Jump to content
Forum Cinema em Cena
Bruno Carvalho

LOST | 2ª Temporada

Recommended Posts

300x200_lost.jpg

O drama sensação da ABC norte-americana estreiará no Brasil em 0minilost.jpg7 de Março num evento exclusivo dos canais Sony Entertainment Television e AXN que transmitirão simultaneamente o episódio de estréia que terá 2h de duração. Depois o canal AXN que continuará exibindo a série toda segunda às 21h.

Ambientada em uma ilha do Pacífico Sul, a série mostra as mais variadas experiências vividas por um grupo de vítimas de um acidente aéreo. Tudo começa quando Jack (Matthew Fox, de "Party of Five") acorda em uma praia paradisíaca e descobre que o avião em que voava está completamente destroçado. Agora, ele e os demais sobreviventes estão presos em uma ilha sem qualquer sinal de resgate.

Aos poucos, o lugar de uma beleza arrebatadora começa a mostrar seu lado mais sombrio. Com uma atmosfera semelhante à de "Twilight Zone
", o lado oculto das pessoas fica à flor da pele: alguns encarando o perigo e tirando de si forças que não acreditam ter, outros mantendo a calma e a liderança em meio à catástrofe, sem nunca deixar de exibir seus temores e seus piores defeitos.

AXNSony

 


 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 

Estou muito ansioso para ver essa série. Mas seg. 21hs a AXN já passa The Dead Zone, que está em princípio de temporada. Será que vai mudar de horário?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Comentário do Lúcio Ribeiro do UOL sobre Lost:

 

 

 

 

 

"DUAS VEZES "LOST"

 

 

 

...Estrelado por

Matthew Fox, de "Party of Five" ("O Quinteto"), a série conta o drama

de sobreviventes de um acidente de avião, que caiu numa esquisita ilha

paradisíaca do Pacífico. O avião foi jogado fora de rota.

 

 

 

Acredite: perto do que enfrentarão na ilha, os sobreviventes do desastre aéreo vão achar a queda do boing um sustinho à toa."

 

 

 

Meu comentário:

 

 

 

Não vejo a hora...heheh

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Yoh    3

Eu baixei o primeiro episódio na net, e posso garantir que É MUITO BOM. Talvez não tão bom quanto a primeira temporada de Alias, mas com certeza muito bom.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Concordo com você, Mariana, mas devo dizer que a estória parece realmente muito boa. Aparentemente, muitas coisas estranhas acontecem na ilha. Como há um clima de mistério envolvendo os fatos, alguns americanos apostam que eles haviam sido abduzidos por ETs, enquanto há uma outra corrente que acredita que eles morreram e estão no purgatório!!!! Se suscita tantas dúvidas e tão distintas deve ser uma série bem enigmática...mas será que vão dar uma conclusão em algum momento? Bom, é esperar pra ver!

Share this post


Link to post
Share on other sites

A estréia será simultânea nos canais Sony e AXN (ambos do mesmo grupo). O episódio de estréia terá uma hora e meia sem intervalos comerciais e será transmitido no dia 07 de março às 20 horas. Já os outros serão exibidos nas segundas feiras às 21 horas somente no AXN.

 

Por que a simultaneidade? É que a Sony é um canal de maior audiência que o AXN, então o grupo está tentando aumentar a audiência do canal. É também por causa da maior audiência que Alias passou do AXN pro Sony.

 

Espero ter ajudado, Terminator.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Enfim chegou o dia da estréia. Olha essa matéria da Folha on Line:

06/03/2005 - 12h44

TV brasileira se rende a mistérios de "Lost"

LÚCIO RIBEIRO
Colunista da Folha

A série tem o nome "Lost" e é sobre um grupo de pessoas abandonadas pelo destino numa ilha no Pacífico. Mas não se engane: o "lost" do título, o perdido, é o telespectador.

Ganha estréia de gala amanhã com duas horas de exibição e transmissão simultânea em dois canais da TV paga o seriado-bomba "Lost", que desde setembro do ano passado tem feito cerca de 20 milhões de americanos roerem a unha semanalmente.

"Lost" vai ao ar pela primeira vez no Sony e em seu canal de ação, o AXN, às 20h. Depois, segue pregando seus seguidores na poltrona somente no AXN, às segundas, sempre às 21h.

Filmada inteiramente no Havaí, a série foi criada, produzida e algumas vezes dirigida por J.J. Abrams, o realizador de "Alias". O espetáculo visual de "Lost" tem assinatura do colombiano Carlos Barbosa, festejado diretor de arte que fez seu nome construindo os cenários de "24 Horas" e "CSI: Miami", entre outras.

Grosso modo, "Lost" conta a saga de 48 pessoas que acabaram de sobreviver a um trágico acidente de avião, mas agora têm que enfrentar os mistérios de uma ilha sinistra. Uma forte turbulência tirou o Boeing de sua rota, atirou-o despedaçado à ilha e deixou os vivos incomunicáveis e desamparados. Não demora muito, todo mundo percebe (personagens e telespectadores) que o desastre de avião é "o de menos". A tal ilha, o mar lindo, as cachoeiras, a pinta de paraíso, tudo isso logo vai se transformar num sinistro cenário de "Além da Imaginação".

Imagine reunir os personagens de Mulder e Scully (pela proximidade com o bizarro), de "Arquivo X", alguns de "Twin Peaks" (pelo passado misterioso e suspeito), o visual de "Náufrago", algumas tensões sexuais. Isso é "Lost".

Dos 48 que sobreviveram à queda do avião, apavorantemente bem mostrada no episódio duplo de estréia, um núcleo de uns 12 personagens vai ser perseguido pelas câmeras deste verdadeiro "unreality show". E aí o melhor e o pior do ser humano vai aflorar.

O personagem principal é Jack (Matthew Fox, o irmão mais velho de "O Quinteto"), o médico que vai liderar primeiro o socorro imediato às vitimas do avião, depois a luta pela sobrevivência até que apareça ajuda. Se é que vai haver alguma.

Enquanto não há, os que restaram vivos vão enfrentar dois fantasmas: o do passado, hum, complicado, quando são mostrados os acontecimentos mal resolvidos que acompanharam cada um até a fila de embarque do fatídico avião; e o do futuro, hum, sinistro, por tudo o que a ilha estranha tem a oferecer.

"Lost" é viciante. Para cada mistério resolvido, outros dois aparecem para embaralhar a cabeça dos que acompanham o seriado.

Tanto que parte da platéia americana vai em disparada à internet assim que um episódio de "Lost" acaba. A correria é para especular quais das inúmeras "teorias" sobre o que está acontecendo na ilha podem ser verdadeiras. No melhor estilo "O Código Da Vinci".

Se fossem publicar um livro na linha "Decifrando "Lost'", algumas das "soluções" a serem colocadas em perspectiva seriam:

* todos morreram no acidente de avião, menos o médico Jack, e tudo o que acontece depois é delírio dele;

* ninguém sobreviveu ao acidente, e estão todos no Purgatório enfrentando o carma;

* os 48 vivos fazem parte de um experimento do governo para testar a sobrevivência humana (L.O.S.T. = Life Observation Survival Test);

* "Lost" é uma versão moderna de "A Ilha do Dr. Moreau" e o lugar é uma espécie de laboratório gigante para experimentos de cientistas;

* ou estão todos dormindo no avião e sonhando.

"Lost" passa em TV aberta nos EUA (ABC) e atingiu o status de série mais vista na estréia, em horário nobre, nos últimos cinco anos. Mas não deve ter sido bem recebida pelas companhias aéreas americanas. Não é fácil mesmo embarcar depois de assistir a seus primeiros episódios.

E, não! Ainda não há resposta para o dinossauro e o urso polar que aparecem na ilha paradisíaca

Share this post


Link to post
Share on other sites

O GLOBO

 

Rio, 07 de março de 2005

 

 

 

Perdidos e cercados de mistério

 

Lilian Fernandes

 

 

 

"Lost” só vai estrear esta noite na televisão brasileira, mas já tem

uma legião de fãs por aqui. É gente que baixa os episódios da internet

e discute seu intrincado enredo em ambientes virtuais. A prova: além de

estar se tornando assunto freqüente em salas de bate-papo, a série

sobre os 48 sobreviventes de um desastre aéreo que enfrentam os perigos

de uma ilha quase deserta já ganhou até um fórum de discussão

(www.dellmelo.com/lostbrasil). Seu criador, o programador de DVD

Daniel Melo, de 24 anos, conta que em dezembro teve que trocar

de servidor (computador que centraliza as operações de vários outros),

porque o que estava usando não comportou o volume de mensagens

recebidas. Em seis meses de existência, o fórum já conta com 550

membros e, a repetir-se o sucesso obtido nos Estados Unidos, é possível

que Melo tenha que trocar novamente de servidor em breve.

 

 

 

— Eu me interessei por “Lost” pouco antes de a série estrear nos

Estados Unidos, em setembro, e, quando assisti ao piloto, criei o

fórum. Achei que fazer um site apenas, com informações sobre o elenco e

a série, seria algo muito limitado — conta Melo. — A maioria dos

participantes tem entre 18 e 25 anos, mas há garotos de 11, 12 anos e

gente de 35, 40 anos também.

 

 

 

 

 

Primeiro episódio mostra queda do avião

 

 

 

A Sony Pictures Television International, que está trazendo a série

para o Brasil, preparou um lançamento em grande estilo. Hoje, o

primeiro capítulo, com uma hora e meia, será apresentado a partir das

20h, simultaneamente, por seus dois canais, o Sony e o AXN. A seguir, o

“Estilo Sony” e o “AXN Flix” trarão especiais de meia hora sobre a

atração. A partir da próxima segunda-feira, “Lost” seguirá carreira no

AXN, e se manterá no horário das 21h.

 

 

 

À primeira vista, o tema

desconhecidos-que-precisam-se-unir-enquanto-lutam-para -sobreviver-em-deslumbrante-ilha-deserta

pode parecer banal, mas o criador da série, J.J. Abrams (responsável

também por “Alias” e “Felicity”), que não é de dar ponto sem nó, tratou

de temperá-lo com uma série de mistérios.

 

 

 

O primeiro episódio mostra a queda do avião, que transportava cerca de

200 passageiros da Austrália para os Estados Unidos, e traça um breve

perfil dos personagens a partir da reação de cada um à situação. Na

trama, eles estão numa ilha do Pacífico Sul (as gravações foram no

Havaí). O protagonista é um médico bonitão, Jack (Matthew Fox, o

Charlie de “O quinteto”), que também está ferido mas se esforça por

ajudar os outros e acaba salvando muitas vidas. A mocinha é Kate

(Evangeline Lilly), misteriosa beldade que se mostra tão corajosa

quanto Jack. Nos Estados Unidos, a estréia já incluiu a série na lista

das dez mais vistas, um feito para a ABC, que há anos apanhava da

concorrência em seu horário.

 

 

 

Assim que o programa começa, surgem também as dúvidas. Mistério número

1: o que fazia cada uma daquelas pessoas no avião; o que se pode

depreender de seus diálogos entrecortados, de suas atitudes estranhas?

Isto o telespectador irá descobrindo aos poucos, porque cada episódio

vai narrar, em flashback , o que levou cada um dos passageiros a estar

no avião naquele momento: tem assassino fugindo, ladrão sendo escoltado

até a cadeia, paralítico que na ilha volta a andar... Mistério número

2: logo na primeira noite, o grupo ouve um ruído pavoroso. Será de um

bicho? De nativos furiosos? De alguma estranha criatura sobrenatural?

Mistério número 3: J.J. Abrams já anunciou que um dos personagens

principais vai morrer até o fim da primeira temporada, e a bolsa de

apostas está fervilhando. Quem será? Com tantas interrogações, não

admira que, entre os participantes do fórum de “Lost”, haja muitos

seguidores (porque fã é pouco) de “Arquivo X”.

 

 

 

— A série já virou um cult. Ela tem uns elementos sobrenaturais, deixa

sempre um gostinho de quero mais, e as pessoas já estão formulando mil

teorias, como acontecia com “Arquivo X” — conta o estudante André

Bernardes, de 25 anos, outro fã de primeira hora, que acompanha tudo o

que a imprensa americana publica sobre a série. — A criatura que dá

aqueles urros horríveis já foi apelidada por lá de Lostzilla, uma

referência ao Godzilla do filme.

 

 

 

J.J. Abrams vem descartando diversas hipóteses imaginadas pelos fãs, em

entrevistas a jornais e talk-shows, e avisou que, quando a verdade vier

à tona, os telespectadores não a acharão tão mirabolante assim. Sua

atitude não é comum, mas é um luxo a que se pode permitir, já que a

primeira temporada, com 21 episódios, está em plena produção e uma

segunda foi garantida, coisa rara na competitiva indústria americana.

Abrams não pára: está cotado para dirigir o filme “Missão impossível

3”, com Tom Cruise, cujo lançamento está previsto para 2006.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Quem viu ontem???

como foi? Eu esqueci!

Eu vi. Bom para um primeiro capítulo mas os personagens são por demais estereotipados, o herói, a loira burra que só grita, o bandido, o árabe que pode ser o bandido, o drogado (um dos hobbits de SDA)... enfim é muito cedo pra se dizer alguma coisa. Mas no geral eu gostei.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Os horários estão errados.

Terça é às 10:00 e 15:00

O Sony aprontou uma grande sacanagem com os telespectadores ontem. Prometeu a reprise pra 00:00, colocou no site, nos guias de TV e no horário passou aquela porcaria de Joan of Arcadia. Quem quis ver e não conseguiu, sugiro mandar um e-mail pra eles reclamando: www.canalsony.com.br

O AXN vai reprisar domingo às 20:00.

NovoBruno38419.6584606481

Share this post


Link to post
Share on other sites

Concordo com o Nacka, os personagem era muito

esterotipados, e alguns clichês óbvios. Foi legal, a turbina na areia,

e os flashs backs do acidente do ponto de vista de cada personagem,

legal. Outra coisa, tudo mundo parece suspeito, e escondem alguma coisa.

 

 

 

Spoiler

 

 

 

Qdo o piloto pôe a cara pra fora da cabine e eh sugado pelo "monstro"...óbvio...o cara q tropeça qdo corre...

 

 

 

Outra coisa...esse bicho q assusta a galera, tá parecendo um

Dino...será q os caras caíram na ilha do Jurassic Park ?? 

hehehe...

 

 

 

Viagem no túnel do tempo ??? As conspirações começam...

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×