Jump to content
Forum Cinema em Cena
Questão

Demolidor (A Série)

Recommended Posts

Assistido.

Pra mim, foi um soco no estômago porque o Rei do Crime tava imbatível. Incrível como mostra ele meio que "viralizando o crime" na sociedade de forma até imperceptível. E como o Demolidor tava nulo nessa temp. com várias dúvidas e incertezas (e encheção de saco também), então o vilão teve espaço pra atuar.

Fiquei meio estasiado no final depois de tanta coisa ruim junta que o cara fez.

Agora fica a dúvida se nas temporadas seguintes vão conseguir fazer algo tão forte assim. Complicado.

 

**E faz tempo que não via um seriado da NetFlix no lançamento, mas Demolidor não tinha como deixar pra depois.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 Terminei a 3ª temporada.

 

 Fantástica, e uma ótima adaptação do clássico A QUEDA DE MURDOCK (mesmo que tome MUITAS liberdades). Conseguiu superar a fantástica temporada de estréia. O Rei do Crime está ainda mais perigoso e odioso do que na temporada de estreia, despertando no publico aquela sensação cada vez mais rara que o herói NÃO TEM COMO derrota-lo, a não ser recorrendo a força letal. Charlie Cox mandou bem como sempre como o Matt, dessa vez mostrando um herói chegando bem próximo da loucura. Coadjuvantes muito bem desenvolvidos, com Foggy, Karen, Irmã Maggie, cada um ganhando o seu momento para brilhar. E a estréia do Mercenário não decepcionou, mostrando um vilão realmente assustador, e que se mostra uma ameaça palpavel ao herói. Todas as cenas com a presença do Poindexter são tensas pra caramba. Só o capítulo final, que acho que não ficou tão á altura do resto da temporada, mas nada que prejudique o brilhante resultado final desta temporada.

LUKE CAGE e PUNHO DE FERRO podem ter sido cancelados, mas o Homem Sem Medo está muito bem onde está. Que venham mais temporadas de DEMOLIDOR.

Share this post


Link to post
Share on other sites

DEMOLIDOR – PRODUTOR FALA SOBRE O MOTIVO DE TER DADO UMA HISTÓRIA DE ORIGEM PARA O MERCENÁRIO!

 13m -  237 – Uma bela origem, diga-se de passagem.

POR GUILHERME SOUZA → Em uma recente entrevista, o showrunner da terceira temporada de Demolidor, Erik Oleson, revelou que o motivo para ter dado uma história de origem ao vilão Mercenário na série, foi para que o público criasse um laço com o personagem e “entrasse na cabeça dele”.

Na última sexta-feira, a terceira temporada de Demolidor chegou ao catálogo da Netflix e desde então, milhares de pessoas têm compartilhado sua satisfação com a série nas redes sociais. Um dos momentos mais marcantes, é quando Wilson Fisk participa de um flashback que conta a história de origem do vilão conhecido como Mercenário.

Em uma recente entrevista, o showrunner Erik Oleson falou sobre o momento e sobre como ele faz com que as pessoas criem uma identificação com o personagem.

“Essa a história de como esse personagem — que pode ter sido uma pessoa boa no mundo — se transforma em um vilão, e ultimamente segue o caminho para se tornar um dos maiores vilões da Marvel. E isso nos permitiu contar, eu acho, uma história mais emocionante, profunda e focada no personagem, o que pra mim é a melhor coisa de se poder escrever,” disse Oleson. “São histórias que são contadas do coração, onde você está com os personagens, você entende as decisões que eles fazem, mesmo que você concorde ou não com elas, e você faz parte da jornada. Você meio que entra na cabeça desses personagens.”

Além disso, produtor revela que não queria simplesmente “jogar o personagem na trama”, pois caso ele venha a aparecer futuramente, gostaria que o público tivesse uma compreensão e uma conexão com ele, assim como foi feito com Wilson Fisk na primeira temporada da série.

https://legiaodosherois.uol.com.br/2018/demolidor-produtor-fala-sobre-o-motivo-de-ter-dado-uma-historia-de-origem-para-o-mercenario.html

Share this post


Link to post
Share on other sites

A cena da cadeia neh? Muito louco....

 

Terminei a série..gostei bastte...os personagens em volta do MUrodck tiveram bastante background...não eram unidimensionais...o Poindexter, o Naddeen e até o passado da Karen Page e do próprio Murddock.....a Vanessa que é não eh uma mera esposa....excelente...Wilson mais ameaçador do que nunca e a série ainda encontrou tempo para terminar em alto astral....

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 hours ago, Big One said:

A cena da cadeia neh? Muito louco....

 

Terminei a série..gostei bastte...os personagens em volta do MUrodck tiveram bastante background...não eram unidimensionais...o Poindexter, o Naddeen e até o passado da Karen Page e do próprio Murddock.....a Vanessa que é não eh uma mera esposa....excelente...Wilson mais ameaçador do que nunca e a série ainda encontrou tempo para terminar em alto astral....

 

 

Pois é. Todos os coadjuvantes tem tempo pra brilhar. Só uma das poucas coisas que não gostei é que acho que não precisavam ter dedicado quase um episódio inteiro de flashback pra Karen, mas é um erro pequeno diante de uma temporada excelente.

E o plano sequência do episódio 4 é mesmo lindo de se ver.

Fisk estava mesmo assustador, mas o Mercenário não ficou atrás. A aura de ameaça em torno do cara era incrível. Aquele vilão que realmente nos deixa intrigados sobre como o herói vai derrota-lo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Caras, estruturalmente e tecnicamente é com certeza a melhor coisa que a MARVEL/NETFLIX produziu de LONGE.

Primeiro comentarei brevemente os personagens.

Eu adorei o tom pessoal, os dilemas, os obstáculos inseridos nessa temporada quase que inteiramente. Charlie Cox traduziu das hqs o Matt Murdock de uma forma que eu não imaginaria tão perfeita. O uso da voz, da fisicalidade, devorando o personagem em todas as suas facetas. Como é importante isso né? Os momentos em que ele levanta o tom ganham peso.

A leitura para o Mercenário foi muito inteligente e ouso dizer que será aproveitada no futuro em alguma HQ. O medo e a imprevisibilidade foi somada a uma "pena" que nunca tínhamos ao ler o personagem que o deixou mais interessante. Conseguimos ver que ele é uma panela de pressão que irá estourar, e não queremos isso, nem ELE quer e isso é demais, foi o pulo do gato.

Rei do Crime, eu gostei muito e finalmente vimos o REI, como ele é e o que ele faz, mas em algumas poucas cenas, muito poucas, achei que a atuação ficou um pouquinho afetada. Passou do ponto, mas não pra tirar da inserção ou perder o peso. Suas ações realmente nos deixam preocupados sobre como tudo poderá ser resolvido.

A Karen, não me desce, ficou um pouco melhor, criaram um backround, mas a atriz não consegue carregar, são sempre os mesmos vícios, e seus arcos são sempre os mesmos. Meu senhor, todo o cuidado e capricho com todos os personagens incluindo o Foggy é ignorado na construção da KAREN. Ela descobre algo, confronta alguém, dá merda, se arrepende chora, descobre algo, confronta alguém, dá merda, se arrepende e chora, e assim por diante em todas as suas temporadas incluindo a do justiceiro, meu deus quanta chatice!

O Nadeem, tivemos que engolir né. Personagem chato, com muito tempo de tela, atuação horrível, mas que a gente se acostuma parece, hahaahah.

Tecnicamente a série é um desbunde. Muito coesa pra uma série com vários diretores, quadros lindos, montagens bonitas, paciência e fluidez nos movimentos. Isso extende o universo, trás vida pra aquele mundo. Pra a gente que lê/leu as hqs é empolgante ver os quadros, e as analogias tiradas e inspiradas nos gibis. O que era aquela Missa Vermelha? as tomadas da cidade, a igreja, a cidade, e o uso das luzes? Sem falar naquele plano sequência né. Ridículo de assistir.

Enfim, estou louco pela quarta temporada, mas creio ser IMPOSSÍVEL, ser melhor que essa. Como diz o PH do Youtube, o Dark Knight da série de herois está aí pra quem quiser. E veja só, achei até melhor, haha.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu gostei da forma como o Nadeen foi trabalhado pela série. Achei importante esse desenvolvimento de um cara com.boas intenções que acaba caindo em desgraça.

Curioso que essa temporada termina nos deixando meio no escuro do que pode vir no futuro. Afinal, a primeira deixava claro que teríamos o Tentaculo como grande ameaça na segunda temporada, e s segunda que a terceira iria adaptar A Queda de Murdock. Mas excetuando o obvio retorno do Mercenário, não temos nada.

Acho que podiam adaptar "Diabo da Guarda" pra quarta temporada. Duvido que o Feige e a Sony liberem o Misterio pra série usar (infelizmente) mas podiam substituir ele com o Senhor Medo, talvez.

Quanto ao Fisk, acho que depois desta temporada devem dar um tempo nele.

Mas o que gostariam de ver na quarta temporada?

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hour ago, Questão said:

Eu gostei da forma como o Nadeen foi trabalhado pela série. Achei importante esse desenvolvimento de um cara com.boas intenções que acaba caindo em desgraça.

Curioso que essa temporada termina nos deixando meio no escuro do que pode vir no futuro. Afinal, a primeira deixava claro que teríamos o Tentaculo como grande ameaça na segunda temporada, e s segunda que a terceira iria adaptar A Queda de Murdock. Mas excetuando o obvio retorno do Mercenário, não temos nada.

Acho que podiam adaptar "Diabo da Guarda" pra quarta temporada. Duvido que o Feige e a Sony liberem o Misterio pra série usar (infelizmente) mas podiam substituir ele com o Senhor Medo, talvez.

Quanto ao Fisk, acho que depois desta temporada devem dar um tempo nele.

Mas o que gostariam de ver na quarta temporada?

Pois eu não fui muito claro, ou talvez infeliz no que disse. O arco do Nadeen é muito bem construído sim. Não gostei do ator/performance mesmo.

Sobre a 4 temporada, é difícil explorar tantos dilemas como nesta. Mesmo que peguem esse arco do Diabo da Guarda, um dos meus favoritos, eu acho que na essência, muito dos conflitos do Matt, seriam "repetidos", ao meu ver.

Sobre o Mercenário, eu não sei como ele ficaria melhor do que agora. Não consigo pensar num começo, meio e fim pra ele depois. E com certeza sua relação com o Rei não será tão simples. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pra mim, já fariam um filme socando ele na MCU. Colocam uma participação dele no próximo do Homem Aranha (algo simples, só uma aparição pra falar 'oi' nas cenas pós-créditos), e depois já vem filme-solo barra pesada aí. 2020 tem vaga aberta (Fizeram o do Homem Aranha em 2 anos, então do Demolidor dá pra fazer algo nesse tempo).

 

Sonho da poha.

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 hours ago, Gust84 said:

Sobre a 4 temporada, é difícil explorar tantos dilemas como nesta. Mesmo que peguem esse arco do Diabo da Guarda, um dos meus favoritos, eu acho que na essência, muito dos conflitos do Matt, seriam "repetidos", ao meu ver.

 

 De certa forma, uma das cenas chave de DIABO DA GUARDA já foi adaptado nesta temporada mesmo, que foi a luta na igreja, como você bem disse.

Li uma entrevista do Charlie Cox em que ele diz que se a série for renovada pra quarta temporada, é possível que seja a temporada "mais leve" da série até então, pois levar o Matt "pro inferno" de novo poderia ser repetitivo. To achando então que enquanto as três primeiras temporadas foram principalmente baseadas na fase do Frank Miller á frente do personagem, a quarta pode se basear na recente fase do Mark Waid, que trazia mesmo um tom mais leve e não tão pesado pras histórias do DD.

 

7 hours ago, Jailcante said:

Pra mim, já fariam um filme socando ele na MCU. Colocam uma participação dele no próximo do Homem Aranha (algo simples, só uma aparição pra falar 'oi' nas cenas pós-créditos), e depois já vem filme-solo barra pesada aí. 2020 tem vaga aberta (Fizeram o do Homem Aranha em 2 anos, então do Demolidor dá pra fazer algo nesse tempo).

 

Sonho da poha.

 Demolidor e Homem Aranha juntos no cinema seria fantástico. Nos últimos anos, a Marvel raramente tem feito um filme solo "raiz", sempre colocando outro herói pra fazer participação (mesmo o primeiro do Aranha teve participação do Stark). O lado "mafia" das histórias do Homem Aranha ainda não foi explorado no cinema. Se resolvessem fazer isso, podiam colocar o DD como participação mesmo, até pra testar o potencial do personagem na telona de novo.

Infelizmente, acho difícil, mas sonhar é de graça. Álém do mais, Até ano passado, eu achava impossível Quarteto e X Men de volta no MCU. E o Demolidor já tá ali. Então vai que...

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 11/6/2018 at 1:42 PM, Gust84 said:

Sobre o Mercenário, eu não sei como ele ficaria melhor do que agora. Não consigo pensar num começo, meio e fim pra ele depois. E com certeza sua relação com o Rei não será tão simples. 

 Acho que devem focar mai na construção da rivalidade dele com o Demolidor mesmo, que não foi algo tão focado nesta temporada. Aqui, era muito o De em conflito se cedia a loucura dele ou não, e ficando em busca de uma "estrela guia", seja a colega dele lá, ou o Rei. Ainda não existe aqui aquele ódio crônico com o Murdock que tem nas Hqs também. O showrunner disse em entrevista que essa temporada era muito mais sobre o Dex virando o Mercenário, do que sendo completamente o Mercenário, e a cena final é muito isso, com o alvo aparecendo no olho dele. O arco do Mercenáro numa quarta temporada, creio eu, é ver o que acontece quando o Mercenário não tem nenhuma "estrela guia".

Share this post


Link to post
Share on other sites

ontem eu estava a patroa assistimos ao primeiro episódio desta terceira temporada, e, véi.. muito bom! uma das melhores coisas no netflix, sem dúvida. Aproveito pra recomendar o filme "Oeste sem lei", também por lá.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Com a 3ª temporada de Demolidoroferecendo destaque considerável para a Karen Page de Deborah Ann Woll, que ganhou até mesmo um episódio de flashback inteiro, a atriz tem algumas esperanças para o futuro.

 

Ainda que a 4ª temporada não tenha sido encomendada pela Netflix até o momento, a atriz falou ao The Wrap sobre algo que ela gostaria de ver para a personagem caso hajam novos episódios.

“Eu não tenho a oportunidade de trabalhar muito com mulheres na série. Eu acho que seria maravilhoso ter outra personagem feminina para que especificamente a Karen pudesse trabalhar lado a lado”, diz a atriz.

“Karen sempre foi meio que uma figura solitária… Eu acho que a Karen acredita que, por conta de seu passado e as coisas que ela fez, ela provavelmente não mereça uma relação duradoura”, confessa Wollf.
 
FONTE: OBSERVATÓRIO DO CINEMA

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×