UA-130521384-1 Jump to content
Forum Cinema em Cena
Sign in to follow this  
lmborba

Oscar 2019 - Previsões

Recommended Posts

 

História atraente, bons diálogos, ótimos atores, direção à serviço da história, como não gostar? 

No geral, Richard E.Grant me chamou mais a atenção do que a Melissa McCarthy, mas a cena do gato...Parabéns!

Marielle Heller, a diretora, tem muitos projetos pela frente, o mais chamativo, com Tom Hanks. A roteirista Nicole Holofcener, indicada a seu primeiro Oscar, dirigiu "Amigas com Dinheiro" e "Enough Said", duas outras delícias de assistir.

Melissa McCarthy in Can You Ever Forgive Me? (2018)

Share this post


Link to post
Share on other sites

BAFTA Awards 2019:

Melhor Filme

Infiltrado na Klan
A Favorita
Green Book: O Guia
Roma
Nasce Uma Estrela

Melhor Filme Britânico

Beast
A Favorita
Mcqueen
Stan & Ollie
Você Nunca Esteve Realmente Aqui

Melhor Ator

Bradley Cooper (Nasce uma Estrela)
Christian Bale (Vice)
Rami Malek (Bohemian Rhapsody)
Steve Coogan (Stan and Ollie)
Viggo Mortensen (Green Book: O Guia)

Melhor Atriz

Glenn Close (A Esposa)
Lady Gaga (Nasce uma Estrela)
Melissa McCarthy (Poderia me Perdoar?)
Olivia Colman (A Favorita)
Viola Davis (As Viúvas)

Melhor Diretor

Spike Lee (Infiltrado na Klan)
Pawel Pawlikowski (Cold War)
Yorgos Lanthimos (A Favorita)
Alfonso Cuarón (Roma)
Bradley Cooper (Nasce uma Estrela)

Melhor Ator Coadjuvante

Adam Driver (Infiltrado na Klan)
Mahershala Ali (Green Book: O Guia)
Richard E Grant (Poderia me Perdoar?)
Sam Rockwell (Vice)
Timothee Chalamet (Querido Menino)

Melhor Atriz Coadjuvante

Amy Adams (Vice)
Claire Foy (O Primeiro Homem)
Amy Adams (Vice)
Emma Stone (A Favorita)
Margot Robbie (Duas Rainha)
Rachel Weisz (A Favorita)

Melhor Estreia de Diretor, Roteirista ou Escritor Britânico

Apostasy (Daniel Kokotajlo)
Beast (Michael Pearce e Lauren Dark)
A Cambodian Spring (Chris Kelly)
Pili (Leanne Welham e Sophie Harman)
Ray & Liz (Richard Billingham e Jacqui Davies)

Melhor Filme Estrangeiro

Capernaum
Cold War
Dogman
Roma
Assunto de Família

Melhor Curta-Metragem

73 Cows
Bachelor
The Blue Door
The Field
Wale

Melhor Curta-Metragem Animado

I’m OK
Marfa
Roughhouse

Melhor Animação

Os Incríveis 2
Ilha dos Cachorros
Homem-Aranha no Aranhaverso

Melhor Documentário

Free Solo
McQueen
RBG
They Shall Not Grow Old
Three Identical Strangers

Melhor Fotografia

Bohemian Rhapsody
Cold War
A Favorita
O Primeiro Homem
Roma

Melhor Sonografia

Bohemian Rhapsody
O Primeiro Homem
Missão: Impossível – Efeito Fallout
Um Lugar Silencioso
Nasce Uma Estrela

Melhor Trilha Sonora

Infiltrado na Klan
Se a Rua Beale Falasse
Ilha dos Cachorros
O Retorno de Mary Poppins
Nasce Uma Estrela

Melhor Direção de Arte / Design de Produção

Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald
A Favorita
O Primeiro Homem
O Retorno de Mary Poppins
Roma

Melhor Figurino

A Balada de Buster Scruggs
Bohemian Rhapsody
A Favorita
O Retorno de Mary Poppins
Duas Rainhas

Melhor Edição

Bohemian Rhapsody
A Favorita
O Primeiro Homem
Roma
Vice

Melhores Efeitos Especiais

Vingadores: Guerra Infinita
Pantera Negra
Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald
O Primeiro Homem
Jogador Nº 1

Melhor Cabelo e Maquiagem

Bohemian Rhapsody
A Favorita
Duas Rainhas
Stan & Ollie
Vice

Melhor Roteiro Original

Cold War
A Favorita
Green Book: O Guia
Roma
Vice

Melhor Roteiro Adaptado

Infiltrado na Klan
Poderia me Perdoar?
O Primeiro Homem
Se a Rua Beale Falasse
Nasce uma Estrela

Melhor Astro em Ascensão

Letitia Wright
Lakeith Stanfield
Barry Keoghan
Cynthia Erivo
Jessie Buckley

Share this post


Link to post
Share on other sites

Me lembro que alguns anos atrás a Academia entregou os prêmios técnicos nos corredores do teatro para tentar enxugar a cerimônia. No ano seguinte voltaram atrás, felizmente; tremendo desrespeito aos profissionais envolvidos. Acho meio óbvio que os problemas de audiência do Oscar não serão resolvidos com a exclusão de certas categorias da transmissão oficial. A redução de audiência não atinge apenas as premiações mas também os esportes. Várias ligas estão discutindo e testando novos formatos para tornar seus produtos mais atraentes para a nova audiência. A verdade no entanto é que a nova geração, na média,  não tem paciência para transmissões esportivas da mesma maneira que não tem paciência para premiações. Incluir os filmes favoritos dessa turma e reduzir o tempo da cerimônia dificilmente terá algum efeito positivo sobre a audiência -- no máximo vai afastar aquele público já fiel que pode se sentir desrespeitado pela descaracterização do evento. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Semana passada eu li o livro, e logo ele se tornou uma das melhores leituras do ano pra mim. É extraordinário, tocante, profundo, delicado e terno. Uma coisa! Posso afirmar que Barry Jenkins fez uma excelente adaptação, extremamente fiel, porém, a resolução do filme é completamente diferente do livro. Ele alterou o destino dos personagens, de um jeito que acho que até o Baldwin aprovaria. Por favor, leiam o livro. 

E por favor, vejam o filme. É lindo. Fácil, fácil, na minha lista dos 10 melhores da temporada. Não entendo como não entrou em Best Picture. Kiki Layne e Stephan James estão perfeitos em seus papeis. Impossível achar dois outros atores mais adequados para viverem o casal.

A direção do Barry Jenkins...Às vezes eu a acho esnobe demais. Desde "Moonlight" eu aponto isso, uma emulação retórica de Wong Kar-Way. Fica uma coisa muito "na cara", pra quem conhece cinema mais a fundo. Mas eu acho que ele quer mostrar a questão racial de uma forma sofisticada, como nunca dantes foi mostrada. Ele, em si, é um cara muito sofisticado. Eu relevo por que os filmes dele até aqui foram bons, mas não posso deixar de notar isso, pois não sou cego, nem bajulo as pessoas por tudo.

Deem o Oscar para a Regina King. Protagonista de uma das cenas mais difíceis e lindas do ano. Pois no livro, é uma passagem bem difícil, e eu pensava: "Como será que ela vai fazer toda essa gama de emoções?" E ela conseguiu. Bati palmas.

Trilha sonora do garoto prodígio Nicholas Britell (que também fez "Vice"). Em uma categoria que não gosta de premiar gente muito jovem, sem "First Man", ficou fácil pra ele ganhar. Lindo, lindo, lindo trabalho.

"Racial profiling" é um assunto muito pesado, e o Baldwin conseguiu tocar nisso em 1974! Que coragem! Mas ele não fala apenas disso, mas também trata em seu livro de muitos aspectos do racismo. Até mesmo entre os negros, por exemplo, como quando os personagens valorizam entre si aqueles de tom mais claro. Racismo na polícia, racismo no mercado de imóveis, racismo na espacialidade das cidades...O filme conseguiu ser sutil na abordagem desses outros aspectos, assim como o livro o é. Se Jenkins ganhar o Oscar de Roteiro Adaptado, não será de modo algum injusto.

Amei!

 

Stephan James and KiKi Layne in If Beale Street Could Talk (2018)

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Quando Cate Blanchett justificou a Palma de Ouro em Cannes para "Shoplifters", ela fez questão de realçar o final, que ela chamou de "desconcertante". 

Gente...até 1hora e meia de filme, você pensa, "Ah, que delicadeza!", "Filme do Koreeda a gente pode assistir pra sempre...", "que singeleza, que delicadeza"...Os 20 minutos finais são um tapa na cara um atrás do outro! Dois dos planos mais tocantes e comoventes do ano, cê loko!

Lindíssimo. E esse homem tem mais um filme engatilhado pra este ano! 

Se ele não for um dos maiores diretores da atualidade, eu mudo o meu nome, eu não moro mais aqui, eu não sei mais quem eu sou.

Lily Franky, Sakura Andô, Mayu Matsuoka, Miyu Sasaki, and Jyo Kairi in Manbiki kazoku (2018)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Finalmente, a Netflix o lançou.

Começa muito bem, e termina sem tanto sabor. Acho que carece um pouco de contexo: Em que parte da Índia; Por quê; É a religião que oprime? 

Fiquei com várias dúvidas.

Em todo caso, tabus precisam ser rompidos. 

Creio que disputa cabeça a cabeça com "End Game" o Oscar de Melhor Curta Documentário. Meu voto, tendo visto todos, seria para "Lifeboat".

Period. End of Sentence. (2018)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Martin Scorsese, Quentin Tarantino, outros cineastas e atores chamam o plano da Academia de “um insulto”

oscar_statuettes-1068x602.jpg
Os planos da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas para o Oscar 2019 não estão agradando um seleto grupo de diretores, diretoras, produtores, produtoras, roteiristas, atores e atrizes de Hollywood. Nesta quinta-feira (14), o grupo com nomes como Martin Scorsese, Quentin Tarantino e Spike Lee divulgou uma carta aberta aos organizadores da cerimônia.
A insatisfação está na decisão de Academia de cortar da transmissão ao vivo as categorias de Fotografia, Edição, Maquiagem e Penteado e Curta em Live-Action. Em outras palavras, os vencedores nestas categorias serão anunciados durante os intervalos da transmissão na TV.
Para o grupo, a decisão “nada mais é do que um insulto para aqueles que devotaram a vida e paixão na profissão escolhida”. A carta conta com nomes indicados ao Oscar 2019, diretores e artistas consagrados, como Christopher Nolan, Michael Mann, Alejandro G. Iñárritu, Guillermo del Toro, Brad Pitt, Elizabeth Banks, Peter Dinklage e Kerry Washington.
“Quando o reconhecimento dos responsáveis por criar a valorização do cinema está sendo diminuído pela instituição que deve ter o princípio de proteger o mesmo, então nós não temos mais o espírito da Academia de celebrar o filme como uma arte colaborativa”, afirma ainda a carta.
Nesta quinta (14), antes mesmo da divulgação da carta, a Academia vinha respondendo as críticas contra a decisão. De acordo com os organizadores do Oscar 2019, as categorias serão mostradas, mas em forma de reprise para quem estiver vendo por meio da TV.
A cerimônia do Oscar acontece em 24 de fevereiro.

Share this post


Link to post
Share on other sites

CAS AWARDS FOR OUTSTANDING ACHIEVEMENT IN SOUND MIXING WINNERS:

MOTION PICTURE – LIVE ACTION

Bohemian Rhapsody

MOTION PICTURE—ANIMATED

Isle of Dogs

MOTION PICTURE—DOCUMENTARY

Free Solo

TELEVISION SERIES – 1 HOUR

The Marvelous Mrs. Maisel: Vote for Kennedy, Vote for Kennedy

TELEVISION SERIES – 1/2 HOUR

Mozart in the Jungle: Domo Arigato

TELEVISION MOVIE or LIMITED SERIES

American Crime Story: The Assassination of Gianni Versace (Part 1) The Man Who Would Be Vogue

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

×