Jump to content
Forum Cinema em Cena
primo

Batman Vs Superman: A Origem da Justiça #2

Recommended Posts

Rapaz... sabe que nesse ponto eu vejo até grande benefício em não ter passado dos ótimos 900 milhões?

 

Tira o tio Zack e vovó Warner da zona de conforto, e a Liga fica melhor do que ficaria.

Mas não foi semelhante, em menor escala, que houve em MoS?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acredito que o público está prestes a assistir, no cinema, a uma inversão desse aspecto da cronologia que envolve "Kingdom come".

 

Aqui, do lado de fora, no mundo real, o público já está naquele cenário distópico, muito mais disposto a crucificar.

 

Snyder colocou os personagens em uma realidade na qual o Superman não é bem recebido. Ele surge nesse ambiente (e devidamente alertado por Jonathan). É um cenário de injustiça. Superman então vai caminhar para se tornar o que é nos quadrinhos, talvez até um pouco mais parecido com a versão do Reeve. Estamos às portas disso. É a origem da justiça, onde as falhas de cada um daqueles personagens ganha chance de ser transformada pela necessidade de agir em conjunto por um bem maior.

 

Encontrei trecho de entrevista que aborda algo nesse naipe, do Superman estar no trajeto para ser o "clássico":

 

https://www.facebook.com/Alegalzinha/videos/992756930815947/

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mas não foi semelhante, em menor escala, que houve em MoS?

 

Estranho que acho que o Snyder deu uma "involuída" ou "desvoluída" rsrs no BvS em relação ao MoS, mas fez um filme melhor no fim das contas. E nem sei explicar muito essa lógica.

 

Talvez porque MoS seja um filme mais acertado que BvS no que diz respeito a ideias e a execução delas. Mas as ideias do BvS são bem melhores que MoS, e a execução, apesar de capengar um pouco, não chegou a compromete-las.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Apostaria que o segredo seja o roteiro. Não sei se serei claro sobre minha opinião, me avisaê...  :D

 

Snyder não tem tanta noção de atuação e necessidade de coerência, mas consegue "mandar bem" quando o roteiro é precavido, como em 300 e Watchmen, obras de conceito mais claro, fechado e redondo. O texto de "Man of steel" não chega a esse nível de clareza, mas é mais enxuto, pois precisa lidar com menos elementos interessantes. Logo, Snyder consegue fazer algo mais redondo ali e pode se perder quando o roteiro tenta ir além. Terrio talvez não tenha tido o tempo ou o tino para ser tão sucinto, claro e redondo quanto Alan Moore.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

Apostaria que o segredo seja o roteiro. Não sei se serei claro sobre minha opinião, me avisaê...  :D

 

Snyder não tem tanta noção de atuação e necessidade de coerência, mas consegue "mandar bem" quando o roteiro é precavido, como em 300 e Watchmen, obras de conceito mais claro, fechado e redondo. O texto de "Man of steel" não chega a esse nível de clareza, mas é mais enxuto, pois precisa lidar com menos elementos interessantes. Logo, Snyder consegue fazer algo mais redondo ali e pode se perder quando o roteiro tenta ir além. Terrio talvez não tenha tido o tempo ou o tino para ser tão sucinto, claro e redondo quanto Alan Moore.

 

 Nunca imaginei que defenderia o Goyer, mas vamos lá. O roteiro de MOS é bem mais redondo e com personagens melhor construídos na minha opinião. Sim, BVS trata com temas e idéias mais ambiciosas. Como filme, acho que BVS diverte bem mais, por isso é melhor. Mas o roteiro de MOS é muito melhor resolvido (embora longe de ser excelente).

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eles vem com esse anuncio(por enquanto em DVD) da "versão estendida" para tentar ofuscar a guerra civil mas não vão conseguir.

 

Primo, é só acompanhar a notícia la dos mercadso financeiro x filmes que dá para perceber que a bilheteria decepcionante assustou eles sim, claro. Quando falo de reboot não digo agora, agora mesmo,  digo  reboot no mesmo estilo do Shumacher e do espetacular homem aranha, ambos tiveram mais filmes onde ficou comprovado a ruindade. Eles vão lançar Esquadrão e MM (que já estão gravados) mas se estes filmes tiverem os mesmos problemsa ai algo vai ter de ser feito.

 

Eu creio que esse projeto é apenas uma forma da Warner atrapalhar a Disney, só isso.A cada filme que a disney lançar eles pretendem ter algo na manga somente para "sabotar" mas sem o intuito realmente de prevalecer pois nem existe uma universologia na DC sendo que existe somente o snyder e o charles roven mas quando vc vai comparar com a Marvel existe uma equipe de mais de 30 pessoas trabalhando no marvel studios com vários direitores que começaram em 2008 e já até saíram. E não é só na Marvel studios não, em outros locais também , vejam a noticia que o soto postou :

 

---------

Hasbro contrata roteiristas da Marvel para criar seu universo cinematográfico

 

Anunciado em dezembro do ano passado, o universo compartilhado de filmes baseados em propriedades da Hasbro começou a tomar forma.Segundo o Hollywood Reporter, a Hasbro e a Paramount Pictures estão formando uma sala de roteiristas para o desenvolvimento dos filmes desse universo – experiência já feita com a franquia Transformers – e o grupo conta com vários roteiristas da Marvel Studios.

Akiva Goldsman, que anteriormente liderou a sala de roteiristas de Transformers, vai supervisionar o time a cargo do universo cinematográfico da Hasbro, que inclui: Michael Chabon, vencedor do Pulitzer por “The Amazing Adventures of Kavalier & Clay” e roteirista de Homem-Aranha 2 e John Carter; Brian K. Vaughan, vencedor do prêmio Eisner pelos quadrinhos Y: The Last Man e Saga; Nicole Perlman, coroteirista de Guardiões da Galáxia e do vindouro Capitã Marvel; Cheo Coker, showrunner de Luke Cage, a vindoura série da Marvel/Netflix; John Francis Daley e Jonathan Goldstein, roteiristas de Spider-Man: Homecoming, o novo Homem-Aranha; Joe Robert Cole, responsável pelo filme do Pantera Negra; Jeff Pinker, roteirista de O Espetacular Homem-Aranha 2 e do inédito A Torre Negra; Lindsey Beer, que já participou da sala de roteiristas de Transformers; Nicole Riegel, do roteiro da Blacklist “Dogfight”; e Geneva Robertson, uma das roteiristas do reboot de Tomb Raider.
A equipe contratada para moldar esse universo de histórias e personagens interligados começa a se reunir na próxima segunda-feira (25).
Por enquanto, se planeja no mínimo cinco franquias baseadas nos brinquedos da Hasbro: G.I. Joe, Micronautas, Visionários, M.A.S.K. e ROM.
---------
 
Um monte de cabeça para fazer filme de brinquedo e somente o Snyder e o Roven para o universo DC ? ai não dá, quem ama reboota.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom, pessoal, agora que a poeira baixou. Vocês acham que essa decisão de colocar os dois, sem uma prévia apresentação, foi acertada? 

 

Não precisa seguir os passos da Marvel, claro que se pode tentar algo diferente. Mas o diferente por diferente corre grandes riscos de virar merda, como foi o caso. A pergunta que eu faço é: qual o ganho alcançado por lançar um filme diretamente com Batman x Superman sem ter apresentado um deles? Foi mais interessante acompanharmos esse Batman misterioso, com um background apenas sugerido, e carregando esse peso de um passado supostamente trágico? Na ideia pode ser legal. Isso foi mais legal do que, sei lá, apresentar o Batman antes, talvez enxergarmos ele enlouquecendo graças a violenta morte do Robin, entendermos mais claramente sua transformação e, talvez, até montar o inicio do conflito graças a isso? Batman decide que é melhor matar. Superman acredita que eles perderão a alcunha de heróis se começarem a fazer isso. E se Batman sai matando, o Super deve impedi-lo? Como sem o matar? 

 

Apostar todas as fichas nesse receio desse ser divino foi realmente o melhor? Pq, como foi, soa apenas como um mal entendido. Não há um confronto ideológico. Parece que se o Batman chegar para o Super e perguntar: "hei, pq você matou tantas pessoas na sua luta?" ele poderia responder "foi mal, o cara era muito forte e não consegui levar a luta para um local mais seguro. Achei por bem não me segurar pq a minha derrota poderia resultar em muito mais baixas". Fico com a impressão que o Batman responderia "ah, ok, irmão, saquei teu ponto". 

Me soa o diferente apenas pelo diferente. Será que o tradicional não teria sido melhor pra DC?

 

E o pior é que sinto que Warner ta tão perdida que acha realmente que o Snyder tem capacidade pra arquitetar um universo. E o reboot pra mim se torna até perigoso pq soa como se eles nem soubessem quem poderia ou não conduzir além dele. O que cria fortes possibilidades de repetirem a porcaria.

 

Essa decisão de se atirar no Snyder me soa como se a Marvel tivesse pego, sei lá, o Joe Johnston pra arquitetar tudo só pq fez um Capitão América legal. 

 

Man of Steel nem teve uma resposta tão positiva para se cogitar isso. Diferente de Homem de Ferro, que chegou com estampa de definidor de tom. Eu realmente não consigo ser tão otimista quanto a maioria aqui, não vejo futuro algum pra esse universo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Foi a Warner que tomou a decisão de acelerar esse universo cinematográfico.

 

Por isso resolveu entregar O CONFRONTO dessa maneira, apenas com dois filmes.

 

Oq houve, além de todos os problemas apresentados, foi que não existia essa ligação com os personagens como temos com os da Marvel.

 

Mas pq isso?

 

Por que não houve filmes antes que fossem alimentando essa parte para depois ter jogado O CONFRONTO em nossas caras.

 

Ah mas isso aconteceu pq foi o Snyder e a Warner tá perdida!

 

Olha pode até ser, mas qdo você tem o UCM ao seu lado fica difícil não comparar. se não existisse UCM esse filme teria sido recebido de outra maneira.

 

Mas pq não copiaram a marvel pelo menos no tom? E eles lá vão querer ser cópia?! Não né.

 

Pessoal aí mais antigo deve lembrar, sempre defendi que se fosse preciso esperaria 10 anos, mas oq não poderia haver era falta de apego aos personagens. Nós temos pq somos uns velhos e fãs, (mesmo assim pessoal aqui mais detestou que gostou) mas e o grande público?

Como ficaria pra eles um filme que joga na sua cara o conflito de dois grandes, ou os dois maiores, sem nem ter visto os cara na frente?

 

O resultado catastrófico pregado aqui por muitos é a bilheteria, eu defendo que o filme vá virar cult um dia.

 

Vale lembrar, que tanto o diretor do filme esquadrão suicida, Henry Cavill e Snyder, disseram que o universo DC é que seria uma experiência compartilhada, e eu acredito nisso, aposto nisso.

 

Resumindo, reboot seria assumir que a decisão de acelerar foi um erro, e isso eles não vão fazer.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

Olha pode até ser, mas qdo você tem o UCM ao seu lado fica difícil não comparar. se não existisse UCM esse filme teria sido recebido de outra maneira.

 

 

 

Mas é uma inevitabilidade que no mínimo eles deveriam estar prontos. E de qualquer forma, acho que o mais pesado foi a comparação com a trilogia do Nolan. Assim como O Espetacular Homem-Aranha sofreu muito na sombra do Sam Raimi e Tobey Miguire. 

 

Por muitos anos, quando se trata de cinema, DC virou sinônimo de Batman. E o apresentado até aqui é claramente inferior ao que o Nolan fez na sua trilogia. Nem sou um grande fã, mas admito que a diferença é monstruosa. Se existe essa tal excessiva crítica por comparação a alguma coisa, me soa mais por não terem alcançado nível semelhante a um material já da casa.

 

Mas, de qualquer forma, não concordo muito. Acho o filme ruim independente de qualquer comparação. Por esse lado podemos dizer também que a minoria que gostou fez mais por uma extrema euforia em observar o universo compartilhado de seus heróis preferidos pela primeira vez. Um olhar de fã encantado. Assim como Vingadores se tornou o melhor filme do mundo por juntar aquela galera toda, mesmo, no final das contas, sendo "apenas" um puta filme bom, na escala que esse filme permite BvS pode ter se tornado um filme legal enquanto sem esse olhar não sobraria muita coisa. 

 

Mas vamos ver se ele se sustenta por muito tempo. Como falei, sou pessimista com o futuro da DC.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Foi a Warner que tomou a decisão de acelerar esse universo cinematográfico.

 

Por isso resolveu entregar O CONFRONTO dessa maneira, apenas com dois filmes.

 

Oq houve, além de todos os problemas apresentados, foi que não existia essa ligação com os personagens como temos com os da Marvel.

 

Mas pq isso?

 

Por que não houve filmes antes que fossem alimentando essa parte para depois ter jogado O CONFRONTO em nossas caras.

 

Ah mas isso aconteceu pq foi o Snyder e a Warner tá perdida!

 

Olha pode até ser, mas qdo você tem o UCM ao seu lado fica difícil não comparar. se não existisse UCM esse filme teria sido recebido de outra maneira.

 

Mas pq não copiaram a marvel pelo menos no tom? E eles lá vão querer ser cópia?! Não né.

 

Pessoal aí mais antigo deve lembrar, sempre defendi que se fosse preciso esperaria 10 anos, mas oq não poderia haver era falta de apego aos personagens. Nós temos pq somos uns velhos e fãs, (mesmo assim pessoal aqui mais detestou que gostou) mas e o grande público?

Como ficaria pra eles um filme que joga na sua cara o conflito de dois grandes, ou os dois maiores, sem nem ter visto os cara na frente?

 

O resultado catastrófico pregado aqui por muitos é a bilheteria, eu defendo que o filme vá virar cult um dia.

 

Vale lembrar, que tanto o diretor do filme esquadrão suicida, Henry Cavill e Snyder, disseram que o universo DC é que seria uma experiência compartilhada, e eu acredito nisso, aposto nisso.

 

Resumindo, reboot seria assumir que a decisão de acelerar foi um erro, e isso eles não vão fazer.

 

 

desculpe questão, uma coisa são os personagens de hq, outra são de cinema.

 

Vc tem apego com os personagens na HQ, no filme e´ diferente.

 

e fazer uma precipitação dessas, juntar super e batman, sem antes explorar a riqueza da trajetória anterior dos dois personagens só pra ser diferente dos filmes da marvel, ao meu ver, e´ superficial, esterotipado, portanto, e grandes chances de ser falho, como parece que foi (não assisti ainda, mas pelo tom da conversa aqui dos fãs, filme foi apenas bom para muito bom).

 

Se a Dc queria ser diferentona da Marvel, que fosse diferente no que se trata do conteúdo cinemático das obras, não em simplesmente a cronologia com que faz as obras.

 

Sim, sei que a DC tambem está pegando um tom diferente dos filmes da marvel no que tange outros aspectos, mas isso só não quer dizer nada, porque os filmes, acima de tudo, tem que ter qualidades de um ótimo filme, o que envolve logicamente a autenticidade e genuinidade, mas não e´ a única coisa, mas isso está longe de se reduzir a por tom de cor mais escuro  ou mais claro, filme com mais alívio cômico ou menos alívio cômico.

 

Ao meu ver, esse lance de juntar os dois já, por natureza, diminui o potencial do que pode ser explorado da história desses dois personagens ate chegar no encontro dos dois.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu acho que o filme tem problemas que independem da comparação com o UCM.

Seus problemas estão mais relacionados com a realização do que com os personagens ou com a necessidade de outras obras anteriores.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Isso é suposição.

 

Tu não compartilha dessa suposição? Será que quando a DC percebeu o caminhão de dinheiro que a Marvel Studios estava fazendo, e percebeu que financeiramente era inevitável seguir essa onda de universo compartilhado, ela não se questionou como fazer de uma forma diferente para explorar pontos ainda não explorados da Marvel? 

 

Será que esse filme não nasceu (entre outras coisas, claro) de uma vontade de se diferir da rival?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Será que esse filme não nasceu (entre outras coisas, claro) de uma vontade de se diferir da rival?

 

É uma hipótese, e sempre enxerguei desse modo. O perigo está em enxergar isso como única justificativa e tecer verdades por cima. Não que eu alguém aqui o fez, mas não custa termos a cautela.

Share this post


Link to post
Share on other sites

É uma hipótese, e sempre enxerguei desse modo. O perigo está em enxergar isso como única justificativa e tecer verdades por cima. Não que eu alguém aqui o fez, mas não custa termos a cautela.

Ah sim, mas é que como nada disso pode ser comprovado, eu normalmente pressuponho que a pessoa está apenas especulando, mesmo que não necessariamente escreva isso na frase. Se não é o caso, realmente, perigoso.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×