Jump to content
Forum Cinema em Cena

Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation since 03/04/20 in all areas

  1. 4 points
    Tensor

    Ninguém por Perto (Tensor, 2021)

    Sim, dirigirei um longa =P Esse fórum já ocupou um lugar bastante especial na minha vida, então é um prazer poder compartilhar essa notícia aqui com vocês. Não estamos usando verba do governo, é um investimento pessoal da produtora que possuo com outros dois sócios, a Lore Studio, com a parceria da Machina Filmes, ambas de Porto Alegre. Então vai ser um trampo bem exaustivo, mas que todos estão indo com muito amor. A intenção é rodar ele em Agosto (pode mudar um pouco pra antes ou depois) e pegar o circuito de festival de 2021, se tudo der certo. Ontem criamos a página do filme, não tem muita coisa, só uma breve sinopse. Mas se tiverem interesse acompanhem que eu vou atualizando o projeto. É possível que fim de semana que vem a gente tire algumas fotos pra testar maquiagem e coisas do tipo. Em algum momento vamos abrir um financiamento coletivo, provavelmente o catarse, pra ver se juntamos uma grana a mais pra ajudar nos custos de produção. Ainda estamos elaborando a melhor data pra isso. Enfim, feliz de compartilhar isso aqui :} Eis a página: https://www.facebook.com/ninguemporperto/ Vou colocar aqui a sinopse resumida da página. Sinopse Ninguém por Perto é um thriller pós apocalíptico que conta a história de Sara e Ana, duas mulheres que precisam sobreviver em um mundo onde não há mais nada e, juntas, tentar entender como se pode extrair uma vida disso. Até um misterioso homem surgir, atribuindo propósito ao que aconteceu e acreditando que os três estão conectados em uma missão para repovoar o planeta. Sem ninguém por perto para ajudar, Sara e Ana precisam encontrar forças para sobreviver nesse mundo e do viajante sinistro que surgiu em suas vidas.
  2. 2 points
    Big One

    Quarentena do Coronavirus

    Bom papo @SergioB. quem sabe o @Jorge Soto não se junta numa próxima ..foi esse canal que eu comentei ontem..o que analisa os roteiros Lessons from the Screenplay ...
  3. 2 points
  4. 2 points
    SergioB.

    O Que Você Anda Vendo e Comentando?

    Estava eu ontem lendo as primeiras páginas desta seção do Fórum, lembrando de vários colegas que não estão mais aqui, rindo das discussões seríssimas que se faziam aqui, veneno contra veneno, testemunhando como o @Jorge Soto vê essa quantidade colossal de filmes desde aquela época, e então esse filme surgiu como unanimidade entre os usuários. Eu o perdi na época, embora tenha sido premiado em Cannes 2011, e feito uma bela carreira internacional. "Des Hommes et des Dieux"/ "Of Gods and Men"/ Homens e Deuses é realmente esplêndido! Filme de adulto é outra coisa, heim? Xavier Beauvois conta com muita contemplação e delicadeza a história verídica de 8 monges instalados nas montanhas da Argélia nos anos 1990, que ficam entre a crueldade de um grupo extremista islâmico e o exército do país, ainda confessamente magoado pelo colonialismo francês. Acompanha-se a rotina dos monges, seus atos de fé, sua amizade, seus medos, seus estudos do Corão para entenderem-se melhor com a comunidade local, suas angústias pessoais, tudo de uma maneira muito lenta, mas é essa lentidão que transmite justamente a paz, a seridade do trabalho, a fortaleza da fé. Ao final, o espectador paciente será presenteado com uma cena inesquecível, uma "última ceia" ao som de O Lago dos Cisnes de Tchaikovsky, quando os monges não precisarão falar nada, só aceitarem seus destinos. Os colegas de 2011, fundadores do Fórum Cinema em Cena, que tanto me ajudaram a refinar meu gosto cinematográfico, estavam certos: Maravilhoso!
  5. 2 points
    Jorge Soto

    NetFlix

    SKY liberando canais, o problema vai ser quando a NET e a SKY se fundirem e criarem a SKYNET eles já estão dentro da casa da maioria dos consumidores brasileiros.😎
  6. 2 points
    Pô. Pesado. Se é pior que Esquadrão o negócio complica.
  7. 2 points
    Jorge Soto

    Mulher Maravilha 1984

    a Capita Marvel demosntrando seu amor á Seriema
  8. 2 points
    Arnold Schwarzenegger ficou conhecido por enfrentar várias inteligências artificiais avançadas na franquia O Exterminador do Futuro, e agora está querendo acabar com uma na vida real. O Gizmodo revelou que o ator entrou com uma ação judicial contra a Promobot, uma empresa que usou a semelhança de Schwarzenegger na criação de uma nova versão da linha “Android Robo-C”. O produto funciona como um Amazon Echo, um assistente virtual para a casa, mas com o efeito surpreendente de expressões faciais. Embora o robô não tenha braços ou pernas com os quais possa se arrastar para frente e tentar terminar, Schwarzenegger ainda está tentando acabar com ele. De acordo com o processo, a Promobot criou uma versão do seu assistente para Android que é modelada sem a aprovação ou o conhecimento do ator. A empresa ainda insistiu na atitude mesmo depois que a estrela de O Exterminador do Futuro se recusou a ser fotografada com um de seus produtos no final de 2019. O projeto “Android Robo-C” foi exibido na Consumer Electronics Show no início deste ano, com cada unidade sendo vendida pelo preço de US$ 25.000. Apesar de ter sido enviada uma carta pelos advogados de Schwarzenegger após a CES, pedindo o interrompimento da exposição e venda do produto, o processo alega que o mesmo modelo foi exposto novamente na Toy Fair em fevereiro. Schwarzenegger está buscando uma indenização no mínimo de US$ 10 milhões. Você pode assistir a um vídeo da versão modelada com a face de Schwarzenegger que estava em exibição na CES abaixo.
  9. 2 points
  10. 2 points
    Jurassic World do
  11. 1 point
    SergioB.

    O Que Você Anda Vendo e Comentando?

    "Gladiador" é o filme-celeuma do Fórum. Em conversa com @Big One, me dei conta que precisava revê-lo, e que o Pablo Villaça tinha malhado bastante o filme, gerando contróversias acalouradas na época. Eu vi no cinema, muito jovenzinho, e lembro de ter, como os outros, num movimento de manada, aprovado. Mas logo aquele sentimento de aprovação fora transferido para outros filmes daquele ano, como "Quase Famosos", "You Can Count on Me", "Billy Elliot", "Quills", e principalmente "O Tigre e o Dragão". Com a distância devida do tempo, achei o filme quase "datado". Aquelas tomadas em câmera lenta se transformaram em cafonices estéticas ( com certeza, uma herança de "Matrix", - mas é que as irmãs Wachowski são as que melhor dominam o recurso; sempre com grande beleza e competência). Achei terríveis. Li a crítica do Pablo, e ele foca muito na deturpação histórica trazida pelo roteiro. Eu não sou especialista em História romana, mas não me atenho tanto a esse aspecto. O que eu não curti no roteiro é a dinâmica clichê das relações! Falta verdade e bom senso o tempo todo todo, como por exemplo, ninguém se lembrar da figura do General. Isso não faz sentido. E é um texto ancorado em frases canhestras: "O que fazemos em vida ecoa na eternidade", por exemplo. As pessoas realmente pensam que escrever uma coisa dessa - que nem é verdade! - é uma "poesia" foda, um verso de Camões. Demonstra falta de leitura. No quesito atuação...Desde que vi pela primeira vez todos os indicados, meu voto para Melhor Ator no Oscar, sem dúvida, teria ido para Geoffrey Rush em "Quills", simplesmente arrasador. Agora, se é pra ser polêmico, como manda a antiga tradição do Fórum, todos os outros indicados (Ed Harris em "Pollock", Tom Hanks em "Cast Away", Javier Bardem por "Before Night Falls"), também estão, a meu ver, melhores do que o Russell Crowe. O Pablo diz que a atuação se centrou na virilidade. E senti a mesma coisa. Mas isso é fruto do Roteiro e sua construção cansativa, superexplorada, da figura do herói. Porém, continuo achando o Figurino de Janty Yates muito bom, não por aquelas túnicias do período, mas pelas belíssimas máscaras dos gladiadores, e seus corpetes, que sem dúvida entraram para a memória, de modo indissociável ao filme, no decorrer dos anos. Sinceramente, "Gladiador" decaiu muito para mim.
  12. 1 point
    Big One

    Liga da Justiça (2017) #2

    "Snyder Cutt é o melhor filme já feito (e sim, isto inclui Sucker Punch"...kkkk "Todo mundo tem um cross fit scene"...até o Luthor praticando Karatê...kk "Um filme que eh mais longo do Titanic mas que é tão deifintivo que fecha as portas para o filmes de Super Herói (Sorry Disney)"....kkkk "Termina com o Coringa matando Lois Lane e explodindo Metrópolis"...kkk "Entregue sua alma, corpo em mente num filme de proporções épicas que extrapola a sua imaginação e prova para uma geração inteira que vc pode twittar seus sonhos....kkkkk (ou foi um golpe pra assinar a HBO Max?"...kkk
  13. 1 point
    Big One

    Ninguém por Perto (Tensor, 2021)

    Ja compartilhei no Twitter. Foco feliz em ter esse tópico aqui no fórum
  14. 1 point
    Com isolamento social, haja histórinha pro Snyder contar. Tá com tempo de sobra...
  15. 1 point
    SergioB.

    Ninguém por Perto (Tensor, 2021)

    Hey, @Tensor, parabéns! Pode contar comigo, no que estiver ao meu alcance, para apoio e divulgação. Tema pertinente.
  16. 1 point
    Big One

    O Que Você Anda Vendo e Comentando?

    Vivarium (2019) Filme com história nada convencional e pra á de esquisito, para quem gosta de filme com universos estranhos este é um prato cheio..o filme mostra um jovem casal, (Jesse Eisemberg e Imogem Poots), que vão junto com um corretor esquisitão procurar um casa nova pra morar num bairro onde todas as casas são iguais, as ruas..enfim, tudo. O filme depois começa a ficar bem esquisito. Não dá pra estender mais para não entregar. Me arrempedi até de ver o trailer, gostaria de ser mais surpreendido, mas o foi o trailer que me fez vê-lo , então...kkk Parece um episódio do Além da Imaginação. O Jail deve curtir.
  17. 1 point
    Jorge Soto

    Quarentena do Coronavirus

    E aí, como sobreviveram á primeira semana?? eu vou levando, ainda me adaptando á nova rotina e com novos hábitos. Raciono meu tempo entre internet, informação, faxina, coisas diversas, colocando pendências/responsas em dia, ver filmes/ler e final do dia saio dar uma caminhada/corrida pelo quarteirão. Sim, não pretendo ficar 100% em casa. Tô fora, senão eu piro. Aqui em SP saio apenas pra fazer compras (afinal preciso da minha breja diária!🤣) e banco, mas com frequência menor, evitando horários de pico e muvuca. Logicamente que ao retornar passo por todo um ritual de descompressão do naipe de astronauta e higienização demorado. Fazer o quê, né? Paciência..☹️
  18. 1 point
    outra montagem bem bacana
  19. 1 point
    Jailcante

    Obituários (in memoriam)

    Stuart Gordon, diretor de clássico do horror 'Re-Animator', morre aos 72 anos O cineasta é o autor da história ‘Querida, Encolhi as Crianças’ (1989) e produziu a continuação ‘Querida, Estiquei o Bebê’ (1992) Morreu aos 72 anos o cineasta Stuart Gordon, diretor dos clássicos de horror ‘Re-Animator’ (1985) e ‘Do Além’ (1986). A morte de Gordon foi confirmada pela família do diretor ao site da revista Variety. ‘Re-Animator’ conta a história de um jovem médico que desenvolve uma fórmula para trazer cadáveres de volta à vida. Apesar de presente na história do cinema por seus trabalhos no gênero de horror, Gordon tinha uma carreira vasta que incluia a administração da companhia de teatro Organic Theater Company, ao lado de sua esposa, Carolyn Purdy-Gordon. Gordon também é o coautor da história do clássico infantil ‘Querida, Encolhi as Crianças’ (1989), com Rick Moranis, tendo produzido a continuação ‘Querida, Estiquei o Bebê’ (1992). Em 2005 ele dirigiu a adaptação para o cinema da peça ‘Edmond’, de seu amigo escritor e diretor David Mamet. O longa foi lançado no Brasil em 2005, com o título ‘Submundo’, sendo estrelado pelo ator William H. Macy. Ele também dirigiu o drama ‘Em Rota de Colisão’ (2007), a ficção científica ‘A Fortaleza’ (1992) e o terror ‘King of the Ants’ (2003).Ao longo dos últimos anos ele vinha investido principalmente em sua companhia teatral, tendo encenado recentemente uma versão musical de ‘Re-Animator’. Ele chegou a ser premiado pela direção da peça ‘Taste’, sobre um homem que aceita ser comido por outro. Stuart Gordon deixa a esposa, as filhas Suzanna, Jillian e Margaret, quatro netos e um irmão, David George Gordon. https://revistamonet.globo.com/Filmes/noticia/2020/03/stuart-gordon-diretor-de-classico-do-horror-re-animator-morre-aos-72-anos.html
  20. 1 point
    Christopher Nolan pede ajuda para salvar os cinemas Destaque sábado, 21-03-2020, 10:01 Publicado por Hugo Gomes & Jorge Pereira Comentar o artigo tamanho da fonte diminuir o tamanho da fonte aumentar o tamanho da fonte Imprimir E-mail Christopher Nolan (Dunkirk, Interestelar) pediu ao governo que se lembre dos cinemas e dos seus trabalhadores quando pensar em qualquer plano de ajuda financeira após o encerramento das salas devido à pandemia do coronavírus (Covid-19). Num artigo no The Washington Post, Nolan lembrou os leitores que "quando as pessoas pensam em filmes, as suas mentes vão primeiro para as estrelas, os estúdios, e o glamour", mas que o negócio do cinema envolve muito mais gente, como "as pessoas que trabalham nos espaços concessionados, operam equipamento, validam os bilhetes, vendem publicidade e limpam as casas de banho dos cinemas locais." Lembrando que como cineasta, o seu trabalho nunca está completo sem estas pessoas, o britânico apelidou os cinemas de "uma parte vital da vida social que fornece empregos a muita gente e entretenimento para todos". Os jornalistas também foram alvo para o cineasta, que pede união entre todos: "Os jornalistas frequentemente colocam as formas de entretenimento umas contra as outras, como se estivessem em alguma competição darwiniana pela atenção das pessoas. Isso é errado. As pessoas gostam de experimentar histórias, porque, estejam elas juntas ou sozinhas, o cinema, a televisão, os romances e os jogos envolvem as nossas emoções e proporcionam uma catarse." "Estamos todos juntos nisto", adicionou Nolan, falando numa visão estratégica necessária, lembrando que as últimas semanas foram um exemplo disso mesmo. "Quando esta crise passar, a necessidade de engajamento humano coletivo, a necessidade de viver, amar, rir e chorar juntos será mais poderosa do que nunca.", concluiu o cineasta que tem um filme preparado para estrear em julho, Tenet, mas que - tal como tantas outras obras - deverá ser adiada devido às circunstâncias. FONTE: C7NEMA Nolan tá certo. Aqui mesmo no Brasil, só nessas duas semanas de isolamento, o Cinemark já anunciou que vai ter que mandar uma galera embora.
  21. 1 point
    Jorge Soto

    Flashpoint (2019)

    O filme, que supostamente teria que comecar sua pré-producão mês que vem, foi adiado por tempo indeterminado.. quem confirmou foi a coordenadora de dublês, Eunice Huthart. “O projeto que eu deveria iniciar é Flash. Eu deveria começar por volta do final de abril, começo de maio, mas agora não tenho mais certeza do que vai acontecer”, comentou.
  22. 1 point
    Jailcante

    Mulher Maravilha 1984

  23. 1 point
    Jailcante

    Mulher Maravilha 1984

    Update: Warner confirma que o filme vai ter lançamento garantido nos cinemas. A data ainda não foi modificada, continuando a de 5 de junho. https://www.indiewire.com/2020/03/wonder-woman-1984-theaters-streaming-coronavirus-1202219383/
  24. 1 point
    Questão

    19 Dias de Horror

    Tenho sensação semelhante. As partes 1 e 2 ainda parecem querer contar uma história no meio da matança. Já a Parte 3 prioriza a matança e introduz o Jason versão "Maquina de matar". Fora que embora ainda não fosse um morto vivo, o Jason aqui já é bem sobre humano, enquanto na Parte 2, ele era mais um assassino "normal", batia, mas apanhava, tropeçava perseguindo as vítimas, etc. Ainda assim, essa PARTE 3 tem uma atmosfera muito bem construída, na minha opinião. Eu gostei desse filme quando assisti. Tem uma construção de atmosfera bem surreal, e tu quase acaba concordando com a natureza. O casal nem pra levar uma sacolinha pra guardar o lixo (hehehe). Não vi o original, mas assisti ao remake de 2013, e lembro de ter achado um filme bem divertido. Nada que se diga nossa, mas curti quando vi alguns anos atrás.
  25. 1 point
    Jailcante

    19 Dias de Horror

    Um Longo Fim de Semana (Long Weekend, Dir.: Colin Eggleston, 1978) 3/4 Um casal em crise resolve passar o fim de semana no campo pra tentar se reconectar. Lá acabam sofrendo com a natureza, se vingando de coisas que eles fazem no local. A "natureza se vingando" parece até um tema de filme eco-chato, hehehe, mas o filme até que sabe se sair bem. Acaba sendo um 'Evil Dead' mais soft (porque não tem demônios ou alguma entidade agindo na floresta, e sim a própria natureza tentando fuder o casal). E a própria relação fudida do casal acaba ajudando a criar mais tensão ali. Patrick (iden, Dir.: Richard Franklin, 1978) 2/4 Uma enfermeira vai cuidar de um criminoso que entrou em coma depois de matar a mãe. Esse criminoso acaba por usar poderes telecinéticos para dominar a enfermeira. Esse aqui achei o tema interessante mas não chegar a usar todo seu potencial. Acho meio enrolado em muitas partes (chega perto de durar 2 horas, poderia ter durado muito menos), e acaba que o climax maior é só o seu final mesmo, só no final que o o poder do criminoso soa mais perigoso, até lá ele não faz tanta coisa tão perturbadora assim. **Uma produção australiana, aí acaba tendo certas liberdades que um filme americano não teria, como a enfermeira tentar estimular o criminoso sexualmente - sim, uma punhetinha pra acordar o moribundo hehehe. ***Teve um remake em 2013 que até tenho curiosidade em ver...
  26. 1 point
    Gust84

    Uncharted (08/10/2021)

    Pior que jogando os jogos, existem momentos do Nathan novinho e é muito parecido, haha.
  27. 1 point
    Jorge Soto

    Uncharted (08/10/2021)

    Ainda não aceito esse mlk canastrão interpretando esse personagem, se queriam um Nathan Drake jovem, tinha o Dylan O'Brien, Ansel Elgort, Dacre Montgomery... antes eles que esse Tom Holland com cara de 15 anos. E espero que adiam até o ator cansar e vazar. Ou podem atrasar eternamente esse treco.
  28. 1 point
    Jorge Soto

    Homem Aranha 3 (MCU - 16/07/2021)

    Teioso contra o Corona...Fiquem seguros!
  29. 1 point
    Ridley atualmente continua bom, mas poderia ser melhor pois filma no automático... atualmente ta gravando com Affleck, Damon e Driver, The Last Duel..outro filme de época...Brian de Palma é outro que ja foi bom.
  30. 1 point
    Concordo com o @Jorge Soto, também achei a reviravolta do final desnecessária. Mas "O Homem Invisível" é uma boa diversão, no final das contas. Amei, particularmente, a Edição de Som. Os Efeitos Visuais são do cara indicado ao Oscar por "Mad Max: Fury Road". A cena do restaurante é do cacete.
  31. 1 point
    conan

    Bloodshot (Vin Diesel Robocop..rs)

    O Vin está com a síndrome de Stallone. Está se levando a sério demais. Enquanto isso, o The Rock está seguindo os passos do Schwarza e está se dando bem
  32. 1 point
    Jailcante

    Velozes e Furiosos 9 (02/04/2021)

    Ai, meo deos! (brinks, na verdade, acho que não ligo, esse ano não tem um filme que eu lamentaria ser adiado pro ano que vem... Ano passado que seria pesado, imagina o Ultimato sendo adiado em um ano? Putz! Teria enlouquecido)
  33. 1 point
    Jailcante

    O Homem Invisível

    O filme da Múmia já descartava o filme do Drácula, agora esse descarta A Múmia já que o Homem Invisível da Múmia seria o Johnnie Depp... Universo compartilhado da Universal é um filme descartando o outro.É um universo descompartilhado. hehehe
  34. 1 point
    Jailcante

    Spawn (Novo Filme)

    Enquanto filme novo não sai, aqui o personagem no MK11:
  35. 1 point
    Jailcante

    Indiana Jones 5 (09/07/2021)

    True. Mas acho que "Old man Indy" ficaria melhor. hehe
  36. 1 point
    Questão

    Indiana Jones 5 (09/07/2021)

    Indy velho e James Mangold? O filme vai ser só "Indy".
  37. 1 point
    primo

    The Batman (Matt Reeves - 25/06/2021)

    Sensacional! Chorando aqui
  38. 1 point
    Questão

    Scooby! (animação)

    Poster
  39. 1 point
    Charlie Says é um drama policial que retoma outro viés as estória do Charles Manson, sob ótica de três de suas discípulas. É interessante pela pegada investigativa e seus oportunos flashbacks. Com relacão ás atuacões o trio de muié ta bem, mas o Charles Mason do Dr Who ta meio a desejar. Dá pra ver e prende atencão, mas a diretora de Psicopata Americano já fez bem melhor, dava mais caldo este filme. 8-10 Little Joe é um drama scy-fy que parece uma versão minimalista de Pequena Loja dos Horrores mesclado á Invasores de Corpos. É um filme pequeno que visualmente é um deslumbre, trilha sonora idem.. As atuacões tao ok e seu desfecho ambíguo deixa a sensacão amarga no final. A metáfora de manipulacão genética (e de quebra, humana) ta bem dosada, mas é um filme pra paladares refinados. Ainda digerindo. 8-10 Guns Akimbo é um divertido filme de acão e comédia onde o bruxinho pinta e borda, mas quem rouba o filme é a Samara Weaving, como sua perseguidora. Bem feitinho, agitado e com ritmo de mangá, o filme peca em não dar muitas explicacões do tal jogo em questão, mas e daí.. é um thriller insano que não dá folga pra respirar. Diversãozinha pra matinê, e mesmo assim esquecível depois. 8,5-10
  40. 1 point
    Um Cage velho contracenando com um Cage novo: Já vi. hehehe
  41. 1 point
    Jailcante

    Blu-ray - Aquisições

    Mais um box: Coleção:
  42. 1 point
    Questão

    O Homem Invisível

    Visto O HOMEM INVISÍVEL Na trama, CecÍlia Kass (Elizabeth Moss) é uma mulher que com a ajuda da irmã Emily (Harriet Dyer) foge de seu violento namorado, Adrian Griffin (Oliver Jackson Cohen), um rico cientista especialista no campo da ótica. Traumatizada, Cecilia vive com medo de que Adrian a encontre, mas a mulher é surpreendida ao receber a notícia de que não só o seu ex namorado cometeu suicídio, como deixou uma grande fortuna para ela. Mas logo Cecília passa a ter a sensação de estar sendo perseguida por uma figura que não pode ver, e passa a acreditar não só que Adrian está vivo, como também descobriu uma forma de se tornar invisível. Há alguns anos, a Universal vem tentado sem sucesso reavivar os seus monstros clássicos. O mais recente fracasso foi a vergonhosa tentativa de dar início a um universo compartilhado no estilo do Universo Marvel, em histórias que previam grandes orçamentos e narrativas com fortes doses de ação, mas a ideia morreu na praia depois de A MUMIA estrelado por Tom Cruise ter sido execrado por público e crítica, engavetando o planejado remake de O HOMEM INVISÍVEL que seria feito nos mesmos moldes e que teria Johnny Deep como protagonista. Pouco tempo depois, a Universal firmou parceria com a Blumhouse, produtora que ame ou odeie, é uma gigante do género atualmente, para mais uma vez tentar reavivar os seus monstros clássicos. Jason Blum e cia descartaram a ideia do universo compartilhado e resolveram focar em filmes de orçamentos relativamente modestos, e mais focados no terror psicológico, escolhendo o Homem Invisível para dar início ao novo ciclo. Para comandar e escrever o projeto, foi chamado Leigh Whannell, velho conhecido dos fãs do género por ter co-criado juntamente com James Wan franquias como SOBRENATURAL, e é claro, JOGOS MORTAIS. Pois bem, esta nova versão de O HOMEM INVISÍVEL, pega apenas a premissa básica do clássico romance de H.G Wells para contar uma história de abuso e trauma feminino, que dialoga perfeitamente com o momento atual da sociedade trabalhando medos sociais extremamente relevantes, mas sem com isso cair no panfletarismo, como apontaram alguns quando os primeiros materiais promocionais foram divulgados. Um dos grandes méritos do filme é como ele torna o clássico personagem do Homem invisível em uma metáfora perfeita do trauma que vítimas de abuso sofrem. As cenas iniciais, que acompanham os primeiros dias de Cecília vivendo longe de Adrian são extremamente interessantes por mostrarem como a presença invisível do psicopata já assombrava a moça muito antes de ele se tornar invisível de fato, bastando observar como a mulher sequer consegue ir até a caixa de correio para pegar a correspondência na casa onde está vivendo escondida com o seu amigo James (Aldis Hodge), e a filha pré adolescente deste, Sidney (Storm Reid). Ao contar a história não do ponto de vista do personagem título, como o romance original; o filme homônimo de 1933 e mesmo a adaptação não oficial de Paul Veorhoeven O HOMEM SEM SOMBRA, o roteiro de Whannell dá uma camada extra de ameaça ao vilão, embora verdade seja dita, para isso sacrifique a rica discussão filosófica presente no livro de Wells e suas adaptações posteriores sobre o quanto a invisibilidade como forma de não precisar encarar a si mesmo ou ser encarado pelos outros poderia facilmente distorcer os princípios éticos e morais de um indíviduo. Mas como dito, o filme propõe outra discussão tão importante quanto ao falar da força dos traumas de abuso. A evolução de Whannell como diretor é vísivel desde o seu filme de estreia na função, o fraco SOBRENATURAL: A ORIGEM (embora não assisti o seu elogiado Sci Fi de ação, UPGRADE). Desde a sequência de abertura, que mostra a fuga de Cecília da casa de Adrian, o cineasta utiliza diversos planos abertos para reforçar a sensação de isolamento da personagem, que só serão reforçados a medida em que a narrativa avança; enquanto aposta em longos planos de ambientes vazios, criando tanto na protagonista quanto no publico a sensação de que um ataque do vilão invisível pode acontecer a qualquer momento. O diretor constrói a atmosfera com bastante cuidado, não tendo pressa nenhuma para as cenas atingirem o seu climax, valorizando cada som e deixando a câmera explorar cada canto do ambiente. E claro, Elizabeth Moss é a alma do filme, conseguindo transmitir com muita veracidade o medo, paranóia e a vergonha de Cecilia, enquanto seus grandes olhos parecem feitos para as heroínas do gênero ao expressar tanto o terror total diante da situação onde se encontra, e mesmo certa insanidade ao se sentir cada vez mais isolada em um mundo onde um psicopata invisível a persegue e ninguém acredita nela. Mas O HOMEM INVISÍVEL não é livre de suas falhas, e a maior deles se concentra durante o 3º ato, onde uma mise en scéne um pouco esquisita parece tirar muito da credibilidade das cenas de ação mais frenéticas, com guardas entrando um por um em corredor só para serem espancados pelo vilão. Além disso, algumas das reviravoltas finais, embora sejam conceitualmente interessantes, e sirvam aos objetivos do roteiro, parecem sabotar um pouco o ritmo da narrativa, ainda que o longa metragem consiga terminar com uma nota alta. Mas no geral, esta nova versão de O HOMEM INVISÍVEL tem mais acertos do que erros, e se é uma prévia do que podemos esperar para os monstros da Universal nos próximos anos, então coisa muito boa pode estar vindo por ai..
  43. 1 point
  44. 1 point
    Questão

    Espiral - O Legado de Jogos Mortais

    Eu achei o trailer intrigante. A trilha clássica nos mantém conectados a franquia, mas em primeira instância, parece ter uma pegada um pouco diferente. Vamos ver o que sai Basicamente todos os últimos filmes da franquia "Hellraiser" foram feito neste estilo, sempre com resultados péssimos
  45. 1 point
    Jorge Soto

    Indiana Jones 5 (09/07/2021)

    “Estamos trabalhando bastante para levar o roteiro para onde o queremos, e então estaremos prontos para começar. Harrison Ford estará envolvido. Não será um reboot, é uma continuação. Ele mal pode esperar." Pode mesmo não, o veio já tem quase 80 anos, se demorar muito não vai ter Indiana Jones pra fazer o filme. Senão o próximo filme será Indiana Jones e a dentadura perdida e a bengala dourada e a vida da terceira idade e a montanha da juventude(porque ele vai precisar....kkkk) Qualquer um desses títulos vai ser top...kkkk
  46. 1 point
    Pensando numa escalação perfeita:
  47. 1 point
    Questão

    Godzilla vs Kong (11/2020)

    Vi o segundo filme do Godzilla. Gostei bem mais do que o primeiro (embora tenha achando o KONG: ILHA DA CAVEIRA melhor). Focaram mais nas lutas dos monstros, que é o que a maioria quer ver mesmo, e os personagens humanos são um pouquinho melhores que o do primeiro (mas não muito). O problema é que falta mesmo uns humanos mais carismáticos pro publico se apegar. Espero que concertem isso nesse KONG VS GODZILLA.
  48. 1 point
    Jailcante

    Blu-ray - Aquisições

    Twilight ZOne - Além da Imaginação dos anos 2000 saiu em DVD. Mais um pra coleção. Coleção Além da Imaginação:
  49. 1 point
    Questão

    Mad Max - The Wasteland

    Acho que não volta, afinal o Miller usou com o Max o "efeito James Bond".
  50. 1 point
    Big One

    Mad Max - The Wasteland

    A pergunta que fica é, quando o Mel Gibson volta?

Announcements

×
×
  • Create New...