UA-130521384-1 Jump to content
Forum Cinema em Cena
Daryl Dixon

SWU Music and Arts Festival 2011

Recommended Posts

E você? Vai ao SWU 2011?

O SWU Music and Arts Festival 2011 será este ano na cidade de Paulínia, São Paulo nos dias 12, 13 e 14 de novembro. Segue abaixo a listagem das atrações confirmadas:

LINE-UP


Sábado – 12 de novembro


Palcos principais:


Emicida, Michael Franti & Spearhead, SOJA, Marcelo D2, Damian ‘Jr. Gong’ Marley, Snoop Dogg, Kanye West e Black Eyed Peas.


New Stage:


Cruz – Update or Die, Copacabana Club, Miranda Kassin & Andre Frateschi, Matt & Kim, OFWGKTA e Ghostland Observatory.


Heineken Greenspace:


DJ convidado, DATABASE, ASK TO QUIT, AVICII, DJ MARKY & S.P.Y PRESENT GALAXY, WHO MADE WHO (TOMAS BARFOD), JAMES MURPHY, FRANKIE KNUCKLES e TIGA


Domingo – 13 de novembro


Palcos principais:


Zé Ramalho, Ultraje a Rigor, Tedeschi Trucks Band, Chris Cornell, Duran Duran, Peter Gabriel & The New Blood Orchestra e Lynyrd Skynyrd.


New Stage:


Apolonio, Sabonetes, Is Tropical, !!!, Playing For Change, Modest Mouse e Hole


Heineken Greenspace:


BRUNO OLIVEIRA, RAUL BOESEL, MEME, GARETH EMERY, PAULO BOGHOSIAN, BOOKA SHADE, JOHN DIGWEED, AFROJACK e FEDDE LE GRAND

Segunda – 14 de novembro


Palcos principais:


Raimundos, Duff McKagan’s Loaded, BRMC, Down, 311, Sonic Youth, Primus, Megadeth, Stone Temple Pilots, Alice In Chains, Faith No More.


New Stage:


Medulla, Ash, Pepper, The Black Angels, Bag Raiders, Miyavi, Crystal Castles e Simple Plan

Heineken Greenspace:


RICARDO BELLINI, DUBSHAPE, DAMIAN LAZARUS, M.A.N.D.Y., JOORIS VORN + NIC FANCIULLI, GUI BORATTO, LAYO & BUSHWACKA, LOCO DICE e SVEN VATH.





Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Sábado – 12 de novembro

Palcos principais:

Emicida, Michael Franti & Spearhead, SOJA, Marcelo D2, Damian ‘Jr. Gong’ Marley, Snoop Dogg, Kanye West e Black Eyed Peas.

[/quote']

 

Definitivamente é o dia que o mato vai queimar adoidado...

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Lynyrd Skynyrd no Brasil: o dia em que o sonho virou realidade…

“Confirmou?”

No ultimo mês, esta palavra acima, seguida de seu inseparável ponto

de interrogação, pintou na minha caixa de e-mails diariamente. Não é

exagero. Amigos, leitores, curiosos, todos tinham a mesma dúvida: teria o

SWU confirmado a presença do Lynyrd Skynyrd em seu cast?

Depois de sofridas semanas de sigilo completo posso finalmente trocar a interrogação pela exclamação: “Sim, confirmou!”

Será a primeira vez que o Lynyrd Skynyrd toca na América do Sul. O grupo, um pilar sagrado do southern rock norte-americano, raramente sai dos EUA. Ponto para o SWU que conseguiu fechar com a banda.

Vale lembrar que a fase clássica do Lynyrd Skynyrd foi tragicamente

interrompidapor um acidente aéreo, em 1977, que vitimou três

integrantes, sendo um deles o vocalista e líder Ronnie Van Zant.

A banda ficou dez anos parada, mas desde 1987 está na estrada com

Johnny Van Zant, irmão mais novo de Ronnie, nos vocais. A formação mudou

e muita água passou por debaixo da ponte, é verdade, mas, uma coisa é

fato: o espírito dentro do grupo continua o mesmo.

E para sacar esse “espírito” basta prestar atenção na música que

encerrará a apresentação do Lynyrd no SWU – a mesma que encerra todos os

shows do grupo. Trata-se da legendária Freebird, sempre dedicada aos ex-integrantes mortos.

Prepare-se para o ataque de três guitarras sulistas do Skynyrd, um show que certamente vai ficar pra sempre na sua memória.

 

 

Rafael Araujo2011-10-29 10:36:41

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

II Fórum Global de Sustentabilidade

Um acontecimento que vai colocar o SWU no circuito das grandes discussões sobre sustentabilidade

Prêmio Nobel da Paz, acadêmios de reconhecimento internacional,

jovens talentos, personalidades nacionais e estrangeiras, representantes

de entidades não governamentais: o Fórum Global de Sustentabilidade SWU já é um marco na história dos grandes eventos que tratam da sustentabilidade.

Depois de uma bem-sucedida estreia em 2010, o evento realiza este ano

sua segunda edição com um time de peso que, durante três dias,

participará de discussões em torno do tema principal do Fórum:

“consciência e atitude”.

O objetivo do encontro é fomentar debates em torno da

sustentabilidade através do exemplo e da experiência de pessoas,

empresas e organizações que já contribuem para um modo de vida mais

sustentável – social, ambiental e economicamente –,

 

mostrando que por meio de novas escolhas e práticas todos podemos, sim, fazer a diferença.

O II Fórum Global de Sustentabilidade será realizado

no Teatro Municipal de Paulínia, na arena onde acontecerá o SWU Music

and Arts Festival e contará com dois paineis de debates por dia. A

abertura ficará a cargo da orquestra do Projeto

 

Guri.

PROGRAMAÇÃO:

Dia 12

Neil Young -  uma das principais vozes pacifistas da América nos anos 60. Extremamente engajado em causas sociais, Young conseguiu

converter seu Lincoln Continental 1959 em um carro que só utiliza

energia alternativa (bio-combustível e bateria elétrica), batizado de

“LincVolt”.

David Cahen - O professor e cientista israelense David Cahen é chefe

do Departamento de Energia Alternativa do Instituto Weizmann de Ciências

de Israel.

José Eli da Veiga - foi um dos primeiros estudiosos a se

dedicar ao tema do desenvolvimento sustentável, já a partir do início da

década de 70. 

Rigoberta Menchú - recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1992

por sua campanha em defesa dos povos indígenas e, atualmente, é

candidata à presidência da Guatemala. Ela é também Embaixadora da

Boa-Vontade da UNESCO e vencedora do Prêmio Príncipe das Astúrias de

Cooperação Internacional.

Laís Bodanzky - Não é uma diretora comum. A cineasta tem uma filmografia marcada por

obras que abordam questões sociais, fruto de sua própria emoção diante

dos fatos em si.

Manoel Cunha - É presidente do Conselho Nacional dos

Seringueiros. Nasceu no Amazonas e até os 24 anos viveu em um regime de

semi-escravidão, trabalhando como seringueiro na floresta amazônica.

Gilberto Dimenstein - O Jornalista integra o Conselho Editorial da Folha

de S. Paulo e vive nos Estados Unidos, onde trabalha em parceria com

pesquisadores do Media Lab do MIT (Massachusetts Institute of

Technology).

Oskar Metsavaht - Diretor de estilo e criação da marca Osklen, o estilista  é fundador e vice-presidente da Associação Brasileira dos

Empreendedores Amigos da UNESCO.

DIA 13:

Marina Silva - Há quatro anos, a ex-senadora foi eleita pelo jornal inglês The Guardian como

uma das 50 pessoas que podem salvar o planeta.

Mario Mantovani - Ambientalista e Diretor de Mobilização da Fundação SOS Mata Atlântica,

cuja missão é promover a conservação da diversidade biológica e cultural

da Mata Atlântica, e estimular ações para o desenvolvimento

sustentável, educação e cidadania socioambiental.

The Voice Project - Campanha que emprega a música e a voz de artistas para arrecadar

recursos em benefício de comunidades atingidas pela guerra na África.

Daryl Hannah - Estrela de filmes como Kill Bill, Blade Runner, Splash – Uma Sereia em

Minha Vida, Daryl é uma ativa militante das causas ambientais e

defensora do uso do biodiesel como combustível sustentável.

Virgílio Viana - Diretor Geral da Fundação Amazonas Sustentável, atua para valorizar os serviços ambientais nas Unidades de Conservação do Amazonas e remunerar as comunidades que vivem na floresta.

Milena Boniolo - Apesar de jovem, tem

posições bastante firmes em relação ao universo acadêmico, que conhece

bem de perto, e a necessidade da academia rever suas relações com a

indústria, os setores produtivos e sociedade em geral.

M.K. Asante - O americano é um premiado cineasta,

escritor e professor, ganhador do 2009 Award Langston Hughes. Suas obras

abordam os movimentos populares, o ativismo social, o hip hop e a

cultura afro-americana.

Carla Mayumi - A pesquisadora  é co-fundadora da agência Box1824, que

desenvolve projetos que buscam um novo olhar e entendimento sobre a

sociedade.

DIA 14:

Fábio Feldman - O advogado e administrador atua com meio ambiente e

desenvolvimento sustentável desde os anos 70.

Céline Cousteau - Desde pequena, a ambientalista francesa segue o legado de preservação do

meio ambiente deixado pelo avô Jacques Cousteau.

Jon Rose - Surfista americano e fundador da Waves For Water. Inspirado por seu pai. O projeto tem como missão salvar vidas levando água potável

para comunidades carentes, vítimas de guerras e catástrofes naturais.

Bob Geldof - foi o idealizador dos concertos humanitários

Live Aid e Live 8 e luta, há mais de 30 anos, pela construção de um

mundo melhor. Aos 59 anos, Robert Frederick Zenon “Bob” Geldof já foi

indicado ao Prêmio Nobel da Paz e, em 2005, recebeu da organização o

título de Man of Peace, em reconhecimento à sua contribuição em favor da

justiça e da paz internacional. Bob foi vocalista da banda de rock The

Boomtown Rats, no fim dos anos 70, e em 1982 protagonizou o filme “Pink

Floyd The Wall”. O músico ficou muito conhecido pela canção “I Don’t

Like Mondays”, mas sua consagração mundial veio depois de fundar, em

1984, o Band Aid, grupo formado por cerca de  40 grandes nomes da música

britânica e irlandesa que gravou o single “Do They Know It’s

Christmas?”, angariando fundos contra a fome na Etiópia.

SolarAid (Steve Andrews) - Duas das maiores ameaças que a humanidade enfrenta hoje são as mudanças

climáticas e a pobreza global. A SolarAid ajuda a combater ambas levando

energia limpa e renovável para as regiões mais remotas do mundo.

 

 

Rafael Araujo2011-10-29 11:07:58

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

http://www.rac.com.br/campinas-e-rmc/especiais/rac-no-swu/103727/2011/10/30/estrutura-do-swu-e-completamente-danificada-com-temporal.html

 

Estrutura do SWU é completamente danificada com temporal

Grande parte da estrutura do SWU que já estava montada, foi

completamente danificada pela forte chuva que atingiu Paulínia na noite

de sábado (29)

 

 

30/10/2011 - 07h20 . Atualizada em 30/10/2011 - 14h00

 

 

 

 

 

2011%5C10%5C30%5CSWU-2P.jpg

Parte das tendas e placas localizadas em volta do local do evento foram destruídas

(Foto: Paulo Campos/Portal RAC)

Grande parte da estrutura

do SWU que já estava montada, foi completamente danificada pela forte

chuva que atingiu Paulínia e as cidades da região de Campinas na noite

deste sábado (29). Conforme o Portal RAC divulgou ontem, o terreno em

que o festival está sendo construído é descampado e foi fortemente

atingido pelo vento forte e pelo temporal. As imagens mostram que até

boa parte dos 18 km de placas que cercam a area total do terreno do

evento, foram derrubadas

 

 

 

O movimento de shows e palestras

sobre sustentabilidade está previsto para acontecer nos dias 12, 13 e

14 de novembro no Parque Brasil 500, em Paulínia. Desde de ontem

(29), a assessoria de imprensa do SWU está sendo procurada pelo Portal

RAC para saber se os estragos provocados pelo temporal podem atrasar ou

atrapalhar os planos da organização do evento, mas o momento não foi

localizada.

 

 

___________________________________________________

Reportagem mal escrita...

 

O negócio foi feio mesmo aqui na região de Campinas...

 

 

 

 

 

.Saga.2011-10-30 13:20:49

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Direção do SWU se solidariza com moradores de Paulínia; Em nota divulgada prazos e datas estão mantidas

O SWU Music and Arts Festival se solidariza com os moradores da região de Paulínia e Campinas, afetada na noite de ontem por um temporal com ventos de ate mais de 90 km/hora. Segundo a

Defesa Civil de Paulínia, este foi um evento atípico e até então nunca

tinha havido ocorrência de ventos dessa magnitude no município.

A

tempestade danificou parte da estrutura do festival, como as tendas,

que estavam ainda em fase de montagem. Um dos palcos principais, o

Consciência, que já estava inteiramente montado e com a estrutura de

reforço finalizada, não foi afetado, embora estivesse na área mais

exposta à força dos ventos.

 

A organização do SWU informa que, em função dos danos, vai aumentar o efetivo que trabalha na montagem do festival e que o prazo das obras não sofrerá atrasos.

 

 

Rafael Araujo2011-11-01 21:03:08

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Achei muito ruim a qualidade de som das transmissões.

Espero que pra quem compareceu não tenha sido desse jeito!

 

     Vi algumas matérias (Uol/Globo) dizendo que a qualidade do som melhorou em comparação do ano passado, e pra mim, que estava lá, achei também boa.

     O show de encerramento foi genial, até esquecemos da chuva, Faith No More destruiu !

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Achei muito ruim a qualidade de som das transmissões.

 

Espero que pra quem compareceu não tenha sido desse jeito!
     Vi algumas matérias (Uol/Globo) dizendo que a qualidade do som melhorou em comparação do ano passado' date=' e pra mim, que estava lá, achei também boa.      O show de encerramento foi genial, até esquecemos da chuva, Faith No More destruiu ![/quote']

 

 

 

Massa!

 

Uns amigos meus foram e também elogiaram bastante, o que foi um alívio, por que eu tava achando uma merda a qualidade do som, e com pena do pessoal na chuva!

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×