Jump to content
Forum Cinema em Cena
Sith

The Walking Dead

Recommended Posts

kkk..zumbi Highlander... :rolleyes:

Site descobre zumbi que não morre na série

Rick Grimes e Daryl Dixon parecem quase invencíveis em The Walking Dead. E Carl foi baleado no olho e viveu para contar a história. Mas há outra pessoa que parece imune a ser morta na série – e é um zumbi.O mesmo zumbi tem andado vagando fora de Alexandria nos dois últimos episódios, apesar de já ter sido “morto” três vezes.A primeira vez foi perto do início do episódio 4, onde Negan atingiu sua cabeça com a Lucille. Então, Rosita – ao procurar por armas no bosque no mesmo episódio – encontrou o mesmo homem morto-vivo (embora com uma camisa diferente). E então, no episódio 5, ele estava pairando na direção de Enid antes que Carl o atropelasse com um carro. Confira as fotos abaixo.

gallery-1479826551-walking-dead-walker-2gallery-1479826491-walking-dead-walker-1
gallery-1479826654-walking-dead-walker-4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sobre o 5° ep "Go Getters":

 

Me enganei a respeito do Carl, eles vão seguir o arco dele como na hq apesar de terem mudado o inicio como evidencia não só o final do episódio mas também o titulo do 7° (Sing me a Song). Além do primeiro beijo do Carl, a Enid também acaba sendo importante para o desenvolvimento da Maggie e parece que aquela fase em que ela queria fugir dos outros acabou mesmo. Como era esperado, com a morte do Glenn a Maggie deve se tornar um personagem bem mais importante futuramente e já mostrou suas habilidades de liderança. O Gregory assim como o Spencer deve aprontar algo no futuro como dito em um dialogo da Maggie com a Sasha em que covardes como ele são os mais perigosos, ele é tão frouxo que a humilhação dele nas mãos do salvador Simon acabou sendo um momento ate engraçado diferente do que ocorre com outros personagens.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fraco até que não foi. Achei bem conduzida a trama do começo ao fim. Mas talvez seja um episódio que não acrescenta nada a série. Estou curioso mesmo é saber o que Carl e o Jesus vão aprontar para os salvadores escondidos no caminhão. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu também não gostei desse 6° episódio porque ele não avança a trama principal e mesmo no desenvolvimento dos personagens não teve nada de relevante, ele só serviu para mostrar o que tinha acontecido com a Tara e o Heath. A comunidade nova é interessante por ser formada só por mulheres e crianças, por sobreviverem pela pesca, por ser bem isolada ao contrario das outras já mostradas mas não vão ter nenhuma importância agora que justifique quase um episódio todo para ser apresentada. Essa comunidade deve ter importância apenas na segunda parte da temporada na luta contra o Negan, o que demonstra o grande arsenal que elas possuem e que foi mostrado com certo destaque.

 

Outra coisa que eu não gostei foi a estrutura não linear do episódio, já que não acrescentou nada em termos de criação de um clima (foi anti-climatico isso sim) só serviu para criar "suspense" em relação a uma possível morte do Heath que se revelou falsa.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Parece que ouviram a reclamação do povo sobre os episódios centrados na historia de cada eixo, este mostrou um pouco de cada comunidade e evoluiu bem todos eles, com o tempo que tinha.

 

O episódio começou sem sal, igual aos dois últimos, mas se tornou interessante mais para o final. Acho que agora deve ser uma crescente, pois esta temporada está bem menos empolgante do que prometia ser.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Gosto muito de episódios que desenvolvem seus personagens. E essa primeira metade foi perfeita em relação ao Negan. Já não bastasse ter feito o que fez no primeiro, nesse último, então, foi a gota d'água. Todos estão com ódio dele mais do que nunca. Se o fato de não ter sido empolgante tem a ver com a ação, então, a segunda metade promete ser.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cena pós-crédito do último episódio do ano é divulgada

Tradição em The Walking Dead, as cenas pós-créditos muitas vezes trazem pistas do futuro dos personagens e da trama, como por exemplo o retorno de Morgan Jones (Lennie James).E agora, o canal AMC divulgou oficialmente a cena que acompanhou a midseason finale (o último episódio da primeira metade da temporada). Na cena, uma figura misteriosa aparece espionando o Padre Gabriel (Seth Gilliam) – confira:

Share this post


Link to post
Share on other sites
 

Juntando os dois grupos, se Ezequiel tivesse aceitado,+ as amazonas+ Helltop, ainda seriam poucos e pessimamente armados para enfrentar Negan
Prevejo um massacre, (mais um), tipo, um limpa de elenco

 

A pergunta que não quer calar é "Qual é a do padre?"

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Ezequiel só vai aceitar a proposta quando alguém do grupo dele for machucado ou morto, ai vai ficar claro que o acordo com os salvadores é perigoso. No 2° episódio ele já tinha dito que não queria arriscar a vida do pessoal dele e por isso escondia o acordo com os salvadores, esse ultimo episódio é mais uma indicação que ele só vai agir em ultimo caso. Na hq ele aceita logo de primeira.

 

Esse grupo novo que apareceu no fim do episódio deve ser mais um reforço para o grupo do Rick, junto com Hilltop, o Reino e a comunidade das mulheres do episódio 6 e é bem capaz de aparecer outros grupos. Tem gente dizendo que esse pessoal que apareceu é o grupo da Magna, mas eu acho que pode ser algo criado para serie (e um grupo grande).

 

O padre deve estar tentando conseguir aliados, porque no fim do episódio 8 a pessoa que observa Alexandria termina indo na direção da muralha e nesse vimos que o padre esta acompanhado por alguém no banco de trás do carro na hora que ele deixa a cidade, além disso ele deixou pistas da sua partida. Bem capaz do motivo do Rick sorrir no fim do ultimo episódio e por ter visto o Gabriel entre o pessoal do novo grupo. Uma curiosidade, é que a introdução desse personagem misterioso que observava Alexandria é praticamente igual a que é feita com o Jesus na hq.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esse ultimo episódio ate foi bom apesar de eu não gostar muito da forma como foi conduzida a cena do tiroteio. A morte da Sasha já era bem previsível e eu gostei bastante da forma como foi feita, foi uma despedida digna de uma personagem que eu nunca gostei muito. No geral eu gostei da primeira parte da temporada tirando o 6° episódio mas essa segunda parte foi bem problemática mesmo nos bons episódios, espero que na 1° parte da 8° foquem na guerra e façam algo mais dinâmico com o arco dos volumes All Out  War 1 e 2.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom, finda a sétima temporada fica agora a certeza de que a série não tem mais a força de outrora. Ainda que essa força apareça vez ou outra como em episódios excelentes como o "Buried me here" ou ainda nesse episódio final, no geral, ficou uma lenga lenga total... Nada contra o ritmo ser mais pausado, mas o ritmo, pausado ou não, precisa mandar a história pra frente e não foi o caso aqui. Pessoal reclama da segunda temporada, mas sempre tinha alguma coisa nova que aumentava a tensão, a angústia. Parece mesmo que, depois da terceira temporada, a série meio que "perdeu" aquela sintonia fina que dominou as duas primeiras temporadas, ameaçou voltar no meio da quarta, voltou com tudo na quinta e depois esvaneceu-se por completo na sexta, a partir da "quase-morte" do Glenn e a sétima, na sua quase totalidade... Agora, para a oitava, não haverá desculpas. E ainda morro achando que o trabalho do Darabont ainda é muito melhor do que o do Gimple.   

Share this post


Link to post
Share on other sites

aquela sequencia final do tiroteio foi a coisa mais vergonhosa que eu já vi em TWD.

 

eles tem que voltar a raiz da série, que era os zumbis, pois fazer algo que sai disso parece não ser a praia deles.

Share this post


Link to post
Share on other sites

A sequência final do tiroteio foi o que salvou essa temporada de ser uma total decepção... Começando com aquele início que deveria ter sido colocado no final da temporada passada, indo por toda a lenga lenga... Acho que a sétima temporada desce melhor numa maratona, em poucos dias vc mata 16 episódios... Mas vendo uma vez por semana, a sensação de perda de tempo é patente. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Atores são presos pela polícia ao filmarem versão brasileira de The Walking Dead

thewalkingbraziliandead-696x369.jpg

A Guarda Municipal de Itapevi, Região Metropolitana de São Paulo, acabou atrapalhando uma filmagem de uma versão amadora e brasileira da série The Walking Dead. Quatro membros do canal de YouTube The Walking Brazilian Dead foram detidos após terem suas armas cenográficas de airsoft serem confundidas com armas reais.Segundo informações do Diário de Pernambuco, Dereck Oliveira, Ramses Carvalho, Jadson Almeida e Nicolas Correia foram avistados pulando uma cerca e correndo para um matagal. A cena deixou a vizinhança alerta, que chamou a polícia para o local. “Já gravamos num sítio para não chamar atenção. Mesmo assim, algum morador acabou entrando em contato com a polícia”, disse Derick.O mal entendido aconteceu pelo fato do quarteto não ter notificado nem a Guarda Municipal nem a polícia local sobre as gravações, algo necessário para gravações deste tipo. A versão tupiniquim de THe Walking Dead já conta com cinco episódios.Confira o canal dos fãs que estão parodiando a série da AMC:

Share this post


Link to post
Share on other sites

E volta TWD... e depois de um primeiro episódio fantástico, somos lembrados que, no leme do show, está o pelego e trollador Gimple... Como alguém disse com muita propriedade no feice: "Negan veio para roubar, matar e destruir, mas Jesus veio para que os Salvadores tenham vida e vida em abundância". Chega a ser lamentável e um teste de nervoso que Gimple faz com o que resta da fiel platéia da série em mostrar a evolução de um personagem como Morgan (que vai do mata-mata para o não-mata para, de novo, o mata-mata, mas mais maduro e ciente do lugar em que se encontra e o que precisa ser feito) mas logo para gerar uma tensão barata - que vai render as cabeças de muitos das comunidades - na pessoa de Jesus, o cara que agora "não mata quem está rendido"... Ah, vá para a p*******

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu achei o 1° episódio bom e esse 2° razoável. No 1° primeiro o que me incomodou foi o lance do padre Gabriel com o Negan e um pouco a superexposição dos lideres dos salvadores na cena da conversa com o Rick, o resto eu gostei (algumas coisas eu gostei muito). O lance da "munição infinita" que muita gente reclamou não me incomodou porque no fim das contas é um preciosismo, apesar de ter sido um pouco exagerado mesmo. Nesse 2° episódio teve um momento muito bom que foi a cena do bebê e foi bom o grupo do Rick começar a ter feridos e alguns mortos (os dois caras de Hilltop) mostrando que com a perda do fator surpresa a luta tende a se equilibrar. O lance da "misericórdia" do Jesus, o problema é que isso foi praticamente jogado na cena e parece que um dos grandes objetivos é gerar uma treta com a Tara e o Morgan e talvez ate entre o Rick e a Maggie (como é sugerido no dialogo) que deve ter como grande objetivo encher linguiça nos próximos episódios como WD já fez no passado diga-se.

Porque essa questão da "preservação da humanidade" ou ser piedoso x ser implacável é algo que sempre foi um dos pontos principais da seria (e de praticamente todos os cenários pós apocalípticos) e nessa temporada especificamente isso deve ter grande importância no final como visto na cena do futuro envolvendo o Rick. Infelizmente nesse segundo episódio eles jogaram de qualquer jeito usando o Jesus que nunca tinha manifestado essa moral toda de forma tão forte de uma forma artificial. O Morgan já esta nesse modo "loco" desde a temporada passada e no caso dele, por enquanto, não esta me incomodando muito porque eu acho que vão usar ele para ilustrar uma outra situação. Mas de fato essas mudanças excessivas de "humor" de um mesmo personagem acontecem demais em WD vide o Rick e suas trocentas idas e vindas de mudanças de postura em relação aos outros sobreviventes. Diferente do que acontece na hq em o desenvolvimento dos personagens seguem um caminho e quando sofre uma mudança é por causa de algum evento importante.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esse 4° episódio "Some Guy" foi um bom episódio, começou de forma extraordinária com a sequencia do Ezequiel antes/depois do ataque e depois baixou o ritmo mas teve boas situações e felizmente resolveu a trama das armas pesadas dos Salvadores. Embora a "coalizão" do Rick tenha em teoria vencido já que conseguiu as armas e acabou com os postos avançados dos Salvadores esse episódio acabou sendo sobre a queda do Reino e principalmente do Ezequiel. Apesar do Reino ainda existir o Ezequiel perdeu tudo, fica a curiosidade de como o personagem vai ser explorado agora, se não fizerem nenhuma cagada é uma grande oportunidade para o personagem crescer. As partes da Carol salvado o dia mais uma vez e do Rick e do Daryl em um momento velozes e furiosos foi mais do mesmo mas funcionou bem e espero que tenha encerrado a parte dos postos avançados.

O episódio anterior, sintomaticamente chamado Monsters, foi mais irregular. As partes positivas foram "despedida" do Erick que foi bem feita levando-se em consideração que era um personagem bem secundário e não tinha muito como apelar para a emoção (usaram o sentimento de perda do Aaron para isso) e o pessoal do Reino vencendo suas batalhas com um Ezequiel sempre otimista para no fim acabar tudo com uma saraivada de balas, alias essas sequencias do Reino foram essenciais para o que ocorreu no 4° episódio. Os pontos mais fracos ficam para a subutilização do Morales que teve um bom dialogo com o Rick e depois foi descartado (voltou para a serie só para isso?) e a parte de Hilltop e a briga ridícula entre o Jesus e o Morgan que só serviu para mostrar que o primeiro e bom de briga e segundo enlouqueceu e é impressionante que ninguém tentou separar os dois. A possível "desavença" que estão criando entre Rick e Daryl ainda não da para julgar se será algo relevante, mas é estranho o Rick ter ficado calado depois que o Daryl apagou o Salvador para quem ele tinha dado a palavra. No 6° episodio devemos saber se esse conflito e o lance dos prisioneiros vai dar em algo interessante.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×