Jump to content
Forum Cinema em Cena
Questão

Luke Cage (A Série)

Recommended Posts

Luke Cage | 2ª temporada trará participações de Gary Clark Jr, Esperanza Spalding e mais

Último episódio terá uma canção original
19/05/2018 - 12:23 - JULIA SABBAGA
 
Netflix/Divulgação
- Netflix/Divulgação
 

A segunda temporada de Luke Cage trará uma série de convidados musicais novos, que incluem artistas de R&B e hip-hop, segundo a Billboard

A lista de artistas inclui Faith Evans, Joi & D-Nice, Gary Clark Jr., Esperanza Spalding, Christone ‘Kingfish’ Ingram, Stephen Marley, Jadakiss, KRS-One, Rakim, e Ghostface Killah.

O criador e produtor da série, Cheo Hodari Coker revelou que Rakim fará a performance de uma musica original, no último capítulo da temporada: "Não apenas temos ele no Luke Cage, temos ele apresentando uma música sobre Luke Cage".

A segunda temporada de Luke Cage chega à Netflix em 22 de junho. Os novos episódios marcam o último papel de Reg E. Cathey, ator de House of Cards e The Wire que faleceu no início de fevereiro. Ele interpretou James Lucas, o pai de Luke Cage na série 
 
FONTE: OMELETE

Share this post


Link to post
Share on other sites

Luke Cage | Showrunner fala sobre a participação do Punho de Ferro na série

Por
 Pedro Vieira
 -
 02/06/2018
 
6-3-696x418.jpg Punho De Ferro

A 2ª temporada de Luke Cage contará com a participação do Punho de Ferro, outro herói que faz parte das séries do universo da Marvel na Netflix. Com isso, muitos fãs esperam poder ver a formação da dupla Heróis de Aluguel, formada por Luke e Punho de Ferro, na televisão e se depende do showrunner do programa, Cheo Hodari Coker, isto de fato vai acontecer.

 

Durante uma entrevista ao AllHipHopTV, Coker deu a entender que a formação dos Heróis de Aluguel pode acontecer muito, muito em breve. “Eu acho – eu espero – que vocês [os fãs] sintam que suas preces foram atendidas no modo como o Punho de Ferro se encaixa [na 2ª temporada] e sua interação com Luke”.

Coker ainda revelou que as críticas feitas à série do Punho de Ferro e à participação do personagem em Os Defensores não o intimidaram. “Sou arrogante o suficiente para achar que o modo como o Punho de Ferro aparece em nosso programa possui uma sensibilidade diferente”.

 

FONTE: OBSERVATÓRIO DO CINEMA

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 2º trailer, bem melhor que o primeiro, e focado nos vilões BushMaster e Black Mariah. Parece que a Mariah assumiu de vez a faceta gangster. Se bem trabalhado, pode ficar legal, por que a atriz é boa. A trilha, como sempre, esta foda.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 Visto a 2ª temporada. Humilde resenha abaixo, sem spoilers.

 Achei bem melhor e mais coesa que a primeira, que parecia ter sido dividida em duas metades. A pegada de cultura negra americana que era um dos pontos fortes da primeira temporada está ainda mais marcada, e as referências ao blackxploitation continuam, mas sem os exageros da temporada de estréia. Luke se torna um personagem bem mais interessante aqui, ganhando interessantes camadas dramáticas, embora devo reconhecer que nem sempre Mike Colter segura essas cenas mais densas. Os principais coadjuvantes tem arcos dramáticos muito bem delineados, como Misty Knight, que deve lutar não só com a inicial sensação de impotência que sente por ter perdido um braço em OS DEFENSORES, mas com as dificuldades de manter-se fiel a lei, dentro de um sistema corrompido. Shades, o braço direito/amante de Mariah Dillard também tem um arco interessante sobre os limites existentes dentro de sua "profissão" e de questões como lealdade e até quando se pode viver uma vida de crimes.

 

 Entre os novos personagens, Tilda Johnson (nos quadrinhos, a vilã Sombra da Noite) que surge aqui como a filha de Mariah, com quem tem uma relação distante tem conflitos interessantes e é bem defendida pela atriz, mas sua personagem surge mais como uma promessa para o futuro da série. Reg. E. Cathey, mais conhecido recentemente por sua participação na série HOUSE OF CARDS, tem aqui o seu ultimo papel como o pai de Luke Cage, que tenta restabelecer alguma relação com o filho. O ator domina todas as cenas de que participa, e convence como o pastor que cometeu muitos erros no passado, mas que agora busca alguma redenção aos olhos do filho.

 

  Mas o destaque são mesmo os vilões. Mariah Dillard (ou Stokes, como o vilão Bushmaster constantemente corrige) tem uma excelente trajetória ao longo desta segunda temporada, em uma jornada dramática muito melhor construída do que na primeira temporada. O caminho de Mariah de mafiosa que tenta legalizar os negócios da família para tentar reverter em algum bem para o Bairro do Harlem, para a mafiosa brutal e totalmente sem coração, que liga o botão foda-se dos episódios finais é incrível. Alfre Woodard tem diversas cenas incríveis ao longo dos treze episódios, e a dinâmica que desenvolve com a filha e com o próprio Luke é fenomenal, desembocando no sombrio e inesperado desfecho da temporada.

 Bushmaster,  vivido pelo ator Mustafa  Shakir surge não só como a grande ameaça física ao herói, já que consegue atingir força sobre humana com a ingestão das ervas Nightshade, como também surge como um espelho sombrio do herói, a pessoa que Cage poderia se tornar se deixar-se consumir pela raiva. As motivações que guiam a vingança que Bushmaster emprega contra Mariah são muito coerentes. Como os bons vilões, nós entendemos por que o Bushmaster está fazendo o que faz, e que dentro de sua perspectiva, ele é o herói desta história, algo muito melhor do que o caricato Casvavel da temporada anterior. Ainda há um bom núcleo familiar em torno do personagem que o humaniza, mas sem tirar dele o tom de ameaça. Alguns pontos do roteiro atrapalham o vilão, como a insistência de corrigir qualquer um que diga "Mariah Dillard" para "Stokes. Mariah Stokes", mas nada que prejudique o conjunto final.

 Diferente da Segunda temporada de JESSICA JONES, que optou por ignorar completamente a minissérie OS DEFENSORES, LUKE CAGE soa muito mais integrado ao universo Marvel/Netflix, com participações relativamente pequenas, mas importantes de Collen Wing e do Punho de Ferro. Alias, é importante destacar como em um único episódio, o Punho de Ferro de Finn Jones soou muito mais interessante e carismático do que em toda a primeira temporada de sua série solo, e em sua participação em OS DEFENSORES, não lembrando mais o moleque birrento que tinha que repetir a cada quinze minutos que era o Imortal Punho de Ferro (de fato, o roteiro é inteligente o suficiente para tirar sarro disso). Temos aqui um herói muito mais equilibrado e zen, e sua dinâmica com Cage está ótima, o que acabou me dando alguma esperança que a 2ª temporada do herói de Kun Lun possa ser boa.

 As cenas de ação também melhoraram bastante, com os roteiros passando a utilizar os poderes de Cage de forma muito mais inventiva. Alias, no já citado episódio do Punho de Ferro, há uma combinação de poderes que se utiliza positivamente da natureza quadrinhesca desses heróis, gerando um momento que deve deixar os fãs bastante satisfeitos. A trilha sonora continua a ser um grande destaque da trama, com o uso de rap, Blues, Hip Hop e o acréscimo de Reggae, devido ao núcleo jamaicano trazido pelo Bushmaster. A fotografia continua adotando tons amarelos sempre que pode, o que tornou-se a identidade visual da série.

 A série continua a brincar com o status de "Herói de Aluguel" que o herói tem nos quadrinhos de forma ainda mais acentuada que na temporada de estréia, mas realmente não faria sentido com o personagem retratado na Netflix. Alguns podem reclamar que os treze episódios soam excessivos, mas eu discordo, pois acho que a série tem o tamanho certo para desenvolver os seus personagens a contento. O sombrio fim da temporada, cheio de referências narrativas e visuais ao clássico de Francis Ford Copolla O PODEROSO CHEFAO abre interessantes possibilidades para o futuro da série, nos deixando curiosos para o que vira a seguir para Luke Cage e os personagens que o cercam.

Leva a minha recomendação. Quem gostou da primeira temporada só até a morte do Cottonmouth, deve gostar desta temporada inteira.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 7/15/2018 at 8:56 PM, Questão said:

 

(...)

Leva a minha recomendação. Quem gostou da primeira temporada só até a morte do Cottonmouth, deve gostar desta temporada inteira.

 

Meu caso. Vou conferir.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Será que a Disney pode usar os personagens no Disney Play (e recomeçar/continuar as séries por lá, se quiser), ou foi que nem com a Fox e Sony que barraram os personagens Marvel por lá?

 

Como o acordo com a Netflix veio depois da Marvel Studios existir, então creio que assinou um contrato mais benéfico pra ela.

Share this post


Link to post
Share on other sites

anotem aí...  Netflix - Punho de Ferro - Luke Cage = Heróis de Aluguel

PS: mas em off o negócio é que tão dizendo q a série do Luke Cage foi cancelada por um motivo que ator não estava concordado com os rumos que a série iria ter na terceira temporada então ele não renovou , por isso o cancelamento;mas creio que Netflix queria cancelar, ela só teve um motivo satisfatório pra isso 

Heróis de Aluguel | Finn Jones indica que série pode estar acontecendo

Punho de Ferro e Luke Cage

Com os destinos de Luke Cage e Punho de Ferro recentemente definidos pela Marvel e Netflix, novidades sobre o que pode estar por vir continuam surgindo. E desta vez, as mais recentes reforçam os rumores de Heróis de Aluguel.  Em uma recente passagem pela sua conta no instagram, o ator Finn Jones, intérprete de Danny Rand / Punho de Ferro, postou uma imagem da série Luke Cage na qual os personagens combinam os seus poderes para derrotar oponentes. Acontece que, se não bastasse, a imagem em questão foi postada pouco tempo depois do anúncio envolvendo o cancelamento de Luke Cage. E como as duas séries foram canceladas com a mensagem de sempre seguir em frente, isso acabou indicando que uma série protagonizada pela dupla conhecida como Heróis de Aluguel pode realmente acontecer. A série de quadrinhos Heroes for Hire foi lançada em 1997, apresentando a dupla de heróis Luke Cage e Danny Rand como protagonistas e trabalhando juntos para resolver serviços por contrato. A Marvel e a Netflix trabalham atualmente no desenvolvimento da 3ª temporada de Jessica Jones, confirmado em maio, além da 2ª temporada protagonizada pelo Justiceiro. Por sua vez, uma 4ª temporada de Demolidor ainda não está confirmada.

 

 

Punho de Ferro | Site afirma que Finn Jones voltará a viver o personagem em outras séries

Imagem promocional de Punho de Ferro 2

Com o lançamento da 3ª temporada de Demolidor definido para a próxima sexta-feira, outras séries da Marvel e Netflix vem ganhando novidades recentemente. E entre elas, o cancelamento de Punho de Ferro foi um dos destaques. Entretanto, de acordo com o site EW, o fim da série solo protagonizada pelo personagem não quer dizer que ele deixará de aparecer no universo em questão. A publicação destaca que Finn Jones retornará como o personagem em outros títulos em breve, mas não diz em quais. Além de afirmar ter tal informação confirmada, eles ainda usam duas declarações para reforçar tal notícia. A primeira delas é justamente a declaração das empresas, no qual é dito ao seu final que “Enquanto a série na Netflix termina, o imortal Punho de Ferro vai viver.” Já a segunda é justamente a declaração do ator Finn Jones, que começou a sua postagem no instagram com a frase de que “cada final é um novo começo”. O certo é que aquilo que esperávamos vai aos poucos se tornando mais claro. Mesmo sem uma série própria, devemos ver Danny Rand novamente em algum momento ao lado de algum personagem neste universo da Marvel e Netflix. Além disso, uma das nossas apostas ainda gira em torno de uma série dos Heróis de Aluguel ou até mesmo As Filhas do Dragão.Vale ainda lembrar que além da 3ª temporada de Demolidor, que estreia no dia 19 de outubro, a Netflix está atualmente trabalhando também no terceiro ano de Jessica Jonese Luke Cage. Além disso, a 2ª temporada de O Justiceiro também está em andamento.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 To achando que é isso ai que o SOTO sugeriu. Vão "fundir" as série em HERÓIS DE ALUGUEL. Se bem que tão dizendo que um dos motivos do cancelamento da série foi problemas na negociação com o Colter, ai  já é outro problema bem diferente.

 Ou simplesmente a Netflix resolveu cancelar a série por "audiência" mesmo. Mas é estranho ser isso, tendo em vista o tempo que levaram pra tomar essa decisão, sendo que em menos de um mês, o machado já caiu em cima do PUNHO DE FERRO.

Share this post


Link to post
Share on other sites
16 hours ago, Questão said:

Vão "fundir" as série em HERÓIS DE ALUGUEL

PRODUTOR DA SÉRIE FALA SOBRE O CANCELAMENTO!

Capa da Publicação

A segunda temporada de Luke Cage foi uma das mais aclamadas desde o inicio da parceria entre Marvel e Netflix. Contudo, ainda assim a série foi cancelada. Segundo os rumores, uma terceira temporada estava sendo planejada, mas a Netflix decidiu de última hora cancelar a trama. Após a Netflix dar um comunicado sobre o cancelamento, o produtor e showrunner da série, Cheo Hodari Coker, foi ao twitter agradecer e falar sobre o cancelamento.

“Muitas memórias. Muitas ligações de agradecimento individuais para fazer. Gostaria apenas de dizer obrigado para a Marvel, Netflix, a melhor sala de roteiristas, elenco, equipe, o Midnight Hour e todos [os artistas] que deram sua graça no Harlem’s Paradise e à mais incrível base de fãs no mundo. Em Frente, sempre…”
As últimas palavras são uma variação da frase que é repetida bastante na série, “Sempre em frente”. O tuíte oficial da série também compartilhou uma imagem com a mesma frase.

O cancelamento de Luke Cage, uma semana após a Netflix também ter cancelado Punho de Ferro está fazendo com que muitos fãs acreditem que isso não passa de uma jogada do serviço de streaming para anunciar uma série dos Heróis de Aluguel, nome pelo qual a dupla de heróis é conhecida nos quadrinhos.

 

🙄

8eb5f0fc092abd5e745b34ab9564e6c6078d4cc0011e4d77cf517f4bfa0684f9.jpg

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 10/20/2018 at 1:58 PM, Big One said:

Pois é, o diretor de conteúdo da NetFlix disse que a Disney não tem poder de cancelar as séries e que o cancelamento do Punho de Ferro e do Luke Cage partiu da própria NetFlix. 

 

https://cinepop.com.br/disney-nao-tem-autorizacao-para-cancelar-series-da-marvel-na-netflix-191536

No caso, então acho que foi o caso da NetFlix dispensar mesmo os seriados de personagens da futura concorrente. Acho que vai ficar só nos top (Justiceiro, Demolidor, Jessica), mas esses acho que dura uma ou dois temporadas ali e depois cancelamento também.

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 hours ago, Jailcante said:

No caso, então acho que foi o caso da NetFlix dispensar mesmo os seriados de personagens da futura concorrente. Acho que vai ficar só nos top (Justiceiro, Demolidor, Jessica), mas esses acho que dura uma ou dois temporadas ali e depois cancelamento também.

Acho que depende do sucesso das séries. Se por exemplo, DEMOLIDOR continuar fazendo o sucesso que faz, não vejo por que a Natflix cancelaria. 

Lembrando que a Marvel tem também a série OS FUGITIVOS em outro serviço de Streaming, o Hulu.

Share this post


Link to post
Share on other sites

SUPOSTOS NÚMEROS DE AUDIÊNCIA REVELAM MOTIVO DO CANCELAMENTO DE LUKE CAGE E PUNHO DE FERRO!

Capa da Publicação

Os cancelamentos de Punho de Ferro e Luke Cage pegaram todos desprevenidos, especulações começaram a surgir visto que a Netflix não se posicionou sobre o que levou a empresa a cancelar as duas séries. O site Screen Rant procurou uma empresa de análise para poder checar o número de audiência das duas séries, e aparentemente este foi o motivo do cancelamento dos projetos que tinham acabado de sofrer uma melhora significativa em qualidade. Os números mostram que as duas séries tiveram uma queda considerável na audiência, principalmente Punho de Ferro, tornando a série um prejuízo para o serviço de streaming.A audiência apresentada mostra uma perda de 59% de audiência para Luke Cage em relação a sua primeira temporada, e 64% para Punho de Ferro também em relação a primeira temporada. Eles compararam em termos de números: enquanto Luke Cage teve “92” de audiência na primeira temporada, somou apenas “38” na segunda. Já Punho de Ferro caiu de “80” para “29”. Os números são preocupantes, pois apresentam mais de metade do público abandonando as séries. 
Luke Cage teria um problema um pouco mais administrativo, além de apresentar números baixos de audiência, existiria um problema entre a Marvel e Netflix em relação a quantidade de episódios. Como a série não apresentou uma rentabilidade expressiva, as empresas estariam em desacordo sobre a quantidade de episódio a serem apresentados, pois isso influencia nos gastos da produção.Se esse quadro se estende para as outras séries da parceria Marvel e Netflix ainda não sabemos, mas que pelos números o projeto não está sendo tão bem sucedido como acreditávamos, isso é um fato. Vamos aguardar para ver qual rumo Defensores, Demolidor, Jessica Jones e Justiceiro irão tomar.

 

De fato, tirando morte ou briga/xilique no elenco dificilmente uma série acaba se não for por baixa audiência😰

84fa184b800b60e2a691f5f544f18e410b7926440a7c5b4ce136f6abdfd3d9d3.png

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Faltam 4 episódios pra ver, devo terminar hoje/amanhã (ainda não peguei a que o Punhos de Ferro aparece, ele só foi citado), mas gostei. Tirando Demolidor temp 3 (que foi bem acima das demais), essa foi a melhor das temporadas desse ano. Só achei que 13 epis. é demais, e teve ep. com mais de 1 hora de duração. Deveriam ter enxugado melhor isso aí.

Só achei que o vilão ali deveria focar a briga com a Mariah, e o Luke ficaria no meio ali da disputa dos 2, mas o cara loucão já chegou quereno treta com o Luke sem muita razão. Mas tá ok. Melhor esse esquema de 2 vilões brigando entre si do que vilões revezando tempo no ar como foi a primeira temp.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Visto ontem o ep. 10, que tem participação do Punhos de Ferro.

2 coisas (Spoilers):

1- O Luke sempre foi um herói que não teve um "guru" (pelo menos, no seriado). Ele foi policial, foi preso, na cadeia ganhou poderes e foi jogado nessa vida de herói, mas nunca passou por um treinamento nisso. E aqui dá pra ver que isso faz falta, já que ele perde a cabeça a toa e fica perdido a toa também. Essa união dele com o Danny (se a tal série dos 'Heróis de Aluguel' sair) seria bom, já que o Danny poderia servir de guru do cara. Esse episódio já serviu até pra mostrar isso.

2- Aqui teve uma inversão do papel dos vilões. Antes, a Mariah parecia meio perdida. Ela tinha essa função de ser a "Rainha do Crime" (depois da morte do Cornell), mas tinha dúvidas em assumir esse papel, 'ir até o fim'. Então, já faz um tempo que ela ficou sambando ali no comando das coisas, bem incerta do que está fazendo. E o Shaders, nessa temporada, é que assumia essa função (tendo esse namoro com ela), com atitudes mais centradas e tendo certeza de que quer aquilo ali (até o amante/ex-amante dele, ele matou depois de uma traição ao esquema de crimes), ele meio que comandava indiretamente as coisas com frieza. Mas...

...teve aquele massacre no bar dos jamaicanos que a Mariah realmente resolveu assumir a autoria ali, já mais certa do que quer. Já o Shaders foi o inverso. Ficou na dúvida de até onde ele poderia ir nesse negócio. Aí, vi uma inversão de valores. Mariah já atuando mesmo, assumindo a vilania e Shadders mais passivo ao lance e com dúvidas.

Gostei disso, porque sempre achei que a Mariah tinha que ser mesmo a "Rainha do Crime" aqui, mas antes sempre ficava renegando esse título, atuando de modo meio frouxo. Se a série não fosse cancelada, gostaria de ver isso indo em frente e ela vira uma 'bitch' mesmo pra valer, e assumindo a vilania/comando da coisa com mais certeza do que quer. E, nisso, o Shaders vendo cada vez mais atitudes sempre extremas dela, poderia virar a casaca de vez, e virar até um 'semi-herói'/'anti-herói', mais pra frente (claro que, de novo, se a série não tivesse sido cancelada). Achei ele um personagem interessante pra fazer essa virada (até pelo fato dele ser gay/bi, seria algo pra Marvel ver no sentido da representatividade). Porque uma coisa que gostei foi, por exemplo, o Wade no 'Punhos de Ferro' sendo meio que vilão na primeira temporada, mas ficou um personagem bem legal na segunda, e até no final da temp. acabou assumindo uma parceira com o Danny (aquela cena final dos dois na Ásia atuando juntos, achei demais). Então, pro Shadders imaginei que algo assim poderia rolar (não um parceria com o Luke, mas alguém que passaria a atuar pro bem ali no meio).

 

Mas ainda faltam ver 2 epis. e meio (ep. 11 só vi uma parte dele ontem).

Share this post


Link to post
Share on other sites

Terminei. Spoilers...

Apesar de ser maior do que deveria (13 epis. com uns com mais de uma hora de duração) até que funcionou bem essa temp. Tinha vilões e situações que renderam bem. Mas achei que o episódio 13 trouxe coisas que poderiam ter durado mais episódios (prisão da Mariah poderia ter rolado no ep. 9 ou 10). E temp. finalizou de forma atípica. Jessica Jones e Punhos de Ferro terminam com ambos temporadas desse ano se descobrindo mais como heróis, já o Luke vai pro inverso. Até referência a 'Poderoso Chefão' fizeram pra deixar o negócio claro pro público...

Fico imaginando como seria a 3ª temp. com o cara assumindo esse lado máfia. Mas enfim, já era.

 

Mantenho o que disse: Foi melhor temporada da Marvel/Netflix desse ano, tirando a imbatível 3ª temp. do Demolidor, claro.

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 10/20/2018 at 6:46 AM, Jorge Soto said:

anotem aí...  Netflix - Punho de Ferro - Luke Cage = Heróis de Aluguel

PS: mas em off o negócio é que tão dizendo q a série do Luke Cage foi cancelada por um motivo que ator não estava concordado com os rumos que a série iria ter na terceira temporada então ele não renovou , por isso o cancelamento;mas creio que Netflix queria cancelar, ela só teve um motivo satisfatório pra isso 

Heróis de Aluguel | Finn Jones indica que série pode estar acontecendo

 

Final do Luke Cage foi bem complicado... Levaram o personagem pro lado sombrio da força, então creio mesmo que o ator não estaria muito satisfeito com isso.

E fazer um 'Heróis de Aluguel' nem sei se daria. Com o Luke mafioso e o Danny sendo rico (pra que ele cobraria pra ser herói? Já tem dinheiro demais), meio improvável.

 

Se Netflix quiser ainda fazer algo com os personagens: O Luke seria o vilão da terceira temporada da Jessica Jones. E os Punhos de Ferro, sei lá. Não acho que ele cabe muito no Demolidor nem Justiceiro. Sobrou dar um oi no seriado da Jessica mesmo e sumir. Triste (porque o final do Punhos eu gostei, queria ver uma sequel ali, principalmente com ele e o Ward no oriente).

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 11/6/2018 at 11:33 PM, Jailcante said:

Terminei. Spoilers...

Apesar de ser maior do que deveria (13 epis. com uns com mais de uma hora de duração) até que funcionou bem essa temp. Tinha vilões e situações que renderam bem. Mas achei que o episódio 13 trouxe coisas que poderiam ter durado mais episódios (prisão da Mariah poderia ter rolado no ep. 9 ou 10). E temp. finalizou de forma atípica. Jessica Jones e Punhos de Ferro terminam com ambos temporadas desse ano se descobrindo mais como heróis, já o Luke vai pro inverso. Até referência a 'Poderoso Chefão' fizeram pra deixar o negócio claro pro público...

Fico imaginando como seria a 3ª temp. com o cara assumindo esse lado máfia. Mas enfim, já era.

 

Mantenho o que disse: Foi melhor temporada da Marvel/Netflix desse ano, tirando a imbatível 3ª temp. do Demolidor, claro.

 

 Achei que pelo menos foi bem mais fechada que PUNHO DE FERRO. A série do Punho meio que exigia uma terceira temporada. Aqui, apesar dos ganchos, o final da segunda temporada até funciona como um final de série, na minha opinião, mesmo que bem atípico, como você bem disse. Não me deixou com aquela sensação de história incompleta que PUNHO DE FERRO deixou.

Mas o potencial pra terceira temporada, com o Luke numa vibe meio Michael Corleone era bem grande.

 

19 hours ago, Jailcante said:

Final do Luke Cage foi bem complicado... Levaram o personagem pro lado sombrio da força, então creio mesmo que o ator não estaria muito satisfeito com isso.

E fazer um 'Heróis de Aluguel' nem sei se daria. Com o Luke mafioso e o Danny sendo rico (pra que ele cobraria pra ser herói? Já tem dinheiro demais), meio improvável.

 

Se Netflix quiser ainda fazer algo com os personagens: O Luke seria o vilão da terceira temporada da Jessica Jones. E os Punhos de Ferro, sei lá. Não acho que ele cabe muito no Demolidor nem Justiceiro. Sobrou dar um oi no seriado da Jessica mesmo e sumir. Triste (porque o final do Punhos eu gostei, queria ver uma sequel ali, principalmente com ele e o Ward no oriente).

 

 Acho que o problema maior pra essa série acontecer agora, é que, como você disse, o Luke e o Danny terminam em lugares bem diferentes e vibes muito diferentes. Acho que nem tem problema o Danny ser rico, até por que na segunda temporada, ele meio que "brinca de ser pobre" trabalhando como carregador e tudo mais. Não seria absurdo da parte do personagem ele decidir viver "do suor do rosto" ao invés do dinheiro que a empresa rende. O problema é o Luke mesmo. Acho que teria que tirar ele dessa posição mafia pra fazer algo estilo HERÓIS DE ALUGUEL.

Acho que a ideia deles era encaminhar pra isso, tanto que no fim da temporada de PUNHO DE FERRO, a Misty fala pra Colleen que tá preocupada com o Luke, e que agora que a Colleen tinha o poder do Punho, ela podia ser útil se o Luke saísse do controle. Mas com as duas séries canceladas, sei lá o que vão fazer com isso.

Mas acho que dá pra reaproveitar o Luke sim. Ele podia mesmo ser vilão/anti herói em uma futura temporada de JESSICA JONES, ou até de DEMOLIDOR ou JUSTICEIRO. Ou quem sabe até mesmo um DEFENSORES VOL. 02?

O Punho de Ferro é mais complicado mesmo. Não vejo onde poderiam continuar a história dele ou da Colleen. No máximo em um DEFENSORES Vol. 02, quando (e se) resolverem fazer

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olha, Defensores 2 é bem difícil de rolar. Tanto que a Netflix nem coloca como seriado ('Temporada 1' ou 'Parte 1'), coloca como 'Minissérie'.

Se não tiver o 'Heróis por Aluguel' ou Luke Cage/Punhos de Ferro aparecerem no Jessica Jones Temporada 3, então já era mesmo. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×