Jump to content
Forum Cinema em Cena

Matrix

Espaço definitivo pra discutir tudo sobre a trilogia dos irmãos Wachowski!

Announcements

  • Posts

    • Facilmente a melhor coisa produzida com heróis da DC nos últimos anos.
    • Apostaria mais nisso, ou no Gunn depois de "GoG Vol.03" dar uma banana pras duas e ir tocar suas coisas...
    • Um dos efeitos pouco ditos dessa pandemia é como ela limita o pensamento criativo. Estamos tão atemorizados com o presente, que isso acaba nos paralisando imageticamente. Tive muita dificuldade em elaborar as sensações do meu mundo interior dessa vez, e infelizmente essa dificuldade está refletida aqui. Mas, conforme o prometido, lanço essa sátira experimental sobre o momento: Poderia o governo impedir as aglomerações, todas elas, inclusive o sexo grupal?   Vídeo X   Cinco convesex flutuam sobre a cama King size. Navegam assim há muitax horax. Agora pararam, um em cima do outro. Não falam nada, escutam o estalar dax palmeirax, o pio do mocho, a chuva percussiva, quem sabe uma sereia cantando. Deitadox empilhadox, formam uma figura hindu de muitox braçox. Não vamox dar ox seux nomex por que o desejo é coisa turva. Além do maix, são violadorex da vigente Lei Quarentenal. Não se gostam, mal se conhecem. Estão juntox simplesmente por que a ideia de uma segunda virgindade pandêmica lhex parecia intolerável. Anônimox, vamox identificá-lox pelax partex do corpo: Mão Sem 600 Reaix; Pau Sem Nada no Seu Nome; Vulva 300 Reaix por hora; Seiox Confinadox; e Cabeça Eu.    Mão Sem 600 Reaix é recém-chegado. Pensou que a nova cidade seria diferente da sua velha cidade, com maix oportunidadex empregatíciax, contudo acabou pervagando ax ruax à noite, conhecendo ox barex -  ébrio e relaxado - abençoado por um constante luar de açúcar: poroso, vazio e branco. Teve o aporte governamental rejeitado logo no lançamento do app. Inconsistência dox dadox. Raivosamente, atribuiu o fato à uma injustiça do Governo (orgulhando-se ainda maix de ser uma mão canhota, sempre maix aberta, sempre maix generosa). Só tem uma mão. A direita é fantasma, invisível, imaterial. Por isso agora brinca que sua inexistência é claramente, duplamente, oficial.   Pau Sem Nada no Seu Nome foge da Lei Alimentícia. Considera a Justiça misândrica. De cidade em cidade, escapa do Oficial de Justiça; dox pequenox reclamantex sem pensão espalhadox por aí; e dax ex-mulherex, delex representantex. É religioso, patriótico, militante masculinista, e contra o aborto. De vez em quando, faz concessõex.   Vulva 300 Reaix por hora é feliz consigo mesma. Só consigo mesma. Não sente nada. Tão maquiada, quase um carro roubado. Tão loira, quase franjax de milho. Masca chicletex, enquanto se abre, fixada nax luzex do teto. Sua vida mudou pra melhor quando optou por ser apenax um túnel, por onde passa um vento de pensamento. Nem esquerda, nem direita, só olha para cima, para o teto.   Seiox Confinadox, por sua vez, tem o sonho de espalhar-se generosamente nax duax direçõex. Max não tem dinheiro para outra cirurgia corretiva. São pequenox, tão pequenox ox seux seiox, que, quando veste um sutiã, pensa que está reparando ax atadurax frouxax de uma múmia. Um menino. Ela já foi um menino. Em todo caso, reparando agora, pelo espelho bisotado, lá embaixo ficou bem legal...   Cabeça Eu luta para ser apenax corpo. Não pensar, apenax agir. Agir corajosamente. Não elocubrar, fazer. Fazer corajosamente. Não ser uma pessoa interior, ser uma pessoa exterior. Ele é o centro. Ele comanda a Mansão Playboy 2.0. É dele a cama King size. É dele a câmera. É dele o vídeo clandestino do sexo. O vídeo de sexo devidamente legendado em PT-BR:   Mão procura Seiox; Pau entra em Cabeça; Vulva atenta ao relógio. Seiox medeia Pau; Vulva aprisiona Mão; Cabeça fotografa. Mão agita Pau; Cabeça estapeia Seiox; Vulva esconde clitórix. Seiox lambe Vulva; Mão desliza em Cabeça; Pau urina em todox. Vulva se fecha. Mão se limpa. Seiox se intumesce. Pau se apequena. Cabeça filma.   Era um filme muito editado.                                                                                    ...........................................................................   O advogado Homme Office diz que Cabeça Eu ramelou quando postou o vídeo na internet. Ramelou. Vocábulo paulistano. Disse que ele errou, pois agora esse erro, tecnicamente, é um crime. O interessante é que ox outrox quatro participantex - poderia-se dizer atorex - não reclamaram da postagem, com seux atuaix 400k viewx. Quem reclamou foi a Secretaria de Saúde que acredita que a Indústria do Pornô, como todax ax outrax, não pode mais funcionar neste momento do paíx. E, outro delito praticado, todox ox indivíduox têm que evitar aglomeraçõex. Valendo a regra inclusive para camax em formato King size.   Um equívoco contundente! Não se está diante de um fita erótica de fim comercial. Está-se, sim, diante de um evento artístico. Cabeça o compara a "Empire", filme mudo e em preto-e-branco de 1964, dirigido por Andy Warhol. Uma única tomada de oito horax de duração do Empire State Building.    "Por que não tem nome?", pergunta-lhe o advogado em teleconferência.    "Tem um nome! É Vídeo X.  X, poix, em nível conceitual, é uma letra que não quer dizer nada. Uma letra sugestiva, que pode substituir qualquer outra. Ademaix, os mamilox de Seiox Confinadox tinham um x, feito com fita adesiva preta, não percebeu? E próximo à vagina de Vulva 300 Reaix por hora havia um outro x. De mapa da Mina."   "E um bom observador - Cabeça continua - vai notar um x nox glúteox de Pau Sem Nada no Seu Nome. Era um X de proibida a entrada, aquele bobo. Como se uma dedada amiga..."   "Pulemox a parte da dedada."    "Certo. Também havia um x de fita adesiva na palma da mão de Mão Sem 600 Reaix, substituindo ax linhax do M, aquelax tidax ridiculamente pelox crentex como sinal da Virgem Maria."     "E no seu corpo, onde estava o x?"   "Havia um x na minha língua."   Um pequeno silêncio.   "Sempre me autocontive, sempre me boicotei. O x era poderoso, incluía todox ox ladox da minha vida. E escorria da minha língua para ox meux dedox. Não conseguia escrever o que eu queria, não conseguia filmar o que eu queria...Quando fiquei maix velho, percebi a verdade, o x não era meu, era um x alheio, dox outrox, da Cultura imposta sobre mim. A sociedade evoluiu, max eu fiquei com o x."    "E por que não mandou esse vídeo para um analista, para um galerista, para algum curador de obrax de arte, sei lá?"    "Hoje em dia a opinião de uma connaisseur não vale maix do que a de um mero consumidor na internet."   Neste momento, o filhinho do advogado entra na sala gritando, chutando uma bola que ribomba pelax paredex, atrapalhando o Homme Office. O pai se levanta, enxota o menino.   "Desculpa pelo pirrain. Algum de vocêx, então, ficou doente?"   "Somos depressivox, serve?"   "Pergunto se algum de vocêx coronou."   É um advogado cheio de gíriax. Formado em Faculdade particular.   "Somox geneticamente assintomáticox, não sentimox nada. Nem coisax boax, nem coisax ruinx."   "Fizeram o teste?"   "Que teste? Não tem teste. Já se passaram cinco mesex e não tem teste no Brasil."   "Por que transaram sem camisinha? Me desculpa aí, max pelo verdadeiro Cassino Bangu que foi, vocêx tinham que ter usado uma cascata de preservativox."   "Estamox em PrEP."   "Que que é essa parada?"   "É um comprimido que impede que o HIV se estabeça no corpo, funcionando em 99% dox casox. Está na rede de Saúde. Pode checar. É distribuído de graça. Burguesex não sabem disso, só sabe quem transa em parquex, becox e banheirox públicox."   " Acho que estamox desviando o assunto. Tão te processando por estimular outra pandemia."   "Ao contrário, é o mesmo assunto. Marque ax minhax palavrax, eu não pretendo evitar essa doença! Nem nenhuma outra. Ninguém que transa em parquex, becox, ou banheirox públicox pretende, pode acreditar."   "Vão todox morrer jovenx!"   "Eu não. Faltou organização."                                                                            ..........................................................................   Vídeo X faturou ox principaix prêmiox de Melhor Curta-Metragem no ano de 2021, tanto ox que contemplavam a categoria Internet, como ox de maior prestígio, ox do veículo Cinema, depois da ação vitoriosa na Justiça. Foi descrito como uma celebração inescapável da vida. E também uma ode àx liberdadex individuaix. A putaria é um humanismo, declarou o Júri em Veneza. Aquela cama era um "au rendez-voux dex poètex" (ponto de encontro dox poetax), declarou o Júri em Cannex. A renda monetizada pelax plataformax sexuaix rendeu aox participantex um dinheirinho considerável. Vulva pôde comprar um pequeno apartamento, e agora quer ser chamada de Vulva 300 Dólarex por hora. Seiox Confinadox submeteu-se a uma nova cirurgia, está muito feliz com sua nova parte de cima, e também vai mudar de nome. Mão Sem 600 Reaix acabou recebendo por um tempo a ajuda dobrada do Governo, voltou para a sua terra, e abriu o boteco dox seux sonhox. Pau Sem Nada no Seu Nome agora está em dia com a Lei; pagou ox atrasadox, e detém a guarda compartilhada dox filhox. O advogado Homme Office viu sua banca crescer e seux honoráriox triplicarem.    Só os políticox, que nunca souberam o que fazer com o perigo, se foderam. Não se elegeram maix.   Cabeça Eu, quando do último prêmio que recebeu, o maix glorioso delex, um homenzinho dourado, causou escândalo maix uma vez:   "Quero dizer que eu sempre acreditei no Futuro. Mesmo no meio do absurdo, é preciso apostar em um futuro feliz! Muito obrigado por essa incrível honra! Agradeço à minha família, agradeço ao meu advogado, agradeço a todo mundo que gozou comigo. Agradeço principalmente aox meux amigox do Fórum do Cinema em Cena que me estimularam a ver a vida como um filme, um filme passando. Aponta elegantemente para a câmera: O Vídeo X foi pra vocêx!"                                                                                                                                            
    • Mais um pro projeto de ver/rever os clássicos do cinema brasileiro... Pra começar, "Memórias do Cárcere", de 1984, adaptação de Nelson Pereira dos Santos, é praticamente idêntico ao estupendo/magnífico/soberbo livro (póstumo) de Graciliano Ramos, cuja leitura muito me cativou. Infelizmente, uma das poucas mudanças foi a não aparição/citação de Nise da Silveira, que também esteve presa em Ilha Grande e tinha uma presença forte por lá; bem como poderia ter mostrado mais o drama de Olga Benário - são as vantagens em extensão da Literatura sobre o cinema... Mesmo assim, em termos de fidelidade ao livro, pode-se dizer que ela é alta, altíssima.  Quase sem Trilha Sonora, o filme é "seco", como a escrita de Graciliano, sem firulas, sem muitos adjetivos (seria a Trilha um adjetivo para o cinema?).Inteligentemente, o diretor valeu-se de música diegética, isto é, feita a partir de dentro, da ação, pois há várias cantorias dos detentos. Ficou bom isso. As atuações são ótimas, destacando-se ,claro, Carlos Vereza, bem elegante, equilibrado, sereno, calmo, tal qual o escritor. Achei curiosa a presença do diretor Fábio Barreto atuando, nada memorável... A melhor cena, pra mim, é quando o escritor alagoano descobre que há mulheres no presídio: A câmera se move de uma maneira desconcertante, surpreendente. Um ponto negativo, a meu ver, foi o final. No mesmo intuito de ser "seco", acaba sendo lacônico, e, mais grave, não explicando muito bem o que de fato aconteceu. Pra quem conhece um pouco de História, gostaria de ter visto mais a atuação de Sobral Pinto, advogado, ferrenho defensor das liberdades, que, anos mais tarde, recusaria a cadeira do Supremo (Pois é!) por ser amigo de Juscelino. Isso também ficou ao léu. Estou, nesses dias, muito impactado com a presença cada vez maior e preocupante dos militares na vida nacional. Aqui, a serviço de um ditador sanguinário, que depois seria - até hoje - glorifiado pela esquerda brasileira, Getúlio Vargas. Sem querer demonizar as categorias, penso que um governo do povo deve ser regido preponderantemente pelos civis, pois cabe aos militares atuarem mais em momentos particulares, sem contar que é perigoso - em países com nossa história - acostumarem-se ao poder diário. Graciliano passou cerca de 10 a 11 meses preso, e sofreu bastante. Ficou preso, sem nem haver processo! Não havia acusação formalizada! Se ele sofreu assim, imagina-se o sofrimento de Patrícia Rehder Galvão, a Pagu, primeira presa política brasileira, que passou vários e vários anos detida.
  • Popular Contributors

  • 43 Quem foi o melhor intérprete de Batman?

    1. 1. Quem foi o melhor Batman/Bruce Wayne?


      • Adam West
      • Michael Keaton
      • Val Kilmer
      • George Clooney
      • Christian Bale
      • Ben Affleck

×
×
  • Create New...