Jump to content
Forum Cinema em Cena

Críticas e Publicações do Cinema em Cena

Discuta as críticas de nosso editor, Pablo Villaça!


569 topics in this forum

    • 21 replies
    • 1.8k views
    • 20 replies
    • 2k views
  1. G.I. Joe 1 2 3 4

    • 99 replies
    • 5.9k views
    • 7 replies
    • 1.3k views
  2. Robin Hood

    • 15 replies
    • 1.5k views
  3. Salt

    • 4 replies
    • 676 views
    • 8 replies
    • 1.2k views
  4. Os Mercenários

    • 23 replies
    • 1.9k views
    • 2 replies
    • 554 views
  5. Zona Verde

    • 3 replies
    • 730 views
  6. Ilha do Medo

    • 24 replies
    • 3.5k views
  7. Predadores

    • 3 replies
    • 786 views
    • 11 replies
    • 1.5k views
  8. Eclipse 1 2 3 4 5

    • 110 replies
    • 8.6k views
    • 8 replies
    • 1.4k views
  9. Toy Story 3

    • 7 replies
    • 1.5k views
    • 34 replies
    • 4.3k views
  10. Deixa Ela Entrar 1 2 3

    • 65 replies
    • 15.2k views
    • 1 reply
    • 455 views
  11. O Grande Truque 1 2

    • 35 replies
    • 8.6k views
    • 1 reply
    • 464 views
    • 11 replies
    • 1.2k views
    • 2 replies
    • 648 views
    • 3 replies
    • 677 views
  12. Kick-Ass

    • 3 replies
    • 1k views

Announcements

  • Posts

    • Visto TODAS AS CORES DA ESCURIDÃO       Na trama, Jane Harrison (Edwige Fenech) é uma mulher que tenta se recuperar do trauma de ter perdido uma gravidez durante um acidente de carro. Ela vem sofrendo de terríveis pesadelos, onde se vê perseguida por um misterioso assassino de olhos azuis. Entretanto, quando ela passa a ser rondada por esta estranha figura também no mundo real, Jane começa a duvidar da própria sanidade.   Dirigido por Sergio Martino (de TORSO) a partir de um roteiro escrito a quatro mãos por seus colaboradores habituais Ernesto Gastaldi e Sauro Scavolini, TODAS AS CORES DA ESCURIDÃO é um thriller de terror italiano setentista que mistura elementos de Giallo, thriller de conspiração e terror paranormal. Assumindo quase que exclusivamente o ponto de vista de sua protagonista, o filme de Martino brinca constantemente com a percepção do público em relação a veracidade das coisas vistas pela protagonista, especialmente no que diz respeito ao seu stalker de olhos azuis, partindo tanto de perspectivs psicológicas (até mesmo freudianas) quanto de perspectivas potencialmente sobrenaturais.   O diretor utiliza-se dos mais variados recursos para fazer com que o público compartilhe a sensação de desorientação de Jane, passsando desde slow motion, passando por contorno de flare, até repetição de movimentos de planos. Muitos desses recursos soam bregas pra caramba vistos nos dias de hoje, mas funcionam dentro do clima onírico proposto pela obra. O talento de Martino em construir algumas das sequências de suspense e lidar com os clichês do gênero impedem a obra de soar excessivamente pretensiosa. A medida em que se aproxima do desfecho, o roteiro consegue amarrar os diversos pontos da trama, como os pesadelos da protagonista e a seita satânica com a qual ela se envolve de forma coerente, ainda que tenha que recorrer a uma boa dose de didatismo para isso. No fim das contas, TODAS AS CORES DA ESCURIDÃO é um thriller competente, que talvez abuse um pouco demais da suspensao de descrença do publico aqui e ali, mas que ainda cumpre a sua função de entreter, se não se esperar muito dele.   
    • Uma curiosidade pra quem sempre achou uma droga a Universal ter colocado redublagens em 99.9% dos discos dela (em DVD e depois Blu-ray): - Drácula de 1979. Antes de falar disso, cabe frisar que até 2019 não existia em mídia física a versão de cinema, colorida, sem as alterações porcas do diretor, que eu vou chamar aqui de "versão dessaturada", pois é quase em preto-e-branco. A da Shout Factory em 2019 restaurou isso (tem, portanto a DC/Director's Cut e a de cinema), trouxe novos extras... Enquanto que os discos em 1080p da Universal eram só a DC. - Esse filme teve dublagem da BKS, que passou no canal TCM. Inclusive eu gravei quando passaram lá, em 4:3 (tela-cheia).  - Em Blu-ray na Europa a Universal curiosamente colocou a dublagem clássica. Isso é um fato extremamente raro, é como ganhar na mega-sena, pois dá pra contar nos dedos quantos filmes tiveram essa sorte. Eles preferem redublar SEMPRE (um ótimo exemplo foi a trilogia De Volta Para o Futuro, por motivos técnicos e preciosismo). Esse vídeo do BJC explica isso:   - No entanto curiosamente, apesar da distribuidora ter colocado essa faixa, ela está incompleta. Durante os momentos abaixo entra o áudio original em inglês. Sim, é nesse nível de tosqueira. Você assiste com a dublagem, entra de repente o áudio original, volta a dublagem. E existe uma legenda PT-BR só pra cobrir esses buracos. Eu até anotei os tempos: 6m11 a 6m13, 6m13 a 6m16, 6m16 a 6m19, 42m28 a 42m29, 1h13m13 a 1h13m14, 1h13m16 a 1h13m18, 1h20m16 a 1h20m18, 1h21m47 a 1h21m51, 1h21m52 a 1h21m57, 1h21m57 a 1h21m59, 1h21m59 a 1h22m02 e 1h22m03 a 1h22m06 Aí alguém vai dizer: é alguma versão estendida... Pode até ser. Mas sabiam que a dublagem do canal TCM está... completa? O que aconteceu não sei, mas foi bizarro a Universal não ter ajeitado isso. E como já foi feito com outros filmes por fãs/colecionadores, talvez alguém no futuro pegue os 2 áudios e preencha um com outro. Sobre as diferentes versões: http://dvdcompare.net/comparisons/film.php?fid=29499 https://thedigitalbits.com/item/dracula-1979-ce-bd Notem também que o áudio do filme é DTS-HD MA 2.0, e a dublagem está em DTS 2.0 (não só a brasileira). OBS: a edição de colecionador da Shout em 2 discos não tem nada em português. O Blu-ray a que me referia é europeu e antigo, lançado anos antes de 2019.
    • Bod Odenkirk teve um ataque cardíaco..está hospitalizado, consciente e em situação estável...      
    • https://legadodadc.com.br/ben-affleck-curte-namoro-enquanto-seu-duble-faz-cenas-do-batman-em-the-flash/amp/
  • Popular Contributors

×
×
  • Create New...