Jump to content
Forum Cinema em Cena
Questão

Viva- A Vida é Uma Festa (Pixar)

Recommended Posts

Viva - A Vida é uma Festa | Confira o novo trailer da animação
Longa estreia dia 4 de janeiro
07/06/2017 - 20:47 FÁBIO DE SOUZA GOMES

Disney•Pixar divulgou o trailer oficial de Viva - A Vida é uma Festa (Coco). Assista:

 

 

 

 

 

O longa é protagonizado por Miguel Rivera (Anthony Gonzalez), um menino de 12 anos que quer ser músico. Entretanto, ele vem de uma família de sapateiros que odeia música pois, segundo a tradição da família, o bisavô de Miguel abandonou sua esposa Imelda (Renée Victor) para seguir seus sonhos no mundo musical e isso amaldiçoou a família.

Apesar disso, Miguel ama música e é inspirado pelo cantor Ernesto de la Cruz (Benjamin Bratt), que já morreu. Quando o garoto faz esforços para imitar o astro, acaba desencadeando uma série de eventos que o leva até a Terra dos Mortos, que apesar do nome, é um submundo lindo onde o rapaz encontrará as almas de seus familiares, incluindo Imelda. Junto com o esqueleto Hector (Gael Garcia Bernal), Miguel deve encontrar De la Cruz, convencer sua família de que música é algo bom, e voltar para a Terra dos Vivos antes que o tempo acabe.

Viva - A Vida é uma Festa chega aos cinemas em 4 de janeiro de 2018.

 

FONTE: OMELETE

 

Não me empolgou muito o trailer, mas é Pixar, então ainda tem o benefício da duvida. Mas não tenho ficado muito empolgado com os últimos trabalhos do estúdio. Nem cheguei a assistir O BOM DINOSSAURO e PROCURANDO DORY.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Coco’: Diretores da animação sobre o Dia dos Mortos falam sobre diversidade

Publicado em 29/08/2017 às 12:26 por Rafaela Gomes
COMPARTILHE!
 

A próxima animação da Pixar, ‘Coco’, trará um retrato cultural bem forte sobre as tradições mexicanas.

Dirigido por Lee Unkrich e Adrian Molina, a produção – que esteve em desenvolvimento por seis anos na Pixar – parece surgir no momento exato, em meio aos turbilhões sociais vivenciados pelo país mediante o presidente Donald Trump.

E sobre a diversidade presente na trama, o diretores da animação conversaram com o site Den of Geek, comentando a importância da união entre as culturas, ao invés da separação entre as nações.

De acordo com Unkrich:

 

Nós não fazemos filmes com mensagens implícitas, mas dito isso, é importante pontuar que dirigimos uma produção sobre uma cultura bem particular. E sobre o contexto que vivemos hoje, não dá para negar que fazemos parte de uma comunidade global, goste ou não. Existem diversos tipos de pessoas, culturas distintas e cores diferentes no nosso mundo. E eu acho que nada ficará melhor se nos dividirmos. Precisamos aceitar que convivemos com gente de outras culturas, com crenças que diferem da nossa e eu espero que lançar um filme desse porte, onde os personagens são humanizados, faça com que as pessoas se envolvem nesta história, não se atendo aos atributos culturais da vila e seus estereótipos, mas enxergando essas figuras como apenas pessoas. Dessa forma, pode ser que venhamos a dar um passo à frente, em direção à aceitação e recepção da nossa comunidade global”.

Molina, que possui raízes mexicanas, compartilhou suas tradições quando criança, que poderão ser testemunhadas pela audiência nos cinemas:

“Minha família é mexicana, minha mãe nasceu em Jalisco. Mas onde ela cresceu, a tradição do Día de Los Muertos não era exatamente como veremos no filme. Mas um aspecto com o qual eu me identifiquei muito em ‘Coco’, em se tratando da maneira como lidamos com a morte no seu familiar, é que nesse ambiente nós sempre conversávamos sobre aquele ente querido que já partiu. Minha mãe costumava falar sobre seu irmãozinho que tanto amava, nos contando histórias antigas e divertidas sobre ele. Meu tio faleceu antes mesmo de eu nascer, mas eu me recordo da minha mãe relembrando algumas memórias com muito amor, sempre compartilhando algo com todos nós”.

 

A história será a respeito de garotinho de 12 anos chamado Miguel. Ele foi criado em uma vila mexicana que acredita ter sido amaldiçoada pela música. Dessa forma, o garoto vai em busca de seu ídolo Ernesto de la Cruz, já falecido, para que ele o ajude em busca de seus grande sonho de se tornar músico.

Para isso, Miguel vai até o mundo dos mortos e com a ajuda de um esqueleto chamado Hector, o garoto terá que encontrar De La Cruz, conseguir a bênção de sua família para o grande sonho e ainda conseguir voltar para o mundo dos vivos antes que seja tarde demais.

 

FONTE: CINEPOP

Share this post


Link to post
Share on other sites

Viva - A Vida É uma Festa | Rogério Flausino vai dublar personagem em animação da Pixar

Estreia no Brasil está marcada para 2018
28/09/2017 - 15:03 - CAMILA SOUSA

A Disney Brasil confirmou que Rogério Flausino, vocalista do Jota Quest, vai dublar um personagem em Viva - A Vida é uma Festa, nova animação da Pixar. Flausino fará a voz de Gustavo, um músico do mundo dos mortos.

O longa é protagonizado por Miguel Rivera (Anthony Gonzalez), um menino de 12 anos que quer ser músico. Entretanto, ele vem de uma família de sapateiros que odeia música pois, segundo a tradição da família, o bisavô de Miguel abandonou sua esposa Imelda (Renée Victor) para seguir seus sonhos no mundo musical e isso amaldiçoou a família.

Apesar disso, Miguel ama música e é inspirado pelo cantor Ernesto de la Cruz (Benjamin Bratt), que já morreu. Quando o garoto faz esforços para imitar o astro, acaba desencadeando uma série de eventos que o leva até a Terra dos Mortos, que apesar do nome, é um submundo lindo onde o rapaz encontrará as almas de seus familiares, incluindo Imelda. Junto com o esqueleto Hector (Gael Garcia Bernal), Miguel deve encontrar De la Cruz, convencer sua família de que música é algo bom, e voltar para a Terra dos Vivos antes que o tempo acabe.

Viva - A Vida é uma Festa chega aos cinemas em 4 de janeiro de 2018.

 

FONTE: OMELETE

Share this post


Link to post
Share on other sites

Coco-Movie-2017-Trailer-Disney-Pixar.jpg

Como o embargo da crítica acabou ontem, os críticos finalmente puderam começar a publicar seus textos e comentários a respeito da nova animação da Pixar, Viva – A Vida é Uma Festa. E as opiniões são extremamente elogiadoras. Confira algumas abaixo:

Variety: “Em uma época em que os jovens são facilmente seduzidos por celebridades, Viva – A Vida é Uma Festa revela o vazio de tal adulação, ensinando, emocionalmente, as crianças a preservar e respeitar as memórias dos mais velhos, lembrando-lhes que a fonte da verdadeira criatividade é, muitas vezes, pessoal.”

Hollywood Reporter: Viva – A Vida é Uma Festa revela-se não apenas a melhor produção original da Pixar desde Divertida Mente, como também está entre as mais ressonantes emocionalmente da empresa.”

The Wrap: “Se uma animação tem que oferecer às crianças uma maneira de lidar com a morte, é difícil imaginar um exemplo mais vivaz, tocante e bizarramente divertido do que Viva – A Vida é Uma Festa.”

Screen Daily: “Com uma elegante trilha sonora e uma série de encantos visuais de uma narrativa comparativamente imaginativa, Viva – A Vida é Uma Festa é doce e sentimental, mesmo sem ser particularmente atraente.”

Vale lembrar que, embora as animações da Pixar tenham um histórico de elogios da crítica e do público, algumas produções mais recentes, como Universidade Monstros, O Bom Dinossauro e Carros 3, não tiveram uma recepção tão boa quanto as mais clássicas, então é aliviador para alguns fãs mais adultos queViva – A Vida é Uma Festa esteja sendo aclamada. No Brasil, a animação só será lançada em 4 de janeiro; já nos Estados Unidos, sua estreia acontece em 22 de novembro, apenas uma semana depois de Liga da Justiça.

 

FONTE: O VÍCIO

Share this post


Link to post
Share on other sites

Viva - A Vida é uma Festa quebra recorde de bilheteria no México

Animação deve ainda ultrapassar arrecadação de Vingadores, em 2012
16/11/2017 - 12:19 - MARIANA CANHISARES
 
coco-disney-pixar-destaque.jpg

O novo filme da Pixar Viva - A Vida é uma Festa quebrou recorde de bilheteria no México, tornando-se a produção com maior arrecadação na moeda local. De acordo com a Variety, a animação fez 824 milhões de pesos, isto é, US$ 43,1 milhões, nos primeiros 19 dias que esteve em cartaz no país.

A expectativa é que ele supere o desempenho de Os Vingadores, que arrecadou 827 milhões de pesos durante todo o período que foi exibido nos cinemas, em 2012.

O longa é protagonizado por Miguel Rivera (Anthony Gonzalez), um menino de 12 anos que quer ser músico. Entretanto, ele vem de uma família de sapateiros que odeia música pois, segundo a tradição da família, o bisavô de Miguel abandonou sua esposa Imelda (Renée Victor) para seguir seus sonhos no mundo musical e isso amaldiçoou a família.

Apesar disso, Miguel ama música e é inspirado pelo cantor Ernesto de la Cruz (Benjamin Bratt), que já morreu. Quando o garoto faz esforços para imitar o astro, acaba desencadeando uma série de eventos que o leva até a Terra dos Mortos, que apesar do nome, é um submundo lindo onde o rapaz encontrará as almas de seus familiares, incluindo Imelda. Junto com o esqueleto Hector (Gael Garcia Bernal), Miguel deve encontrar De la Cruz, convencer sua família de que música é algo bom, e voltar para a Terra dos Vivos antes que o tempo acabe.

Viva - A Vida é uma Festa chega aos cinemas em 4 de janeiro de 2018.

 

FONTE: OMELETE

Share this post


Link to post
Share on other sites

Viva - A Vida é uma Festa | Gael Garcia Bernal diz que filme vai contra a retórica de Trump

Longa chega aos cinemas em 4 de janeiro
22/11/2017 - 9:06 - JULIA SABBAGA
gael_garcia_1.jpg

Gael Garcia Bernal comentou o tema do novo filme da Pixar Viva - A Vida é uma Festa, descrevendo o longa como uma força positiva contra o discurso do presidente americano, Donald Trump [via Yahoo]. 

O ator mexicano fez referência a um discurso de 2015, onde Trump se referiu aos imigrantes do México como estupradores e criminosos, antes de concluir com "alguns deles, eu presumo, são boas pessoas". 

Garcia Bernal comentou a temática do filme, que se passa no México e traz diversas referências a cultura mexicana:

"É interessante que o filme seja lançado em um momento em que os Estados Unidos estabeleceu uma retórica que se baseia em apontar o dedo para um grupo de pessoas de um determinado lugar e dizer que seus pais e avós são estupradores, traficantes ou criminosos. Estas crianças estão crescendo com esse discurso, então este filme é dedicado a elas. Eles vão dizer 'nós sabemos que tudo isso é mentira, e aqui está a verdade. Aqui está um jeito muito mais complexo e profundo de expressar uma cultura'. E não apenas isso, nós precisamos nos agarrar nisso para nos sentirmos fortes e empoderados. E não nos deixar abater por aqueles comentários, que são realmente horríveis". 

O longa é protagonizado por Miguel Rivera (Anthony Gonzalez), um menino de 12 anos que quer ser músico. Entretanto, ele vem de uma família de sapateiros que odeia música pois, segundo a tradição da família, o bisavô de Miguel abandonou sua esposa Imelda (Renée Victor) para seguir seus sonhos no mundo musical e isso amaldiçoou a família.

Apesar disso, Miguel ama música e é inspirado pelo cantor Ernesto de la Cruz (Benjamin Bratt), que já morreu. Quando o garoto faz esforços para imitar o astro, acaba desencadeando uma série de eventos que o leva até a Terra dos Mortos, que apesar do nome, é um submundo lindo onde o rapaz encontrará as almas de seus familiares, incluindo Imelda. Junto com o esqueleto Hector (Gael Garcia Bernal), Miguel deve encontrar De la Cruz, convencer sua família de que música é algo bom, e voltar para a Terra dos Vivos antes que o tempo acabe.

Viva - A Vida é uma Festa chega aos cinemas em 4 de janeiro de 2018.

 

FONTE: OMELETE

Share this post


Link to post
Share on other sites

Viva – A Vida é uma Festa | Pixar remove curta de Frozen após críticas

Publicado em2 de dezembro de 2017 às 17h25
olaf-frozen-adventure-janeiro-760x428.png

Viva – A Vida é uma Festa estreia no Brasil apenas em janeiro, mas a animação já está em cartaz em vários países. Até então, o longa estava vindo acompanhado de um curta-metragem de Frozen. Porém….

Neste sábado (2), a Pixar anunciou que vai remover Olaf’s Frozen Adventure das cópias que estão sendo exibidas nos cinemas ao redor do mundo. O curta focado em Olaf foi duramente criticado ao redor do mundo por durar 21 minutos, deixando as crianças impacientes e os adultos de saco cheio.

Os curtas já viraram uma tradição do estúdio, mas normalmente eles têm entre 5 e 7 minutos, mas a Disney insistiu em fazer algo mais longo, já que Olaf é querido pelo público.

As cópias que serão exibidas no Brasil já virão sem a aventura do boneco de neve que gosta de abraços quentinhos.

Viva – A Vida é uma Festa conta a história de Miguel, que sonha em se tornar um grande músico como seu ídolo, Ernesto de la Cruz — apesar de a música ter sido banida em sua família.

Para provar seu talento, Miguel vai à pitoresca Terra dos Mortos, seguindo uma misteriosa sequência de eventos. Ao longo do caminho, ele conhece o trapaceiro Hector e juntos partem em uma jornada para descobrir a verdade por trás da história da família de Miguel.

O filme é dirigido por Lee Unkrich (Toy Story 3), codirigido por Adrian Molina (story artist de Universidade Monstros) e tem no elenco Anthony Gonzalez (Miguel), Benjamin Bratt (Ernesto de la Cruz), Gael García Bernal (Hector).

Viva – A Vida é uma Festa (Coco) estreia nos cinemas brasileiros em 4 de janeiro de 2018.

 

FONTE: JOVEM NERD

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×