Jump to content
Forum Cinema em Cena
Angelo Voorhees

Sexta-Feira 13 (Friday the 13th)

Recommended Posts

Eu gosto mucho desse 4º filme, o "Capítulo Final" (das continuações só perde pro 6 e 2, na minha opinião). Sei lá se os produtores tinham mesmo a intenção de acabar a série por aqui (acho que não...), mas foi filmado como "final" mesmo, como um final deve ser: tudo no "último volume", com todas as qualidades e defeitos da série bem no alto, no talo. Aqui tem muita gente morrendo violentamente, mocinha inútil gritando no fim, Jason implacável, adolescente imbecis e etc. Achei que foi um fim digno (mesmo que não tenha sido o fim...)

 

 Parece que a cena em q o rapaz que quer vingar a irmã encontra a irmã do Tommy em sua barraca sera homenageada no Reboot da serie' date=' mas pelo trailer, dessa vez vai ser mesmo o Jason.

 ANGELO VOORHEES, não achou q essa trama da vingança foi desperdiçada? Podiam ter tirado um pouco mais disso.

Valeu16
[/quote']

 

O pior disso é que o cara é todo posudo. Levou arma e se preparou para ir atrás do Jason, mas quando dá de cara com ele, só fica gritando: "ele vai me matar!ele vai me matar!" Só espero que o Jared não haja assim no novo filme...0606

Share this post


Link to post
Share on other sites
O pior disso é que o cara é todo posudo. Levou arma e se preparou para ir atrás do Jason' date=' mas quando dá de cara com ele, só fica gritando: "ele vai me matar!ele vai me matar!" Só espero que o Jared não haja assim no novo filme...0606[/quote']

 

Essa cena é muito engraçada, não tem como não rir. 06

 

"oh meu deus, ele tá me matando!!" 0606

Share this post


Link to post
Share on other sites

 Depois do Capitulo final, os produtores tentaram dar um novo rumo para serie, bem como sugere o subtitulo SEXTA FEIRA 13 PARTE 5(FRIDAY THE 13th PART V: THE NEW BEGINNING)

sexta-feira-13-parte5-poster01.jpg

 

 E a franquia continua caindo, com o pior da serie até então. O filme não define, mas presume-se que se passaram uns 7 anos desde os eventos do filme anterior. Um Tommy Jarvis já adulto é levado para um sanatorio bem ortodoxo diga-se de passagem, onde adolescentes extremamente instaveis são deixados cortando lenha.07

 Tommy tem constantes alucinações envolvendo Jason, mas essas alucinações começam a tomar forma, quando alguem decide assumir o legado do assassino da mascara de Hockey, promovendo uma nova chacina.

 Oque mais me irrita nesse filme é que a premissa não é ruim. Ver os efeitos que Jason provocou em um Tommy adulto poderia ter se tornado muito interessante, mas nem o diretor, nem o texto e muito menos o ator ajudam nisso. Alguem assumir o legado de Jason podia ter se tornado uma boa ideia, mas do jeito que é feito ficou uma droga. O cara não tem o minimo de motivação, pois parece que ele fez por vingança,  mas parece que eles não tinham quem culpar, imagino os produtores pensando"E agora, quem vai ser o falso Jason? Já sei! vai ser o paramedico, ele fez muita cara de nojo para um paramedico"09 Os coadjuvantes parecem se tornar menos relevantes a cada filme que passa. Tem gente que só aparece pra ser morta, como o cara que aparece pedindo comida em troca de trabalho.

 O final do filme deixa um gancho que como todos sabem não é aproveitado. Mas eu até achei interessante aquela cena com Tommy encarando "Jason" no quarto do hospital, e depois pegando a mascara.

 As mortes não são lá muito criativas, mas a do cara que tem uma tira de couro apertada nos olhos até que foi bem bolada.

 O garoto que viveu Tommy no 1º filme aparece na introdução, ele protagonizaria o filme, que originalmente se passaria apenas alguns meses depois do anterior, mas largou a produção para atuar em OS GOONIES(Cá entre nós, foi uma boa troca).

 Como todos já devem saber, gostaria de saber a opinião do pessoal aqui sobre o filme.

Valeu16

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu raramente assisto esse filme, pulo da parte 4 direto pra 6ª. Não gosto dele, mas ainda assim prefiro ele ao Jason X e ao Jason Vai para o Inferno.

 

O paramédico deveria se vingar só dos jovens do sanatório, mas ele mata meio mundo. 06

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 É interessante notar que nos cinco primeiros filmes da serie, com excesão da parte 2, sempre tem um cadaver sendo jogado pela janela, bem onde esta a mocinha do filme. Virou uma especie de assinatura.06. Pra mim esse recurso só foi impactante mesmo na parte 1, depois perdeu a graça.

 Outra curiosidade, é que no final das contas não foi Jason que iniciou a tradição de perseguir as vitimas andando, e sim o seu imitador, pois nos outros filmes da serie, Jason ainda corria.

Valeu16

Share this post


Link to post
Share on other sites
Ok' date=' minto, a peituda que morre com uma tesourada nos olhinhos é bem chupável...

 

06
[/quote']

 

Sem dúvida, quiçá os melhores peitos da série. 06

 

curiosidade: os diretores da franquia (qq um deles) teriam uma filmografia de fato ou uma extensa ficha criminal?17

 

O Steve Miner, diretor das partes 2 e 3, ainda dirigiu Pânico no Lago e Halloween H20, entre outras pérolas. 06
Angelo Voorhees2008-12-23 12:53:13

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

curiosidade: os diretores da franquia (qq um deles) teriam uma filmografia de fato ou uma extensa ficha criminal?17

 

O Steve Miner' date=' diretor das partes 2 e 3, ainda dirigiu Pânico no Lago e Halloween H20, entre outras pérolas. 06
[/quote']

 

bota pérolas.. " A Casa do Espanto", " Warlock - o demonio", " Eternamente Jovem" e " Inimigos para Sempre" 0706

 

house1.jpg warlock.jpg81422.jpg146864.jpg

 

 

CURIOSIDADES :

# Antes de estrear como diretor, Steve Miner trabalhou como assistente de produção com outros diretores, como Wes Craven e Sean Cunningham ;

# Em “Sexta-Feira 13 – Parte 2”, Steve Miner faz uma pequena ponta, no papel do motorista do caminhão- guincho, que aparece no início ;

# No filme “A Casa do Espanto”, o garoto que faz o papel de Robert é filho de Steve Miner na vida real ;

# Steve Miner diz ser um grande fã da atriz Jamie Lee Curtis, com quem trabalhou em “Halloween H20” ;

# Atualmente, Steve Miner tem dirigido vários episódios de séries de TV, como “Dawson’s Creek” e “Smallville”
Jorge Soto2008-12-23 13:17:16

Share this post


Link to post
Share on other sites

entao suponho q vcs fas devem ter este livro em sua cabeceira..

 

 

 

 

CRYSTAL LAKE MEMORIES

por Filipe Falcão

1.jpg

“Eu não fazia a menor idéia de que seria um sucesso tão grande”. Tal frase já virou um clichê quando dita por qualquer pessoa que tenha trabalhado no primeiro filme da franquia Sexta-feira 13 (Friday The 13th, 1980). Do diretor Sean S. Cunningham, incluindo atores, técnicos, produtores, faxineiros e até a moça responsável por preparar o cafezinho da equipe. Todos foram pegos de surpresa e até hoje, quase 30 anos depois, a história é recontada através dos documentários, entrevistas e matérias referentes ao filme. Quer ir além destas informações? Basta comprar o livro Crystal Lake Memories: The Complete History of Friday the 13th, da editora Titan Books. Trata-se de um presentão para os fãs de Jason e de suas vítimas.

Escrito e organizado pelo norte-americano Peter M. Bracke, Crystal Lake Memories foi lançado em 2005 em comemoração aos 25 anos da estréia do filme original. É interessante observar que a obra não é apenas uma série dos resumos dos capítulos da série. A publicação vai muito mais além e traça uma profunda análise sobre a franquia.

Na verdade, este não é o primeiro livro sobre o assassino Jason mas é, com certeza, o melhor. Ler os relatos dos entrevistados é como estar diante de um longo documentário sobre a serie. O lançamento foi celebrado como um reconhecimento da indústria cinematográfica não apenas à série Sexta-feira 13, mas a todo o gênero suspense – horror que teve início na década de 1980 e que teve no assassino do Lago Cristal um dos seus maiores representantes. Com Crystal Lake Memories, os fãs de tais filmes devem sentir um certo orgulho ao verem um bom livro sobre o Jason ao lado de publicações que falam de 007, Star Wars, Indiana Jones ou
Glauber Rocha.

Além dos relatos, o livro também é ilustrado por cerca de 600 fotos que incluem imagens dos bastidores, promocionais e storyboards. A má notícia é que a publicação foi lançada apenas nos Estados Unidos, Canadá e alguns países da Europa e que é bastante cara: 50 dólares ou 35 libras. Isso sem contar a taxa de frete para um livro com capa dura, 320 páginas e que também é muito pesado. Além disso, a publicação está apenas em inglês.

O interessante de ler Crystal Lake Memories é que, de acordo com o próprio autor Peter M. Bracke, trata-se de uma publicação lançada para fechar um ciclo. Na apresentação do livro, ele fala que a série Sexta-feira 13 “se recusa a morrer. A franquia passou de sucesso surpresa para fenômeno cult, sobreviveu a quase uma década de hibernação e então ressurgiu como sucesso cinematográfico para um público que agora inclui várias gerações”. É interessante observar o comentário de Blacke principalmente agora que estamos diante de um novo filme da franquia que tem como objetivo representar uma reinvenção da própria série. Será que vamos ter, pelos próximos 25 anos, mais nove filmes com Jason? Esperamos que sim.

2.jpg
3.jpg
4.jpg
5.jpg


O lançamento de Crystal Lake Memories: The Complete History of Friday the 13th foi uma festa para os fãs. O autor, acompanhado de alguns atores, praticamente fizeram uma turnê pelos Estados Unidos. Nestas ocasiões, as pessoas conseguiram comprar publicações autografadas. O Boca do Inferno teve acesso ao livro e selecionou alguns trechos interessantes para você ter uma idéia do que pode encontrar na publicação.

BETSY PALMER (Sra Voorhess,
Parte 1 e 2): Quando a minha personagem aparece no final do filme, eu comentei com o Sean (diretor), “Sabe, você não está sendo justo com o público. Você não está dando a chance de ninguém adivinhar quem é o assassino. Eles deveriam ter visto essa mulher pelo menos em algum momento durante o filme. Você deveria tê-la colocado naquele café que o Steve Christy visita, ou em na estrada com o carro dela”. Ele respondeu: “Para o inferno com isso. Eles que adivinhem”.

SEAN S. CUNNINGHM (Diretor,
Parte 1): Nós tivemos uma mudança de última hora do ator que iria interpretar Jason. A primeira idéia era que o meu filho Noel, que na época tinha 11 anos, seria o escolhido. Ele achou que seria divertido, mas quando a mãe dele soube que isso incluiria perder algumas aulas, além do fato da cena ser gravada em uma lago que tinha a água gelada... Então chamamos o Ari Lehman.

AMY STELL (Ginny Field,
Parte 2): Sabe, às vezes eu olho para trás e me arrependo de algumas decisões. Eles realmente queriam que eu voltasse para a Parte 3. Eles ainda não tinham nenhum roteiro, mas havia um interesse em um retorno da minha personagem. Então o meu agente acompanhou as negociações e eu não lembro se o problema foi referente ao salário ou com o roteiro e eu acabei não participando. Eu acho que queria fazer projetos diferentes. Quando você é jovem, você acredita que vai ser chamada para uma grande produção ou que Spielberg vai bater na sua porta. Agora eu olho para trás e digo: “Eu devia ter participado da Parte 3.

RICHARD BROOKER (Jason,
Parte 3): O Steve Miner (diretor) me falou: 'Não me pergunte qual é a sua motivação. Apenas mate-a.'

JOAN FREEMAN (Sra Jarvis,
Parte 4): Eu tive uma ótima carreira cinematográfica, mas à medida que a idade chega, as propostas vão diminuindo. Eu nunca havia assistido aos filmes anteriores da série, mas achei que a personagem – e Kimberly Beck e Corey Feldman como meus filhos – seria interessante.

JOSEPH ZITO (Diretor,
Parte 4): Eu realmente queria que o Corey Feldman ficasse careca para o final do filme. Mas os pais deles foram contra, pois a temporada de séries e programas de televisão estava começando e ficaria bastante difícil para ele conseguir algum papel estando careca. Eu cheguei a propor ao Corey de raspar o meu cabelo caso ele raspasse o dele. Corey achou que seria legal, mas os pais foram contra até o final.

8.jpg
7.jpg


COREY FELDMAN (Tommy Jarvis, Parte 4 e 5): SOBRE A PARTE 5 – Estávamos durante o verão e a produção não tinha uma máquina de fazer chuva. Então eles utilizaram um pequeno sprinter para me molhar. Além disso, eu não gravei a cena com Jason. Eu estava no meio do mato, morrendo de frio, fazendo “Ahhhhhh” e o diretor falando “Agora você está vendo Jason. Agora ele está chegando perto de você. Agora ele vai te matar”. Não é a melhor lembrança que tenho da minha carreira, mas foi rápido e divertido.

FRANK MANCUSO JR (Produtor executivo,
Parte 1 - 8): O investimento desses filmes era pago na primeira semana em exibição. E não custava muito avançar da Parte 5 para a Parte 6. Nós não tínhamos personagens que retornavam, nem efeitos especiais caríssimos. Na verdade não tínhamos nada que fosse extraordinário já que a idéia central dos filmes era bastante simples. Eu me lembro de várias ocasiões após o lançamento de algum Sexta-feira 13, que acontecia em uma sexta-feira, e na segunda-feira seguinte eu já recebia uma ligação da Paramount falando para eu preparar um seguinte.

THOM MATHEWS (Tommy Jarvis,
Parte 6): Antes de Jason Vive, eu não havia assistido a nenhum dos filmes anteriores, com exceção do original. Então eu aluguei a Parte 5 e percebi que havia cometido um grande erro em concordar em trabalhar na Parte 6. Eu achei o 5 praticamente um filme pornô. Mas eu gostei tanto do roteiro do 6 e do Tom (diretor), que eu precisei me convencer de que iria fazer um bom filme.

TOM MCLOUGHLIM (Diretor,
Parte 6): Aquele seria o sexto filme da série e então eu pensei que o Jason havia se tornado o James Bond do cinema de horror. Por isso bolei aquela seqüência de abertura.

SUSAN BLUR (Sra Amanda Shepard,
Parte 7): O meu último dia de filmagem foi quando minha personagem morreu e Sexta-feira 13 foi minha última experiência como atriz, pois passei a atuar como dubladora de vozes. Então penso hoje que foi uma ótima forma de me despedir do cinema sendo morta por Jason.

LAR PARK LINCOLN (Tina Shepard,
Parte 7): Eu escrevi um roteiro para a Parte 8. A trama mostrava Tina crescida trabalhando como parapsicóloga e ajudando garotos que passaram por problemas semelhantes ao dela e sobreviveram. E claro, Jason voltaria. Seria muito legal, mas os produtores disseram que não estavam interessados e que pretendiam levar a trama para explorar outras situações. Nós tínhamos grandes esperanças de Tina regressar na trama, mas não aconteceu.

KANE HODDER (Jason,
Partes 7, 8, 9 e 10): Na Parte 7, estávamos gravando no meio do mato ou em um estúdio, então não tínhamos nenhuma interação com fãs. Já na Parte 8, ficamos no coração do Times Square, em Nova Iorque, filmando por volta da meia-noite. Eu me preparava para a cena na qual Jason caminha na rua e quando eu saí do camarim, me deparei com centenas de pessoas gritando e acompanhando todas as cenas. Acho que esses foram os momentos mais excitantes no qual interpretei Jason.

ERIN GREY (Diana Kimble,
Parte 9): Existe algo em participar de um filme de horror que faz com que surja um lado infantil em todos nós. Eu adorava ir almoçar com uma faca cravada nas minhas costas.

6.jpg


ADAM MARCUS (Diretor, Parte 9): Eu tenho muito orgulho do meu Jason. Eu realmente tenho. Nós fizemos algo diferente. Eu sei que recebemos muitas críticas negativas, mas também recebemos algumas boas resenhas.

TODD FARMER (Roteirista,
Parte 10): É difícil criar maneiras originais de matar pessoas. Eu quero dizer que, o que faltou ser feito em algum filme da série Sexta-feira 13? Nós queríamos colocar algo a mais no nosso, para dar ao público algo que fosse inédito para eles.

RONNY YO (Diretor,
Freddy Vs Jason): O segredo da raiva de Jason é muito simples. Qualquer pessoa, não importa de qual cultura, ficaria muito irritado se alguém mexesse com a sua mãe. Jason age dessa forma “Don´t fuck with my mother!”

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nem tenho esse livro, já lançaram por aqui? Tenho preguiça de ler em inglês. 06

 

ADAM MARCUS (Diretor' date=' Parte 9): Eu tenho muito orgulho do meu Jason. Eu realmente tenho. Nós fizemos algo diferente. Eu sei que recebemos muitas críticas negativas, mas também recebemos algumas boas resenhas. [/quote']

 

Maldito, só você tem orgulho daquele lixo. 06

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu tb tenho orgulho de Sexta 9... Há ali uma tentativa de trazer de volta um senso de dignidade à série, distorcida completamente com filmes como Parte V e a Parte VIII. Não é um filme perfeito como o primeiro filme mas fora a trinca inicial e o sexto filme, é um dos meus queridos...

Share this post


Link to post
Share on other sites
O V é disparado o pior da série inteira' date=' mesmo para os padrões trash do slasher... Nada se salva... Ok, minto, a peituda que morre com uma tesourada nos olhinhos é bem chupável...

 

06
[/quote']

 

mas acredito que a idéia era boa, só foi mal aproveitada....

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ou seja, não adiantou nada... Claro que mandar a série numa outra direção onde Tommy seria o assassino é bastante apetitoso... Mas os caras cagaram legal. Não adiantou a boa intenção...

Share this post


Link to post
Share on other sites

 Concordo que a ideia era excelente BEN WADE. Um Tommy extremamente traumatizado, dependente de remedios e ainda sofrendo com  a sombra de Jason podia ter sido extremamente interessante, dando folego novo a serie quando este fosse colocado frente a possibilidade da ressureição de Jason, quando o impostor iniciasse a matança.

 A ideia era boa, mas como bem disse o DR CALVIN, os produtores e o diretor fizeram cagada e jogaram todo um conceito bastante legal no lixo, entregando um dos piores filmes da franquia.

Valeu16

Share this post


Link to post
Share on other sites
entao suponho q vcs fas devem ter este livro em sua cabeceira..

 

Eu teria se tivessem lançado esse livro no Brasil.040506

 

Essas tiradas aqui foram ótimas:

 

 BETSY PALMER (Sra Voorhess' date=' Parte 1 e 2): Quando a minha personagem aparece no final do filme, eu comentei com o Sean (diretor), “Sabe, você não está sendo justo com o público. Você não está dando a chance de ninguém adivinhar quem é o assassino. Eles deveriam ter visto essa mulher pelo menos em algum momento durante o filme. Você deveria tê-la colocado naquele café que o Steve Christy visita, ou em na estrada com o carro dela”. Ele respondeu: “Para o inferno com isso. Eles que adivinhem”. [/quote']

Sean Knows everything (Parte 1)!!!1606

Eu também sempre achei que a Pamela tinha que ter aparecido, de alguma forma, antes no filme, mas já faz um tempo que vejo que tinha que ser assim mesmo, o assassino simplesmente "brota do chão" no final do filme. Acho isso ótimo.

 

SEAN S. CUNNINGHM (Diretor' date=' Parte 1): Nós tivemos uma mudança de última hora do ator que iria interpretar Jason. A primeira idéia era que o meu filho Noel, que na época tinha 11 anos, seria o escolhido. Ele achou que seria divertido, mas quando a mãe dele soube que isso incluiria perder algumas aulas, além do fato da cena ser gravada em uma lago que tinha a água gelada... Então chamamos o Ari Lehman. [/quote']

Sean Knows Everything (Parte 2) !!!!1606

"Sim, claro, vamos afogar o filho dos outros, o nosso não!"06

 

AMY STELL (Ginny Field' date=' Parte 2): Sabe, às vezes eu olho para trás e me arrependo de algumas decisões. Eles realmente queriam que eu voltasse para a Parte 3. Eles ainda não tinham nenhum roteiro, mas havia um interesse em um retorno da minha personagem. Então o meu agente acompanhou as negociações e eu não lembro se o problema foi referente ao salário ou com o roteiro e eu acabei não participando. Eu acho que queria fazer projetos diferentes. Quando você é jovem, você acredita que vai ser chamada para uma grande produção ou que Spielberg vai bater na sua porta. Agora eu olho para trás e digo: “Eu devia ter participado da Parte 3. [/quote']

Também acho isso...

FRANK MANCUSO JR (Produtor executivo' date=' Parte 1 - 8): O investimento desses filmes era pago na primeira semana em exibição. E não custava muito avançar da Parte 5 para a Parte 6. Nós não tínhamos personagens que retornavam, nem efeitos especiais caríssimos. Na verdade não tínhamos nada que fosse extraordinário já que a idéia central dos filmes era bastante simples. Eu me lembro de várias ocasiões após o lançamento de algum Sexta-feira 13, que acontecia em uma sexta-feira, e na segunda-feira seguinte eu já recebia uma ligação da Paramount falando para eu preparar um seguinte.[/quote']

Hoje as coisa são bem mais rápidas. O próximo filme já é anunciado antes mesmo do novo filme ser lançado... Aliás, é anunciado antes mesmo do novo filme ser sequer rodado.

 

TOM MCLOUGHLIM (Diretor' date=' Parte 6): Aquele seria o sexto filme da série e então eu pensei que o Jason havia se tornado o James Bond do cinema de horror. Por isso bolei aquela seqüência de abertura. [/quote']

Jason Bond!16160606

SUSAN BLUR (Sra Amanda Shepard' date=' Parte 7): O meu último dia de filmagem foi quando minha personagem morreu e Sexta-feira 13 foi minha última experiência como atriz, pois passei a atuar como dubladora de vozes. Então penso hoje que foi uma ótima forma de me despedir do cinema sendo morta por Jason. [/quote']

Putz! O Jason literalmente a matou. "Cinematograficamente falando".06

LAR PARK LINCOLN (Tina Shepard' date=' Parte 7): Eu escrevi um roteiro para a Parte 8. A trama mostrava Tina crescida trabalhando como parapsicóloga e ajudando garotos que passaram por problemas semelhantes ao dela e sobreviveram. E claro, Jason voltaria. Seria muito legal, mas os produtores disseram que não estavam interessados e que pretendiam levar a trama para explorar outras situações. Nós tínhamos grandes esperanças de Tina regressar na trama, mas não aconteceu. [/quote']

Os produtores tiraram a Tina mas colocaram uma clone dela na Parte 8. Tirando o fato dela não ter super poderes, mas de resto é igual. Aliás, os 4 personagens principais (sem contar o Jason) da Parte 8 são bem similares aos da Parte 7. Reciclaram os personagens ali.

ADAM MARCUS (Diretor' date=' Parte 9): Eu tenho muito orgulho do meu Jason. Eu realmente tenho. Nós fizemos algo diferente. Eu sei que recebemos muitas críticas negativas, mas também recebemos algumas boas resenhas. [/quote']

Que bom que pelo menos ele gostou do filme que fez. yesssIsso me alivia de alguma forma, sei lá...

 

RONNY YO (Diretor' date=' Freddy Vs Jason): O segredo da raiva de Jason é muito simples. Qualquer pessoa, não importa de qual cultura, ficaria muito irritado se alguém mexesse com a sua mãe. Jason age dessa forma “Don´t fuck with my mother!”. [/quote']

 

O Rony Yo que deveria estar dirigindo o novo filme do Jason... Já que contrataram os mesmos roteiristas do Freddy vs Jason, deveriam ter contratado também o mesmo diretor.
Jailcante2008-12-23 20:38:50

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em “Sexta-Feira 13 – Parte 2”' date=' Steve Miner faz uma pequena ponta, no papel do motorista do caminhão- guincho, que aparece no início

 

Descobri isso só esses dias quando fui rever o filme. 06
[/quote']

 

E ele é o jornalista que dá as notícias pela TV na Parte 3.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 Indo em frente com os debates sobre a franquia de Jason. O proximo é SEXTA FEIRA 13 PARTE 6: JASON VIVE!(FRIDAY THE 13th PART VI: JASON LIVES).


sexta-feira-13-parte6-poster01.jpg

 

 Não dá pra dizer exatamente quanto tempo se passou do fraquissimo filme anterior para esse, mas a ponta que havia sido deixada, que apontava Tommy dando continuidade ao legado de Jason foi descartada, e os produtores decidiram trazer o verdadeiro Jason de volta, como bem sugere o subtitulo.

 A trama começa com Tommy tendo a ideia idiota de ir a ao cemiterio se certificar de uma vez por todas que o homem que matou a sua mãe esta realmente morto.

 Junto com um amigo, ele desenterra Jason, com o intuito de queimar o corpo, mas em um surto de odio, crava um pedaço de metal no cadaver, o pedaço de metal é atingido por um raio, que conduz a eletricidade ao corpo do assassino, trazendo de volta a vida. Tommy agora tem que impedir que Jason provoque uma nova matança em Forest Green(Assim se chama agora Cristal Lake, rebatizada na tentativa de esquecer os atos passados de Jason).

 A serie enfim para de cair, esse filme é muito melhor que seus dois antecessores, mas não supera a trilogia original. Enfim Jason é oque conhecemos hoje, um morto vivo indestrutivel, que persegue suas vitimas andando e tudo mais.

 A serie é levada para um lado mais sarcastico, oque já fica claro na otima abertura que faz homenagem direta aos filmes de James Bond.

 Tommy agora é vivido por outro ator, sendo um personagem bem diferente do que o visto no filme anterior. Apesar de ter seus traumas com Jason, pode perfeitamente ser considerado uma pessoa sã, ou quase, considerando a cena de abertura.06

 A abordagem de Jason tambem tomou um outro rumo, não só pelo fato de decididamente ele não ser mais humano, mas porque não ha mais nenhum esforço de esconder o assassino, mostrando-o apenas como necessario, Jason aparece andando sozinho, ou espreitando uma vitima pela janela.

 Tem até um toque de auto paródia, quando um casal, perdidos com seu carro na floresta dão de cara com Jason, e ela fala pra ele" Já ví muito filme de terror, e encontrar um sujeito mascarado no meio do nada nunca é bom sinal"06 P-ior é que eles tentam espanta-lo simulando um atropelamento, mas ele fica imovel, oque mostra uma evolução do assassino, pois a estrategia funcionou na parte 306

 Algumas gags visuais ta,bem são utilizadas, como quando Jason joga um jogador de Paintball numa arvore, e o sangue do cara forma um smile.

 

 Trazer a ação de volta a um acampamento(oq não era feito desde a parte 2) foi uma escolha acertada, e diferente do q foi visto noso utros filmes da serie, em q as coisas ainda estavam sendo preparadas, o acampamento Forest Green(Antigo Cristal Lake) Já esta em pleno funcionamento. Ver a reação de Jason as crianças, principalmente aquela garotinha foi uma boa sacada, Jason ainda é de algum a forma, seletivo. Os comentarios dos dois garotos deixam mais do q claros que nesse filme, a serie ganhou uma suavizada.

 Pra finalizar, até tenta se dar alguma personalidade a personagens como o xerife por exemplo, embora se esqueça do casal protagonista.

 Se a franquia tivesse acabado aqui,não poderia se dizer que acabou de forma indigna, pois este filme é de fato diversão garantida.

Valeu16

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu acho que a parte VI é a quel leva Jason definitivamente a um novo patamar. Ele passa a ser de fato um morto vivo e a série ganha ares de sobrenatural que eu gosto.

A sequência inicial é realmente uma das melhores da série e a resolução final também é boa, principalmente por aceitar o lance do "morto-vivo" e não tentar inventar uma forma de matá-lo e sim de detê-lo.

 

Um dos meus favoritos, talvez o que eu tenha visto mais vezes.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Eu acho que a parte VI é a quel leva Jason definitivamente a um novo patamar. Ele passa a ser de fato um morto vivo e a série ganha ares de sobrenatural que eu gosto.
A sequência inicial é realmente uma das melhores da série e a resolução final também é boa' date=' principalmente por aceitar o lance do "morto-vivo" e não tentar inventar uma forma de matá-lo e sim de detê-lo.

Um dos meus favoritos, talvez o que eu tenha visto mais vezes.
[/quote']

 

sim...definitivamente transformaram ele em piada...

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Eu acho que a parte VI é a quel leva Jason definitivamente a um novo patamar. Ele passa a ser de fato um morto vivo e a série ganha ares de sobrenatural que eu gosto.

A sequência inicial é realmente uma das melhores da série e a resolução final também é boa' date=' principalmente por aceitar o lance do "morto-vivo" e não tentar inventar uma forma de matá-lo e sim de detê-lo.

 

Um dos meus favoritos, talvez o que eu tenha visto mais vezes.

[/quote']

 

sim...definitivamente transformaram ele em piada...

 

Não confunda03

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×