UA-130521384-1 Jump to content
Forum Cinema em Cena
Tensor

O Que Você Anda Vendo e Comentando?

Recommended Posts

O filme de hoje não poderia ser outro.

Fui assistir ao primeiro ao lado de um grande amigo. Saímos fascinados, morrendo de rir da Edna Moda,  alucinados pela trilha do Michael Giachino, pelo roteiro, e convictos de que era a melhor animação desde "A Bela e a Fera". Tínhamos certeza que no ano posterior haveria o II, e depois o III, etc, e evidentemente voltaríamos os dois a ver. Não foi assim. Ele morreu de câncer de pele (!!) aos 25 anos. E a sequência demorou, só veio agora, 14 anos depois. A vida não é do jeito que a gente espera: Hoje eu fiz questão de ir sozinho.

Este II é ótimo, é muito engraçado, a dinâmica familiar é excelente, é muito imersivo - passa num segundo. A diferença é o vilão, que no original foi incrivelmente bem concebido, e neste é muito sem graça. Eu devo ter perdido alguma informação, mas confesso que não entendi muito bem as motivações dele. Aliás, para que vilão? Com personagens incríveis como esses, na real, nem precisava de vilão. O rocambolesco não convém.

Deixem-nos apenas dentro desta família,  testemunhando o enfrentamento das batalhas do dia a dia, do crescimento, da paternidade, da maternidade. Todos os poderes, enfim, de um bom cinema.

 

 

Resultado de imagem para os incriveis 2 cartaz

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ganhou vários Goya em 2018, incluindo melhor Filme e Direção, o que me deixa incrédulo, pois é bobo como arte e bobo como entretenimento.

Jamais pensei em classificar uma atuação da Patricia Clarkson como "phony", mas é isso aí mesmo. 

Filmão para madrinhas de Crisma.

Resultado de imagem para filme a livraria 2018

Share this post


Link to post
Share on other sites

Capítulo final visto, e curtido. Pablo Villaça já fez vídeo chamando de geniais as irmãs Wachowisk. Não sei se é o caso, mas o que posso com certeza dizer é que elas possivelmente são as que melhor filmam em câmera lenta. Desde as imagens revolucionárias de um Keanu Reeves desviando das balas em "Matrix", até as flamejantes cenas de sexo grupal de "Sense 8". Nota 10, 100, 1000! O que em outros diretores é um recurso cafona e cansativo,  nas mãos delas fica sensacional. 

Este último episódio não tem pé nem cabeça, há baitas furos, mas é nítida a vontade dos atores em finalizar pra cima a produção. A premissa de "vários serem um, e um ser vários" desta série, também estava presente no injustamente subestimado "Cloud Atlas"/ "A Viagem", de anos atrás - que por sua vez foi inspirado no excepcional livro de David Mitchell ( Sou fã do cara, leio tudo dele, todas as suas obras dariam excelentes filmes). Essa busca pela identidade pelas irmãs diretoras e por formas de retrabalhar de forma inovadora o tema já vem de algum tempo, e pelo visto visto há de levá-las mais além.

Doona Bae e Max Riemelt: crushes da vida toda!!!!

 

Resultado de imagem para sense 8 último episódio cartaz

Share this post


Link to post
Share on other sites

"Deixe a Luz do Sol Entrar", longa mais recente da Claire Denis. Um filme sobre uma mulher de 50 anos em busca do amor, nesse mercado do sexo - vamos dizer assim - cada vez mais restrito. Insegura, tensa, carente, e ainda por cima, choca-se com homens banais, ou inseguros, ou cafajestes de meia-dade...Tem muita verdade nessa história, e tem Juliette Binoche excelente como sempre.

Minha relação com o cinema de Claire Denis é cambiante, acho "Minha Terra, Africa" maravilhoso, por exemplo, e acho "Desejo e Obsessão" chato de doer. Este filme, exibido em Cannes em 2017, foi para a coluna do "Gostei".

O filme termina como "Me Chame Pelo Seu Nome" no que tange aos créditos. Com toda a vida pela frente.

 

Resultado de imagem para deixe a luz do sol entrar imdb

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esse eu não poderia deixar de postar pela curiosidade...novo filme do John Travolta, Gotti, remaka do filme de 1996?  Fui olhar no Rotten e supresa...38 reviews e TODOS negativos....mama mia..temos um novo record.

TOMATOMETER 

0%
Average Rating: 2.3/10
Reviews Counted: 38
Fresh: 0
Rotten: 38
Average Rating: 3.1/5
User Ratings: 7,451
 
 
 
Gotti

Share this post


Link to post
Share on other sites

Melhor não comentar muita coisa, pois como é considerado um Polanski menor, talvez os colegas de fórum não tenham visto ainda. A grande graça aqui é deixar-se surpreender pela gradual mudança de direção do roteiro. (Cotação = muito bom). Visto no canal Film and Arts. 

Resultado de imagem para o inquilino

Share this post


Link to post
Share on other sites

Filme mais hypado do momento, "Hereditary" funcionou mais para mim como técnica do que como história de terror. Será que só eu achei a trama fraca? E, refletindo, eu entendi por quê. São tantos avisos, tantas pré-desculpas, tantas explicações prévias, desde o início do filme, que posso elencá-las sem ser um spoiler: sonambulismo, esquizofrenia, drogas, crenças religiosas, depressão...Faltou apenas a hipótese: abdução. É dizer: O meu espírito estava preparado para o que desse e o que viesse.

Como técnica, gostei muito. Principalmente do Design de Produção, Fotografia, e dos atores. O Design é maravilhoso, pois várias vezes percebemos como a casa apequena os moradores; como a cama do rapaz parece diminuta bem como a janela do seu quarto; como os corredores são grandes; criando a identificação com os dioramas montados pela mãe. Aliás, isso é deixado muito claro logo no início do filme também. Gostei da Fotografia, uma escuridão pontuada de luz apenas pelo que vem das janelas, ou velas. Mas o que saltou aos meus olhos foram os desempenhos de Alex Wolff, Ann Dowd ( se ela aparece em um filme, eu já fico alerta),  e de Toni Collette - esta com boatos de Oscar. Ela demonstra um catálogo facial de terror clássico, sem economia, sem contenção. É choro, é desespero, é grito, é boca aberta sem som, é Shelley Duvall, em "O Iluminado", revisitada. Fora isso, ela tem a cena do jantar, que, talvez, sozinha, já lhe dará uma Indicação à Melhor Atriz.

É o primeiro longa do diretor Ari Aster, e eu sempre escrevo, há vários anos (há mais de uma década), todos os anos neste fórum: Terror é um ótimo gênero para se começar a dirigir. É o mais livre.

Resultado de imagem para hereditário filme imagens

Share this post


Link to post
Share on other sites

How to Talk to Girls at Parties

Em Londres, nos anos 1970, dois garotos vão a uma festa na tentativa de sair com garotas da região. Embora não tenham muito sucesso, eles conhecem uma garota estrangeira, que decide se afastar do seu grupo turístico e passear com eles. Esta forasteira convence os dois a explorar os perigosos subúrbios de Londres.

 

How-to-Talk-to-Girls-at-Parties-UK-poste

Share this post


Link to post
Share on other sites

O que eu vi faz um pouco foi a série de Sr. Ávila. Espero ansiosamente a próxima temporada, o último capitulo me deixou super intrigada.  É uma das melhores series de drama, tem uma boa história, atuações maravilhosas e um bom roteiro. Acho que as atuações foram muito boas, é uma das minhas series preferidas.  É algo muito diferente ao que estávamos acostumados a ver. Você gosta? Eu realmente gosto. De verdade, adorei que tenham feito a nova temporada.

Share this post


Link to post
Share on other sites

"Maria Madalena" é mais uma releitura sacal e panfletária da Biblia. Bons atores num filme bem feito porém cansativo pela excessiva duracão. Haja hóstia! Nesse caso, "Mãe" é bem mais eficiente. 7-10

Resultado de imagem para maria magdalena poster

 


"Escape of Prisioner 914" é um neo-western ruim tocado na galhofa. Um filme B que tenta ser engracadinho sem nada divertido e muito menos personagens (ou atores) carismáticos.  5-10

Imagem relacionada

 


"Wildling" é um drama que comeca como uma versão teen poderosa de "O Quarto de Jack", que te agarra forte pra assistir.  Mas infelizmente depois envereda por caminhos "Crepusculetes" fantasiosos perdendo toda forca inicial. Prometia muito mas nem, apesar da grande atuacão da maluquinha da vez.  7-10

Imagem relacionada

 

 

 

"Unsane" é um bacanudo suspense filmado com celular que é uma espécie de "Estranho no Ninho" tocado como thriller conspiratório sombrio, bem eficiente. Fora o bom uso do IPhone tem ainda as boas atuacões do elenco principal. É o Soddenberg em estilo minimalista, fora das grandes producões. Ah, e eu tenho caidinha pela totosinha Juno Temple...que mulher! 8,5-10

Imagem relacionada

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Produção de 1944, " apenas uma obra de esforço de guerra" dirão alguns, contudo, é Fred Zinnemann, a coisa aumenta de quilate. Adaptado de um livro,  "A Sétima Cruz" começa um pouco fraco, com seu narrador (um morto!) metendo-se demais na história, mas à medida que evolui, o personagem antes solitário de Spencer Tracy ganha a adesão de vários outros personagens em sua corajosa fuga da Gestapo. Ou seja, vão aparecendo mais pessoas, mais pequenos heróis, para ajudá-lo, e os heróis são, entre outros, Agnes Moorehead e o casal, nas telas e na vida real, Jessica Tandy (linda e excelente, como sempre) e Hume Cronyn. Este está espetacular, valendo sua justa indicação ao Oscar de Ator Coadjuvante em 1945. Quem diria que só 40 anos depois é que ele iria realmente brilhar para o grande público em "Cocoon"?! Lindeza de cinema, de quando o mundo não era fuleiro! Nasci na época errada. Hoje em dia, qualificação para ator é ser youtuber.

 

Spencer Tracy and Signe Hasso in The Seventh Cross (1944)

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu comecei a assistir a série Lost, eu não tinha visto! Até agora está indo bem, então eu gostaria de ver Strager Things, com Finn Wolfhard, que também apareceu no filme de IT.
Eu acho que Lost merece a grande fama que a série teve e espero que melhore! Eu vou na terceira temporada.

1411365660_141136_1411365660_noticia_normal.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Revendo depois de muitos anos...

Primeiro longa do Terrence, segundo longa da Sissy. Como em todos os filmes do Malick, incrível Fotografia (assinada pelo japonês Tak Fujimoto ) e lindíssima Direção de Arte de Jack Fisk, que viria a se tornar marido da Sissy. Pena que o Fisk trabalhe tão pouco em Hollywood, na certa já teria seu merecido Oscar. Até hoje em dia, apenas duas indicações.

Sem dúvida, é o filme mais acessível em termos de roteiro. Nem por isso, ainda há filosofia. Sua constante pensata da relação homem-natureza já se fazia presente: o céu e as planícies de Montana e Dakota do Sul versus a beleza do rosto dos jovens; não só a beleza do mundo rural mas sua crueldade disfarçada de cultura.

Martin Sheen and Sissy Spacek in Badlands (1973)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Documentário de 1988, de discípulo para mestre, Sokurov para Tarkovsky - que morrera em 1986. É lindo, é inteligente, é muito curioso, é ainda um retrato do esfacelamento da União Soviética. Mas acho que para ser apreciado na integralidade requer um conhecimento prévio da obra de Tarkovsky, pois este documentário é todo articulado com imagens de bastidores de "Nostalgia" (Que filme!) e de "O Sacrifício" ( que eu nem gostava muito, mas passei a gostar agora que vi no documentário que o senhor Andrei construiu com as próprias mãos aquela casa-cenário da Suécia, já doente inclusive. A pessoa batiza, crisma, casa, e encomenda! Ou como ele ensina através das palavras e do exemplo: cinema é sacríficio!).

Muito legal vê-lo orientar a fotografia do grandissíssimo Sven Nykvist, fotógrafo de Bergman, vencedor de 2 Oscars. É como ver dois deuses conversando.

Fora que este doc é muito Sokurov também, quando, por exemplo, adentra com a câmera a casa de Tarkovsky na Rússia, onde ele morara com a mãe e a segunda esposa. E a câmera entra no quarto, na sala, vasculha o que sobrou dos objetos, quase bate na parede, abre-se a torneira do lavabo... É muito "Arca Russa"!, é muito cinema!, não aguento!

"Melancolia de Moscow" ou "Elegia Moscovita", há as duas denominações em português.

 

Resultado de imagem para melancolia de moscou imagem filme

Share this post


Link to post
Share on other sites

Na reta final da Copa do Mundo, eu tinha que (re)ver o melhor filme russo de todos os tempos. Ainda do período da União Soviética, em 1985, Elem klimov filmou seu último longa. Não precisava filmar mais nada. Tinha atingido a completude e o ápice. Seguramente, um dos três melhores filmes de guerra; muito possivelmente o melhor.

Os primeiros 20 minutos parecem Pasolini filmando Guerra, a hora final, no entanto, é Michel Haneke filmando Guerra. É um ponto de intersecção entre um naturalismo meio enlouquecido e o hiperrealismo sanguinário. 

O trabalho de som desse filme não existe paralelo...Talvez "O Filho de Saul" tenha chegado perto. É um motor de avião, misturado a Mozart, a cantos de pássaros, e a um zumbido de ouvido ferido. Não retrata só a agonia das 628 aldeias da Bielorússia (hoje, Belarus) incediadas - 1/3 da população dizimada - , é a agonia dos animais, das árvores, dos pântanos - Que sofrimento!!  

Inacreditável, magnífico, esplêndido, extraordinário, incrível. Uma obra-prima absoluta.  "Vá e veja"!

Está no meu top 5 da vida.

 Resultado de imagem para vá e veja come and see filme

Share this post


Link to post
Share on other sites

Comecei a assistir "Overboard" pegando o filme meio que as cegas entre lancamentos de torrents, uma vez que a patroa gosta deste tipo de filme, mas aos poucos reparei que ja tinha visto a estória antes. Logo me dei conta que era remake do oitentista "Um Salto pra Felicidade" e que tinha topico até aqui..aff. Como tinha comecado resolv terminar de ver. Resultado.. se já não tivesse visto o original teria gostado bem mais. A Anna Faris até se empenha, mas não chega ao dedo mindinho da deliciosa canastrice do Kurt Russel, e o mané desconhecido do Derbez nem se compara á maluquinha Goldie Hawn, pois mudaram o sexo dos protagonistas principais. Na boa, comedinha que so deve vingar pra nova geracão ou pra quem desconhece o original, como minha patroa. 6-10

Imagem relacionada

Resultado de imagem para overboard 1987 poster

 

 

 "Perfectos Desconocidos" é uma divertida comédia negra tarantinesca que se vale de uma simplória reunião pra jantar pra discorrer sobre hipocrisia humana. Não sabia que era remake de um filme italiano, e por isso mesmo que deve ter funcionado muito bem comigo. 8,5-10

Resultado de imagem para perfectos desconocidos alex de la iglesia poster

 

 

"O Vazio de Domingo" é um drama espanhol sobre reconciliacão, mágoa e treta familiar razoável. Demora pra engrenar e é calcado em silêncios, mas a atuacão das personagens femeninas é espetacular. 8,5-10

Resultado de imagem para la enfermedad de domingo  Ramón Salazar poster

 

 

 

"Anjos Vestem Branco" é um bom drama sobre violência infantil que se vale muito bem dos dois núcleos narrativos que apresenta, mas seu trunfo maior é seu poderoso elenco femenino. Incluindo o mirim. Mas é bem arrastado. 7,5-10
 

Resultado de imagem para angels wear white poster

Share this post


Link to post
Share on other sites

Copa do Mundo acabando com minha tentativa de ser cinéfilo...rs rs. Na semana passada vi o filme Assassinato...mais um ótimo filme do volume 1 da coleção cinema samurai da Versátil. Com narração fragmentada, clima noir e ótimas lutas, até arrisco dizer que o filme estava bem a frente de seu tempo. Não conhecia o trabalho do diretor Masahiro Shinoda, portanto mais um adicionado a minha crescente lista de diretores para se aprofundar na filmografia. Cotação = muito bom. Visto em DVD. 

Resultado de imagem para assassination samurai movie

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 7/13/2018 at 12:05 AM, SergioBenatti said:

Na reta final da Copa do Mundo, eu tinha que (re)ver o melhor filme russo de todos os tempos. Ainda do período da União Soviética, em 1985, Elem klimov, filmou seu último longa. Não precisava filmar mais nada. Tinha atingido a completude e o ápice. Seguramente, um dos três melhores filmes de guerra; muito possivelmente o melhor.

Os primeiros 20 minutos parecem Pasolini filmando Guerra, a hora final, no entanto, é Michel Haneke filmando Guerra. É um ponto de intersecção entre um naturalismo meio enlouquecido e o hiperrealismo sanguinário. 

O trabalho de som desse filme não existe paralelo...Talvez "O Filho de Saul" tenha chegado perto. É um motor de avião, misturado a Mozart, a cantos de pássaros, e a um zumbido de ouvido ferido. Não retrata só a agonia das 628 aldeias da Bielorússia (hoje, Belarus) incediadas - 1/3 da população dizimada - , é a agonia dos animais, das árvores, dos pântanos - Que sofrimento!!  

Inacreditável, magnífico, esplêndido, extraordinário, incrível. Uma obra-prima absoluta.  "Vá e veja"!

Está no meu top 5 da vida.

 Resultado de imagem para vá e veja come and see filme

Consegui baixar este filme recentemente e estava louco pra assistir. Seu comentário aumentou ainda mais minha vontade rs rs

Abc

Share this post


Link to post
Share on other sites

Imagem relacionada

Eu estava tao desacreditado neste filme, por causa da grande quantidade de efeitos visuais, e por se passar boa parte da trama no mundo virtual, que subestimei o longa que foi meu primeiro erro, e o segundo e o mestre Steven Spielberg. Ele um diretor acima da média e sempre sabe o lugar perfeito para colocar a câmera, que  nos faz torcer e curtir o destino dos protagonistas nesta bela aventura que faz uma verdadeira carta de amor declarada aos anos 80 e marcou muitas gerações. Onde vemos o sofrido jovem Wade(Tye Sheridan) tentar achar 3 pistas para encontrar o tesouro escondido no mundo do Oasis, com ajuda de amigos leais e destemidos e a perseguição de inimigos corporativos, somos embalados por hit musicais divertidos, cenas de momentos clássicos do Iluminado de Stanley Kubrick, a pegadinha da bomba Zemeckis, e uma serie de personagens famosos e icônicos que aparecem no Oasis, e nos roubam atenção por tantos bons detalhes e ação frenética e espetacular com muitos momentos bem legais, com uma leve critica ao consumo virtual, onde pessoas dão mais valor a tecnologia, do que as relações humanas. Para mim um dos melhores de 2018, mesmo setentão o Spielberg não deixa de ser criança e ainda nos faz sentir como uma, super recomendado

Resultado de imagem para jogador n 1

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×