Jump to content
Forum Cinema em Cena
joao_spider

Superman - O Homem de Aço 2 (20??)

Recommended Posts

Não concordo com nada que o Questão disse, tanto que nem acredito que foi ele que disse isso. :wacko:

 

Execução é tudo. Não só em filmes, mas em livros, TV, teatro, HQ, videogames e etc.

"Analisar conceitos" pode ser interessante pra quem estuda ou quem faz o produto, mas pro povão que assiste, não. Se não tiver execução boa ou que agrade o gosto, não tem como funcionar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu também não concordo. Podem até ser analisados separadamente, mas um conceito sem uma boa execução, torna o conceito somente "teorizável".

Serei crucificado, mas opinião é opinião...o conceito usado em relação às mães dos heróis (de ambas terem o nome de Martha), em Batman v Superman, PRA MIM, é muito bom. Era algo que eu não tinha me dado conta e que poderia ser muito bem explorado. Mas, a execução não foi boa. O momento psicológico dos personagens na cena não era o ideal ou foi mal preparado, gerando um anti-climáx para muitas pessoas.

Já pensou se, numa cena da Liga, próximo do fim, está o Bruce na fazenda com o Clark comendo uma torta de maçã feita pela Martha e daí, faz o Bruce lembrar de sua mãe (que também se chama Martha) e cria uma conexão a mais entre os dois personagens? Correriam rios de lágrimas nos cinemas...

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 Galera, acho que fui muito  mal interpretado aqui. Eu não quis colocar conceito vs execução em disputa, ainda mais em detrimento da execução. Se dei a entender isso, dei a entender errado. Concordo com todo mundo quando dizem que a execução é MUITO mais importante que o conceito. Nem tem comparação. É como a velha questão direção vs roteiro, em que a direção é infinitamente superior ao conceito. Concordo que execução ruim ferra conceito bom, e vice versa. Concordo com tudo isso

  Mas acho que o publico  esta pré disposto a gostar de determinados conceitos e de outros não. A morte do Zod, por exemplo. Não vejo que o Snyder errou na execução daquela cena em especial ali. Quem não gosta do fato do Superman matar no filme, não gosta que o Superman mate no filme (ou pelo menos quem eu ouço falar disso). Não é pelo jeito que o Snyder filma ou pela montagem da cena, é o Superman matar. E isso é conceito. Pessoalmente, eu acho que no filme funciona, mas muita gente não gostou.

 Ou vamos olhar esse tópico mesmo. A maioria (eu incluso) pede sim um diretor que execute melhor o que propõe para a sequência de MOS. Mas também pedem um Superman que traga a "esperança e otimismo de volta", que traga "as cores de volta", e isso não é execução melhor. Isso é conceito.

Mas repetindo, EM MOMENTO NENHUM estou defendendo aqui que o conceito fica acima da execução. Tenho plena consciência que a execução é infinitamente mais importante. Mas dizer que o conceito não interfere na recepção ou construção de expectativa, eu acho um pouco equivocado.

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 03/10/2017 at 3:16 PM, Jailcante said:

O que pesa pra mim, é que cada herói necessita do seu próprio filme. Mesmo sendo universo compartilhado, os filmes são de cada um ali, e assim tem que ter seu próprio tom. 

Os do Super funcionariam melhor num outro tom do que o Snyder impôs, mas isso só minha opinião mesmo. E o Snyder pode ser um idealizador eficiente, e tudo que ele pôs no papel poderia funcionar, mas como realizador, ele capenga muito, aí não se tem muito ideia do se poderia funcionar ali ou não.

Mas graças a Patty Jenkins a DC vai fazer filmes com sua próprias histórias e não um filme ligado a algo maior que nunca acontece. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 hours ago, Questão said:

 

 Galera, acho que fui muito  mal interpretado aqui. Eu não quis colocar conceito vs execução em disputa, ainda mais em detrimento da execução. Se dei a entender isso, dei a entender errado. Concordo com todo mundo quando dizem que a execução é MUITO mais importante que o conceito. Nem tem comparação. É como a velha questão direção vs roteiro, em que a direção é infinitamente superior ao conceito. Concordo que execução ruim ferra conceito bom, e vice versa. Concordo com tudo isso

  Mas acho que o publico  esta pré disposto a gostar de determinados conceitos e de outros não. A morte do Zod, por exemplo. Não vejo que o Snyder errou na execução daquela cena em especial ali. Quem não gosta do fato do Superman matar no filme, não gosta que o Superman mate no filme (ou pelo menos quem eu ouço falar disso). Não é pelo jeito que o Snyder filma ou pela montagem da cena, é o Superman matar. E isso é conceito. Pessoalmente, eu acho que no filme funciona, mas muita gente não gostou.

 Ou vamos olhar esse tópico mesmo. A maioria (eu incluso) pede sim um diretor que execute melhor o que propõe para a sequência de MOS. Mas também pedem um Superman que traga a "esperança e otimismo de volta", que traga "as cores de volta", e isso não é execução melhor. Isso é conceito.

Mas repetindo, EM MOMENTO NENHUM estou defendendo aqui que o conceito fica acima da execução. Tenho plena consciência que a execução é infinitamente mais importante. Mas dizer que o conceito não interfere na recepção ou construção de expectativa, eu acho um pouco equivocado.

Eu concordo em partes com você QUESTÃO.

Concordo que há a relação do espectador sobre um determinado conceito, mas, mesmo assim, a execução pode amenizar isso ou ajudar o espectador a comprar a idéia.

Seguindo o exemplo do "Superman mata", mesmo esse conceito poderia ter sido trabalhado de outra forma, porque, o conceito que o Snyder quis passar não era o de que o Superman mata. Esse não era o conceito, a meu ver. O conceito era de que, mesmo um herói visto como um Deus, como um ser à parte de nosso mundo (a abordagem tentar mostrar o lado alienigena do personagem), também possui falhas e características humanas de ter que aprender a lidar com problemas extremos e sofrer as consequências disso (visto em BvS).

Então, se as pessoas compraram um conceito que dizia "Superman mata", ou compraram errado (baseado no que elas quiseram interpretar) ou a execução não possibilitou apresentar o conceito de forma clara.

Pega um exemplo: Na série Smallville, todo episodio terminava praticamente com a morte de um vilão. Mas, a execução era de feita de uma forma que você não atribuía ao Clark o peso da morte do vilão e sim pra suas ações. Daria pra dizer que indiretamente o Clark matava? Sim, daria. Nesse caso, poderia dizer que ele matou antes mesmo de se tornar o Superman?

Resumindo, conceito pra ser concreto precisa de execução, senão é apenas uma teoria a ser debatida infinitamente.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 hours ago, Big One said:

Mas graças a Patty Jenkins a DC vai fazer filmes com sua próprias histórias e não um filme ligado a algo maior que nunca acontece. 

Essa ligação com um mundo maior pode ser feito numa cena pós-créditos, ou numa cena (pequena) ou uma fala aqui ou ali. O importante é o filme/personagem co-existir no seu próprio universo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
34 minutes ago, Cir-El said:

Seguindo o exemplo do "Superman mata", mesmo esse conceito poderia ter sido trabalhado de outra forma

Se bem que ali é muito mais Superman matou do que Superman mata. Mas concordo aqui e vou arriscar ir além: outro pontos de um filme, aparentemente não relacionáveis ao conceito em pauta, contribuem para a percepção do espectador e consequentes absorção e aceitação, até mesmo em uma avaliação que passa do limite diegético. Nesse caso, até mesmo o respaldo que o diretor ganha no decorrer do próprio filme.

Exemplo: quando David Ayer mostrou inabilidade em pontos básicos de "Suicide squad", minha recepção a outros conceitos já era maculada. Não muito, mas na soma de muitos elementos, o repasse da mensagem é comprometido. O mesmo ocorre com a fotografia de um longa etc. Não estou resumindo o assunto e minha opinião a esses pontos, mas jogo holofote aqui à abrangência do tema, que inclui minúcias que tornam relativo o impacto do conceito por si só.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Henry Cavill confirma que tem contrato para interpretar Superman em pelo menos mais um filme

Por
 Caio Coletti
 -
 20/11/2017
 
 
 
 
02.jpg Henry Cavill como Superman
Ouça este conteúdo0:0000:56Audima

O ator Henry Cavill confirmou em entrevista ao LA Times que seu contrato com a Warner/DC prevê pelo menos mais um filme no papel de Superman/Clark Kent.

 

Após aparecer em O Homem de Aço (2013), Batman vs Superman (2016) e Liga da Justiça (2017), o ator contou que espera ansiosamente para saber quando retornará ao papel.

“Há uma oportunidade incrível de contar a história do Superman. Podemos finalmente mostrar todas as suas cores a partir de agora, e contar uma história complexa, que mexa com o personagem e que passe esperança e felicidade para as pessoas”, contou Cavill.

Embora não deva acontecer tão cedo, uma continuação de O Homem de Aço pode ser o próximo filme de Cavill na pele do Super-Homem.

 

FONTE: OBSERVATÓRIO DO CINEMA

Share this post


Link to post
Share on other sites
 

O Homem de Aço 2 | Henry Cavill diz que está trabalhando na sequência

Por

 Caio Coletti

 

O Homem de Aço 2 não estava na lista de projetos futuros da DC Filmes que foi liberada durante a CCXP 2017 (relembre aqui), mas o ator Henry Cavill promete que o filme está a caminho.

 

Durante participação na ACE Comic-Con durante o último fim de semana, Cavill disse a um fã que “está trabalhando” na continuação ao lado de um roteirista que preferiu não nomear.

 

Henry Cavill told a fan today at #ACEcomiccon that he is indeed working on Man of Steel 2. I hope this project comes to fruition and fans get to see Cavill in the suit for another round.

 
 

 

Boatos afirmam que pode se tratar de Matthew Vaughn, diretor de X-Men: Primeira Classe e ambos os filmes da franquia Kingsman, que meses atrás estaria conversando com a Warner Bros. para encarar também a direção.

Ainda não há previsão de lançamento.

Share this post


Link to post
Share on other sites

E incrível que a Warner tenha um ícone deste em mãos e não sabe como lidar com ele de maneira apropriada, parece que tem preguiça de pensar e usar os talentos que tem dentro do estúdio e editora. Aposto que vao sub utiliza-lo em alguma trama como em Flashpoint

 

Resultado de imagem para superman aniversario

Share this post


Link to post
Share on other sites

 Henry Cavill diz que retorno de Clark Kent não será explicado

Por
 Caio Coletti
 -
 14/12/2017
cavillsuperman.jpg Henry Cavill como Superman
Ouça este conteúdo0:0000:59Audima

O ator Henry Cavill disse aos fãs durante a ACE Comic-Con, no fim de semana (via CBM), que o retorno de Clark Kent para o Planeta Diário após a ressurreição do Superman não será explicado em futuros filmes da franquia.

 

“Eu acho que há maneiras de explicar esse retorno, mas isso é algo que os fãs querem ver? A coisa maravilhosa sobre esse filme é que você é capaz de acreditar em coisas impossíveis quando você está assistindo”, disse ele.

“Se eu tivesse bilhões de dólares, sem dúvida faria um filme do Superman por ano, e em um deles eu poderia explicar como Clark conseguiu justificar seu retorno, mas não temos tempo para isso”, concluiu.

Aparecendo em O Homem de Aço, Batman v Superman e Liga da Justiça como o Superman, Henry Cavill disse estar trabalhando em uma sequência de O Homem de Aço.

 

FONTE: OBSERVATÓRIO DO CINEMA

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olha, tô achando que quem editou a parte do Superman na Liga foi o Cavill, não o Whedon, hein?

Pelo jeito, ele pôs paul na mesa e resolveu tomar o personagem pra ele 100% depois da saída do Snyder. 

Na Warner, já devem chamar ele de AAS - Assessor de Assuntos de Superman. 

 

- "Hey, Warner Bros/DC! Quando vai sair o novo filme do Superman?"

- "Não sabemos. Pergunta lá pro Cavill. Ele sabe."

 

hehe :P

Share this post


Link to post
Share on other sites

DIRETOR DE “X-MEN: PRIMEIRA CLASSE”, MATTHEW VAUGHN, DIZ QUE PREFERE FAZER FILMES DA DC!

Capa da Publicação

Matthew Vaughn pode ter mexido em um vespeiro.Na indústria de filmes é muito comum ver elenco, produtores, desenvolvimento e outras pessoas trabalhando em equipes de diversas produções – afinal, todo mundo tem contas para pagar. É por este motivo que vemos, por exemplo, Jeffrey Dean Morgan, o Negan de “The Walking Dead” ser o pai do Batman em “Batman vs. Superman: A Origem da Justiça” ou até mesmo no papel de Comediante, em “Watchmen”. Mas Matthew Vaughn, diretor de X-Men: Primeira Classe, vai além disso e declarou que preferiria dirigir um filme da DC Comics, em vez de um na Marvel. Falando ao IGN do Reino Unido, Vaughn que já teve algumas conversas com a DC/Warner, mas que seus próximos projetos não serão sobre super-heróis. “Eu amo o mundo da DC e eu falei com eles sobre algumas coisas. Gostaria de trabalhar com eles pois é mais divertido se envolver com séries quando elas estão por baixo, pois é mais fácil de fazer um filme bom, assim”, disse o diretor. “Se eu me envolver com alguns filmes de heróis que têm sido desapontantes, eu pensaria… ‘Ok, agora provavelmente será melhor’”, adicionou Vaugn.
Vale lembrar que Matthew Vaughn chegou a ser cogitado para dirigir X-Men 3: O Confronto Final, de 2006, mas abandou o projeto. Ele voltou anos mais tarde, em 2011, com Primeira Classe, retomando a franquia “X” aos eixos, após também o criticado X-Men Origens: Wolverine, de 2009.“Quando eu fiz X-Men eles estavam em um nível muito baixo – X-Men 3, sem ofensas, não foi um trabalho fantástico. É muito mais divertido salvar e reinventar algo – eu ficaria mais intimidado ao fazer um novo Guardiões da Galáxia, por exemplo. Se eu fosse fazer Batman, não há sentido em fazer como Cavaleiro das Trevas, pois isso já foi feito com perfeição. Eu pensaria ‘Oh Deus, vamos tentar com a versão do Adam West’. Não estou interessando com copiar a interpretação de alguém sobre o gênero”, finalizou o diretor.

 

Tradução: "Prefiro trabalhar com filmes da DC pq tá tudo errado lá..":rolleyes:
Bom... faz sentido. Ele sempre mandou muito bem, principalmente acertando as m**** do Singer.
Agora ele iria tentar consertar as bagaças do Snyder. Mas os filmes então que ele pode fazer seriam..
Homem de aço 2
Besouro Azul e Gladiador Dourado
Sociedade da Justiça
Nuclear

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 hours ago, Jorge Soto said:


Bom... faz sentido. Ele sempre mandou muito bem, principalmente acertando as m**** do Singer.
Agora ele iria tentar consertar as bagaças do Snyder. Mas os filmes então que ele pode fazer seriam..
Homem de aço 2

 

 Tecnicamente eram as merdas do Ratner (Hehehe). Depois que o Singer veio, e ferrou com o que o Vaughn tinha concertado. Bom, já discutimos bastante o Vaughn por aqui. Acho que ele foi o unico que conseguiu dar alguma leveza e cor aos X Men, sem com isso se desviar dos temas caros a franquia. Embora sempre prefira ver diretores novos lidando com o gênero, acho que ele poderia ser uma escolha interessante. Mas é um diretor que divide bastante opiniões por aqui.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mark Millar deu entrevista recentemente dizendo que foi chamado pelo Mathew Vaughn pra ser co-roteirista do novo Superman. 

Os rumores são que o Mathew está em conversa com a Warner, mas ele quer o Millar no roteiro. Como a Warner não vai se pronunciar tão cedo, como sempre não faz, só vamos descobrir daqui uns anos...

Share this post


Link to post
Share on other sites

MARK MILLAR JÁ TEVE CONVERSAS COM MATTHEW VAUGHN SOBRE O FILME!

Capa da Publicação

Criador das HQs de Kingsman e diretor da adaptação cinematográfica já discutiram sobre a continuação da história do Superman! Homem de Aço pode ser um filme muito controverso, mas é um grande marco para a produção cinematográfica da DC Comics, uma vez que inaugurou todo o Universo Estendido da editora nos cinemas. O filme se propôs a apresentar uma versão nova e atualizada do Superman, trazendo grandes influências da trilogia do Cavaleiro das Trevas de Christopher Nolan. Há anos, há discussões a respeito de uma possível continuação direta para o filme, mas nada ainda foi definido pela Warner Bros.. Recentemente, Mark Millar, o aclamado roteirista por trás de HQs como Kingsman: Serviço Secreto e Superman: Entre a Foice e o Martelo, deu uma entrevista ao podcast El Fanboy, onde chegou a revelar que Matthew Vaughn, um dos diretores que um dia foi cotado para dirigir a sequência, já teve uma conversa com ele a respeito do longa: “Ele e eu somos grandes fãs do Superman. Digo, nós idolatramos Richard Donner. Amamos os filmes de Christopher Reeve. Ele realmente me ligou há alguns meses e disse: ‘Ei, escuta, a DC Comics está muito interessada que eu faça Homem de Aço 2. Você quer me ajudar nessa?‘ E eu tive que dizer: ‘Eu sou exclusivo da Netflix por alguns anos. Não podemos nem ao menos ter essa conversa.‘ E ele disse algo do tipo: ‘Ah, cara. Quais são as chances disso acontecer?‘ E ele meio que se afastou. E ele já está ligado a algumas coisas e tal. É uma dessas coisas que pode– Digo, se alguém ligar para Matthew e lhe oferecer mais dinheiro, tudo pode mudar amanhã.”
As conversas não foram para frente devido ao contrato de exclusividade que Millar possui com a Netflix – que está adaptando diversos de seus quadrinhos em novas séries. Vaughn parece ter abandonado a possibilidade de dirigir o filme, até por estar ocupado com outros projetos, como o terceiro filme da franquia Kingsman, e até mesmo alguns derivados.Curiosamente, Millar disse que ele e Vaughn já chegaram a propor ideias para uma trilogia voltada para o herói, em 2008 – enquanto aproveitou para alfinetar filmes como o primeiro Homem de Aço e Batman vs Superman: “Era algo grande, otimista e esperançoso. Não há para que fazer algo do Superman se não for para você se sentir bem. Você deveria sair de qualquer filme do Superman como se tivesse ganhado um milhão de dólares. Você deveria se sentir ótimo. O filme em si deveria ser grande, altamente divertido e épico. Mas o Superman precisa sorrir também.” Por enquanto, esperamos novidades a respeito do longa, embora nada ainda tenha sido oficializado pelo estúdio. Após a participação muito elogiada do herói em Liga da Justiça – filme do qual você pode conferir algumas imagens e fotos abaixo -, era de se esperar que a Warner desse um direcionamento maior para o Superman nos cinemas, mas isso não deve acontecer pelo menos nos próximos três anos.
 

Mark Millar...:angry: Consultor-Criativo de... :rolleyes:  1)O Espetacular Homem-Aranha  2)Quarteto Fantástico (2015)  3)O Espetacular Homem-Aranha 2
... Agora quer pagar de entendido sobre adaptações do Superman. Certo, ok. Lembrando apenas uma frase dele, de três anos atrás. "As pessoas vão se surpreender com o filme do Quarteto Fantástico"  http://universoxmen.com.br/2015/05/mark-millar-afirma-as-pessao-vao-se-surpreender-com-o-filme-do-quarteto-fantastico/

Fica pela Netflix que tá bom.:D

Share this post


Link to post
Share on other sites

Apesar de concordar com o Millar em relação a Superman, prefiro ele calado mesmo. Que vá pro Netflix e fique por lá...

Pra mim, diretor que seria foda pra esse projeto seria o Rian Johnson. Se ele fizesse com Superman, o que ele fez com o Luke Skywalker no Ep. 8, eu teria que sair do cinema de macas.

Mas ele já tem nova trilogia SW pra fazer.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Quero "Man of Steel 2" não (sei que não vai ser). Nome do filme tem que ser: "Superman - ____________________" [insira seu subtítulo preferido aí].

Snyder saiu, então vamô parar de esconder o nome do cara, principalmente no título do filme. Já deu isso.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×