Jump to content
Forum Cinema em Cena
CACO/CAMPOS

Oito Mulheres e um Segredo , Sandra Bullock e Cate Blanchett

Recommended Posts

57 minutes ago, Big One said:

O Soto fakando desses filmes me Deus até um calafrio   Já pensou 7 Mulheres e Um Destino? Ben Hur versão feminina 

10 continuações e remakes desnecessários que chegarão às telas em 2018

Bumblebee terá seu filme solo em 2018.

A crise de criatividade continua em Hollywood – e na busca do “dinheiro fácil” de continuações, reboots e remakes, executivos desenterram propriedades intelectuais das quais pouca gente realmente quer saber. Abaixo, separamos 10 desses filmes que são completamente desnecessários – mas chegarão aos cinemas mesmo assim em 2018:
SOBRENATURAL: A ÚLTIMA CHAVE (18/01) | Lançado em 2010, Sobrenatural foi um filme menor na carreira de James Wan – quando o diretor saiu da franquia, no terceiro filme (lançado em 2015), ela já estava para lá de desgastada. Esse quarto longa, que será uma das primeiras estreias de 2018, cheira a último suspiro de uma saga cansada e que atrai o interesse de pouca gente.
THE STRANGERS: PREY AT NIGHT (09/03) | Em 2008, o diretor e roteirista Bryan Bertino lançou um pequeno longa de terror que aos poucos ganhou status de cult, Os Estranhos. Agora, dez anos depois, sem Bertino nem os astros Liv Tyler e Scott Speedman, a história continua nessa sequência tardia que só vai servir para destruir a memória de uma pequena gema do gênero.
SHERLOCK GNOMES E O MISTÉRIO DO JARDIM (22/03) | Esse é um daqueles casos em que até o filme original, Gnomeu e Julieta (2011), era bastante descartável. Surpreendentemente, o longa animado faturou quase US$ 200 milhões para seu baixo orçamento – o que gerou a “continuação” em que versões em gnomo de Romeu e Julieta se juntam com a versão gnomo de Sherlock Holmes.
SICARIO 2: SOLDADO (29/06) | Sicario, lançado em 2015, é um grande filme – em parte pelo talento de gente como Denis Villeneuve, Roger Deakins e Emily Blunt. Nenhum dos três retorna para a continuação, que parece uma extensão desnecessária de uma história perfeitamente fechada.
THE PURGE: THE ISLAND (04/07) | Um filme bacana como Uma Noite de Crime (2013), que trabalhava de forma curiosa e interessante com uma premissa criativa, não merecia duas más continuações que expandem o universo da franquia sem nunca nos engajar com os personagens contidos nele. O quarto filme será também o primeiro sem a direção do criador da franquia, James DeMonaco.
THE NUN (13/07) | Se os filmes da Annabelle não fossem chatos o bastante, James Wan e companhia resolveram criar outro longa solo de uma das vilãs da franquia Invocação do Mal. Novamente, o diretor Wan passou os deveres do spin-off para outro cineasta, menos talentoso – o pobre coitado dessa vez é Corin Hardy (A Maldição da Floresta).
O PROTETOR 2 (10/08) | Denzel Washington voltará à ação como o ex-agente secreto que se torna um assassino de aluguel para indivíduos querendo vingança. O primeiro filme, apesar de razoavelmente bem elaborado, era um desperdício do enorme talento de Washington, e quatro anos depois é difícil pensar em alguém que esteja ansioso por uma continuação.
GOOSEBUMPS: HORRORLAND (21/09) | O curioso da existência de um segundo Goosebumps é que o primeiro, lançado em 2015, fez apenas US$ 150 milhões nas bilheterias mundiais, dificilmente o bastante para justificar uma sequência. Chegando três anos depois do original aos cinemas, essa continuação só pode levar a uma queda drástica desse resultado.
COMO O GRINCH ROUBOU O NATAL (08/11) | O filme com Jim Carrey, lançado em 2000, já é desastroso o bastante, mas agora a empresa de animação que nos deu os Minions (a Illumination) quer lucrar em cima da criação clássica do Dr. Seuss. O longa animado ainda vai dar uma “história de origem” para o personagem, como se ele precisasse de uma.
BUMBLEBEE (21/12) | Porque, afinal, cinco filmes dos Transformers não foram o bastante… Nós precisamos também de um derivado sobre a “origem” de um deles, que desperdiçará atores talentosos como Hailee Steinfeld em cenas de ação entupidas de CGI e uma trama previsível.
 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Oito Mulheres e um Segredo terá participação de “vários atores” dos longas originais

Por
 Caio Coletti
 -
 19/02/2018
oceans.jpg Matt Damon no Onze Homens original
Ouça este conteúdo0:0001:15Audima

Oito Mulheres e Um Segredo não terá só a participação já anunciada de Matt Damon, membro do elenco original da franquia iniciada por Onze Homens e Um Segredo (2001).

 

Segundo o próprio Damon, em entrevista ao Toronto Sun: “Eu tenho uma participação pequena no filme, não é nada destacado… Se eu não me engano, mais alguns dos rapazes aparecem”.

Confira o trailer

O jogo vai virar quando Debbie Ocean (Sandra Bullock), irmã de Danny Ocean (George Clooney), tentará realizar o roubo do século na cidade de Nova York, no baile de gala anual do MET, que é repleto de celebridades.

Sua primeira tarefa é reunir o time de perfeito: Lou (Cate Blanchett); Nine Ball (Rihanna); Amita (Mindy Kaling); Constance (Awkwafina); Rose (Helena Bonham Carter); Daphne Kluger (Anne Hathaway); e Tammy (Sarah Paulson). Damian Lewis (Billions) faz o vilão principal do filme.

A direção está a cargo de Gary Ross (Jogos Vorazes). O roteiro foi escrito por Olivia Milch (Rainha e País).

Ocean’s Eight chega em 8 de junho de 2018 nos cinemas.

 

FONTE: OBSERVATÓRIO DO CINEMA

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 Trailer mais fraco que o primeiro. De fato, é basicamente a mesma história do primeiro filme da trilogia do Sodenbergh. Mesmo a motivação de vingança por parte da líder da quadrilha é parecida.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Oito Mulheres e um Segredo deve arrecadar US$ 45 milhões na estreia nos EUA [ATUALIZADO]

Se confirmado, valor seria maior do que o obtido com Onze Homens e um Segredo, em 2001
17/05/2018 - 22:11 - MARIANA CANHISARES
Warner Bros./Divulgação
- Warner Bros./Divulgação
 
 

Projeções indicam que Oito Mulheres e um Segredo deve arrecadar US$ 45 milhões no seu primeiro final de semana em cartaz, nos Estados Unidos. De acordo com o Deadline, se a expectativa for confirmada, o longa terá bilheteria maior do que Onze Homens e um Segredoque, em 2001, fez US$ 38 milhões no lançamento. 

Considerando a correção monetária, a produção do diretor Gary Ross superaria Doze Homens e Outro Segredo (US$ 39 milhões) e Treze Homens e um Novo Segredo (US$ 36 milhões).

O Deadline compara a projeção ao desempenho do reboot de Caça-Fantasmas, que arrecadou US$ 46 milhões no lançamento e US$ 128 milhões, durante todo o período que esteve em cartaz nos EUA. Vale notar, porém, que Oito Mulheres e um Segredo é um filme mais barato de se produzir, de modo que deve ser mais lucrativo do que a comédia.

[Atualização, às 22h56] A estimativa apurada pela Variety, porém, é mais moderada. Segundo o site, o filme deve arrecadar entre US$ 30 e 36 milhões na estreia [fim da atualização]

Nomes como RihannaSarah PaulsonMindy KalingCate Blanchett, Helena Bonham Carter, Matt Damon Richard Armitage estão confirmados no elenco. Alguns famosos devem devem fazer participações, como Kim KardashianKendall JennerAnna WintourAdriana Lima e Katie Holmes, que estarão uma cena do baile do Met.

A estreia está marcada para 8 de junho de 2018.

 

FONTE: OMELETE

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 5/29/2018 at 9:26 AM, Gust84 said:

É IGUAL.

Bizarro.

Pois é. Percebe-se claramente as contrapartes da versão masculina

Bullock= Clooney

Blanchet= Pitt

Hathaway= Garcia.

 

 Espero que essa semelhança seja só no trailer, e que o filme surpreenda de alguma forma, pois o elenco é foda. Mas parece pouco provável. Em tempo:

 

'Oito Mulheres e Um Segredo' só aconteceu graças a 'Mulher-Maravilha', diz Anne Hathaway

Publicado em 04/06/2018 às 15:28 por Thiago Muniz

Durante uma nova entrevista à EW, Anne Hathaway contou que 'Oito Mulheres e Um Segredo' ('Ocean's Eight'), a versão feminina de 'Onze Homens e Um Segredo', só aconteceu graças ao sucesso de 'Mulher-Maravilha'.

"'Mulher-Maravilha' realmente mudou o jogo em muitos sentidos. Podemos chegar a um estúdio com uma proposta como essa e com certeza há mais abertura. O movimento Time’s Up, tudo mais contribuiu para que Hollywood investisse mais em elencos femininos como neste filme"

 

Na trama, Danny Ocean, personagem de George Clooney na franquia original, morreu e deixou uma mapa para sua irmã (Sandra Bullock) vingar sua morte.

 

FONTE: CINEPOP

Share this post


Link to post
Share on other sites

Aqui o review vai no mesmo caminho, sobre empoderamento feminino. Só que com mais embasamento. Vale a pena ler

. Caça-fantasmas sofreu desse mesmo problema. 

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Passo. Vi o primeiro do Clooney e não achei lá essas coisas. Aqui só mudaram sexo daquilo, logo esse papo de empoderamento pra mim não cola. Papinho este que tá na moda e não me convence. Já tive uma péssima experiência vendo Caça Fantasmas, e tô torcendo pra patroa não vir com a idéia de prestigiar😣. Tá na cara que o público alvo disto é  a mulherada que desconhece a trilogia original. Remake desnecessário e oportunista desta época pós - Harvey Weinstein. Numa época de crise criativa em Hollywood, o que menos se precisa agora é de mais uma Ramba, Robocopa, etc

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Oito Mulheres e Um Segredo: Diretor explica ausência de Matt Damon
Por João Vitor Figueira — 12/06/2018 às 18:33
  

Ator da trilogia Onze Homens e Um Segredo chegou a afirmar que faria participação especial no filme. Falas de Damon sobre assédio em Hollywood e a acusação de ter acobertado crimes de Harvey Weinstein inspiraram petições contra o ator.

 

Oito Mulheres e Um Segredo conta com um elenco estelar de protagonistas e com uma série de participações especiais marcantes, incluindo a presença de atores que trabalharam em outros filmes da franquia — exceto Matt Damon. O ator da trilogia iniciada em Onze Homens e Um Segredo (2001) sob a direção de Steven Soderbergh chegou a afirmar em entrevistas que estaria no reboot feminino, mas sua presença não chegou ao corte final.

Gary Ross, diretor do filme, explicou em entrevista para o The Hollywood Reporter que a ausência de Damon se deu de forma natural e que a presença do ator não se encaixava no filme. "Escolher as participações especiais é um processo eclético que envolve pensar em como isso se encaixa na história e ajuda a narrativa", contou o cineasta, que também já comandou filmes como Jogos Vorazes e Um Estado de Liberdade. O diretor contou que algumas cenas de participações especiais foram filmadas depois que ele considerava ter finalizado o filme.

"Houve muita gente que foi graciosa conosco e que por motivos narrativos ou de edição não entraram no filme", contou o cineasta ao comentar a ausência de Damon. "Sabe, nós acabamos filmando por mais 10 dias depois que as filmagens principais terminaram, então há muito material, mas a questão [que define o que é cortado ou não] tem a ver com narrativa."

A presença de Matt Damon em Oito Mulheres e Um Segredo foi muito discutida depois que o ator foi acusado de tentar varrer para debaixo do tapete as denúncias contra o infame produtor Harvey Weinstein, que caiu em desgraça após décadas de crimes sexuais cometidos serem revelados. Sharon Waxman, editora do site The Wrap, alegou que em 2004, Damon e Russell Crowe teriam se empenhado em fazer que uma matéria que seria publicada no The New York Times não ganhasse as páginas do influente jornal. O conteúdo da matéria consistia justamente em revelações sobre os crimes do executivo. Damon negou ter agido para sabotar Waxman.

Além disso, o ator foi o autor de falas polêmicas sobre assédio sexual em Hollywood quando tentou categorizar tipos de assédio ou abuso do pior para o "menos pior". "Há uma diferença entre encostar no bumbum de alguém e de molestar ou estuprar uma criança. Ambos os comportamentos precisam ser confrontados e erradicados sem dúvidas, mas eles não devem ser confundidos", disse Damon, que depois se desculpou ("espero ser parte dessa mudança e quero acompanhar essa trajetória, mas eu devo fechar minha boca por enquanto").

Recentemente, Damon fez participações especiais em filmes como Thor: Ragnarok e Deadpool 2.

 

FONTE: ADORO CINEMA

Share this post


Link to post
Share on other sites

Este filme é errado em tantas maneiras....mas acima de tudo eh chato e sonolento..não conseguiu nem ser passa tempo sem compromisso. Oceans 8 tenta emular os filmes do Soderbergh com posição de câmeras e músicas semelhantes. Além disso as atuações da Sandra Bullock e Cate Blanchet eram caricatas, parecia que elas estavam imitando Clooney e Pitt no Saturday NIght Live, o que funcionária numa esquete porque você sabe que é uma esquete de alguns minutos. Agora em um filme de 2 horas é ruim. E para finalizar tem um plot twist brochante. #prontofalei.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×