Jump to content
Forum Cinema em Cena
Tensor

Melhores Filmes da Década - 90 #2 - PRONTA!

Recommended Posts

 

É que esse [seu comentário] é o turning point para discussões que já deram o que tinha que dar' date=' como "cinema pipoca < arte" ou "não vejo filmes pra me divertir"...

E essa não é bem a questão, ainda mais porque não estou julgando as listas, mas o consenso (do qual também faço parte, diga-se)...
[/quote']

 

WTF? Eu juro que a discussão da diversão não passou nem perto de minha cabeça, mesmo porque vários dos filmes da lista, apesar de americanos, não se enquadrariam apenas no fator diversão da coisa. Acho que agora você está deixando claro o motivo de seu post inicial, crem...ooops, vicking.

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
O melhor - e mais surpreendente - momento foi a medalha de prata do Malick. Muito legal mesmo. No geral, essa lista ficou bacana. É tudo o que eu espero de uma brincadeira dessas: filmes que eu adoro e filmes que considero superestimados tanto no geral quanto numa seleção de vinte melhores. Particularmente, acho que algumas ausências doem, mas tranquilo. Normal para um evento que envolveu 25 pessoas e diferentes gostos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Comentários inúteis:

 

01. Pulp Fiction - Tempo de Violência (Quentin Tarantino, 1994) Merece o top 1

02. Além da Linha Vermelha (Terrence Malick, 1998) Detesto, acho uma bosta

03. Os Bons Companheiros (Martin Scorsese, 1990) Melhor Scorsese, top 3  é justo.

04. Os Imperdoáveis (Clint Eastwood, 1992) Não vi

05. O Silêncio dos Inocentes (Jonathan Demme, 1991) Legalzinho e só.

06. Cães de Aluguel (Quentin Tarantino, 1992) Fodão, lugar justo.

07. Se7en - Os Sete Crimes Capitais (David Fincher, 1995) Não vi.

08. De Olhos Bem Fechados (Stanley Kubrick, 1999) O melhor de todos.

09. O Sexto Sentido (M. Night Shyamalan, 1999) Bom.

10. Magnólia (Paul Thomas Anderson, 1999) O segundo melhor.

11. O Rei Leão (Roger Allers e Rob Minkoff, 1994) Não vi e não quero ver.

12. Fargo (Irmãos Coen, 1996) Top 90s' sem Coens não vale nada.

13. As Pontes de Madison (Clint Eastwood, 1995) Não vi

14. Barton Fink - Delírios de Hollywood (Irmãos Coen, 1991) Não vi

15. Short Cuts (Robert Altman, 1993) Preciso rever.

16. Clube da Luta (David Fincher, 1999) Muito, muito foda.

17. O Grande Lebowski (Irmãos Coen, 1998) Só a trilha já vale o lugar..

18. O Pagamento Final (Brian de Palma, 1993) Não vi

19. O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final (James Cameron) Perfeito.

20. Jurassic Park - O Parque dos Dinossauros (Steven Spielberg, 1993) Divertido.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Só agora eu vejo a lista. E é bem o que o Carioca/Gago falou, é normal ter algumas coisas que não agradam a você (no meu caso, as principais são o não aparecimento de Tropas Estelares e Os Bons Companheiros em 3º - acho apenas bom, talvez nem merecedor de um top 20), mas o top está bem representativo.

 

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Curioso não acho. É absolutamente normal e previsível uma lista com filmes americanos principalmente por causa da acessibilidade, marketing e do domínio deles em nossa cultura. Vale dizer que esse mundo de informações e possibilidades que se abriu com o advento da internet (tanto para baixar coisas quanto para conhecer coisas) só veio a se concretizar há pouquíssimo tempo atrás. Para mim, talvez digno de nota.
[/quote']

 

E é isso que eu acho uma pena...

 

E oh, que surpresa. O PT me acha igual o Cremildo.sleeping

Share this post


Link to post
Share on other sites
Sério' date=' quem se importa com o país de origem de um filme? Triste pra mim é dividir filmes por nacionalidade.


[/quote']

 

 

eu não vi essa postura em nenhum post dele. o comentário foi que - mesmo levando em consideração o poderio e a qualidade da produção de hollywood - é curioso que todos os 20 filmes tenham sido americanos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Hã?  Ele disse que achava triste a lista só ter filmes americanos. Foi bem claro aliás...


 

 

e por isso ele está colocando filmes em gavetas? ele deixou claro que não tem nada contra o cinema americano. tb não tenho, mas acho teria sido muito bacana um almodóvar ter entrado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

 

e por isso ele está colocando filmes em gavetas? ele deixou claro que não tem nada contra o cinema americano. tb não tenho' date=' mas acho teria sido muito bacana um almodóvar ter entrado.
[/quote']

 

Mas tu queria o Almodovar na lista porque tu acha que ele é um bom diretor, e não porque ele é espanhol. Por isso que eu digo que a nacionalidade é irrelevante e qualquer comentário nesse sentido é bobagem.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

e por isso ele está colocando filmes em gavetas? ele deixou claro que não tem nada contra o cinema americano. tb não tenho' date=' mas acho teria sido muito bacana um almodóvar ter entrado.
[/quote']

Mas tu queria o Almodovar na lista porque tu acha que ele é um bom diretor, e não porque ele é espanhol. Por isso que eu digo que a nacionalidade é irrelevante e qualquer comentário nesse sentido é bobagem.

 

 

claro que gostaria gostaria por ambos os motivos: por ele ser bom e por ser espanhol (não-americano, já que essa é a questão). não é justamente isso que estamos discutindo? e acho tudo isso bem pertinente, sim.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

claro que gostaria gostaria por ambos os motivos: por ele ser bom e por ser espanhol (não-americano' date=' já que essa é a questão). não é justamente isso que estamos discutindo? e acho tudo isso bem pertinente, sim.
[/quote']

 

Como o fator isolado nacionalidade pode ser termômetro para medir o reconhecimento que um filme merece?

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

claro que gostaria gostaria por ambos os motivos: por ele ser bom e por ser espanhol (não-americano' date=' já que essa é a questão). não é justamente isso que estamos discutindo? e acho tudo isso bem pertinente, sim.
[/quote']

Como o fator isolado nacionalidade pode ser termômetro para medir o reconhecimento que um filme merece?

 

 

não é, mas na impossibilidade de algo que nós possamos chamar de justiça, essas listas servem mais como panorama das nossas preferências. eu não acho merecido que filme europeu "x" ou flme asiático "y" entre na lista, mas sim interessante sob essa perspectiva.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

 

claro que gostaria gostaria por ambos os motivos: por ele ser bom e por ser espanhol (não-americano' date=' já que essa é a questão). não é justamente isso que estamos discutindo? e acho tudo isso bem pertinente, sim.
[/quote']Como o fator isolado nacionalidade pode ser termômetro para medir o reconhecimento que um filme merece?

 

 

 

 

 

não é, mas na impossibilidade de algo que nós possamos chamar de justiça, essas listas servem mais como panorama das nossas preferências. eu não acho merecido que filme europeu "x" ou flme asiático "y" entre na lista, mas sim interessante sob essa perspectiva.

 

 

 

Não foi no sentido de 'interessante', de mera curiosidade. Ele usou a palavra "triste":

 

 

 

"só é meio triste que o consenso do fórum sempre seja dentro dos EUA."

 

 

 

Ele tá se referindo aí ao lance do acesso mesmo, e o que é "triste" é que hajam tantos bons filmes fora dos Estados Unidos que infelizmente sejam tão pouco conhecidos (assim como dentro dos próprios EUA). O problema começou quando ele reagiu defensivamente a um post do Sapo que, ao contrário do que ele interpretou, ia exatamente nesse caminho (de que é normal a frequência dos americanos nesse tipo de lista em oposição ao resto). Já a resposta ao post do Bat foi bobagem, porque também não tinha me passado pela cabeça arte x diversão (como se todo cinema feito nos eua fosse etc)

 

 

 

Ninguém - até esse ponto - colocou o cinema de um país contra o outro porque todos sabemos de cor e salteado que esse tipo de segmentação é irrelevante. Foi pra esse lado depois de falarmos (senão me engano foi o Tensor que disse primeiro) que o americano era o maior de todos, mas ficou claro que foi só pra ver se alguém aparecia pra dizer "não, é o francês/italiano/búlgaro" né? Infelizmente não parece haver uma só alma que discorde, o que não deixa de ser bom também. [tentativa #2] den.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

 

claro que gostaria gostaria por ambos os motivos: por ele ser bom e por ser espanhol (não-americano' date=' já que essa é a questão). não é justamente isso que estamos discutindo? e acho tudo isso bem pertinente, sim.
[/quote']

 

Isso não tem o menor sentido pra mim.

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

O meu ponto era que o consenso daqui é similar (e não igual) ao Oscar, ou ao da maioria das premiações que estamos aciostumados a reclamar, no sentido de que filmes menores e estrangeiros tiveram esse fator extra (ao meu ver, o acesso) pra ficar de fora.

 

Já a minha reação a posts pode ter sido destorcida, mas enfim, segue o enterro... Não sou o único por aqui que já fez isso.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

foi mal aí gente, a lista corrigida (que eu roubei do blog do marcelo den.gif)

 

01. Pulp Fiction – Tempo de Violência (Quentin Tarantino, 1994)
02. Além da Linha Vermelha (Terrence Malick, 1998)
03. Os Bons Companheiros (Martin Scorsese, 1990)
04. Os Imperdoáveis (Clint Eastwood, 1992)
05. O Silêncio dos Inocentes (Jonathan Demme, 1991)
06. Cães de Aluguel (Quentin Tarantino, 1992)
07. Se7en – Os Sete Crimes Capitais (David Fincher, 1995)
08. De Olhos Bem Fechados (Stanley Kubrick, 1999)
09. O Sexto Sentido (M. Night Shyamalan, 1999)
10. Magnólia (Paul Thomas Anderson, 1999)
11. O Rei Leão (Roger Allers e Rob Minkoff, 1994)
12. Fargo (Irmãos Coen, 1996)
13. As Pontes de Madison (Clint Eastwood, 1995)
14. Barton Fink – Delírios de Hollywood (Irmãos Coen, 1991)
15. Matrix (Irmãos Wachowski, 1999)
16. Short Cuts – Cenas da Vida (Robert Altman, 1993)
17. Clube da Luta (David Fincher, 1999)
18. O Grande Lebowski (Irmãos Coen, 1998)
19. O Pagamento Final (Brian de Palma, 1993)
20. O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final (James Cameron, 1991)

 

 

e uma fotinho pra ele, merece, merece...

 

seu_madruga_matrix-3158.jpg

 

 

 

 

ou seja, cremildão, duas décadas sem spielberg. den.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

foi mal aí gente' date=' a lista corrigida (que eu roubei do blog do marcelo den.gif)

 

01. Pulp Fiction – Tempo de Violência (Quentin Tarantino, 1994)

02. Além da Linha Vermelha (Terrence Malick, 1998)

03. Os Bons Companheiros (Martin Scorsese, 1990)

04. Os Imperdoáveis (Clint Eastwood, 1992)

05. O Silêncio dos Inocentes (Jonathan Demme, 1991)

06. Cães de Aluguel (Quentin Tarantino, 1992)

07. Se7en – Os Sete Crimes Capitais (David Fincher, 1995)

08. De Olhos Bem Fechados (Stanley Kubrick, 1999)

09. O Sexto Sentido (M. Night Shyamalan, 1999)

10. Magnólia (Paul Thomas Anderson, 1999)

11. O Rei Leão (Roger Allers e Rob Minkoff, 1994)

12. Fargo (Irmãos Coen, 1996)

13. As Pontes de Madison (Clint Eastwood, 1995)

14. Barton Fink – Delírios de Hollywood (Irmãos Coen, 1991)

15. Matrix (Irmãos Wachowski, 1999)

16. Short Cuts – Cenas da Vida (Robert Altman, 1993)

17. Clube da Luta (David Fincher, 1999)

18. O Grande Lebowski (Irmãos Coen, 1998)

19. O Pagamento Final (Brian de Palma, 1993)

20. O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final (James Cameron, 1991)

 

 

e uma fotinho pra ele, merece, merece...

 

seu_madruga_matrix-3158.jpg

 

 

 

 

ou seja, cremildão, duas décadas sem spielberg. den.gif
[/quote']

 

06 Genial. Era só escrever uma linha de texto.

 

Bom, já que fizeste a propagande, eu postei lá no blog, com alguns comentários, que posso transferir pra cá tb.

 

"Desta vez, foram 24 os votantes. Houve algumas reclamações sobre a

presença de O Rei Leão (meu filme preferido da década em questão).

Interessante porque, a meu ver, O Rei Leão e Matrix foram as únicas

exceções à característica mais marcante da lista: o apego a diretores.

Apenas esses dois entraram na lista sem contar com o “selo de qualidade

diretor X”. Se poderia até colocar Jonathan Demme como outra exceção a

essa regra, posto que passa longe de ser adorado – pelo menos no que se

refere ao público votante – mas ainda assim é conhecido e respeitado,

de forma geral. Do lado positivo, é excelente ver Além da Linha

Vermelha na segunda colocação."

Share this post


Link to post
Share on other sites

eu até ia responder o segundo quote do Vicking a minha pessoa, mas ele resolveu interpretar o que eu digo e não apenas ler o que eu digo, e explicar isso, me dá sono.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
mas ele resolveu interpretar o que eu digo e não apenas ler o que eu digo' date=' e explicar isso, me dá sono. [/quote']

 

Até que nisto somos bem parecidos... Mas admite, por mais que seja saudável para o fórum haver discussões, tem hora que simplesmente não vale a pena.

 

E só para deixar registrado a minha prolixidade: no seu caso, bat, eu sei que mesmo que tivessem 20 filmes americanos pipocas na sua lista, não seria um caso de falta de acesso e etc, apenas uma admiração legitima pelos filmes ou diretores.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×