Jump to content
Forum Cinema em Cena
Jailcante

O Hobbit - A Batalha dos 5 Exércitos

Recommended Posts

O Hobbit | Terceira parte da trilogia ganha novo título

 

Peter Jackson diz que Lá e de Volta Outra Vez não se encaixava mais na história do filme

Natália Bridi

24 de Abril de 2014

hobbit_______.jpg

 

 

A terceira parte de O Hobbit vai ganhar um novo título. De acordo com Peter Jackson, a terceira parte de O Hobbit, ante intitulada Lá e de Volta Outra Vez (There and Back Again), se chamará The Battle of the Five Armies (A Batalha dos Cinco Exércitos).

 

No Facebook, o diretor justificou a mudança, explicando que Lá e de Volta Outra Vez  fazia mais sentido em umahistória de dois filmes. Com um terceiro longa, como Bilbo "já está lá", o título perderia o significado. Jackson também revelou que a versão estendida de A Desolação de Smaug terá 25 minutos de cenas inéditas.

A mudança de título já havia sido comentada pelo o TheOneRing.net, quando a New Line registrou um domínio para The Hobbit: Into the Fire (algo como O Hobbit: Para Dentro do Fogo).

 

O capítulo final da trilogia Hobbit chegará aos cinemas em 11 de dezembro.

 

 

 

http://omelete.uol.com.br/hobbit/cinema/o-hobbit-terceira-parte-da-trilogia-pode-ganhar-novo-titulo/

 

Não achei outro tópico pra esse 3º filme da saga Hobbit, então abri esse.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Achei o mais fraco dessa trilogia Hobbit, que significa que é o mais fraco da saga toda.


SPOILERS MIL:

 

 

O final do anterior deixou no ar a ameaça do Dragão, mas o infeliz nada faz aqui. Ok, ele destrói a cidade, mas morre depois de 10 segundos de filme, ou seja Jackson já poderia facilmente ter matado ele ano passado, só não o fez, pra fazer a ligação com esse filme, mas ficou uma ligação meio brocha do jeito que ficou.

 

kxddeg.jpg

Depois de sua morte até que começa a surgir certos desdobramentos interessantes, mas sei lá, não achei que se desenvolveram muito bem.

Batalha final não anima muito, e no fim, nem mostram o final dela direito, já que o filme fica muito em cima da luta do anão com o orc, e esquecem de mostrar o que tá rolando com o povo se matando lá embaixo.

 

Águias gigantes tacam Ursos enormes em cima dos orcs! Leu o que eu disse? Águias Gigantes! Ursos Enormes! Atacando Orcs! Mas o PJ mostra isso? Não!  Fica o tempo todo mostrando aquele anão que ninguém liga, brigar com aquele orc que ninguém se importa...

De positivo, seja o Legolas e suas hyper habilidades, o finalzinho que liga direto com Sociedade do anel, e uma coisa aqui e acolá.

Ainda é bom, e tá no nível da trilogia Hobbit (um pouco abaixo, mas ainda na média), só que passa longe da trilogia SDA.

Resultado dessa trilogia Hobbit: Aquilo lá, que todo mundo sabe, pouca história pra 3 filmes de 3 horas (fico imaginando as versões extendidas...). O segundo filme é o melhor deles por causa do Dragão. Sim, Jackson, O Dragão era o melhor char dessa trilogia e a razão da existência dessa prequel. O primeiro e o terceiro, sem dragão, capengam mais, o primeiro soa melhor porque, apesar de burocrático como esse terceiro, é um filme bem mais bonito. Se pelo menos a batalha final desse terceiro tivesse ficado melhor, poderia facilmente passar o primeiro, como isso não rolou, ele fica no fim da fila mesmo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

SPOILERS MIL:

(...)

Ok, ele destrói a cidade, mas morre depois de 10 segundos de filme, ou seja Jackson já poderia facilmente ter matado ele ano passado, só não o fez, pra fazer a ligação com esse filme, mas ficou uma ligação meio brocha do jeito que ficou.

 

Assisti ontem, e curti essa escolha do roteiro. Não senti falta de mais dragão nesse novo filme. O bicho cumpriu seu papel, achei.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Assisti ontem, e curti essa escolha do roteiro. Não senti falta de mais dragão nesse novo filme. O bicho cumpriu seu papel, achei.

 

Não falei no sentido de achar que o bicho poderia ser usado mais, mas achei que o PJ poderia ter matado ele já no fim do filme anterior. Esses 10 seg. que ele aparece aqui, já poderia ser o fim do filme anterior. E aqui já começaria direto pros desdobramentos da morte dele.

 

**Até acho que poderia funcionar do jeito que ele colocou. Ele ter deixado essa grande expectativa da participação do dragão nesse filme, e matar ele logo de cara, para vir outras coisas. Isso poderia causar certa surpresa e certo impacto no público que poderia funcionar, mas não acho que isso rolou bem. Ele não soube usar isso pro bem. No fim, a gente acaba não ligando pra morte do Dragão.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu gostei do filme. Não é o melhor, talvez seja o mais fraco dos seis filmes. Engraçado que esse filme é mais do Thorin e do Bard, do que do Bilbo. 

 

Aragorn já era ranger 60 anos antes de A Sociedade do Anel? O_O

Não entendi aquele final entre o Legolas e o pai dele. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu gostei dos filmes, mas eu tenho muitas razões para criticar negativamente tá ai mais de 30 linhas:

 

Senhor dos Anéis é três livros com três filmes. Esse é um livro só com trêsfilmes. Logo tem muita barriga não ver quem não quer perceber o excesso.

 

Problema desse exagero é mau desenvolvimento da história. Nada contra criar mais argumento além o livro inclusive não sou fã xiita, mas que seja
conciso e coerente.

 

Tauriel & Kili, por exemplo, é uma tentativa pífia de fazer um romance proibido que nunca funciona. Não ficamos preocupados com relacionamento dos dois.

 

O filme têm os 13 anões, que não desenvolve a personalidade dos mesmos. Seria algo mais justificável e interessante na história saber melhor sobre cada um. Tivemos 3 filmes e com mais de 2 horas para isso fora a versão estendida e nada.

 

Glóin, por exemplo, que é o pai do Gimli no “Senhor dos Anéis”. Um personagem super importante, que ficou completamente apagado. Ao invés disso desenvolveram mal muitos personagens desnecessários.

 

Legolas, por exemplo, de personagem desnecessário, sua única importância na narrativa foi para exibicionismo de efeitos visuais.

 

A trilha sonora, eu e muita gente sentimos falta daquela qualidade de música da trilogia e só tivemos “The Misty Mountains Cold”.

 

Beorn, que é um personagem super importante no livro aqui é bem deixado de lado. Sua aparição na batalha dos 5 exércitos é decisiva na vitória e no destino de alguns personagens.

 

Orcs de CGI (Computação Gráfica), eu apesar de achar bem feito é menos impactante que uma boa maquiagem como nos outros filmes. As criaturas eram assustadoras dificilmente o CGI consegue isso.

 

Radagast é outro personagem que não tem tanta importância e foi mal desenvolvido. Ele aqui é irritante e não passa a imponência de um Gandalf e Saruman.

 

“Vermes gigantes malditos”, para que usar eles só para cavar túnel? Aquelas monstruosidades ali poderiam e muito bem ajudar e demonstra um mau uso da estratégia militar dos vilões.

 

Thranduil e sua mudança constante de personalidade, por muitas vezes deu a entender que ele seria apenas um FDP e depois tenta ser bonzinho. Teve vezes que eu achei até que seria um vilão vira casacas tipo Saruman. Resumindo o cara é de lua?

 

Uma perda de tempo desnecessária com povo da “Cidade Lago”, mais uma vez desculpa para fazer jus a uma trilogia. Toda aquela trama não me fez e muito menos fez outros fãs se importarem tanto com aquelas pessoas.

 

Eu gostei muito do Azog mesmo não existindo, mas aquela mão com o gancho tosco era ridícula. Só agora no filme final que alguém enfim teve a ideia de substituir aquilo por algo mais legal visualmente e útil na batalha.

 

E por fim a conclusão da saga ficou devendo o enterro do Thorin, que no livro em minha opinião é muito importante e tem uma força emocional e narrativa indispensável em um filme que enrola com tanta coisa.

 

Fora visita que anos depois temos de seus amigos anões no Bolsão que eu imaginava que teria já que criaram tanta cosia inútil e dispensável. Cadê o “lá e de volta outra vez”? Resumindo ficou devendo coisa demais em muito tempo disponível.

 

A única razão que me vem na cabeça de ter Tauriel Não existe (super gostosa Kate) seria para pagar peitinho da Elfa. Muitos fãs (pervertidos) ficariam satisfeitos com essa justificativa. Hehehe! :D

 

Eu gostei do filme, mas eu queria uma boa justificativa da Elfa gostosa (pagar peitinho por exemplo). Para mim seria uma boa justificativa para estilo Game of Thrones (O inverno está chegando). :rolleyes:

 

 

Para os "moralistas" que reclamam da classificação indicativa que não podem por peitinhos, pois isso é indecente, perversão, imoral etc. Para mim é conversa fiada, pois a violência é muito mais imoral em minha opinião. Só digo uma coisa sou mil vezes nudez (eu cresci moleque vendo Pantanal) do que uma decapitação de personagem nos filmes. E outra mostraram as nádegas do Beorn por que não da super Kate (Evangeline Lilly)?

 

85521d1221417542-evangeline-lilly-wallpaEvangeline-Lilly-evangeline-lilly-78661_

 

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

É que o jeito que o elfo fala dele, dá  impressão que ele já passou por todas coisas que ele tinha passado no Sociedade do Anel (já era um adulto, se chama PassoLargo, precisa de ajuda e tals), mas tem "milhões" de anos separando um filme do outro. 

 

Meio forçado essa fala dele. Ficou meramente um easter egg meio bobo no fim das contas essa citação do Aragorn.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Aragorn tinha 85 anos em O Senhor dos Anéis. 

 

 

Cena excluída de As Duas Torres onde sua idade é revelada. E sim, descendentes de numenorianos tem vida longa em comparação com outros humanos. Aragorn diz que ele não é o único desta raça. Que ainda tem alguns por ai, na Terra Média. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Direto no queixo, A Batalha dos Cinco Exércitos, mes fez esquecer todos os questionamentos que permearam os dois primeiros filmes. Porque Peter Jackson não fez apenas dois filmes? Porque Peter Jackson não passou a direção para o Guilermo Del Toro? Nunca vamos saber como Del toro faria as batalhas deste filme, mas ninguém faz como Peter Jackson. Ele cria imagens belíssimas e cenas de batalhas espetaculares. E isso é a força do filme porque que já começa arregaçando com a o final da luto com Smaug e depois é batalha em cima de batalha. Deu vontade de ver na telona e rever o primeiro e assistir o segundo direito, sim, só vi um pedaço. 

 

Dito isso, A Batalha dos Cinco Exércitos salva trilogia de ser um desperdício de tempo e dinheiro. Sim, ainda preciso ver o segundo com calma pois fiquei fascinado com o Smaug neste terceiro.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Conferi de novo. Envelheceu muito mal. Já tinha achado esse último mais fraco que Desolation of Smaug, mas agora achei de longe o pior da franquia, um tanto raso e sem nenhum tema ressonante além da virada súbita de Thorin e lealdade de Bilbo. Terceiro Hobbit ainda trás excesso cansativo de CGI, trilha sonora esquecível, romance vergonhoso e trama esticada que parece versão estendida.

 

Ainda sim, é interessante pros fãs da terra média e boas cenas de ação.

 

Depois de ver os três recentemente, considero o segundo o melhor, trazendo uma trama e personagens melhor realizados, CGI mais convincente, sem deixar a desejar na ação.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×