Jump to content
Forum Cinema em Cena
Sign in to follow this  
Marko Ramius

Se Você Fosse Presidente...

Recommended Posts

Se eu fosse, a primeira coisa que faria era trazer o juro para 10%, e explico:

Em média, atualmente, o Brasil possui o chamado risco de 240 pontos. Numa negociação dos títulos do Brasil, um investidor tem que ter um retorno. Pega-se por base um título americano (ex: um C-Bond) que tem um rendimento aproximado de 6%.

Como funciona: (Vou explicar rápido pra quem não conhece o esquema): O Brasil tendo 240 pontos de risco exerce uma taxa de retorno de 2,4%, a esta taxa deve-se acrescentar o rendimento dos títulos americanos (de nome esquisito que não me lembro, se alguém quiser pesquisar, blz) que é de 6%. Logo o brasil deve oferecer juros de 8,4% em seus títulos. Entretanto, seria arriscado alguém investir mesmo tendo um retorno de 8,4%, devido a corrupção. Então traria gradativamente (mais rápido do que acontece hoje) para 10%.

Com estes juros, o consumo aumentaria, e possivelmente a inflação também (moramos no Brasil, e isso é soda), mas nada que afetasse o poder de compra real do brasileiro, pois com a economia aquecida, os empregos aumentariam, e consequentemente a renda.

Parece fácil, não sei se é realmente, mas ninguém faz isso pq são uma tropa de "politiqueiros", que vivem na politicagem, ao invés de ajudar o povo que os coloca no poder.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não, eu acho que não é crime não. Eu me lembro que o Kirchner, logo que assumiu a presidência da Argentina, disse que não ia pagar porque existiam outros problemas no país que eram primordiais. Bom, acho que a Argentina paga a dívida mas foi só falar em calote que logo o FMI e cia ficaram calminhos.

Eu sou contra por um motivo: é uma dívida "impagável". Não tem condição, pagamos 15 bilhões ano passado e... de juros!

Bom, mas isso é um outro assunto. Eu, como presidente, não pagaria (eu tentaria um acordo que fosse maravilhoso para o país).

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se eu fosse' date=' a primeira coisa que faria era trazer o juro para 10%, e explico:

Em média, atualmente, o Brasil possui o chamado risco de 240 pontos. Numa negociação dos títulos do Brasil, um investidor tem que ter um retorno. Pega-se por base um título americano (ex: um C-Bond) que tem um rendimento aproximado de 6%.

Como funciona: (Vou explicar rápido pra quem não conhece o esquema): O Brasil tendo 240 pontos de risco exerce uma taxa de retorno de 2,4%, a esta taxa deve-se acrescentar o rendimento dos títulos americanos (de nome esquisito que não me lembro, se alguém quiser pesquisar, blz) que é de 6%. Logo o brasil deve oferecer juros de 8,4% em seus títulos. Entretanto, seria arriscado alguém investir mesmo tendo um retorno de 8,4%, devido a corrupção. Então traria gradativamente (mais rápido do que acontece hoje) para 10%.

Com estes juros, o consumo aumentaria, e possivelmente a inflação também (moramos no Brasil, e isso é soda), mas nada que afetasse o poder de compra real do brasileiro, pois com a economia aquecida, os empregos aumentariam, e consequentemente a renda.

Parece fácil, não sei se é realmente, mas ninguém faz isso pq são uma tropa de "politiqueiros", que vivem na politicagem, ao invés de ajudar o povo que os coloca no poder.

[/quote']

Comuna , a inflação alta anula qualquer possível ganho do poder de compra que pudesse advir de uma medida como essa .

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

MEU DISCURSO DE POSSE SERIA:

"Bando de burros! Eu não vou cumprir nada do que prometi, porque vocês são tão imbecis a ponto de votar em mim, então todos merecem ir pra PQP. Vão pra PQP e me deixem em paz, enriquecendo as suas custas. Trouxas! Só vou ver vocês de novo em 4 anos pra passar a faixa pro próximo infeliz que forem eleger! Fui!"

E o sorrisinho no final não pode faltar, então:

smiley1.gif

FIM.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu suspenderia o pagamento da dívida externa (só pra começar).

Estamos no século XXI , num mundo globalizado e completamente interdependente . Gostemos disso ou não .

Uma medida como esta lançaria o país num isolacionismo semelhante ao que Cuba passou na década de 60.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não' date=' eu acho que não é crime não. Eu me lembro que o Kirchner, logo que assumiu a presidência da Argentina, disse que não ia pagar porque existiam outros problemas no país que eram primordiais. Bom, acho que a Argentina paga a dívida mas foi só falar em calote que logo o FMI e cia ficaram calminhos.

Eu sou contra por um motivo: é uma dívida "impagável". Não tem condição, pagamos 15 bilhões ano passado e... de juros!

Bom, mas isso é um outro assunto. Eu, como presidente, não pagaria (eu tentaria um acordo que fosse maravilhoso para o país).

[/quote']

A dívida externa brasileira não é impagável . Tanto não é que ela está sendo amortizada .

De muito maior complexidade é o pagamento da dívida interna .

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

O que vc faria?

 

Depende .

Em que área ?

 

Todas!

Isso pode demandar algum tempo .smiley36.gif

Começaria escolhendo um bom ministério , pois nem de tudo eu entendo .

Mas acho que o primeiro passo seria tornar o BC  independente e tentar convocar uma nova constituinte . Acho que a constituição de 88 é socialista demais .

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

eu daria um golpe e faria uma ditadura imperialista, e montava uma estrategia de expanação, faria muitas guerras e dominaria o mundo... e eu seria o imperador do mundo, e tudo eu adiminsitraria e assim ninguem iria sofrer pq quando só um controla tudo funciona melhor...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

×