Jump to content
Forum Cinema em Cena
Sign in to follow this  
Perucatorta

Sugira/Avalie/Comente Filmes

Recommended Posts

Minha listinha:

<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

- Carrie

- Aliens

- The Fury

- Gorilas in The Mist

- O Clube dos Cafajestes

- Um Convidado Muito Trapalhão

- Muito Além do Jardim

- Perdas e Danos

- Videodrome

- Possessão (de Andrzej Zulawski com a bela Adjani. Não confundir com o filmeco da Paltrow...)

- A Marca da Pantera

- Do Além

- Prince of Darkness

- Hannah e Suas Irmãs

- Sociedade dos Poetas Mortos

- A Cruz de Ferro (Peckinpah!!!)

- O Último Duelo

- A Lenda (Mia Sara deliciosa como nunca mais se viu na telona...)

- Mortos de Fome

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Z (Costra Gavras)

Ae, o Costinha é muito bom!16

Sim, é um filme político, mas esqueça o tendecionismo do Oliver Stone. É uma história pulsante, o Costa-Gravas é bem dinâmico e ágil. E acho que mesmo se vc não curtir, agüente até o final porque é brilhante.

 

Bat, valeu pelas fotos, era exatamente o que eu queria...0606 Preciso muito ver esse filme...

Share this post


Link to post
Share on other sites

- Gorilas in The Mist

Não é nenhuma revolução cinematográfica, mas é um filme singelo e bonito. Melhor atuação da Weaver. Me deixou bem revoltado com a situação dos gorilas.

 

- Muito Além do Jardim

Hal Ashby seria um diretor totalmente dispensável, não fosse por este aqui. É a ascensão de um idiota (literalmente) diante da imbecilidade geral, com várias cenas antológicas e uma interpretação tour-de-force do Peter Sellers.

 

 

- Hannah e Suas Irmãs

O épico social do Allen, o filme é delicioso e melancólico.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites


- Comentário rápido sobre os filmes já vistos: tendo assistido algum filme da lista (sua ou de algum colega) ou de alguma sugestão' date=' seria legal que postássemos comentários breves sobre os filmes, sempre identificando o usuário que sugeriu/comentou o filme. Isso pode gerar discussões interessantes. Espero que em bom nível, sempre.


Segue a lista de filmes que baixarei. Comentários são bem vindos:

Dawn Of The Dead - Romero
Day of the Dead - Romero
Escape From New York - Carpenter
In The Mouth Of Madness - Carpenter
Stalker - Tarkovsky
They Live - Carpenter
[/quote']

 

Dawn of the Dead - vi apenas 10 minutos e se manter o padrão dos minutos iniciais, o fime é estupendo. Estou com a versão de cinema no HD (127 minutos), mas não acho legenda para esta versão...

 

Day of the Dead - esse é dos bãos. Acho-o inferior a Noite dos Mortos Vivos, mas tem momentos típicos do Romero que são fantásticos.

 

Escape from New York - Bzão dirigido pelo Carpenter e delicioso. Pablito odeia esse filme. Dá pra imaginar porquê...

 

In the Mouth of Madness - Carpenter bastante interessante e curioso. Vi em um DVD porco com imagem e som piores que VHS (sem exagero). Resultado: experiência comprometida.

 

Stalker - um dos filmes mais lindos de sempre, número 2 na minha lista, perde apenas pra 2001. Mas cuidado! Se vc não gostou de 2001, Stalker vai se demonstrar uma verdadeira tour de force... Ou não...

 

They Live - o melhor Carpenter. Genial, subversivo, crítica social, divertido, Bzão, tudo isso e mais um pouco.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Minha listinha:

 

 

 

 

- Carrie: maravilhoso' date=' câmeras subjetivas, clima tenso, maldade no ar e uma atuação diabólica de Sissi Spacek. um dos meus favoritos no gênero.

- The Fury: é o Carrie genérico, foi encomedando dessa forma, tem umas tomadas aqui, outras acolá que já valem a conferida, mas no geral um dos menos bons do mestre.

- Um Convidado Muito Trapalhão: top dez de comédia ever, já tem uma abertura hilariante que te pega de cara, depois, aos poucos, vai juntando elementos e, surtanto totalmente, ao contrário das panteras, pra ficar no exemplo de Blake + Sellers, que são filmes fodas e engraçados, sim, mas não são totalmente wtf, rola um anarquismo nesse aqui, enfim, pra não achar esse engraçado, só tendo problemas sérios de humor. ah, e tem como dar errado um filme com um gaçom alcoolista? não tem como.

- Prince of Darkness: o melhor do carpenter, irônico, subversivo, "du mau".

 

- Sociedade dos Poetas Mortos: eu passaria longe

 

[/quote']

Share this post


Link to post
Share on other sites

- Antonioni

- Godard e o pessoal da nouvelle vague

 

Imaginei que não fossem comentar muito a respeito desses, e como tratam-se provavelmente de meus diretores favoritos (talvez junto com mais alguns poucos), fico com essa parte.

 

Antonioni : se não viu nada, a escolha natural talvez seja Blow-Up. Não que o filme seja necessariamente mais "acessível" que os outros, mas talvez a roupagem "swinging london/mod/drogas/free-love/etc" e o fato de existir uma mini-trama faça dele um filme mais facilmente associável. Depois dele, já dá pra ter idéia do approach do Antonioni e abraçar a obra inteira do cara : a trilogia da incomunicabilidade - L'Avventura, La Notte e L'Eclisse - são obras primas absolutas, the Passenger é maravilhoso, Deserto Rosso é sobrenatural (por muitos considerado o melhor uso de cor em um filme), Il Grido é perfeito. Até as obras menores do cara (os primeiros filmes, e os três últimos) apesar de não serem OPs, têm muito pra se apreciar.

 

Godard : realmente tem que ser citado à parte do "pessoal da nouvelle vague", porque o cara tá muitos passos na frente de todos (mesmo Truffaut e Resnais sendo gênios), inclusive do "movimento" per se. Há que se ter um pouco de tato ao entrar no território dele, corre-se o risco de achar o cinema dele hermético demais - o que ocorreu quando de meus primeiros contatos, por sinal. Não sei se seria necessariamente o melhor filme pra começar, mas o que me fez repensar (ou reconsiderar) os filmes dele que tinha visto uns anos antes desse foi Le Mepris. Ali parei e pensei "OPA, tem coisa aí". E tinha, muita - a começar por esse filme, que de cara achei plasticamente perfeito e que, hoje, vejo que tá MUITO além da história de uma separação. Um dos maiores do mundo.

Pierrot Le Fou é talvez até mais friendly, talvez pelo ritmo - apesar de, abaixo da superfície, ser um filme bastante radical em termos de narrativa, discurso etc. Godard é mais ou menos isso, seus filmes têm sempre uma causa superficial (e muita gente não passa dela) e muito a ser explorado abaixo. É um cara que escancara seu amor pelo cinema em cada frame, mas ao mesmo tempo pega o cinema clássico narrativo que ele tanto adora e subverte todas as suas convenções, quase que pega o manual e faz tudo às avessas. E nesse sentido, com o tempo ele vai subvertendo a própria obra - sendo interessante então acompanhar o trabalho dele mais ou menos cronologicamente.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Stalker - um dos filmes mais lindos de sempre' date=' número 2 na minha lista, perde apenas pra 2001. Mas cuidado! Se vc não gostou de 2001, Stalker vai se demonstrar uma verdadeira tour de force... Ou não...
[/quote']

 

Acho Stalker muitíssimo superior a 2001 (e olha que também gosto desse...) É o filme que Kubrick sempre sonhou fazer (aliás, daria até pra estender isso à obra do Tarkovsky, mas enfim...).

Share this post


Link to post
Share on other sites

Valeu, Schon! E já vi Blow Up sim. E do Godard, só vi Alphaville.

 

Minha listinha:

<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

- Carrie: acho superestimado' date=' mas sou voto vencido por aqui.

- Aliens: OP de ação, empolgante e tenso até o último segundo.

- The Fury: fraquíssimo. Tirando um ou outro momento inspirado do De Palma, é um filme morno.

- Um Convidado Muito Trapalhão: absolutamente hilário, vc não para de rir!

- Hannah e Suas Irmãs: Allen dando uma de Altman. Genial, com uma galeria de personagens estupenda!

[/quote']

 

enfim' date=' minha lista de filmes na mira são:

- Jogos e Trapaças, Robert Altman
- Dinheiro Sujo, Jean Pierre Mellville
- Days Of Heaven, Terrence Malick
- Permanent Vacation, Jim Jarmush
- A Moça Com a Valise - Valerio Zurlini
[/quote']

 

Só vi dessa lista o do Altman. Nem tem muito o que falar, é lindíssimo, com atuações fenomenais do Beatty e da Christie e... Veja logo!

Share this post


Link to post
Share on other sites
enfim' date=' minha lista de filmes na mira são:

- Jogos e Trapaças, Robert Altman

- Days Of Heaven, Terrence Malick

[/quote']

 

Vc que já é iniciado no Malick nem tem o que sugerir. Sem exageros, acho que é a melhor fotografia de todos os tempos... E tem influência ativa na narrativa, claro.

 

 

Jogos e Trapaças é maravilhoso, mas totalmente destoante do estilo do Altman (não é o único, mas isso são outros quinhentos). É um romance com uma dosagem doente de sensibilidade, uma química natural entre Warren Beatty e Julie Christie, embalada por 3 músicas geniais do Leonard Cohen. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Minha listinha:

 

- Carrie: maravilhoso' date=' câmeras subjetivas, clima tenso, maldade no ar e uma atuação diabólica de Sissi Spacek. um dos meus favoritos no gênero.

- The Fury: é o Carrie genérico, foi encomedando dessa forma, tem umas tomadas aqui, outras acolá que já valem a conferida, mas no geral um dos menos bons do mestre.

- Um Convidado Muito Trapalhão: top dez de comédia ever, já tem uma abertura hilariante que te pega de cara, depois, aos poucos, vai juntando elementos e, surtanto totalmente, ao contrário das panteras, pra ficar no exemplo de Blake + Sellers, que são filmes fodas e engraçados, sim, mas não são totalmente wtf, rola um anarquismo nesse aqui, enfim, pra não achar esse engraçado, só tendo problemas sérios de humor. ah, e tem como dar errado um filme com um gaçom alcoolista? não tem como.

- Prince of Darkness: o melhor do carpenter, irônico, subversivo, "du mau".

- Sociedade dos Poetas Mortos: eu passaria longe


 

[/quote']

 

 Pois é... Pra falar a verdade eu também não acho "A Fúria" isso tudo, não. Mas é um filme que me marcou muito. Época que eu comecei a curtir filmes de terror...  Isso sem contar que tem um dos finais mais corajosos que eu já vi!

 (Sinceramente, dúvido que hoje em dia fosse mostrado na TV aberta a tomada original e em câmera lenta do cara indo pelos ares...).

 

PS: Não acredito que ninguém aqui conferiu "A Cruz de Ferro"... 09 Isso é uma heresia!! 06 06 

 

   

Share this post


Link to post
Share on other sites
Godard : realmente tem que ser citado à parte do "pessoal da nouvelle vague"' date=' porque o cara tá muitos passos na frente de todos (mesmo Truffaut e Resnais sendo gênios), inclusive do "movimento" per se[/quote']

 

den.gif Eu já acho o Resnais bem superior ao Godard.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Godard : realmente tem que ser citado à parte do "pessoal da nouvelle vague"' date=' porque o cara tá muitos passos na frente de todos (mesmo Truffaut e Resnais sendo gênios), inclusive do "movimento" per se[/quote']
den.gif Eu já acho o Resnais bem superior ao Godard.

 

Resnais tem dois dos maiores filmes de sempre (Marienbad e Providence), mas Godard é top of mind. 06

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Deadman, tu viu os filmes da tua lista? se sim, tu não sacou o tópico...

-

ah, e valeu aí pelos toques da minha lista. já estou com eles aqui.

bat2010-01-27 13:47:12

Share this post


Link to post
Share on other sites

Alguns filmes que ainda quero ver:

 

- Vivre Sa Vie - Esse vi um pouco no youtube e gostei

 

- Il Deserto Rosso - Parece ser um clássico do cinema Italiano. Tenho o DVD mas só vi um pouco. Não tem trilha musical durante o filme, o diretor parece gostar de trabalhar com som ambiente, não sei se é uma característica que ele gosta de usar em outros filmes.

 

- Persona

- Lunar

 

Dois de Georges Franju:

 

- Judex (1963)

- Nuits rouges

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vivre Sa Vie

 

 

 

Viver a Vida é lindão, Godard se divertindo com todo o potencial não-explorado da câmera. O cinema em si é constantemente citado e reverenciado, o final é coisa feita por fã, e é legal que esse amor do Godard seja tão transparente nos seus filmes. Não acho obra-prima, mas isso porque não vou muito com a cara dele mesmo. 06.gif Mas é muito foda.

 

 

 

Persona

 

 

 

Persona eu coloco ao lado, não abaixo de A Hora do Lobo. É imperdível, e poucas vezes o texto teve tanta força num filme, chegando em alguns momentos a substituir a imagem (a história sobre o filho, o conto erótico). É um dos melhores do mundo.

 

 

 

Judex

 

 

 

É uma HQ legítima, tanto estética quanto narrativamente (e se trata de um remake de um filme da década de 10, o que é mais extraordinário). Ao contrário de Persona, o poder em Judex é todo da imagem. Tem uma meia-dúzia de sequências inesquecíveis.

 

 

 

Nuits Rouges eu vi 10 minutos e larguei, sei lá... Talvez um dia.Forasteiro2010-01-27 14:35:40

Share this post


Link to post
Share on other sites
Deadman' date=' tu viu os filmes da tua lista? se sim, tu não sacou o tópico...
-
ah, e valeu aí pelos toques da minha lista. já estou com eles aqui.
[/quote']

 

 Pra ser sincero, já vi, sim. Mas, a grande maioria há muito, muito tempo atrás... Alguns há mais de 15 anos!! Tô considerando como se eu nunca tivesse visto...06

 Vale assim? think

Share this post


Link to post
Share on other sites
Estão parados na lista do torrent há muito tempo:

O Vôo da Fênix (The Flight of the Phoenix - Robert Aldrich' date=' 1965)
A Embriaguez do Sucesso (Sweet Smell of Success - Alexander Mackendrick, 1957)
O Último Refúgio (High Sierra - Raoul Walsh, 1941)[/quote']

 

O vôo da Fênix - Assisti faz um tempão. É do gênero "sobreviventes de um desastre são forçados a deixar as diferenças de lado para encontrar uma escapatória". Entretém, mas não é nada de mais. Bom elenco.

A embriaguez do sucesso - Esse é sensacional e merecia ser muito mais conhecido, mas o fato da trama girar em torno de dois canalhas que habitam um mundo sórdido deve ter espantado o grande público. Burt Lancaster e Tony Curtis dão show. Clima noir, trilha jazzística e Nova York fotografada à noite.

O último refúgio - Tem alguns momentos piegas e um coadjuvante que é constrangedor de tão caricatural, mas o último ato é ótimo e compensa os defeitos do filme. Vale pelas atuações de Ida Lupino e Humphrey Bogart (foi o papel que o tirou da obscuridade e com o qual começou a moldar sua persona cinematográfica).

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Estão parados na lista do torrent há muito tempo:

 

 

 

Mortalmente Perigosa (Gun Crazy - Joseph H. Lewis' date=' 1950)

 

O Último Refúgio (High Sierra - Raoul Walsh, 1941)

 

[/quote']

 

Mortalmente Perigosa pode até não ser o melhor dos noirs, mas têm uma trama bem elaborada envolvendo a obsessão por armas, utilizando a história de Bonnie & Clyde como pano de fundo. É bem interessante.

 

O rick blaine resumiu bem O Último Refúgio. Vale pelas atuações da Ida Lupino e do Bogart, pelo desenvolvimento da relação entre os dois personagens e pelo último ato que é sensacional. No final das contas, um bom filme.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Stalker - um dos filmes mais lindos de sempre' date=' número 2 na minha lista, perde apenas pra 2001. Mas cuidado! Se vc não gostou de 2001, Stalker vai se demonstrar uma verdadeira tour de force... Ou não...
[/quote']

 

Acho Stalker muitíssimo superior a 2001 (e olha que também gosto desse...) É o filme que Kubrick sempre sonhou fazer (aliás, daria até pra estender isso à obra do Tarkovsky, mas enfim...).

Aproveitando esse comment (vale dizer que Stalker é o meu número 2 também já há um bom tempo) devo dizer que assisti a Mirror e não gostei muito. Difícil apreciar uma obra a qual você tem extrema dificuldade para compreender e não se sente muito motivado a buscar. Tark foi muito fundo nesse, há uma grande confusão surreal, onírica de épocas, períodos, pessoas, enfim, exige uma análise tão profunda, mas tão profunda, que o torna praticamente inacessível.

 

Há também poesias gigantescas as quais soam demasiado complexas, acentuando o tom de intelectualidade mas que, para mim, se perdem no sentido. Nunca fui bom em compreender poesias, mas aqui elas parecem amontoados de palavras que conjuntamente não dizem absolutamente nada (provavelmente a problemática da tradução acentua essa percepção).

 

Sua genialidade, no entanto, está presente em vários pontos. Tomadas espetaculares, diálogos de qualidade inquestionável e a utilização das cores e da história da URSS intercalada com os pensamentos narrativos. Não funcionou, entretanto, para mim.

Dando minha contribuição:

 

Frailty - o filme para mim constrói uma gigantesca cruz que emaranha a perspectiva racional com a irracional, mas inverte nos protagonistas a assimilação padrão (o adulto, com seu conhecimento adquirido tender a ser mais racional e a criança o oposto. Aqui é exatamente o contrário. E é na fé que se encontra toda a discussão).

 

Quem Tem Medo de Virginia Wolf? - é um tratado comportamental que pode ser analisado de diversos ângulos sempre priorizando as relações, ambições e motivações humanas. Extensamente abordado em cursos de psicologia pelo poder de seus diálogos arrebatadores e das discussões propostas, brinda-nos com atuações magnânimas de Liz Taylor e de Burton.

 

One Point Zero - é uma reflexão primordial sobre os efeitos do isolamento e da destruição das relações causadas pelos excessos do mundo informatizado.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Deadman' date=' tu viu os filmes da tua lista? se sim, tu não sacou o tópico...

-

ah, e valeu aí pelos toques da minha lista. já estou com eles aqui.

[/quote']

 

 Pra ser sincero, já vi, sim. Mas, a grande maioria há muito, muito tempo atrás... Alguns há mais de 15 anos!! Tô considerando como se eu nunca tivesse visto...06

 Vale assim? think

 

é que pela forma que tu te referiu a The Fury, achei que fugiu do alvo do tópico.

 

é pra usar listas de filmes/cineastas que NÃO viu, pra ter impressões sobre, depois que assistir algum da sua ou de outra lista, vir aqui e comentar em cima dos comentários que já surgiram, saca? enfim, mas se tu não lembra, acho que tá valendo, de alguma forma. 06

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Valeu Rick, Silvão. Vou pegar A Emgriaguez do Sucesso ("Clima noir, trilha jazzística e Nova York fotografada à noite" chamou minha atenção) e os outros vão pro limbo.

 

 

 

O Espelho foi o único que eu vi do Tarkovsky, Scofa. Acho bem medíocre.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

 

Aguirre com certeza chama a atenção. Aliás o Herzog é assim. Absurdo' date=' abstrato, mas de modo algum etéreo. Ele te leva pra um caminho que vc nunca foi ou vai ir com outro diretor.
 

 
[/quote']

 

Vi esse. Escrevi um textinho lá no filmes vistos (um dos piores que já escrevi, pois preciso digerir melhor pra falar melhor) mas é bem isso que tu falou. É uma idéia genial, que gera um filme que te deixa de queixo caído e, ao mesmo tempo, com um sono da porra.06 De qualquer forma, é meio que obrigatório.

 

 

Perucatorta2010-01-28 19:13:35

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

×