Jump to content
Forum Cinema em Cena
Questão

Liga da Justiça (2017) #2

Recommended Posts

Assistido em IMAX.

Eu geralmente quando tento "analisar" um filme, tento tirar da conta minhas expectativas, e seu contexto pra formar minha opinião. Coisa que pra esse filme ficou impossível. Eu não sei exatamente como, mas essa DC films vive na berlinda, e ao meu ver sofre muito mais com fogo amigo (RICK) do que com as tais críticas da mídia, ou dos "marvetes". Eles simplesmente não conseguem trabalhar em paz! Vivem com críticas e vazamentos de notícias, sendo obrigados a soltar trailers, imagens e o que mais for de maneira antecipada, corrida só pra suprir a sede do pessoal, que geralmente esculacha, o que pressiona ainda mais o trabalho a ser realizado, virando uma bola de neve.

O que me passou é que dentro dessa realidade onde, aparentemente eles não acertam em "nada" (eu sou um que não gostei de praticamente nenhum cartaz e material de divulgação, nem dos trailers), o filme se sai bem até demais. Não tem o gosto amargo dos outros filmes da DC (com exceção da Mulher Maravilha) ao sair da sala de cinema. Tem certa coesão, tem um elenco que o que falta de habilidade compensa com carisma e alguma química. Alguns dos heróis tem um visual bacana (Batman é de uma concepção inacreditável e me impressiona com tantos filmesjá feitos, ninguém reproduzir esse visual antes). O elenco principal com certeza absoluta abraçou o projeto mesmo com todos os problemas e cada um claramente dá o melhor de si. Não senti aquela obrigação e falta de vontade de Suicide Squad, por exemplo.

Bataffleck, segue sendo o melhor Bat/Bruce de todos, e digo sem medo nenhum de errar. Achou seu tom que estava sendo construído em BvS, carrega experi, lidera o pessoal, consegue vender algumas piadas, e é o cérebro da equipe, como em qualquer HQ que lemos/líamos. Gal Gadot é um mistério pra mim. Não sabe atuar direito, mas ela sorri e eu sorrio junto. Os demais personagens conseguem criar personalidades distintas e com um certo arco dramático, com exceção do Aquaman, que achei descartável sua construção, seu universo, seu visual e sua personalidade. O flash achei ele no limite do limite do aceitável para o humor, e que só funcionou muito pelo seu talento como ator.

Sobre a obra em si ela tem problemas. Estruturais, pra variar. Seu ritmo é um pouco confuso e a montagem tem uns cortes meio bruscos entregando a dupla direção e que tem mais coisa por trás do mostrado. Tem algumas cenas com tons mais estranhos. A primeira cena em que a Mulher Maravilha salva o pessoal do ataque terrorista começa com uma música, quando os bandidos tomam o banco/museu, que soa quase pastelão, pra, no momento que ela entra em cena voltar os acordes mais grandiosos, numa quebra de ritmo que pra mim, apareceu.

O filme tem uma sede de mostrar imagens, e momentos, mas esquece de fazer cinema. Tenta montar quadros "inesquecíveis" o tempo inteiro e não monta uma cena inesquecível. Não tem um plano marcante, uma batalha mais criativa, uma união de poderes. E isso num universo pouco povoado e nessa meia luz fica mais pobre ainda.

Não obstante a aspectos técnicos existe uma reviravolta roteirística, que muda o tom do Universo inteiro da qual todos sentem a falta e precisam do Superman, e não vimos em nenhum momento isso, fora com as pessoas dizendo neste filme. Passamos 2 filmes vendo ele, na realidade com relutância do planeta terra em aceitá-lo, com problemas no Congresso, e essa era a novidade desse Superman dos cinemas, a tal "nolanização" dele. Como seria a Terra com um alienígena por aí? Não sei até onde foi a pressão externa ou dos criadores, mas essa mudança de tom achei desnecessária, ou deveria ter sido melhor construída pelo menos no BvS, que mal nos importamos (audiência) com a sua morte, e nem o pessoal da terra daquele universo se importou direito, na realidade. 

Batman falando que eles precisam do "Clark", por exemplo, que ele mal conheceu no último filme é forçado pra mim. Precisa como, cara pálida? viraram amigos aos 40 do segundo tempo do último filme!

E digo isso porque seu renascimento, ainda que feito de maneira "pobre" foi muito bem realizado, no seu segundo momento, no Kansas e tem uma carga emocional boa que , se fosse melhor trabalhada antes, seria ainda muito mais legal.

E aí que está a curiosidade: Com todos esses problemas que eu vi, eu achei o filme divertido de verdade, achei que de alguma maneira acertaram o rumo das coisas e pra onde podem ir. Só acho que falta cinema nesses filmes. Eles tem que parar de  ler os haters e trabalhar tranquilo pra realizar algo original, ainda que adaptado das HQS. Hoje o MCU tem cara própria, além das HQS, e isso por que os caras apostaram contra muita coisa até terem essa carta branca do público. E outra deram sorte, tiveram a liberdade criativa por que não tinham personagens icônicos pra o pessoal meter bala. Quando foram lançar um homem de ferro, quem fucking ligaria para o que ia sair na tela? Herói Série B da Marvel. E daí o MCU virou esse monstro. Teve essa liberdade criativa. 

Infelizmente a DC não tem isso, na realidade tentou fazer isso com o lanterna e deu ruim. Mas, não tem como a DC achar sua essência no cinema no meio dessa bagunça. Falta pensar mais em filme como filme, com começo meio e fim. Filmes de ação, com roteiros de filmes de ação. Os personagens icônicos são o algo mais, não a BASE. Não dá pra pensar que por que eles tem o Superman e o Batman isso é o suficiente pra entregar "qualquer" coisa. Uma cena de ação, não fica melhor por que é o Superman socando alguém e não um qualquer. Fica melhor quando melhor escrita e dirigida.

E os fãs tem que tentar dar a chance deles tentarem algo novo, não algo que alguém está esperando. Tenho certeza que se dessem o tempo certo e eles esquecerem essa tal corrida com o MCU, fariam algo muito melhor e com menos problemas aparentes.

Com o rumo das coisas melhorando como agora, é só esperar ele. Matt Reeves. Confio de olhos fechados. Esse cara vai surpreender a todos, podem printar aqui que esse filme do Batman vai dar boa. O melhor Batman na mão de um cara como ele, é muito difícil dar errado. E daí, Junto com a Mulher Maravlha, vai despressurizar esse DCU de vez pro pessoal trabalhar em paz.

Me perdoem o textão, mas não consigo ser muito prolixo, haha.

Desculpem a bíblia, mas tentei falar do filme e entrar no debate que rolou por aqui.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Legal GUST84. Muitos pontos que você colocou, senti também. Dois pontos que você colocou e que achei interessante:

" tem uns cortes meio bruscos entregando a dupla direção e que tem mais coisa por trás do mostrado. Tem algumas cenas com tons mais estranhos."

isto foi o que mais me "tirou" a imersão do filme. Foi a parte que mais me deu desconforto e por isso que sai com a sensação de que queria ver o produto de um diretor (mesmo que fosse do Snyder de forma mais pesada). Não sei se todos tiveram essa mesma impressão, mas pra mim era escancarada a hora em que a cena mudava e dava pra perceber nitidamente que eram cenas refilmadas...

 

"deveria ter sido melhor construída pelo menos no BvS, que mal nos importamos com a sua morte, e nem o pessoal da terra se importou direito, na realidade"

O Superman é um caso claro de como a Warner se viu obrigada a mudar o tom do personagem de forma brusca. Dá pra perceber que o Snyder tinha planos de fazer essa trajetória do Clark relutante, passando pelo falso-Deus controverso e ressurgindo como o Superman de fato. Mas, nos tempos atuais onde o imediatismo impera, não há chances de um arco de personagem demorar mais de um filme. Tem que ser resolvido logo. O herói tem que nascer pronto.

Nesse aspecto, fica totalmente distante comprar a idéia de que o Superman é de fato o grande herói do mundo. Em BvS ele aparece em noticiários e eu acho a premissa interessante, pois mostra como a população reage ao Superman (em Homem de Aço, também mostra essa perspectiva de como o mundo é afetado pelo alienigena). Em Liga da Justiça, parece que eles esquecem e dizem (porque não mostram a população de fato - aliás, parece até que não existem civis no mundo...kkkk) que todos choram sua perda e como ele foi a inspiração da humanidade. Mas, cinema não dá pra ficar só falando...é necessário mostrar ações que fazem com que o espectador compre a idéia (e não dá pra gerar isso só mostrando o Superman salvando uma familia no meio da luta).

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tirando o clipe de abertura com a música Everybody Knows” e a família no meioo do nada não há população no filme.  Não tem cena das pessoas na rua ou nos bares ou em casa reagindo aos eventos do filme , a ausência do Super ou pior à sua ressurreição/volta. 

Verdado Gust a Marvel não sofrey pressão porque eram heróis B e que agora são A mas como a Marvel já pavimentou os parâmetros então ela dita o rumo. 

Pelo jeito a DC vai fazer isso mesmo. Como mo já anunciado eles vai partir pra filmes independentes sem estar amarrado a algo maior. Depois enfia uma cena pôs créditos do pra atiçar a galera   

Share this post


Link to post
Share on other sites

Animação COCO da pixar já esta vendendo mais que a liga no fandango. Liga fez 7.5 milhões segunda e 10 milhões na terça o que é menor que BvS e Mulher maravilha , mulher maravilha fez 11 na segunda e 14 na terça. A previsão dos sites é que hoje mesmo(quarta feira) ou amanhã(quinta) ,o filme já perca para COCO.

http://www.indiewire.com/2017/11/coco-justice-league-wonder-thanksgiving-box-office-1201899956/

A liga ta mal mesmo , na segunda fazendo 7.5 mas o filme "wonder" fez 3.9(quase 4) é muito próximo. Tanto "wonder" quanto ragnarok ainda estão tirando bilheteria da liga.

Share this post


Link to post
Share on other sites

hehehe

Isso tudo só porque mudaram o Batman... Fico imaginando que se o Bale tivesse continuado, mas os filmes tivesse a mesma qualidade, se o cara ficaria nessa obsessão. Acho que sim, só que inversa...

"Gente, gente! Filme da Liga caiu um pouco, mas foi só um pouco. Tem uma distância considerável do 3º lugar! Vamos continuar indo ver o filme pra ver ele render muito!"

:lol:

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

"Infelizmente a DC não tem isso, na realidade tentou fazer isso com o lanterna e deu ruim. Mas, não tem como a DC achar sua essência no cinema no meio dessa bagunça. "

Gust84, ouça a voz da experiência(do Rick) : o problema da DC no cinema esta justamente querer "copiar" a fórmula da Marvel que por sua vez é uma recauchutada nas fórmulas de ação / comédia oitentista. DC e Marvel podem serem consideradas "quadrinhos" porém são duas mídias diferentes, uma comparação para você entender é o Manga sendo que Manga(quadro engraçado em japonês) é quadrinho mas é ainda uma outra mídia. Veja que o mangá Death Note que já tinha virado animê no Japão falhou na Netflix porque ? porque transformaram o mangá não em cultura americana mas num filme da Marvel. O protagonista Light é o Peter parker , um looser no ensino médio até que sem querer ele ganha "super poderes" ao achar um diário. Tem a Mary jane, tem o Flash Tompson , tem até o abutre, é o abutre ta no filme do Death note da netflix e ai a maionese estraga pois Mangá e Marvel são duas mídias diferentes e da mesma forma a DC é também uma mídia diferente.

Filme da DC para ficar bom tem de ser levado a sério: Liga, lanterna verde, mulher gato, batman e robin, todo filme que a DC tentou inserir piadinha e não levar a sério flopou de bilheteria, coincidência ? não. E quem diz que o Superman de 77 é "filme da marvel" esta doidão pois não tem nada haver, o Superman do Christopher reeves se leva a sério o tempo inteiro e perto de um Thor ragnarok aquele Superman é para maiores , só que o filme tem uma pegada (impossível de ser replicada aqui hoje) de era de prata / guerra fria, aquela época já passou, até as calças eram boca de sino , o mundo de hoje é diferente. DC tem de fazer filme serio e quando tiver falhas tipo BvS , voltar e corrigir a falha e não corrigir o gênero do filme.

DC é Drácula e Marvel é crepúsculo.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
26 minutes ago, @rick said:

 

"Infelizmente a DC não tem isso, na realidade tentou fazer isso com o lanterna e deu ruim. Mas, não tem como a DC achar sua essência no cinema no meio dessa bagunça. "

Gust84, ouça a voz da experiência(do Rick) : o problema da DC no cinema esta justamente querer "copiar" a fórmula da Marvel que por sua vez é uma recauchutada nas fórmulas de ação / comédia oitentista. DC e Marvel podem serem consideradas "quadrinhos" porém são duas mídias diferentes, uma comparação para você entender é o Manga sendo que Manga(quadro engraçado em japonês) é quadrinho mas é ainda uma outra mídia. Veja que o mangá Death Note que já tinha virado animê no Japão falhou na Netflix porque ? porque transformaram o mangá não em cultura americana mas num filme da Marvel. O protagonista Light é o Peter parker , um looser no ensino médio até que sem querer ele ganha "super poderes" ao achar um diário. Tem a Mary jane, tem o Flash Tompson , tem até o abutre, é o abutre ta no filme do Death note da netflix e ai a maionese estraga pois Mangá e Marvel são duas mídias diferentes e da mesma forma a DC é também uma mídia diferente.

Filme da DC para ficar bom tem de ser levado a sério: Liga, lanterna verde, mulher gato, batman e robin, todo filme que a DC tentou inserir piadinha e não levar a sério flopou de bilheteria, coincidência ? não. E quem diz que o Superman de 77 é "filme da marvel" esta doidão pois não tem nada haver, o Superman do Christopher reeves se leva a sério o tempo inteiro e perto de um Thor ragnarok aquele Superman é para maiores , só que o filme tem uma pegada (impossível de ser replicada aqui hoje) de era de prata / guerra fria, aquela época já passou, até as calças eram boca de sino , o mundo de hoje é diferente. DC tem de fazer filme serio e quando tiver falhas tipo BvS , voltar e corrigir a falha e não corrigir o gênero do filme.

DC é Drácula e Marvel é crepúsculo.

 

HAUHAUHAUHA

Cara, você tá errado em níveis inimagináveis. 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hour ago, Gust84 said:

HAUHAUHAUHA

Cara, você tá errado em níveis inimagináveis. 

 

Não estou não, você esta com a opinião formada pela Marvel, essa é a raiz de todo problema para a DC no cinema: a Marvel fez um processo de formação de opinião onde se ensina que super herói TEM DE SER OU É igual da Marvel e quando se faz diferente "não é filme de super herói" tipo Nolan, Logan, X men...o que não é verdade pois super herói não é gênero, tem super herói de faroeste, alienígena, humano normal, bruxa, vampiro e etc. DC é um tipo de mídia, Marvel é outra, Mangá é outra.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cara, cale a boca, hahah!

Você não entende nada de cinema, e pelo jeito nem de hq.

Tá é choramingando por que não tá como você gosta, isso sim! Só isso, mais nada.

Se você lesse ou debatesse ia entender que eu CAGO, pra Marvelização ou não, quero filmes bons. Melhor pra gente, e quanto mais, melhor ainda.

Agora mais rídiculo ainda é você fundamentar que a DC tem o histórico de ser sombria. Isso é uma bobagem sem tamanho e a história das hqs de fato simplesmente arrebentam esse teu argumento. A DC sempre foi FANTASIA, isso não sou eu, é conhecimento notório, quem caiu no conto desse "universo sério e sombrio" foi você quando colou na bola esquerda do Nolan!

Quem fica trazendo estes rótulos e choramingando sobre o assunto é você. Se você não concorda, simplesmente debata, converse, diga os pontos positivos e negativos, mas sem essa tua ideia maluca que o plano por trás disso era sua tese on drugs. Quando vier debater sério, estou á disposição, mas se continuar com essas baboseiras vem meme e resposta brusca sim. Postei ali em cima um texto de sabe lá quantas linhas e você vem me resumir e dizer que meu gosto é fundamentado pela MARVEL? Mais patético que isso só a tese da tese.

O que falta na DC é uma identidade criativa, e não de tom sombrio ou alegre, é fazer algo original. Fazer algo com competência pensando antes de mais nada em fazer um grande FILME, e depois pensar que estão trabalhando com personagens de hq. Foi isso que nolan fez, mais nada. Um grande filme pode ser engraçado, triste, dramático, ou como for. Agora a DC fica dando atenção pra uns abobados tipo você e não confia no próprio taco criativo. E gera essa bagunça que vemos nas telas. A culpa é sua, não deles. Desse haterismo bizarro sem nenhum fundamento.

Só pra sua cara que analisar qualidade de filme por rotten tomatoes é certo.

O melhor filme do ano pra mim até agora,  foi Blade runner 2049 foi um fracasso na bilheteria. Meu gosto, meus argumentos e o que penso sobre filmes nada tem a ver com Marvel, então bem menos nessas bobagens, por favor. Mas repito, SEM SOMBRA DE DUVIDAS, gente como você que está derrubando a DCU.

 

Peço desculpas aos demais, pela descompostura.

Share this post


Link to post
Share on other sites
17 minutes ago, @rick said:

 quando se faz diferente "não é filme de super herói" tipo Nolan, Logan, X men...

Filho:  Vá procurar pela internet em qualquer site/blog/youtuber nerds listas de "melhores filmes de super-heróis". Vamos ver quantas dessas listas excluem os filmes do Nolan, ou o Logan, ou Xmen da lista por "não ser de super heróis"...

(sem falar no fato de que se pessoa excluir eles de serem "filme de super-heróis" seria na base do elogio, pelo filme ser "maior que o gênero" e não por serem menores).

Boa sorte. ;)

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hour ago, Gust84 said:

Cara, cale a boca, hahah!

Você não entende nada de cinema, e pelo jeito nem de hq.

Tá é choramingando por que não tá como você gosta, isso sim! Só isso, mais nada.

Se você lesse ou debatesse ia entender que eu CAGO, pra Marvelização ou não, quero filmes bons. Melhor pra gente, e quanto mais, melhor ainda.

Agora mais rídiculo ainda é você fundamentar que a DC tem o histórico de ser sombria. Isso é uma bobagem sem tamanho e a história das hqs de fato simplesmente arrebentam esse teu argumento. A DC sempre foi FANTASIA, isso não sou eu, é conhecimento notório, quem caiu no conto desse "universo sério e sombrio" foi você quando colou na bola esquerda do Nolan!

Quem fica trazendo estes rótulos e choramingando sobre o assunto é você. Se você não concorda, simplesmente debata, converse, diga os pontos positivos e negativos, mas sem essa tua ideia maluca que o plano por trás disso era sua tese on drugs. Quando vier debater sério, estou á disposição, mas se continuar com essas baboseiras vem meme e resposta brusca sim. Postei ali em cima um texto de sabe lá quantas linhas e você vem me resumir e dizer que meu gosto é fundamentado pela MARVEL? Mais patético que isso só a tese da tese.

O que falta na DC é uma identidade criativa, e não de tom sombrio ou alegre, é fazer algo original. Fazer algo com competência pensando antes de mais nada em fazer um grande FILME, e depois pensar que estão trabalhando com personagens de hq. Foi isso que nolan fez, mais nada. Um grande filme pode ser engraçado, triste, dramático, ou como for. Agora a DC fica dando atenção pra uns abobados tipo você e não confia no próprio taco criativo. E gera essa bagunça que vemos nas telas. A culpa é sua, não deles. Desse haterismo bizarro sem nenhum fundamento.

Só pra sua cara que analisar qualidade de filme por rotten tomatoes é certo.

O melhor filme do ano pra mim até agora,  foi Blade runner 2049 foi um fracasso na bilheteria. Meu gosto, meus argumentos e o que penso sobre filmes nada tem a ver com Marvel, então bem menos nessas bobagens, por favor. Mas repito, SEM SOMBRA DE DUVIDAS, gente como você que está derrubando a DCU.

 

Peço desculpas aos demais, pela descompostura.

Ai papai, lá vem os marvetes. O Gust84, vou refutar essa sua alegação mostrando dados :

Os quadrinhos(HQs) da DC tem 5 grandes fases: pulp fiction(DC/National já existia e era dona de várias pulp), era de ouro, era de prata, era de bronze e era atual . Destas, 4 foram para jovens adultos e só uma (era de prata) foi para crianças por que criaram uma lei chamada comic code autority proibindo o quadrinho para adultos, o marcatismo que acabou no inicio dos anos 70.

- Nas pulp não preciso nem mencionar o tipo de coisa que acontecia com o sombra e outros.

- Se voltarmos a era de ouro, o Superman esmurrava os outros(e nem voava no início) o Batman torturava com arma e a Mulher maravilha subornou pessoas para adquirir uma identidade falsa para ficar no mundo dos homens.

- Passando o marcatismo / era de prata que acabou no inicio dos anos 70. Temos HQs ainda mais violentas que os pulp e era de ouro: batman do Neil adams, liga da justiça em detroid(realismo), arqueiro verde / lanterna verde debatendo a cultura americana(realismo), watchman(antes disso a patrulha do destino já antecipou watchman e x men).

- Titas wolfman e perez(sombrio e realista) onde o asa noturna era(e é ate hoje) arrogante , prepotente. A Ravena era uma manipuladora digna de uma vilã mexicana, o Deathstroke tinha relação com uma menor de idade e a vitima dele "a Terra" se mostrou vilã sendo uma supremacista racial que fumava e bebia.

- Cavaleiro das trevas, Batman ano tudo sombrio, serio e realista.

- Coringa aleijou e estuprou a barbara gordon, bolinou sexualmente a pscóloga no Assylum arkam.

- E muito mais como Reino do amanhã e outros. Até as sagas atuais são sérias como Rebirth, novos 52 e etc.

Nada disso ai é para criança , me desculpe mas não é. Agora, me diz um clássico da marvel ? marvel não tem clássico e não vem dizer que guerra civil é clássico porque não é.A coisa mais próxima que a marvel tem disso é a phoenix negra que vão fazer mais um filme sobre isso na Fox. A unica coisa de "fantasia" mesmo que a DC tem foi feito pelo Jack kirby com os "novos Deuses" que , não é coincidência, foi um dos fundadores da Marvel....

Se você for pegar e pensar em como seria um filme de personagens DC, eles estão muito mais próximo de um filme do Tarantino do que de uma comédia ação oitentista tipo "aventureiros do bairro proibido".

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cara, você leu todo o meu post? Só quis rebater uma ínfima parte dele.

Mas vamos lá, vou tentar de novo.

Impossível discutir com um chorão. Tudo isso que você tá falando está certo e li muito desse material muito mesmo. Acontece que você tem que pegar o mainstream na hora de comparar. Posso ficar aqui falando pra você ler a minissérie Tormento, Última caçada de Kraven, A minissérie Wendigo A morte de Jean dewollf, a morte de Gwen Stacy, e dizer pra você que o Homem Aranha é sombrio, sério e realista.

Você faz questão de rotular quando tem coisa boa e ruim nos dois Universos, mas na ESSÊNCIA, no CORE, a DC tem em 2 de seu trio de ferro, conceitos muito mais abrangentes na jornada do heroi. Personagens fantásticos, indestrutíveis, pouco palpáveis no ser humano, no sentido da aproximação destes com o ser comum. Estão acima deles.

A MARVEL, pegou conceitos como aceitação e discriminação (xmen) E o Homem aranha pra colocar os herois no mesmo plano que o leitor, trazendo dilemas e conceitos palpáveis. Enquanto o Superman queria salvar o MUNDO INTEIRO do Lex luthor, o Homem Aranha queria pegar um ladrão ao mesmo tempo que precisava pagar contas, e chegar a tempo de uma prova.

Eu estou defendendo um do outro? NÃO. Os personagens em 60,70,80 anos de história podem ter fases ou contos sombrios ou alegres? Obviamente que sim.

Estou dizendo que o conceito é diferente. E sempre será.

Agora se você vai responder uma parte só do que eu disse e ainda tentando me diminuir, é impossível de falar com um teimoso que é incapaz de enxergar o óbvio. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Liga da Justiça | Diretor de fotografia Fabian Wagner gostaria de ver corte de Zack Snyder

Longa está em cartaz nos cinemas

image.png.19399854b19e0a6a07806f29f7222a9c.png

Em entrevista ao Hollywood Reporter (via HH), o diretor de fotografia de Liga da Justiça, Fabian Wagner, revelou que gostaria de ver um corte do filme feito por Zack Snyder:

“Esse foi menor do que eu esperava, então algumas cenas não estão lá. Eu realmente espero conseguir ver um corte do diretor, que mostraria tudo o que filmamos e não acabou lá. O que eu amo sobre os cortes de diretor do Snyder é que eles são longos, mas ele toma o seu tempo para contar a história. Nunca vi nenhum de seus cortes e pensei ‘isso é longo’. Mesmo que eles tenham três horas, ou três horas e 10 minutos, eles sempre parecem passar rápido”.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O futuro do Universo Cinematográfico da DC depois de Liga da Justiça

image.png.0d85028dc8110ef7ad48e3d450325230.png
Filme da equipe chegou aos cinemas, mas ainda não é a solução para os problemas do estúdio
 
Não dá para dizer que a DC não se arrisca nos cinemas. Desde a década de 70, quando lançou o primeiro filme do Superman, a empresa não tem medo de recomeçar suas franquias, trocar atores e tentar uma nova abordagem quando algo não dá certo. Liga da Justiça chegou aos cinemas com o intuito de estabelecer de vez o Universo Estendido da empresa, mas parece que a DCprecisará de coragem mais uma vez para se reinventar.

O filme arrecadou US$ 93 milhões na estreia americana, valor abaixo do esperado, e isso é um indicador importante para o futuro. Para comparação, Mulher-Maravilha arrecadou US$ 103 milhões em seu primeiro fim de semana; Batman vs Superman - A Origem da Justiça, US$ 166 milhões; Esquadrão Suicida, US$ 133 milhões e O Homem de Aço, US$ 116 milhões. A reunião dos heróis é, até o momento, o longa do Universo Estendido da DC com a menor arrecadação de entrada. Segundo algumas projeções, ele pode até dar algum prejuízo para a Warner.

Vários fatores podem ter influenciado isso, mas a questão principal é como ficam os próximos filmes da DC depois desse resultado negativo inicial. Por enquanto, as certezas são o filme solo do Aquaman, em fase de pós-produção, Mulher-Maravilha 2, a sequência de um dos grandes acertos do estúdio, e Shazam!, que deve ter um tom mais leve e já contratou seus protagonistas. Existem ainda os projetos da Batgirl de Joss Whedon, do Asa Noturna e do Exterminador, mas não existem detalhes sobre quando essas produções serão feitas. As dúvidas residem mesmo nos demais filmes do estúdio, que foram anunciados há alguns anos na San Diego Comic-Con.

A começar por Ciborgue, personagem fundamental para a trama de Liga da Justiça e que teve várias de suas cenas de origem deletadas do corte final. Com isso, há espaço para explorar a vida de Victor Stone antes de seu acidente, e como ele teve seu corpo transformado pela Caixa Materna. Porém, se Liga da Justiça não teve o resultado inicial esperado, será que um personagem como o Ciborgue consegue, sozinho, sucesso em termos financeiros?

Indo para o Flash, seu filme solo chegou a ter Rick Famuyiwa na direção, mas o cineasta deixou o projeto em outubro de 2016. Na última Comic-Con, a DC anunciou que o longa terá como base a trama do Flashpoint (Ponto de Ignição), que pode significar uma virada para o estúdio nos cinemas.

Nas HQs, o Flashpoint mostra Barry Allen vivendo em uma linha do tempo alternativa, que altera vários heróis como Ciborgue, Aquaman, Mulher-Maravilha e, principalmente, o Batman. Nesse mundo, Bruce Wayne foi morto ainda criança no lugar dos pais e Thomas Wayne se tornou o Homem-Morcego. Martha Wayne enlouquece com a morte violenta do filho e se torna uma versão do Coringa.

O casal Wayne em Flashpoint

É uma história dura, mas a DC sempre teve essa característica nos quadrinhos. Enquanto a Marvel tem heróis mais “pé no chão”, a DC tem os “deuses entre nós”, com arcos dramáticos que surpreenderam fãs de quadrinhos ao longo de várias décadas. Seria um passo importante adaptar uma trama densa como o Flashpoint, desde que a produção tenha qualidade e não sirva apenas para alterar os rumos dos próximos filmes. O foco precisa ser a história.

Arrumando a casa

Além da bilheteria abaixo do esperado, a DC lida com outro grave problema, que são os rumores envolvendo seus projetos. É difícil passar uma semana inteira sem ouvir boatos sobre novos longas que podem ou não acontecer. Nessa lista estão Gotham City Sirens, filme com as vilãs de Gotham City; um possível filme solo do jovem Coringa; outro que uniria Coringa e Arlequina, personagem querida pelo público depois de Esquadrão Suicida, entre outras produções.

Nenhum desses projetos foi oficializado, mas apenas a menção a cada um deles já bagunça os ânimos dos fãs, que começam a fazer teorias sobre como seria cada história. Até mesmo o longa solo do Batman, que atualmente tem Matt Reeves confirmado na direção, já perdeu Ben Affleck atrás das câmeras e agora discute uma possível troca de Affleck como o herói do título.

Em setembro, Geoff Johns comentou sobre essa sensação de “desorganização” que os fãs sentem com a DC. Segundo ele, muitas coisas vazam enquanto ainda estão na fase de roteiro e isso atrapalha a estratégia da empresa. Outro indicativo dado por ele é que os longas do estúdio podem ser menos interligados, diminuindo essa sensação de um universo compartilhado.

Isso não seria uma completa novidade na DC. Por muitos anos, os filmes do Batman existiram sozinhos e o personagem fez sucesso. Porém, nesse momento, o universo compartilhado já está em andamento e seria frustrante para os fãs ter esse projeto interrompido sem uma finalização. O que fazer então? Há uma solução para tudo isso, que vai muito além do que apenas acrescentar humor.

Como dito acima, a DC tem histórias complexas e, para chegar ao impacto necessário nos cinemas, o público precisa se importar, ter empatia com os heróis mostrados na tela. A Mulher-Maravilha é uma personagem bem-sucedida e grande parte desse sucesso se deve ao seu filme solo. Gal Gadot é uma atriz carismática que mostrou as forças e fraquezas da heroína amazona. Agora que conhecemos sua história, é mais fácil se importar com qual será o seu destino nos próximos filmes. O Homem de Aço (2013) também tinha essa premissa, mas apresentou um Superman que ainda não era o farol de esperança esperado pelos fãs. Quanto ao Batman, Ben Affleck foi aclamado por muitos fãs, mas a ideia de mostrar o personagem já veterano, sem nenhum pano de fundo, não funcionou muito bem para a criação de um universo coeso. 

Se a Liga da Justiça não melhorar em termos de bilheteria, é hora de repensar os próximos passos com calma. Estabelecer a personalidade dos heróis de forma contundente e fazer um plano de lançamentos possíveis a longo prazo parece uma boa forma de começar a arrumar a casa. Quando isso estiver estipulado e os espectadores já conhecerem e sentirem uma ligação com cada personagem, aí sim é o momento de unir equipes e apostar em histórias mais desafiadoras.

Para fazer isso, é importante que a DC não se compare com estúdios como Marvel e Fox ou tente alcançá-los rapidamente. É hora da empresa de Superman, Batman e Mulher-Maravilha traçar um plano de futuro contundente e realista, com uma cara própria, que a diferencie do que já existe e faça os fãs aguardarem ansiosos pelos seus lançamentos.

Em suas mãos, a DC tem os heróis mais admirados do planeta, aqueles nos quais nos espelhamos e nos inspiram a sermos melhores. Colocar anos dessa tradição nos cinemas não é uma tarefa fácil, mas com calma e criatividade é possível sim criar um universo grandioso e digno da maior trindade que a cultura pop já viu.

 

E meus amigos parece que vai ter muita coisa para especular nos próximos anos, Pois ate o momento só temos Aquaman pronto e Mulher Maravilha e Shazam e pre produção,  E um longo percusso ate finalizar e chegar nos cinemas, Alguém tem mais uma dica. mais uma discussão saudável 

 

image.png

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 16/11/2017 at 3:15 PM, Jailcante said:

 

A do Super eu não notei a trilha (vou prestara tenção na revisada), mas a do Batman eu notei. Acho que o trio principal já tem temas bem memoráveis, que o usem bem nos próximos filmes.

ouca aqui, na faixa Friends and Foes, a partir do minuto 42

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não sou especialista nesse tipo de produção, mas eu adorei o filme. Não entendo essa nota baixa, parece má vontade.

Gostei da rapidez, de como ele não perde tempo com origens, de como ele resolve rixas românticas apenas com insinuações, por exemplo;  gostei da química entre os atores (alguns só têm carisma - como a Gadot - outros têm talento RealOficial como o Ezra Miller); gostei do figurino; da atmosfera mais bem humorada...

Mas, gente, esse vilão é uma bosta! Um antagonista sintético, convencional, bobo, com voz gutural sem criatividade. O antagonista é o responsável  para que a história de fato exista, então teria de ser melhor construído. Pra mim, é o grande senão do filme, junto com a trilha sonora do Danny Elfman - que é o mesmíssimo trabalho de sempre.

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 hours ago, Gust84 said:

Cara, você leu todo o meu post? Só quis rebater uma ínfima parte dele.

Mas vamos lá, vou tentar de novo.

Impossível discutir com um chorão. Tudo isso que você tá falando está certo e li muito desse material muito mesmo. Acontece que você tem que pegar o mainstream na hora de comparar. Posso ficar aqui falando pra você ler a minissérie Tormento, Última caçada de Kraven, A minissérie Wendigo A morte de Jean dewollf, a morte de Gwen Stacy, e dizer pra você que o Homem Aranha é sombrio, sério e realista.

Você faz questão de rotular quando tem coisa boa e ruim nos dois Universos, mas na ESSÊNCIA, no CORE, a DC tem em 2 de seu trio de ferro, conceitos muito mais abrangentes na jornada do heroi. Personagens fantásticos, indestrutíveis, pouco palpáveis no ser humano, no sentido da aproximação destes com o ser comum. Estão acima deles.

A MARVEL, pegou conceitos como aceitação e discriminação (xmen) E o Homem aranha pra colocar os herois no mesmo plano que o leitor, trazendo dilemas e conceitos palpáveis. Enquanto o Superman queria salvar o MUNDO INTEIRO do Lex luthor, o Homem Aranha queria pegar um ladrão ao mesmo tempo que precisava pagar contas, e chegar a tempo de uma prova.

Eu estou defendendo um do outro? NÃO. Os personagens em 60,70,80 anos de história podem ter fases ou contos sombrios ou alegres? Obviamente que sim.

Estou dizendo que o conceito é diferente. E sempre será.

Agora se você vai responder uma parte só do que eu disse e ainda tentando me diminuir, é impossível de falar com um teimoso que é incapaz de enxergar o óbvio. 

Li todo seu post, como li este de novo.

"Acontece que você tem que pegar o mainstream na hora de comparar"

Ai mesmo que a DC é mais sombria do que tudo. Depois de todas as eras de HQs e graphic novels clássicas , de filmes que se levam a sério como superman I e II, Batman do Tim burton e do Nolan, de games sombrios e sérios como os do Batman ou Injustice, ai mesmo que a DC já esta carimbada na mente das pessoas como SÉRIA e SOMBRIA. E essas sagas ai do Homem aranha são fichinhas perto do que eu falei da DC, a "Última caçada de Kraven" é o cavaleiro das trevas dos pobres.

A MARVEL, pegou conceitos como aceitação e discriminação (xmen) E o Homem aranha pra colocar os herois no mesmo plano que o leitor, trazendo dilemas e conceitos palpáveis.

Esta "versão de fatos", que você esta falando, é propaganda da Marvel e saiu dos escritórios de marketing da editora mas também vou refutar : Primeiro que nada na Marvel é original , ou eles pegam da DC ou das Pulp. O aranha é uma nova versão do "the spider" , os X men é a patrulha do destino escarrado, o Reed Richard é o homem elástico, o Tanus é o Darkside, o Deadpool é o Deathstroke, o Wolverine é o TimberWolf, o Capitão América é o The shield e até as equipes da Marvel foram criadas "inspiradas" na DC segundo o próprio Stan lee assume. Pra dizer que eles não fizeram nada de novo no universo de heróis, eles pegaram a antiga fábula da transição da vida adolescente(que existe em várias histórias clássicas como Alice no País das Maravilhas) e colocaram em suas histórias para criar uma aproximação com o adolescente que é de onde surge a famosa "humanidade real" dos heróis da Marvel. Acontece que, por exemplo, a humanidade do aranha é fake. Se o aranha existisse no mundo real ele não agiria daquele jeito, ou ele seria capturado por governos/corporações ou viraria uma pessoa que se acha a ultima coca cola do deserto se tornando uma espécie de vilão: ele jamais ficaria no colégio brigando com o Flash tompson , tentando namorar a Mary Jane , comprando remédio para Tia may e fazendo prova prova de ensino médio. O aranha como a maioria dos personagens da Marvel, são analogias da transição da adolescência para fase adulta, e os super poderes , são uma referência as mudanças corporais que os adolescentes passam. Agora, o Superman,Batman,Mulher Marvilha, Titãs Wolfman e perez(que já passaram pela adolescência), patrulha do destino, watchman tem histórias mais densas, adultas fazendo referência ao que adultos querem se tornar na vida real, esse é o sombrio e realista da DC. Faça um filme da DC voltado para jovens e adultos , com um mínimo de coerência  que o filme vai bater o bilhão e vai até pro Oscar.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 minutes ago, Gust84 said:

Tentei, Brasil.

Voltarei aos memes.

Meu amigo GUST, depois da quantidade de asneira e desinformação que esse indivíduo já escreveu aqui, me surpreenda que você ainda espere qualquer tipo de comentário coerente vindo dali. É o tipo de fanático que é melhor ignorar completamente.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Realmente a DC esta ferrada no cinema, vai precisar de vários filmes e formadores de opinião para refazer os conceitos dos espectadores senão já era. Tem gente realmente achando que é possível uma DC como vingadores, guardiões ou ragnarok mesmo com toda flopagem dos filmes piadas da DC desde Batman e robin até a Liga.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×