. A maior parte do dinheiro foi para o elenco. Eles são ótimos, mas não acho que precisava gastar todo aquele dinheiro. Os charutos de Dennis Hopper custam mais do que a produção inteira de A Noite dos Mortos-Vivos (1968), essa é a verdade. Agora, por causa de Guerra Mundial Z e The Walking Dead, eu não consigo fazer um filme pequeno e modesto de zumbis, que deveria ser algo sociopolítico. Eu costumava conseguir lançar alguma coisa com base em ação zumbi, e conseguia esconder mensagens dentro disso. Agora não consigo. No momento em que menciono a palavra zumbi, precisa ser algo como ‘olha, Brad Pitt pagou US$ 400 milhões para fazer isso’”, disse na época.

 

FONTE: OMELETE

Um dos homens que definiu o cinema de horror como o conhecemos partiu. O cara praticamente inventou um subgênero, definindo uma geração de fãs de horror. Não são muitos que podem dizer isso. A NOITE DOS MORTOS VIVOS e DESPERTAR DOS MORTOS continuam filmes extremamente influentes e atuais. Um gênio de seu tempo, o rei dos mortos vivos que vivera para sempre em sua obra. R.I.P Romero.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 Ai é sacanagem:(

 

Martin Landau morre aos 89 anos

Ator venceu o Oscar por Ed Wood e foi professor de lendas como Jack Nicholson
16/07/2017 - 21:25 - FÁBIO DE SOUZA GOMES
1_bGxoPs0.jpg
 

Martin Landau, ator que venceu o Oscar por Ed Wood, morreu aos 89 anos. De acordo com o THR, o ator faleceu após uma breve hospitalização em decorrência de uma complicação inesperada. 

Landau ficou conhecido nos EUA por ser um ator versátil e chegou ao estrelato em 1959 quando participou do clássico Intriga Internacional, dirigido por Alfred Hitchcock. Mais tarde, trabalhou na série Missão: Impossível e chegou a ser indicado ao Emmy e ao Globo de Ouro por viver Rollin Hand, o "homem de um milhão de faces".

Em 1988 trabalhou com Francis Ford Coppola em Tucker – Um Homem e Seu Sonho, papel que lhe rendeu sua primeira indicação ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante e foi mais uma vez indicado para premiação por Crimes e Pecados, de Woody Allen.

Em 1994 ele conquistou a estatueta por Ed Wood, filme dirigido por Tim Burton onde interpretou a lenda do cinema Bela Lugosi. Ele chegou a repetir a parceria com o diretor na animação Frankenweenie, de 2012.

Os últimos trabalhos do ator foram Entourage, filme baseado na série da HBO, e Remember, longa dirigido por Atom Egoyan. Ambos foram lançados em 2015.  

Além de uma extensa carreira no cinema e na televisão, Landau ainda foi professor do famoso Actors Studio, onde deu aulas para lendas da atuação como Jack Nicholson e Anjelica Huston

 

FONTE: OMELETE

Landau era ótimo. Ator talentoso e versátil. Sua atuação como Bela Lugosi em ED WOOD é absolutamente emocionante. Conseguia transitar entre papéis tão dispares como o piromaníaco homicida de NOITE DE PÂNICO ao homem comum de CRIMES E PECADOS de Woody Allen.

 

Romero e Landau no mesmo dia. Triste isso.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Devastado. Acima do extraordinário em "Ed Wood". Dá um show em "Crimes and Misdemeanors". Fez ainda  "Cleopatra"; fez o filme bíblico do George Stevens, "A Maior História de todos os Tempos"; "Intriga Internacional"...

 

Agora o Plummer, com 87 anos, é o mais velho ganhador vivo entre os Coadjuvantes masculinos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Postando aqui as belas palavras da ana Maria Bahiana aos 2 que se foram..domingo triste...

 

"Adeus, Mestre dos Monstros, explorador das cavernas mais sombrias dos nossos medos. Salve aquele que parte! O que é lembrado, vive. #RIPGeorgeRomero"

"Porque nunca é um só... adeus, Martin Landau, grande ator, gente finíssima. Salve aquele que parte! O que é lembrado, vive."

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Duas lendas ao mesmo tempo. Triste.

Se cada filmes/seriado/HQ de zumbi/morto-vivo desse $0,01 da renda pra conta do Romero, o cara estaria quatrilionário agora.

 

E sobre o Landau, desculpe por falar isso, mas achei que ele já tinha morrido. Devo tá meio louco, mas me lembro de terem falado da morte dele um tempo atrás. Enfim. R.I.P.

Share this post


Link to post
Share on other sites

George Romero | Hollywood lamenta a morte do diretor

Stephen King, Eli Roth e James Gunn falam sobre lendário cineasta
16/07/2017 - 19:11 - FÁBIO DE SOUZA GOMES

Celebridades do mundo do cinema lamentaram a morte de George Romero, que faleceu neste domingo (16) aos 77 anos em decorrência de um câncer de pulmão. Confira:

Just heard the news about George Romero. Hard to quantify how much he inspired me & what he did for cinema. Condolences to his family. ❤️

 
 

“Acabei de saber da notícia sobre George Romero. Difícil mensurar o quanto ele me inspirou & o que ele fez para o cinema. Condolências para família”, escreveu Eli Roth, ator e diretor. 

RIP #GeorgeRomero. You made me want to make movies, and helped me to find meaning in monsters. Thank you. I love you.

 
 

RIP George Romero. Você me fez querer fazer filmes e me ajudou a encontrar um significado em monstros. Obrigado. Eu te amo”, escreveu James Gunn, diretor de Guardiões da Galáxia.

A fond farewell to charming, legendary zombie king George Romero. 'Martin' is one of my favourite horrors. An honour to have met him. RIP

 
 

“Adeus ao charmoso, legendário rei dos zumbis George Romero. ‘Martin’ é um dos meus filmes de horror favoritos. Uma honra o ter conhecido. RIP”, escreveuMark Gatiss, roteirista de Doctor Who e Sherlock.

“RIP George Romero #Lenda e #HeróidoHorro”, escreveu Gale Anne Hurd, produtora-executiva de The Walking Dead.

R.I.P. George Romero. A true legend. Started a new genre on his own. Who else can claim that?

 
 

“RIP George Romero. Uma verdadeira lenda. Começou um novo gênero sozinho. Quem mais pode dizer isso?”, disse Kumail Nanjiani, de ator de Silicon Valley.

“Notícias tristes chegando. Existem tantas coisas para se dizer sobre esse homem, meu amigo, meu mentor e minha inspiração. Por tudo que ele nos deu com paixão e fogo, seu espírito implacável vai viver para sempre. Sou abençoado por tido a honra de ter presenteado ele com um prêmio em abril, em Pittsburgh, ONDE TUDO COMEÇOU!!! Um amor sem tamanho com ele e sua família”, escreveu Greg Nicotero, maquiador de efeitos especiais de The Walking Dead. 

Sad to hear my favorite collaborator--and good old friend--George Romero has died. George, there will never be another like you.

 
 

“Triste em saber que meu colaborador favorito – e um grande velho amigo- George Romero morreu. George, nunca haverá outra pessoa como você”, Stephen King, escritor e roteirista. 

George A. Romero, diretor de clássicos como A Noite dos Mortos-Vivos, morreu neste domingo (16) aos 77 anos. O cineasta é considerado o pai dos filmes de zumbi modernos e foi um dos nomes que revolucionou o gênero no cinema

 

FONTE: OMELETE

Share this post


Link to post
Share on other sites

Morre a atriz e diretora francesa Jeanne Moreau aos 89 anos de idade

A atriz e diretora Jeanne Moreau, considerada a grande dama do cinema francês, morreu nesta segunda-feira aos 89 anos de idade, segundo informou a imprensa francesa.

A intérprete, que trabalhou com os maiores diretores da cinematografia francesa, como François Truffaut, Louis Malle e André Téchiné, foi encontrada morta nesta manhã em sua casa em Paris por sua empregada doméstica, indicou a revista "Closer".

Moreau, "a melhor atriz do mundo", segundo Orson Welles, e a primeira mulher acadêmica de Belas Artes na história da França, fez parte da "Nouvelle Vage" e musa de diretores como Luis Buñuel, com quem trabalhou em "Diário de uma Criada de Quarto".

"Esta tristeza não acabará nunca, mas a alegria de lembrá-la sempre estará conosco", escreveu hoje no Twitter o Unifrance, organismo encarregado da promoção do cinema francês no exterior.

A protagonista de "Uma Mulher para Dois" (1962) e de "A Noiva Estava de Preto"(1967), de Truffaut, teve uma ampla trajetória, entre cujos filmes se destacam também "A Noite" (1962), de Michelangelo Antonioni, e "Duas Almas em Suplício" (1960), de Peter Brook, que lhe valeu o prêmio de melhor interpretação feminina em Cannes.

Nascida em 23 de janeiro de 1928, de pai francês e mãe britânica, estreou no teatro em 1947 com "La terrasse de midi", apresentada no Festival de Avignon.

Atriz poliglota e internacional, que se destacou também como cantora, foi prêmio César de melhor atriz em 1992 por "La vieille qui marchait dans a mer", de Laurent Heynemann, e presidente do jurado de Cannes em 1975 e 1995.

Moreau presidiu também o jurado da Seção Oficial do 54º Festival Internacional de Cinema de San Sebastián, em 2006, e deixa uma trajetória cinematográfica composta por mais de uma centena de filmes.

"Com ela desaparece uma artista que encarnou o cinema na sua complexidade, na sua memória, na sua defesa", afirmou hoje a presidência francesa, que a lembrou como uma mulher rebelde contra "a ordem estabelecida e a rotina".

A também cenógrafa, diretora de filmes como "No Coração, a Chama" (1976), foi casada com Jean-Louis Richard, pai do seu filho Jérôme, e posteriormente com William Friedkin, aos quais se somam outras várias relações.

"Seduzi muitos homens. Sempre me apaixonei por homens com talento. Não tive amantes apenas para tê-los", disse em certa ocasião. 

http://www.msn.com/pt-br/entretenimento/noticias/morre-a-atriz-e-diretora-francesa-jeanne-moreau-aos-89-anos-de-idade/ar-AAp9dxO?li=AAggsmy&ocid=mailsignoutmd

image.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

DGEqqB2XYAAuvMZ.jpg

 

RIP Sam Shepard

Ator estrelou filmes como 'Falcão Negro em Perigo' (2001) e 'Os eleitos' (1983), pelo qual recebeu uma indicação ao Oscar de ator coadjuvante. Seu trabalho mais recente foi na série “Bloodline”, onde interpretou o patriarca Robert Rayburn.

http://g1.globo.com/pop-arte/noticia/sam-shepard-morre-aos-73-anos-fotos.ghtml

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×