UA-130521384-1 Jump to content
Forum Cinema em Cena
Sign in to follow this  
Olórin-o Ainur

Qual Momento Simboliza a Trilogia?

Recommended Posts

Dei um olé pela Terra Média... e lá não tem PC... Eu naveguei por Muito até chegar em numenor, e traves de contos incabados, conheci muita coisa... ainda não terminei de ler... mas por enquanto está otimo... Acho que apesar de Tolkien já ter partido par o oeste ainda brilha a sua luz em nossas vidas... 03.gif

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fala pessoal!!!

 

 

Tô passando mesmo só pra deixar registrado...

 

... o quê, eu não sei.

 

 

 

Enfim... é aquela velha história (acho que atualmente já posso considerá-la velha) de tempos imemoriais em que os elfos se cansaram da Terra-Média, né?

 

Então... a gente viajava de volta pra ver como estavam as coisas... mas não pisávamos nas terras mortais.

 

 

Enfim... muito bom ver que alguns continuam por aqui.

 

Grande abraço.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Será que não poderiam criar um outro tópico parecido com o Seroni?

É proibido?

 

Li uma vez que fecharam o Seroni porque havia o tópico da Mãe Joana.Mas me parece que o Seroni era bem mais antigo, não?

 

Justo agora que estava querendo participar de um tópico assim...04

 

Buáaáá

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Será que não poderiam criar um outro tópico parecido com o Seroni?

É proibido?

 

Li uma vez que fecharam o Seroni porque havia o tópico da Mãe Joana.Mas me parece que o Seroni era bem mais antigo' date=' não?

 

Justo agora que estava querendo participar de um tópico assim...04

 

Buáaáá
[/quote']

 

 

Não... não pode criar outro tópico como o Seroni....

 

Não sei porque exatamente... quer dizer, acho que agora os tópicos de flood estão concentrados numa única área...

 

enfim...

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom...fazer o que...04

 

O negócio é procurar ocupar o tempo livre com coisas legais...e ficar chateado porque não se pode mais criar outro Seroni não vai dar em nada.

 

Eu acompanhava o tópico quase sempre, apesar de não postar.Foi o Olórin que me chamou..agora ele não loga!11

 

Minha opinião é a de que, como o Seroni tinha pouca visibilidade, resolveram deixar o "Mãe Joana" como o único para os floods porque a maioria do forum entra mais no Geral do que na seção SDA.E tbm o fato do Seroni ser um lugar mais "fechado" para os fãs de SDA ou para os amigos de longa data,sei lá!

 

Mas não acho que seria nocivo para o funcionamento do forum, se deixassem o Seroni aberto.Duvido que algum problema de sobrecarga ocorreria.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Isso é um pouco old, mas é legal: aquelas listinhas que todos nós adoramos...

Jornalistas e críticos do site da CNN elegeram as melhores e piores cenas de guerra do cinema. A trilogia do anel cravou duas entre as dez melhores e... uma entre as seis piores (?). icon_confused

 

AS MELHORES

1 - "Apocalypse Now", Francis Ford Coppola, 1979:
"Adoro o cheiro de napalm pela manhã. Tem o cheiro da vitória", diz o ensandecido personagem de Robert Duvall depois do ataque ao som de "As Valquírias", de Wagner, saindo dos megafones presos nos helicópteros que atacaram uma aldeia vietnamita. Já no chão, ele pede que a aviação varra a floresta com napalm para queimar os vietcongs. "Nenhum momento cinematográfico captura melhor a estupidez, os absurdos e a tragédia humana da Guerra do Vietnã", diz a "CNN".

2 - "O resgate do soldado Ryan", Steven Spielberg, 1998:A cena inicial é a do fatídico Dia D (6 de junho de 1944), dia do desembarque das tropas aliadas na Normandia. São 25 minutos de horror, sangue, mutilações, desespero, caos, morte e destruição. A câmera, sob o ponto de vista do capitão John Miller (Tom Hanks), é tão caótica quanto a cena. Fica no plano do soldado que se arrasta, com balas passando em todas as direções, caindo junto com os soldados e até mostrando respingos de sangue na lente. É de um realismo incrível.

3 - "Senhor dos anéis - As duas torres", Peter Jackson, 2002:É a A batalha do Abismo de Helm. O gigantesco exército de Saruman com os orcs Uruk-Hai e a inevitável ruptura do forte conseguem dar à batalha um nível de realidade impressionante, não devendo em nada a um filme de guerra.

4 - "Senhor dos anéis - O retorno do rei", Peter Jackson, 2003: Agora é o conflito nos Campos de Pelennor, numa escala muito maior que a batalha de Helm. As cenas são desesperadoras, graças à trilha sonora de Howard Shore e à câmera ágil de Peter Jackson, que inclui diversas tomadas aéreas que revelam centenas de milhares de combatentes em ambos os lados da guerra. É considerado o melhor momento do filme.

5 - "Uma ponte longe demais", Richard Attenborough, 1977: A cena da chegada das Tropas Aliadas na ponte de Arnhem. Foram milhares de pára-quedistas descendo até as linhas inimigas, na Holanda. Richard Attenborough dirige um elenco estrelar nessa cena, que inclui Anthony Hopkins, Laurence Olivier, Sean Connery, Dirk Bogarde, Ryan O'Neal e Robert Redford.

6 - "Tora! Tora! Tora!", Richard Fleischer, Kinji Fukasaku, Toshio Masuda, 1970:
Há dois bons filmes sobre o ataque a Pearl Harbor e nenhum deles se chama "Pearl Harbor". Se "A um passo da eternidade" conseguiu brilhantemente mostrar o drama humano do acontecimento, "Tora! Tora! Tora!" captura a audaciosa invasão-surpresa dos japoneses à base naval americana. Extremamente caro para a época (custou estimados US$ 25 milhões) e com três diretores, um americano e dois japoneses, o filme foi produzido realmente em escala épica.

7 - "Zulu", Cy Endfield, 1964:O retrato da batalha de Rourke's Drift de 1879 provou-se influente, inspirando a encenação de Peter Jackson para a batalha de Helm, em "O Senhor dos Anéis - As duas torres" e ecoou em "Tropas estelares", de Paul Verhoeven. Você ainda pode sentir o frio na boca do estômago quando vê uma grande onda de soldados Zulu correndo na direção de 150 soldados britânicos.

8 - "Tropas estelares", Paul Verhoeven, 1997:Batalha de Klendathu e batalha no Planeta P. Na sangrenta luta com os insetos gigantes de Klendathu vemos 100 mil soldados serem picados, rasgados e espremidos até a morte em uma hora. Depois, nós acompanhamos a tropa do durão Rico no Planeta P, onde sua infantaria pobremente equipada é mandada como isca para milhares de aracnídeos. Mas são realmente os insetos os verdadeiros vilões? Ótimo e esperto filme B de ação.

9 - "Coração valente", Mel Gibson, 1995: A batalha de Stirling. Um Mel Gibson pintado de azul interpreta o rebelde escocês William Wallace e tenta com nobreza pôr um fim no domínio da brutal Inglaterra. Sua vitória na Batalha de Stirling é dificilmente um modelo de precisão histórica, mas muito legal e divertida. Apesar de tudo, as provocações zombeteiras de Gibson poderiam ter lhe dado um Oscar por batalha mais bem-humorada, se o prêmio existisse.

10 - "Gladiador", Ridley Scott, 2000: Batalha da Germânia. Clássico caos na eletrizante batalha de abertura, com os romanos se lançando em uma luta enlameada contra os cabeludos e apavorantes bárbaros. Russell Crowe reviveu com propriedade os filmes épicos de espada-e-sandálias.

AS PIORES

1 - "Guerra nas estrelas: O retorno deJedi", Richard Marquand, 1983:Todo o poderio do império com gigantescos paquidermes metálicos dotados de canhões de raios, milhares de soldados, tropas e blindados são derrotados por um bando de criaturas minúsculas armadas com pedras e estilingues. Fala sério.

2 - "Guerra nas estrelas: a ameaça fantasma", George Lucas, 1999:Uma multidão de dróides de guerra contra um exército muito menor, um mundo submarino de criaturas esquisitas com um sotaque que mistura o Harlem com Trenchtown. Quem se importa? Um sith hiper treinado morre e o hiper mala Jar Jar Binks sobrevive. Não há justiça no universo.

3 - "Rei Arthur - A Batalha da Colina Badon", Antoine Fuqua, 2004: Esta lamacenta e sangrenta produção não serve nem para os mais crédulos fãs de Jerry Bruckheimer. Uma mal humorada Keira Knightley numa roupa ridícula com duas tiras que lhe apertam os seios inexistentes combatendo guerreiros saxões no meio do inverno? Dá um tempo.

4 - "O senhor dos anéis - O retorno do rei", Peter Jackson 2003:Toda a sangrenta resistência dos homens de Gondor e os feitos de Rohirrim no campo de batalha perdem o sentido quando o exército de guerreiros mortos chega e passa o rodo nos inimigos em minutos. Eles não podiam ter chegado mais cedo? Truque barato.

5 - "Duna - Batalha de Arrakis", David Lynch 1984:O que pode ser mais ridículo do que Kyle Maclachlan montado numa imensa mangueira de aspirador de pó em formato de verme de areia na batalha dos Fremen contra os guerreiros de Sardaukar? Esta produção tão ruim que quase fica boa teve a pretensão de ser uma nova ''Guerra nas Estrelas''. E as caretas de Sting como vilão não ajudaram nem um pouco.

6 - "Pearl Harbor - Ataque a Pearl Harbor", Michael Bay, 2001": Esta extravagância distendida transforma a tragédia de Pearl Harbor num triângulo amoroso construído com os clichês mais gastos de uma Hollywood que ganha bem mais do que merece. E o que é pior: Ben Affleck sobrevive.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

4 - "O senhor dos anéis - O retorno do rei", Peter Jackson 2003:Toda a sangrenta resistência dos homens de Gondor e os feitos de Rohirrim no campo de batalha perdem o sentido quando o exército de guerreiros mortos chega e passa o rodo nos inimigos em minutos. Eles não podiam ter chegado mais cedo? Truque barato.

 

Naum acheinada demais, no livro é exatamente assim o exercito dos mortos chega no ultimo minuto...

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

A cena em que todos em Gondor se ajoelham diante dos hobbits. No fim de todas as coisas' date=' foram eles, as criaturas mais pacatas de toda a Terra-Média, esquecidas em um canto do mapa, que fizeram os maiores sacrifícios para que todos vivessem livres da escuridão. Depois de tudo o que acontece nos três filmes, este cena consegue capturar perfeitamente a sensação de que enfim, tudo valeu a pena.

[/quote']

 

Concordo. É um resumo de tudo mesmo. Lembro que na introdução da parte 1 a narradora fala algo assim "pois chegará o dia em que todo o destino estará depositado nas mão dos hobbits".

 

E quanto a parte do sacrifício, pra mim uma cena marcante é bem no final quando Frodo diz que "mesmo com o tempo, algumas cicatrizes são tão profundas que não saram". Acho que por isso o Frodo não consegue mais voltar a uma vida normal e acaba partindo com os Elfos.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

A Ultima marcha dos Ents é realmente tocante, dentre outros momentos o discurso do Sam pro Frodo no final de As Duas Torres, cena em que as pessoas de gondor se ajoelham diante dos jovens Hobbits, e tambem aquela cena em que o Billy Boyd canta a música que fez para o filme...muito bonita!

Só tenho bronca de não terem colocado o capitulo da Casa das Curas no filme, que pra mim era um dos melhores capitulos da triologia, eu me emociono toda vez que leio 05, mas entendo a razão!

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Alô criançada o Bozo chegou. Olá a todos

Me apresentando. Meu nome é Renato, tenho 31 anos. Estou começando hoje aki no foreves de cada dia e espero me divertir muito.

 

Quanto à cena do filme que eu mais curto e a qual, pra mim, simboliza a trilogia é sem dúvida a seguinte:

 

Gandalf, Frodo e "militantes", estão dentro das minas de Moriá (Sociedade do Anel) fugindo após terem acordado o demônio Balrog. Quando vão passar pela ponte, Gandalf pára, manda os outros prosseguirem. E ao enfrentar o demônio, ergue o cajado numa mão e a espada na outra, e profere a frase (em todo o contexto dos gestos feitos, ângulo de câmera e etc...): YOU CANNOT PASS!

 

Caras! O filme acabou, subiu a legenda, eu saí da sala e sozinho no Mcdonalds depois eu ainda pensava nessa cena. Pensaei duas coisas:

 

1 - Chegamos a perfeição!

 

2 - Esse hobby, definitivamente, é o melhor que eu poderia ter!
rena_info2009-01-31 16:39:16

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Senhor dos Anéis é cheio de grandes cenas, então fica difícil apontar uma só como A referência. Uma das que mais me emocionam é a do discurso do Theoden antes da batalha de Pelennor, aqueles gritos de "Death!" e a cavalgada colina abaixo. Fantástico. Também o "For Frodo" do Aragorn antes da batalha final é ótimo. Uma cena que me impressionou da primeira vez, mas depois perdeu um pouco de impacto foi a da Laracna.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

×