Jump to content
Forum Cinema em Cena

Announcements

  • Posts

    • "N`um vou nem falar nada!!" Uma das músicas mais espetaculares de todos os tempos. O prazer e o privilégio são meus!    
    • (173) Caetano Veloso interpreta Lamartine Babo em "Tabu", de 1982, filme experimental do carioca Júlio Bressane. Lamartine Babo, um gênio do carnaval, dos hinos de futebol, das marchinhas, da canção. Agora, no século XXI, devidamente cancelado pelos versos "Mas como a cor não pega mulata/ mulata eu quero o seu amor".  Que dirá agora fazer-se um filme sobre ele! Aqui, mais precisamente, um encontro ficcional com o poeta Oswald de Andrade. O filme é uma defesa do carnaval, do samba, da música popular, como parte fundamental da identidade brasileira. Bom, é uma tese boa, os ouvidos agradecem demais, mas como filme...é um filme de montagem. Intercala vários momentos musicais, com "Tabu" de Murnau, filmes não identificados por mim sobre o descobrimento do Brasil, e filmes pornográficos antigos... É o cinema como montagem. Sem ficar refém do consequentalismo de uma ação e outra. Nada tem muito a ver como sucessão de imagens. Não tem trama lógica.  Fiquei pensando na escolha de Caetano para viver Lamartine , e pensei um pouco no aspecto físico, do baiano ser delgado, franzino, como o antigo compositor, mas acho que tem mais a ver com aquela sucessão de autênticas marchinhas que Caetano compôs nos anos 1970/1980: "Samba, Suor e Cerveja", " A Filha da Chiquita Bacana", "Atrás do Trio Elétrico", e tal... Se a figura de Oswald fica meio perdida no contexto geral, creio que Caetano e Lamartine têm, realmente, muito a ver. Os três, aí sem dúvida, vocacionados para amar o Brasil.  
    • O site Empire conversou com a atriz Thomasin McKenzie sobre o terror ‘Noite Passada em Soho‘, novo filme de Edgar Wright (‘Em Ritmo de Fuga‘), e divulgou uma nova imagem da produção. “É genuinamente algo que eu nunca vi antes,” declarou McKenzie ao site. “É muito único. Eu amo quando você está lendo um roteiro e você sabe qual direção está seguindo… então, a trama segue uma direção completamente diferente. [Minha personagem] tem quase um sexto sentido. Ela pode sentir as coisas em um outro nível que as pessoas não podem ver ou sentir.” Confira a imagem: O terror será lançado nos cinemas no dia 22 de outubro.   FONTE: CINEPOP
    • Filme conferido. É um western emotivo trabalhando o velho(mas eficiente) clichê do homem solitário que volta a valorizar as relalões humanas através de uma criança. É legalzinho, tem seus bons momentos e a competência habitual de Tom Hanks, mas faltou alguma coisa.
  • Popular Contributors

×
×
  • Create New...