Jump to content
Forum Cinema em Cena
Questão

Mulher Maravilha 2

Recommended Posts

 

 Sugerindo outra possível antagonista para o filme aqui. Se a ideia é dar a Diana uma adversária que pode ser mesmo um verdadeiro desafio físico e psicológico para a Princesa Amazona, talvez a vilã Genocídio possa ser uma boa opção.

 

 image.png.bedcd43e9c7f33c24ec9cea097477feb.png

 

image.png.a4c4364714939da021c5cab713d87a75.png

 

 A origem de Genocídio é bem complexa, e com certeza teria que ser (bem) repensada para o cinema. Nas Hqs, Genocídio é fruto de um projeto encabeçado pela Mulher Leopardo, que uniu ciência e magia, e utilizou o cadáver da Mulher Maravilha trazido do futuro distante (pois é) pra criar uma espécie de Golem,  criado do barro dos cinco locais onde ocorreram os piores genocídios da Terra,  como Auschwitz, Ruanda, Camboja entre outros. Definido como o "Apocalipse" da Mulher Maravilha, Genocídio é tão forte quanto a própria Mulher Maravilha, talvez mais. Ela também pode se teletransportar a pequenas distancias, e ainda possui habilidades empáticas, sendo capaz de manipular as emoções de seus inimigos, podendo incutir sentimentos de raiva e medo. Esse monstro também é conhecido pelo seu sadismo.

 

image.thumb.png.afc57c5902c13c52a6e5d19b955ddc91.png1209_ww26_6kneel.jpg

 

image.thumb.png.f46d6f4982e5f41d08b4c2a2814d9041.png

 

 Em seu primeiro confronto, Genocídio deu um cacete federal em Diana, sendo o primeiro inimigo da princesa a conseguir tomar o seu laço a força.

 

image.png.86d6f8403a5a0d17c5d955ef32749ab3.png

 

Genocídio implantou o laço de Diana em sua própria coluna vertebral, o que só a tornou uma ameaça ainda mais perigosa. Com o laço m sua coluna, a criatura era capaz de corromper o poder da arma, pervertendo as verdades que ele revelava de modo a atacar diretamente a alma de seus inimigos. Além de derrotar brutalmente Diana em confronto físico, Genocídio provocou um massacre do Departamento de Assuntos Meta Humanos em Washington, onde Diana atuava em sua identidade civil, além de torturar Etta Candy até deixar a amiga de Diana em estado catatônico.

 Bom, como dito antes, acho que a origem da vilã teria que ser bem revisada, mas gosto do imenso desafio físico que ela representa pra Mulher Maravilha. Gosto do conceito do roubo do laço também, como uma forma de demonstrar a vulnerabilidade de Diana diante da nova ameaça.  Fora que existe muito potencial para a boa e velha pancadaria aqui com cenas mais ou menos como essas

 

 No Caption Provided

 

Acho que Genocídio poderia muito bem surgir simplesmente como uma criação de Circe.

 

Então, o que acham dessa vilão como possível antagonista em MULHER MARAVILHA 2?

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 hours ago, primo said:

Falando nisso, nunca houve limites ou critérios pessoais para essa capacidade criativa da Circe?

Bom, ela é uma feiticeira, e magia sempre é um pouco previsível e inconstante.É como a lógica que o Feige diz usar na Marvel, creio eu. Magia é a ciencia que não se compreende bem.

 No caso particular da Circe, sabemos de acordo com a mitologia que ela tem a preferência de transformar pessoas em animais, algo que ela pode fazer sem muito esforço. Circe deve ter os seus limites, é claro. Mas creio que com sua magia, há coisas que ela pode fazer ou criar sem esforço, coisas que ela precisaria de certa preparação ( e ingredientes determinados) e coisas que ela simplesmente näo pode fazer.

 Se Circe estivesse envolvida na criação de Genocídio, se encaixaria na segunda opção, acredito.

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 18/10/2017 at 9:08 PM, Questão said:

A origem de Genocídio é bem complexa, e com certeza teria que ser (bem) repensada para o cinema. Nas Hqs, Genocídio é fruto de um projeto encabeçado pela Mulher Leopardo, que uniu ciência e magia, e utilizou o cadáver da Mulher Maravilha trazido do futuro distante (pois é) pra criar uma espécie de Golem,  criado do barro dos cinco locais onde ocorreram os piores genocídios da Terra,  como Auschwitz, Ruanda, Camboja entre outros. Definido como o "Apocalipse" da Mulher Maravilha, Genocídio é tão forte quanto a própria Mulher Maravilha, talvez mais. Ela também pode se teletransportar a pequenas distancias, e ainda possui habilidades empáticas, sendo capaz de manipular as emoções de seus inimigos, podendo incutir sentimentos de raiva e medo. Esse monstro também é conhecido pelo seu sadismo (...) Em seu primeiro confronto, Genocídio deu um cacete federal em Diana, sendo o primeiro inimigo da princesa a conseguir tomar o seu laço a força (...) Genocídio implantou o laço de Diana em sua própria coluna vertebral, o que só a tornou uma ameaça ainda mais perigosa. Com o laço m sua coluna, a criatura era capaz de corromper o poder da arma, pervertendo as verdades que ele revelava de modo a atacar diretamente a alma de seus inimigos. Além de derrotar brutalmente Diana em confronto físico, Genocídio provocou um massacre do Departamento de Assuntos Meta Humanos em Washington, onde Diana atuava em sua identidade civil, além de torturar Etta Candy até deixar a amiga de Diana em estado catatônico (...) Bom, como dito antes, acho que a origem da vilã teria que ser bem revisada, mas gosto do imenso desafio físico que ela representa pra Mulher Maravilha. Gosto do conceito do roubo do laço também, como uma forma de demonstrar a vulnerabilidade de Diana diante da nova ameaça.  Fora que existe muito potencial para a boa e velha pancadaria aqui com cenas mais ou menos como essas

Matutei aqui, mas não consegui ainda ver
algo aproveitável na inclusão da vilã, Questão!

Ficou a impressão de que os benefícios para embate físico poderiam ser encontrados em outro personagem, mas não imagino qual.

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 22/10/2017 at 6:52 PM, primo said:

Matutei aqui, mas não consegui ainda ver
algo aproveitável na inclusão da vilã, Questão!

Ficou a impressão de que os benefícios para embate físico poderiam ser encontrados em outro personagem, mas não imagino qual.

Mas você não acha que o fato de ela ser uma das adversárias mais capazes de deixar Diana vulnerável fisicamente (ela é referida como o "Apocalipse" da Mulher Maravilha) pode valer a pena a inclusão da personagem, PRIMO? (Talvez ao invés do "cadáver do futuro" de Diana, sua ase poderia ser a Doutora Veneno?) 

 

Fora que a cena de Diana recuperando o seu laço ficaria muito legal no cinema:D

 

Resultado de imagem para wonder woman genocide lasso

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 hours ago, Questão said:

referida como o "Apocalipse" da Mulher Maravilha

A dúvida é se outro personagem, com características até mais interessantes, não faria tal papel nemésico no lugar dela.

9 hours ago, Questão said:

a cena de Diana recuperando o seu laço ficaria muito legal

Eu acho a cena de um mal gosto acima da média, Questão, de coração mesmo :(

9 hours ago, Questão said:

base poderia ser a Doutora Veneno?

isso pode ser interessante, apesar de ter elementos que potencializam a comparação com o Soldado Invernal, de certo modo, claro. Mas, em sua análise mais fria possível, vale criar um novo personagem ou manter o nome Genocídio?

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 hours ago, primo said:

Eu acho a cena de um mal gosto acima da média, Questão, de coração mesmo :(

Por que? É o fator meio "Sexta Feira 13" de Diana arrancando o laço da coluna da vilã?

 

10 hours ago, primo said:

isso pode ser interessante, apesar de ter elementos que potencializam a comparação com o Soldado Invernal, de certo modo, claro. 

 Do Capuz Vermelho em THE BATMAN ninguém reclama, né?:D

 

10 hours ago, primo said:

Mas, em sua análise mais fria possível, vale criar um novo personagem ou manter o nome Genocídio?

 Eu acho que a exemplo do Apocalipse, que tem sido um vilão bem "desenho livre" em suas adaptações fora das hqs, a Genocídio garante uma liberdade de adaptação bem maior no que diz respeito a suas origens e motivações do que outros inimigos de Diana. Acho que numa adaptação dessa vilã Teria que ficar os fatores legais, como o fado de ela ser uma das poucas adversárias que realmente põem medo em Diana na hora de um embate físico (assim como acontece na relação Superman/Apocalipse) seu sadismo e sede de sangue, e a ideia da corrupção do Laço, que acho bacana. Dentro disso, ela pode ter as mais variadas origens, e até ganhar um "caldo a mais" por assim dizer.

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 hours ago, Questão said:

a Genocídio garante uma liberdade de adaptação bem maior (...) ser uma das poucas adversárias que realmente põem medo em Diana (...) seu sadismo e sede de sangue, e a ideia da corrupção do Laço

pode funcionar

12 hours ago, Questão said:

Capuz Vermelho em THE BATMAN ninguém reclama

Não é reclamação, não... heheh É conduzir com cautela, que precisa rolar no caso do Capuz Vermelho também.

12 hours ago, Questão said:

o fator meio "Sexta Feira 13" de Diana arrancando o laço da coluna da vilã?

isso

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 hours ago, primo said:

 

isso

Ah, mas isso é legal pra caramba:D. E acho que assim como nos quadrinhos, uma violência mais intensa e brutal até funciona narrativamente pra mostrar o tipo de ameaça física que uma vilã como Genocídio representa pra Diana a ponto de ela não poder se segurar e ter que lutar pra "tirar sangue" mesmo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
14 hours ago, Questão said:

o problema do outro trecho

cara, da minha parte... não tem muito o que dizer.. acho de uma violência em nível inadequado. Eu não apertaria play para um filme com esse tipo de coisa. Se quiser algo mais específico, não tem. É o que a cena é, e apenas isso. A descrição postada, e toda ela, é a explicação. 
 

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 27/10/2017 at 0:58 PM, primo said:

cara, da minha parte... não tem muito o que dizer.. acho de uma violência em nível inadequado. Eu não apertaria play para um filme com esse tipo de coisa. Se quiser algo mais específico, não tem. É o que a cena é, e apenas isso. A descrição postada, e toda ela, é a explicação. 
 

 Me bate uma curiosidade aqui. Você acredita que esse problema em potencial que você vê nesta cena, aconteceu (talvez em menor grau) em MOS e BVS?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Gal Gadot fala sobre mudança da Mulher-Maravilha depois de ‘Batman vs Superman’

Publicado em 27/10/2017 às 09:55 por Rafaela Gomes
COMPARTILHE!
 

Durante a coletiva de imprensa do elenco de ‘Liga da Justiça‘ em Benjing, a atriz Gal Gadot falou sobre a mudança na perspectiva da heroína ‘Mulher-Maravilha‘ após os acontecimentos de ‘Batman vs Superman‘.

Para os que não se recordam, no final do primeiro filme do universo compartilhado da DC, Diana Prince revela a Bruce Wayne ter abandonado a humanidade há 100 anos. No entanto, em seu filme solo, a heroína se consolida como uma defensora voraz da Terra, mantendo a esperança em dias melhores.

E sobre essa mudança, Gadot foi bem franca, reforçando também que ainda que uma má decisão seja tomada na trama, há sempre um jeito de consertar:

“A gente acabou chegou à conclusão de que não existe a possibilidade da Mulher-Maravilhasimplesmente desiste da raça humana. Ela deixou a ilha justamente porque queria fazer essa vida melhor e mais segura, este era seu destino. Então vou ser bem honesta: às vezes, durante o processo criativo, decisões equivocadas são tomadas, mas você sempre pode consertar e fazer diferente. A Mulher-Maravilha sempre estará à disposição da humana enquanto ela se importar com eles”.

 

FONTE: CINEPOP

Será um sinal que marca a transição do fim da "Era Snyder" para a "Era Geoff Johns"?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pois é, me dá até um senso de orgulho que essa é a nossa Diana.

Ainda sim a WB, que já renegou a empresa do Brat Ratner, deveria entrar de vez com a filosofia da Gadot. Chama a Jenkins e Gadot e faz uma declaração na linha "Nossa WONDER WOMAN lidera a batalha contra o abuso e nós, Warner Bros., seguiremos seu exemplo moral com esperança que toda Hollywood faça o mesmo."

Talvez percam dinheiro no curto prazo, pois terão que quebrar contratos com a Rat-Pac Dune, mas antes isso que falhar na sequencia do Wonder Woman, filme de maior sucesso do DCEU. Além disso, estariam dando um gás para mudança positiva em Hollywood. Um exemplo para outras empresas ligadas à Rat-Pac Dune e etc.

Em termos de marketings, pago para ver um comentador falando mal de um movimento desse.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mulher-Maravilha 2 | Estreia é adiantada para novembro de 2019

Patty Jenkins e Gal Gadot retornam para sequência
13/11/2017 - 17:43 - MARIANA CANHISARES
 
mulhermarvcrop_CHqf4GE.jpg

Mulher-Maravilha 2 será lançado com um mês e meio de antecedência, de acordo com o Deadline. A sequência, que terá o retorno de Patty Jenkins na direção e Gal Gadot, chegará aos cinemas agora no dia 1º de novembro de 2019.

A Warner Bros. havia anunciado, durante a San Diego Comic-Con deste ano que o longa estava previsto para 13 de dezembro de 2019.

Antes disso, a personagem aparece antes em Liga da Justiça, que tem estreia marcada para 16 de novembro.

 

FONTE: OMELETE

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 Rartner dançou

 

Gal Gadot esclarece rumores sobre diretor acusado de assédio e Mulher-Maravilha 2: “Ele foi demitido na hora”

POR
 CAIO COLETTI
 -
 15/11/2017
 
 
 
  
galbrett.jpg Gal Gadot e Brett Ratner,
Ouça este conteúdo0:0001:12Audima

Recentemente, um pouco de controvérsia se abateu sobre a sequência de Mulher-Maravilha, que está planejada para início de filmagens em junho de 2018.

 

Uma fonte do site Page Siz relatou que a atriz Gal Gadot só faria o filme se o diretor Brett Ratner for demitido da companhia de produção que o banca, a RatPac. Ratner foi recentemente acusado por Ellen Page de homofobia, além de ser nomeado por várias outras mulheres em denúncias de assédio.

Falando ao programa Today, Gadot esclareceu os rumores: “Todo mundo sabe minha posição em relação a esse tipo de coisa, eu já falei tanto que as pessoas já sabem. No fim das contas, tanta gente envolvida com esse filme divide a minha opinião. Ele foi afastado e demitido na hora, muito antes daquele artigo sair ou eu poder fazer qualquer exigência”, disse.

 

A continuação de Mulher-Maravilha será lançada no dia 1º de novembro de 2019, com a diretora Patty Jenkins e o roteirista Dave Callaham (Godzilla) à bordo.

Mulher-Maravilha arrecadou mais de US$800 milhões mundialmente.

 

FONTE: OBSERVATÓRIO DO CINEMA

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mulher-Maravilha | Gal Gadot já pensa em mais de uma sequência: “Vamos fazer uma bíblia da Mulher-Maravilha”

Por
 Caio Coletti
 -
 20/11/2017
 
 
 
 
ww-696x348.jpg Mulher-Maravilha

Gal Gadot já está pensando em futuros filmes da Mulher-Maravilha para além da primeira sequência anunciada pela DC.

 

“Há tantas jornadas que ela pode tomar. Ela tem tantos valores diferentes, cada filme pode explorar um deles! Vamos fazer a Bíblia da Mulher-Maravilha”, contou ela ao Today.

A continuação de Mulher-Maravilha será lançada no dia 1º de novembro de 2019, com a diretora Patty Jenkins e o roteirista Dave Callaham (Godzilla) à bordo.

Mulher-Maravilha arrecadou mais de US$800 milhões mundialmente.

 

FONTE: OBSERVATÓRIO DO CINEMA

Share this post


Link to post
Share on other sites
12 minutes ago, Questão said:

“Há tantas jornadas que ela pode tomar. Ela tem tantos valores diferentes, cada filme pode explorar um deles! Vamos fazer a Bíblia da Mulher-Maravilha”, contou ela ao Today.

Boto muita fé!
tem muita coisa interessante pra ser explorada, e a Patty pode ajudar a reorientar o estúdio, até pq...
a Warner adora se reinventar após novos casos de sucesso :rolleyes:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×