UA-130521384-1 Jump to content
Forum Cinema em Cena
Nacka

Obituários (in memoriam)

Recommended Posts

Ator Caio Junqueira morre no Rio uma semana após acidente

Ator de 42 anos foi o '06' do primeiro 'Tropa de Elite'. Ele capotou com o carro no Aterro do Flamengo no dia 16.

Por Fernanda Rouvenat e Carlos Brito, G1 Rio

23/01/2019 09h42  Atualizado há 4 minutos

O ator Caio Junqueira em 2007 — Foto: TV Globo / Márcio de Souza

O ator Caio Junqueira em 2007 — Foto: TV Globo / Márcio de Souza

 

O ator Caio Junqueira, do filme 'Tropa de Elite', morreu nesta quarta-feira no Rio aos 42 anos. Ele tinha sofrido um acidente de carro no Aterro do Flamengo no último dia 16 e desde então estava internado no Hospital Miguel Couto.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que o ator morreu às 5h15.

 

Ele dirigia sozinho em direção ao Centro do Rio, perdeu o controle do carro, que subiu o meio-fio, bateu em uma árvore e capotou. Caio ficou preso dentro do veículo, desacordado, e foi retirado com uma fratura exposta.

O ator estava internado na unidade coronariana desde que chegou ao Miguel Couto. Entre os ferimentos, Cairo Junqueira sofreu um trauma grave no tórax e perdeu muito sangue.

O ator passou por cirurgias, como uma na mão direita, e apresentava febre. No último sábado (19), a mãe do ator contou ao G1 que, mesmo sedado, abriu os olhos e tentou se levantar da cama. "Isso mostra que ele está querendo lutar pela vida", disse.

https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2019/01/23/caio-junqueira-morre-no-rio.ghtml

image.jpeg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ninguém comentou... 

Morre Andy Vajna, produtor de 'Rambo' e 'Exterminador do Futuro'

'Depois de uma longa doença, Andy Vajna faleceu em sua casa de Budapeste, aos 74 anos', informou a Fundação Nacional do Cinema, da Hungria.

TOPO

Por France Presse

20/01/2019 11h27  Atualizado há uma semana

 

Andrew Vajna com Naomi Campbell durante estreia de "Evita", em Londres — Foto: Divulgação

Andrew Vajna com Naomi Campbell durante estreia de "Evita", em Londres — Foto: Divulgação

O célebre produtor americano de origem húngara Andrew G. Vajna, conhecido como Andy Vajna, famoso por suas megaproduções dos anos 1980, como "Rambo" e "Exterminador do Futuro", faleceu em sua casa em Budapeste, aos 74 anos - anunciou a Fundação Nacional do Cinema (NFA) neste domingo (20).

"Depois de uma longa doença, Andy Vajna faleceu em sua casa de Budapeste, aos 74 anos", informou a NFA.

Nascido em 1944 em Budapeste, Vajna deixou a Hungria com sua família, após a insurreição contra os soviéticos em 1956.

Nos Estados Unidos, lançou-se ao mundo do cinema e se tornou um dos produtores mais talentosos.

Depois de cerca de 40 filmes produzidos nos Estados Unidos, voltou de vez para a Hungria, nos anos 2000. Como aliado do primeiro-ministro Viktor Orban, foi nomeado comissário de Estado do cine desde 2011.

Apelidado de "Mister Cinema", Vajna foi um dos cérebros que contribuíram para reforçar a reputação de Budapeste como uma capital do cinema mundial, em particular ao cofinanciar os ultramodernos estúdios Korda.

Como presidente da NFA, Vajna copatrocinou o filme "Filho de Saul", que obteve o Oscar de melhor filme estrangeiro em 2016.

image.jpeg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dick Miller, "aquele ator" de O Exterminador do Futuro e Gremlins, falece aos 90 anos

DvT3K0RUUAAIPuq-1068x601.jpg

O ator Dick Miller faleceu aos 90 anos nesta quarta-feira (30). Miller teve uma carreira de mais de 60 anos, sendo conhecido por seus papéis em Gremlins, O Exterminador do Futuro, Piranha, Star Trek, A Bucket Blood, além de diversas produções de Roger Corman. O ator trabalhou com diretores como James Cameron, Ernest Dickerson, Martin Scorsese, John Sayles e Joe Dante, que trouxe Miller para praticamente todos os seus filmes. Dick Miller deixa sua esposa Lainie, a filha Barbara e a neta Autumn.

 

Caraca, esse cara era rosto conhecido nas décadas de 80 e 90. Nunca foi protagonista e sempre aparecia vapt-vupt de coadjuvante, mas seu rosto é conhecido de trocentas produções, o cara tem mais de 200 filmes no currículo!  Teve até um documentário bem legal sobre ele.. That Guy Dick Miller, que tratava justamente da fama de ser conhecido como "aquele cara" do filme tal e tal..

Resultado de imagem para that guy dick miller poster

Share this post


Link to post
Share on other sites

Julie Adams, estrela de Monstro da Lagoa Negra, morre aos 92 anos

Diretor Guillermo Del Toro lamentou a morte da atriz

  •  
  •  
  •  
  •  
GABRIEL AVILA
04.02.2019
12h34

Julie Adams, a estrela do clássico filme de horror Monstro da Lagoa Negra, faleceu no último domingo aos 92 anos de idade. A atriz começou sua carreira no longa Brasa Viva, de 1949, ainda como Betty Adams, seu nome de batismo, mudando para Julia em 1950 ao assinar com a Universal Pictures. Dentre as produções do estúdio, Adams protagonizou Monstro da Lagoa Negra, filme inspirado em A Bela e a Fera, que a lançou ao estrelato antes de mudar seu nome artistico novamente para Julie em 1955.

O filme foi uma grande inspiração para o diretor Guillermo del Toro durante a criação de A Forma da Água, filme que ganhou quatro Oscars, incluindo Melhor Filme e Melhor Diretor - saiba maisDel Toro lamentou a perda de Adams em seu Twitter:

“Lamento o falecimento de Julie Adams. Machuca em um lugar profundo em mim, onde monstros nadam”

 

FONTE: OMELETE

Share this post


Link to post
Share on other sites

MORRE GUAXINIM QUE SERVIU COMO MODELO PARA CRIAÇÃO DE ROCKET RACOON!

Capa da Publicação

 Os Guardiões da Galáxia são uma equipe peculiar de heróis, cada um à sua maneira. Temos o desbocado Peter Quill, a sempre séria Gamora, o brutal Drax, o simpático Groot e, é claro, Rocket Racoon, um guaxinim de índole duvidosa e um senso de humor negro, mas que nunca abandona os amigos na hora do “vamo ver”. Rocket chamava a atenção dos fãs não apenas por suas tiradas engraçadas e pelos raros momentos de fofura, mas principalmente por seu visual, baseado fielmente em um guaxinim de verdade. Se este falasse e usasse armas de fogo, é claro. Essa semana, os fãs do personagem receberam uma notícia triste: Oreo, o guaxinim real que serviu como modelo para a criação de Rocket nas telas, faleceu. A notícia foi dada pelo perfil oficial de Guardiões da Galáxia no Facebook, que divulgou também uma nota de falecimento.

“Temos notícias tristes hoje.
Nossos corações estão partidos, pois perdemos nosso melhor amigo, nosso Guardião da Galáxia, o senhor Oreo Racoon.
Oreo faleceu bem cedo pela manhã, depois de uma doença que durou pouco tempo. Agradecemos muito aos nossos veterinários maravilhosos por sua compaixão e cuidado.
Oreo, você fez a vida de muitas pessoas mais feliz. Você foi um embaixador incrível para os guaxinins de todo o mundo.
Você amou todas as pessoas, de todas as idades, outros animais também, e nunca se surpreendia com nada, fosse andar pelo tapete vermelho como Rocket Racoon, uma visita a um hospital para ver uma criança doente ou o que quer que aparecesse em seu caminho. Você só curtia tudo e mostrava isso.
Você sabia instintivamente quando se acalmar, quando se agitar e nunca ficava preocupado sobre fazer algo errado, porque você nunca fazia.
Você era perfeito.
São 10 anos desde que você chegou em nossas vidas. Nós tivemos aquela ligação enquanto estávamos no teatro em Londres para dizer que você tinha nascido e que poderíamos ficar com você, já que sua mãe não tinha leite. Nós voltamos pela estrada e passamos horas tentando fazer com que você e seus irmãos bebessem [leite] de uma garrafa. Escolhemos você porque era forte e tomou tudo primeiro, mal sabendo que você seria um animal tão inspirador que faria pessoas de todo o mundo felizes.
Isso é tão difícil, rapazinho especial. Nós queríamos que você vivesse para sempre, mas nunca como você estava durante os últimos dias.
Divirta-se aí em cima na ponte de arco-íris, meu querido. Eu espero, não, eu sei, que todos aí vão te amar tanto quanto nós te amamos. Vamos sentir muito a sua falta.
Voe alto, Oreo, nosso super-herói. Nós te amamos muito.
13/4/09 -7/2/2019

😢

legiao_IeLdhW3Von6XifUb9xjJAcyRMSYGutrk7pB0l41FT5.jpg

0623d449257e430d5f6bb7a31f6f256de7c50c4976ef3e7e96f498f7bef72faa.jpg

cd0a49055a7e1421cf1bbffcb0d1b1a8db2c103e79c4080000007db5781315ff.jpg

6af737fc0bfd79abb6941dfb065c39e9e9b5bb76542beba0c8126bc9f799096f.jpg

legiao_QopUrt3R_n07ABJZDXM6SFYj9vgsTPydV8Oq1LxaNk.jpg

legiao_ax2cfDOldhPU6QISG8R9V4W3wTFEueqjoZbJirysmv.jpg

legiao_B1XFgsmKwSfIi47e_5dTEcpLYj9xuzMhoWyk6lDv0O.jpg

legiao_5asnuNdfqtpEABej_7ToFH0x9U3CwzVP2YhDyc8Gkg.jpg

ddb4b8941e6ceec3430e9642097b99f7254b9b435a8077b59d0940d9f6e231fe.jpg

 

Pelo menos Oreo era doador de órgãos..😁

32a0d548818ee7ffbb4f06842953baf4f54eca2739eed35b1077bb76df65fe1d.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites
0001001001.jpg?resize=702%2C336&ssl=1

Morre o ator britânico Albert Finney, de “007 – Operação Skyfall”

 0
POR BRUNO PORCIUNCULA EM 08/02/2019OBITUÁRIO

Morreu nesta sexta-feira, 8, o ator britânico Albert Finney, aos 82 anos. Finney interpretou Kincade em “007 – Operação Skyfall” (2012), último filme em que participou. A família do ator não revelou a causa da morte, se pronunciou apenas dizendo que foi uma “breve doença”.

E o ator teve participação de luxo no filme, já que o personagem era um tipo de “pai” substituto de James Bond – e foi cotado para ser interpretado por Sean Connery.

jbbr_skyfall_lodge_bts-9.jpg?resize=702%

“007 – Operação Skyfall” foi o último filme de Albert Finney

Finney era famoso ator shakespeareano na Inglaterra antes de estrear nas telas de cinema. Ele concorreu ao Oscar de Melhor Ator por cinco vezes: “Tom Jones” (1963), “Assassinato no Expresso do Oriente” (1974), “O Fiel Camareiro” (1983), “À Sombra do Vulcão” (1984) e “Erin Brockovich” (2000).

Na década de 90, participou de filmes de Tim Burton e Steven Soderbergh. Ele ainda teve uma pequena participação em “Ultimato Bourne” (2011).

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ricardo Boechat, jornalista, morre aos 66 anos em queda de helicóptero em SP

Jornalista era apresentador do Jornal da Band e da rádio BandNews FM. Aeronave bateu na parte dianteira de um caminhão que transitava pela Rodovia Anhanguera.

Por G1 SP

11/02/2019 13h52  Atualizado há 3 minutos

image.jpeg.b01357a9730c84a265f1c4e4e3dac804.jpeg
Ricardo Boechat, em foto de março de 2006 — Foto: José Patrício/Estadão Conteúdo/Arquivo

Ricardo Boechat, em foto de março de 2006 — Foto: José Patrício/Estadão Conteúdo/Arquivo

 

O jornalista, apresentador e radialista Ricardo Eugênio Boechat morreu no início da tarde desta segunda-feira (11), aos 66 anos, em São Paulo.

Boechat era apresentador do Jornal da Band e da rádio BandNews FM e colunista da revista IstoÉ. Ele também trabalhou nos jornais “O Globo”, “O Dia”, “O Estado de S. Paulo” e “Jornal do Brasil” e foi comentarista no Bom Dia Brasil, da TV Globo. Ele ganhou três vezes o Prêmio Esso, um dos principais do jornalismo brasileiro (leia mais abaixo).

Boechat estava dando uma palestra em Campinas, no interior do estado, e retornava a São Paulo nesta segunda. Ele deveria pousar no heliporto da Band, no Morumbi, Zona Sul da capital paulista.

O jornalista da TV Band, José Luiz Datena, anunciou a morte do colega às 13h51 durante programação da emissora.

"Com profundo pesar, desses quase 50 anos de jornalismo, cabe a mim informar a vocês que o jornalista, amigo, pai de família, companheiro, que na última quarta, que eu vim aqui apresentar o jornal, me deu um beijo no rosto, fingido que ia cochichar alguma coisa, e, no fim, brincalhão como ele era, falou: “É, bocão, eu só queria te dar um beijo". Queria informar aos senhores que o maior âncora da televisão brasileira, o Ricardo Boechat, morreu hoje num acidente de helicóptero, no Rodoanel, aqui em São Paulo. Ele foi a Campinas fazer uma palestra e o helicóptero que ele estava não chegou ao seu destino, que era o heliporto da Band. Ele caiu no Rodoanel e bateu num caminhão e as pessoas, segundo informações iniciais, teriam morrido na hora".

https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2019/02/11/ricardo-boechat-jornalista-morre-aos-66-anos-em-queda-de-helicoptero-em-sp.ghtml?utm_source=twitter&utm_medium=social&utm_campaign=g1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Que notícia triste. Eu escutava ele todos os dias pela manhã. Vai fazer falta. Nem sempre concordava com as suas opniões mas ele era muito inteligente, combativo, Franco e a dobradinha dele com o José Simão era ótima. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

que ano, meu!!😥

Bibi Ferreira, grande nome do teatro nacional, morre aos 96 anos no Rio de Janeiro

bibi-ferreira-divulgacao-1068x712.jpg
A lendária atriz e cantora Bibi Ferreira morreu no Rio de Janeiro nesta quarta-feira (13).A informação foi dada pelo empresário Marcos Montenegro. Bibi tinha 96 anos e também chegou a ser diretora, compositora e apresentadora, se destacando como uma das artistas mais versáteis do Brasil.
Bibi será cremada, bem como era de seu desejo. Ela se despediu dos palcos em setembro de 2018. Apesar da fama e da aclamação que recebeu ao longo de sua carreira, Bibi Ferreira sempre foi tida como uma pessoa reservada, que quase não aparecia em grandes eventos sociais. Segundo pessoas mais próximas, era muito caseira e vivia a maior parte do tempo em seu apartamento no Flamengo, Zona Sul do Rio de Janeiro.Bibi deixa apenas uma filha, Teresa Cristina. Mais detalhes não foram adicionados.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bruno Ganz, de A Queda – As Últimas Horas de Hitler, morre aos 77 anos

Resultado de imagem para Bruno Ganz hitler
Bruno Ganz, ator suíço cuja carreira engloba TV, cinema e teatro, morreu na última sexta-feira (15), aos 77 anos, em sua residência em Zurique.
Ganz é conhecido internacionalmente por sua performance memorável como Adolf Hitler em A Queda – As Últimas Horas de Hitler, que explora os últimos momentos do ditador nazista antes de seu suicídio. Ganz recebeu diversos prêmios por sua atuação no longa, e chegou a ser indicado ao Oscar.
Nascido em 1941, o ator iniciou sua carreira no teatro alemão nos anos 70. No final da década e início dos anos 80, Ganz começou a atuar em produções internacionais, e ficou conhecido por seu carregado sotaque suíço e pela facilidade com a qual interpretava as emoções de seus personagens.
Bruno Ganz chegou a viralizar na internet com a cena mais icônica de A Queda: o momento em que Hitler percebe que não conseguiria vencer a Segunda Guerra Mundial, e explode em um desabafo cheio de ódio e emoção. Confira a cena legendada abaixo.
O ator também foi o último portador do Anel de Iffland, joia passada de artista para artista, utilizada para celebrar “o mais significativo e importante ator do teatro alemão”.
O último filme de Ganz foi A Casa Que Jack Construiu, novo longa de Lars Von Trier, lançado no final do ano passado. Na obra, Ganz interpreta a Morte.
Bruno Ganz foi diagnosticado com câncer estomacal no ano passado, e desde então vinha lutando contra a doença.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Peter Tork, cantor e baixista dos Monkees, morre aos 77 anos

entretenimento-the-monkees-peter-tork-19600101-010-copy.jpg

Peter Tork, baixista e cantor da banda The Monkees, morreu nesta quinta-feira, 21, aos 77 anos, informou sua irmã Anne Thorkelson ao jornal The Washington Post. A causa e o local da morte não foram divulgados.

A banda, grande rival dos Beatles nos Estados Unidos, era alvo de comparações com os garotos de Liverpool. Tork, inclusive, era visto como o simpático do grupo, tal qual Ringo Starr.

Tork era um músico e compositor versátil, que sabia tocar vários instrumentos, embora no grupo desempenhasse a função de baixista e tecladista. Ele também atuava como vocalista na canção Long Title: Do I Have to Do This All Over Again, que ele mesmo compôs para o filme Head (1968), protagonizado pela banda.

entretenimento-the-monkees-peter-tork-19600101-011.jpg?quality=70&strip=info&strip=info

Na série de televisão The Monkees, protagonizada pelos membros do grupo, Tork desempenhava o papel do brincalhão. O programa foi projetado para replicar o sucesso das comédias musicais dos Beatles A Hard Day’s Night e Help!. Ganhou um Emmy e desencadeou uma “Monkeemania” que se traduziu em vendas recorde de discos e turnês internacionais.

Share this post


Link to post
Share on other sites

um dia, tres óbitos 😢

Stanley Donen, diretor de Cantando na Chuva e Charada, morre aos 94 anos

donen-1-1068x712.jpg
Stanley Donen, diretor de clássicos como Cantando na Chuva e Charada, morreu aos 94 anos.
Um dos filhos de Donen confirmou a notícia no sábado (23) ao crítico de cinema do Chicago Tribune, Michael Phillips (via The Wrap).
Apesar de ter recebido um Oscar honorário em 1998 por “um corpo de trabalho marcado pela graça, elegância, sagacidade e inovação visual”, ele nunca recebeu sequer uma indicação ao prêmio por nenhuma de suas obras.
Stanley Donen ajudou a reinventar o gênero musical nos cinemas, com uma série de sucessos como Sete Noivas para Sete Irmãos, Um Pijama Para Dois, O Parceiro de Satanás e Cinderela em Paris, além do próprio Cantando na Chuva, sua obra mais emblemática.

 

Olivia Garcia Leyva, atriz que interpretou Glória no Chaves, morre aos 71 anos

olivia-garcia-1280x720-1068x601.jpg
Conhecida por ter interpretado a personagem Glória em Chaves, Olivia Garcia Leyva morreu aos 71 anos.
A atriz morreu no início de fevereiro, mas sua morte só foi amplamente divulgada na sexta-feira (22).
A causa do falecimento não foi revelada.Olivia Garcia Leyva fez sucesso no México durante os anos 60, quando foi eleita Miss no país, o que a levou a uma carreira nos cinemas e na TV.
A atriz entrou para o elenco de convidados de Chaves em 1974, participando de cinco episódios no total.

 

Ator e comediante Brody Stevens, de Se Beber Não Case, morre aos 48 anos

635781145755384365-brody-stevens-1068x561.jpg
Brody Stevens, celebrado humorista da cena de stand-up de Los Angeles, foi encontrado morto em sua residência nesta sexta-feira (22). Stevens tinha 48 anos, e especula-se que a causa da morte tenha sido suicídio.
Stevens era conhecidos por seus esquetes cheios de energia e participações em séries e programas de entrevistas, como Chelsea Lately, Conan e Last Night With Carson Daly. No cinema, ele participou dos dois primeiros filmes da franquia Se Beber Não Case.
O comediante chegou a protagonizar uma série no Comedy Central, em 2013, intitulada Brody Stevens: Enjoy It!.
Atores, humoristas e outras figuras do mundo do entretenimento usaram as redes sociais para lamentar o falecimento inesperado de Brody Stevens. Entre eles, Adam McKay, Whitney Cummings, Kumail Nanjiani, Ike Barinholtz, David Cross, Adam Scott, Kathy Griffin, Maria Bamford e Marc Maron.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Lisa Seagram, estrela de Batman, A Feiticeira e A Família Buscapé, morre aos 82 anos

Resultado de imagem para lisa seagram batman
Lisa Seagram, celebrada atriz da Era de Ouro da TV americana, morreu no início deste mês, aos 82 anos. O falecimento da atriz foi revelado nesta terça-feira (26), por Chela Fiorini, sua filha.
A atriz interpretou Lila, uma ruiva fatal, cúmplice do vilão Louie the Lilac (Milton Berle) na 3ª temporada da série do Batman, protagonizada por Adam West. A produção foi exibida pela ABC nos anos 60.
Em Família Buscapé, clássica comédia que inspirou o filme homônimo dos anos 90, Lisa Seagram interpretou Edythe, a noiva de John Brewster, um poderoso barão do petróleo.
Além disso, Seagram fez participações especiais em outros seriados clássicos, como A Feiticeira, Meu Marciano Favorito e Perry Mason.
No cinema, Lisa Seagram contracenou com Frank Sinatra em O Bem Amado (1963) e com o comediante Bob Hope em Um Solteirão no Paraíso (1961). A atriz também é lembrada por participações em Tempero do Amor (1963), Os Insaciáveis (1963), Uma Casa Não é um Lar (1964) e Caprice (1967).
Após se aposentar das telonas e da TV, Lisa Seagram abriu uma escola para atores, nos anos 80. Batizada de Actors 2000, a instituição foi inaugurada no Havaí e depois transferida para Los Angeles nos anos 90.
Lisa Seagram morreu após uma batalha de 7 anos contra a demência. Ela deixa para trás duas filhas e dois netos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Katherine Helmond, de Who’s The Boss?, morre aos 89 anos

POR
 GABRIELLA BALIEGO
 -
 01/03/2019
 
a-atriz-katherine-helmond-1551466880809_

Katherine Helmond que interpretava a amada Mona Robinson na popular série Who’s The Boss?, morreu aos 89 anos de idade.

 

Confusões em Beverly Hills | Atriz diz que mentiu a idade para fazer filme: “Eu tinha 16”

De acordo com o site Variety, nesta sexta-feira, dia 1, a atriz morreu no dia 23 de fevereiro deste ano, vítima de complicações do mal de Alzheimer.

 

Katherine, aliás, também viveu outra mãe cultuada na série Soap, interpretando Jessica Tate, papel que lhe rendeu cinco indicações ao Emmy. A atriz ganhou 2 Globos de Ouro em sua carreira, um por Who’s The Boss? e outro por Soap.

A atriz deixa para trás seu marido de 57 anos, David Christian.

https://observatoriodocinema.bol.uol.com.br/famosos/2019/03/katherine-helmond-de-whos-the-boss-morre-aos-89-anos

Share this post


Link to post
Share on other sites

Luke Perry, de Barrados no Baile e Riverdale, morre aos 52 anos

Ator sofreu derrame

  •  
  •  
  •  
  •  
NATÁLIA BRIDI
04.03.2019
15H15
ATUALIZADA EM
04.03.2019
15H29

Luke Perry, de Barrados no Baile e Riverdale, morreu por complicações de um derrame. O ator estava internado desde o dia 27 de fevereiro. 

"Ele estava cercado dos seus filhos Jack e Sophie, da sua noiva Wendy Madison Bauer, sua ex-mulher Minnie Sharp, sua mãe Ann Bennett, se padrasto Steve Bennett, seu irmão Tom Perry, sua irmã Amy Coder e outros familiares e amigos próximos. A família agradece o apoio e as orações que foram direcionadas a Luke do mundo todo e respeitosamente pede por privacidade nesse momento de luto profundo. Maiores detalhes não serão revelados no momento", diz o comunicado liberado por representanres do ator. 

Perry ficou conhecido por interpretar Dylan McKay em Barrados no Baile(Beverly Hills, 90210), tendo retornado ao personagem durante a nova versão da série entre 1998 e 2000. Atualmente interpretava Fred Andrews em Riverdale

No dia em que o  ator foi hospitalizado, a Fox oficializou o revival  de Barrados no Baile - leia mais. Apesar de Jason Priestley, Jennie Garth, Brian Austin Green, Tori Spelling e Ian Ziering terem confirmado seus retornos, Perry não havia assinado contrato. 

 

FONTE: OMELETE

Share this post


Link to post
Share on other sites

Abraham Stavans, de Chaves e Chapolin, morre aos 86 anos

Resultado de imagem para Abraham Stavans chapolin
O ator mexicano Abraham Stavans morreu na última terça-feira (5), aos 86 anos. O anúncio do falecimento foi feito pelo filho do ator, em suas redes sociais.“Meu amado pai, o ator Abraham Stavans, morreu ontem. Suas performances apaixonadas e amor pela vida estarão para sempre em nossas memórias. Sou seu filho e seu aprendiz”, escreveu Ilan Stavans em seu Twitter.Abraham Stavans fez parte do elenco de apoio de vários episódios de Chaves e Chapolin, gravados nos anos 70. Como não tinha papel fixo, o ator interpretou personagens episódicos, como um funcionário de um parque de diversões e um cliente do restaurante de Dona Florinda.O ator também participou da novela teen Rebelde, na qual interpretou Joel Huber.A causa da morte de Abraham Stavans não foi revelada.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×