Jump to content
Forum Cinema em Cena
Tensor

O Que Você Anda Vendo e Comentando?

Recommended Posts

No ano passado, li o livro de Joseph Heller, só ontem à noite vi o filme. O texto de Ardil-22 é incrível, engraçadíssimo, mas muito, muito difícil, pois são puramente diálogos, vozes, e até o leitor pegar quem está falando, e até ele entrar naquele universo de total non-sense, de absurdo cômico, e de tantas pegadinhas mentais... Mas é demais! É muito legal.

O filme aclara melhor tudo isso, dá uma limpada nas imprecisões, e os atores estão excelentes, com destaques para um soberbo Alan Arkin.

Catch-22 (1970)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Favorito, desde Sundance, ao Oscar de Melhor Documentário.

Com uma história assim, não deve ter competição. Falando melhor, pode até tê-la em termos artísticos, em termos cinematográficos, mas, enquanto história, é impossível.

É pra histórias como essas que a Categoria foi criada.

Inacreditável e fascinante. Eu, como um filho gêmeo também, sempre fui perguntado e sempre refleti por mim mesmo sobre o dilema genética x criação. 

Só posso aplaudir de pé.

Three Identical Strangers (2018)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Um filme bastante razoável; é quase um compêndio de códigos do terror (Freira cega, mitos, religião, sombras, sexualidade aflorando...). Todo mundo me recomendou com tanto entusiasmo - fui ver - páh, não senti medo algum. Gostei bastante da atriz protagonista.

Tô velho pra essas coisas.

Sandra Escacena in Verónica (2017)

Share this post


Link to post
Share on other sites

First Reformed ( Paul Schrader, 2017) Ethan Hawke e Amanda Seyfield.

First.Reformed.2017.1080p.BluRay.x264.DTS-HD.MA.5.1-FGT

Então uma cortina negra desceu sob meus olhos durante o filme e saí no final com tanto angústia, que precisei desesperadamente ver algo leve para tirar o peso do meu estômago.  Filmado em 4:3.

 

 

 

Songbird (Alrigh Now) (dir, Jamie Adams 2017) Cobie Smulders

Alright.Now.2018.WEB-DL.XviD.MP3-FGT

E assim escolhi este filme, filme com cara de leve, legalzinho para descontrair. A Joanne  (Cobie Sulders) fez sucesso com sua banda na década de 90 e hj ela canta apenas em barzinhos para ninguém. Filme bacaninha com a belissíma Cobie lembrando o personagem dele em How I Met Your Mother só que ligado no 220w. Uma pessoa sem filtro e sem freio, hiperativa..que encontra seu oposto...as vezes deveríamos se um pouco mais como Joanne.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

O filme de hoje não poderia ser outro.

Na seção das Previsões para o Oscar, apontei o filme como futuro Best Picture. Tem cara, mesmo. Mas não com o meu voto. É muito bom, em alguns momentos ótimo, mas não é nada de mais como arte. Vale como entretenimento de qualidade.

Revi os três filmes anteriores há pouco tempo, e aplaudo a reatualização do roteiro, indo mais fundo na questão da industrialização das personalidades e dos talentos. A montagem é outro aspecto excelente, tornando o filme muito dinâmico e cativante. O final destoa da versão de 1976, sendo elíptico como a versão de 1954. Boa decisão.

Lady Gaga está ótima na personagem, antes e depois de se tornar ..."Lady Gaga". O argumento "ela está de cara limpa, sem maquiagem" é um argumento fraco para consagrá-la na categoria. Merece sim a indicação, mas não o prêmio. Sam Elliott tem uma única cena foda, mas, pra mim, é inconcebível que falem até em premiá-lo com o Oscar de Coadjuvante. Um exagero publicitário.

Quem dá show de verdade é o Bradley Cooper. Não na Direção, esta é só correta e redonda - o que não é demérito. Mas o show mesmo é como Ator. Ele está excelente, do início ao fim, unindo ternura e tristeza. Tem a persona 2.0 de Kris Kristofferson emulada, mas há muito mais talento. Favorito ao Oscar na categoria. Assim como a Canção "Shallow" está mais que garantida.

Provavelmente Bradley Cooper se tornará a pessoa indicada em mais categorias: Produtor, Diretor, Ator, Roteirista, e Canção. Parabéns!

(Vejam legendado)

A Star Is Born (2018)

Share this post


Link to post
Share on other sites

"Animal World" é um razoável (e curioso) blockbuster chinês que tenta abraçar muitas coisas sem se decidir por nenhuma. Imagina um filme de scy-fy com um Deadpool vestido de palhaço, o Michael Douglas dando uma de anfitrião da Ilha da Fantasia, num torneio de carteado onde analise combinatória é tudo. Pois é, nesse samba do crioulo doido muito bem feito termina se salvando o desfecho, que dá pontapé pruma sequência que ainda nem sei se devo assistir. 7,5-10

Resultado de imagem para animal world Han Yan poster

 

 

"Vidas a Deriva" é um bacanudo drama de sobrevivência  (de naufrágio) do naipe do ótimo "Até o Fim" onde a interpretação da atriz principal faz toda diferença, acredite. A película tem algumas escorregadas de roteiro mas nada que comprometa seu desempenho e muito menos a sua interessante (mas nada original) reviravolta final.  8-10

Resultado de imagem para adrift poster

 

 

"Campeones" é uma divertida e inofensiva matinê espanhola que faz da simplicidade seu maior charme. Imagina "Ao Mestre com Carinho" com o noventista "Mighty Ducks" só que com um time de jovens excepcionais. Infinitamente superior ao tupiniquim "Colegas" , este aqui não tem pretensão nenhuma a não ser divertior. E consegue sem apelar pra chororô ou artificios típicos do cinema ianque. 8,5-10

Resultado de imagem para campeones Javier Fesser poster

 

 

"Darkest Minds" é uma bobagem direcionada pro público teen que assisti apenas por engano, achando ser algo mais cabeça. Imagina um "X-Men" ou "Divergente" tocado como "Crepúsculo"..é isso!  Apesar de bem feitinho não empolga, seus personagens mimizentos são um porre e sem carisma, etc.. ta sendo programado pra ser trilogia.. mas acho que este aqui ja deu minha cota do resto. Passo. 6-10

Resultado de imagem para darkest minds poster

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

David Fincher está com tanta inveja nesse momento...

Que thriller!!! Filmão!!!

Estou muito impressionado, se não com o roteiro surpreendente, mas sobretudo com a direção. É incrível como tudo desse filme está permeado por uma câmera, seja de celular, seja uma câmera de segurança, seja uma webcam, seja uma câmera de televisão... Fotografia, Direção de arte, Montagem, etc, desenvolvem-se de maneira curiosíssima, pois em grande parte do tempo, estamos diante de uma tela de computador, ou de telefone.

Aneesh Chagandty é o diretor.

Guardando esse nome...Nunca ouvi falar nele... Pesquisar...Buscando...

John Cho in Searching (2018)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Premiado pelo Roteiro em Cannes 2018, é uma reimaginação sobre a história de Lazaro, mas quando escrevo reimaginação é reimaginação mesmo. Sai a religião, entra a reflexão sociológica, numa grande pensata sobre explorados e exploradores, cordeiros e lobos.

Milagre de criatividade, embora, entre tantas qualidades, não seja efetivamente um grandicíssimo filme.

Lazzaro felice (2018)

Share this post


Link to post
Share on other sites

"Jupiter Moon" é uma interessante alegoria em formato scy-fy (de super-heroi?) sobre liberdade e uma critica social sobre a imigração siria na Europa. Bem feito e atuado, o filme não é todo redondo e tem seus defeitos aqui e ali, mas dá gosto ver o cinema hungaro ter quase a qualidade ianque a despeito das gritantes diferenças de orçamento. 8,5-10
Resultado de imagem para Jupiter's moon Kornél Mundruczó Poster

 

 

"Mamma Mia 2" é uma continuação desnecessária pro delicioso filme original. A ausência da Meryl Streep é sentida do inicio ao fim, e parece que falta roteiro pra emendar tanta música uma atrás da outra. Nesse baláio de atuações mornas sobressai-se, de longe, a Cher nas duas músicas finais. Dizem que vem um terceiro que vou pensar duas vezes se vou ou não assistir. 7-10

Resultado de imagem para mamma mia here we go again Poster

 

 

"Summer of 84" é um thriller de mistério que mistura "Conta Comigo" com "Janela Indiscreta" e tudo gira na suspeita de um vizinho ser ou não um serial killer. E é justo esse mistério que te prende do inicio ao fim, nesta fábula nostálgica que pode lembrar o recente indie "Super Dark Times". Bem feitinho e de elenco impar, prepare-se pro lacrimejante desfecho. 8-10

Resultado de imagem para Summer of 84 François Simard, Anouk Whissell poster

Share this post


Link to post
Share on other sites
23 minutes ago, SergioBenatti said:

@Jorge Soto, fico impressionado como nós dois assistimos ambos a muitos filmes, mas de vertentes completamente diferentes! Eu nunca ouvi falar em alguns que você posta. hehehe

Então, eu geralmente fico fuxicando as novidades no quesito legendas disponíveis (em português ou espanhol), daí vou filtrando as coisas que podem ser interessantes pra baixar. Tem muita coisa boa fora do circuito comercial.

http://legendas.tv

https://www.opensubtitles.org/pb

http://bloghorror.com

Share this post


Link to post
Share on other sites

"I Think We’re Alone Now" é um drama pós-apocaliptico intimista que tem que ter boa disposição pra encarar. Com apenas dois atores em boa parte da metragem, este indie é a versão filosófica do "Eu sou a Lenda" e funciona como uma alegoria á solidão/rotina com certas ressalvas. 8-10

Resultado de imagem para I Think Weâre Alone Now Reed Morano poster

 

"Knuckleball" é um thriller indie bem tenso que não inventa nada, limitando-se apenas em divertir como "survival" ou "home invasion". Imagina uma versão macabra e ultraviolenta de "Esqueceram de Mim", sem a pegada cartunesca do filme do Macaulay Culkin. É isso. 8-10

Resultado de imagem para Knuckleball Michael Peterson poster

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×