Jump to content
Forum Cinema em Cena

Leaderboard

Popular Content

Showing content with the highest reputation since 10/27/20 in all areas

  1. Jorge Soto

    Flashpoint (202?)

    o marketing deste filme parece que vai ser interessante..🤣 WhatsApp Video 2021-09-30 at 19.50.51.mp4 NYiqhhZc9_SWIlbn.mp4
    3 points
  2. aí, essa é pra vc @Jailcante @Gust84 @Questão..adivinhar os filmes nesse desenho.. eu ja achei vários.. O Iluminado Loucademia de Policia Fantasmas se divertem O Rapp(to) do Menino Dourado... que infame esse 🤣
    3 points
  3. 🤔 Se vc não fosse usuário antigo eu diria que vc é um clone do @Rick kkkkk.... Falando sério, acho que a Marvel não iria tão longe..eh aquele tipo de coisa que seria louco mas eles vão no feijão com arroz.
    3 points
  4. Os redneck vão conseguir atrasar os EUA do mundo. Tem notícia falando que o BR da massa, com um pateta negacionista no front, vai imunizar o país antes deles. E quando estávamos vacinando 70+ eles já estavam nos 18. Inacreditável.
    3 points
  5. OFF total.. enfim vacinado!😂😷 chicovacinafim.mp4
    3 points
  6. Video bem legal com Reitman pai e Reitman filho falando do filme original e do novo filme
    3 points
  7. Cara, a cena da Martha ainda tinha uma função, pelo menos. A cena do Caçador de Marte com a Lois é absolutamente inútil. Até por que ela só tá lá pra acalmar o Super justamente por que tá ignorando o conselho da "fake Martha". kkkkk. Ou seja, não serviu pra nada. Alias, nesse lance da Lois estar lá pra acalmar o Super, prefiro muito mais como foi feito no corte do Whedon/Warner, em que o Batman, ja antevendo que o Super podia acordar cabreiro, traz a Lois pra acalmar o Super (ainda que o jeito que o Whedon dirigiu a cena foi ridículo).
    3 points
  8. É complicado porque o Snyder não se esforça em fazer um filme pensando em quem vai assistir. Ele pensa nas ideias DELE para os personagens. E não está totalmente errado em ele querer isso... Errado é quem contrata um diretor que tem visão própria e faz questão de colocar ela, independente do tipo de filme. Existem filmes que "cabem" mais essa coisa do diretor colocar sua visão sem freios. Filmes com personagens tão massificados como os heróis de quadrinhos, é muito mais difícil. Não foi a toa que BvS gerou tanta polêmica e não é a toa que os filmes e séries da Marvel fazem muito mais sucesso. A visão que o Snyder tem pro Superman é de um deus mitológico que paira acima da humanidade. Logo, pro Snyder, não faz sentido trabalhar uma relação com o Clark Kent, que o aproximaria da humanidade. Infelizmente, é a visão dele... Assim como, a Mulher Maravilha na cabeça do Snyder é uma guerreira que corta cabeças, também personificando deuses mitológicos que faziam o que faziam por puro senso de guerra. Puro instinto. E isso, com certeza gerou dissonância com o olhar que a Patty Jenkins tem pra personagem. Já o Batman, que seria esse personagem que não é um deus mitológico, o Snyder o coloca como um ser totalmente amargurado e sem perspectiva de seguir um código de conduta (mesmo que seja um código brutal, como nos quadrinhos). Mesmo nesse cenário, o Snyder poderia colocar o Batman ou a Lois como esse ponto de encontro entre esses deuses e a humanidade, gerando empatia com o público. Mas o Snyder não sabe (ou não quer) trabalhar isso.
    3 points
  9. Scatman

    Mulher Maravilha 1984

    Assisti o filme e detestei. Situações forçadas, falta de eixo narrativo, vilões patéticos que depertam inclusive a simpatia por eles. Diana querer o Steve de volta ? OK, poderia muito bem fazer o pedido de voltar no tempo para salvar ele! Já o amado "possuir" um corpo qualquer poderia ter sido uma escolha de roteiro que levaria para discutir aspectos de ética que simplesmente ignora e vem com discurso final patético para convencer a humanidade? Fala sério. Eu achava Aves de Rapina o pior filme da DC, esse disputa com ele o posto deplorável. Torço bastante pela concorrência com a Marvel, todavia me parece um problema de roteiro e reflexão sobre as histórias que se pretende contar em tela na DC algo a ser refinado. Para um Wonder Woman 3, a diretora precisa esquecer Steve Trevor, a heróína não precisa de um sidekick. Construir uma vilania é um baita desafio para o roteiro do proxímo filme.
    3 points
  10. Saga S.

    Mulher Maravilha 1984

    Filme muito fraco mesmo. Aquele começo, Após o Flashback, é vexatório do começo ao fim, principalmente no Shopping. Entendo a intenção, mas não funcionou para mim. O Pascal parece que encarnou o Jim Carrey. Muito tempo de filme para um fiapo de história que fica andando em círculos. O final é medonho também. Se parar para pensar nos furos então... Minha nota seria 5 por caridade.
    3 points
  11. E ainda tem a questão de que o Dr Estranho estará no filme . Isso pode corroborar mais ainda os rumores de multiverso atingindo o filme do teioso (já que será o mote do filme do Dr Estranho) e mais uma vez o Peter Parker ser "o tutelado". Acho que eu já estou cansado dessa coisa de multiverso antes mesmo de começar....rsrs...e acho que o Homem Aranha "tutelado" também já deu...tá parecendo o Neymar sendo eternamente o "garoto Ney", mesmo já sendo homem barbado...rsrs
    3 points
  12. parte 2 confirmada pelo estudio, embora isso fosse implicito
    2 points
  13. Jorge Soto

    NetFlix

    HBO max e Prime Video reagem cutucando a Netflix pelo aumento.😂
    2 points
  14. Jailcante

    Army Of The Dead 2

    Se for protagonizado pela filha do Batista... Pelamor. Prefiro que sigam aquela cara lá que foi pro México (e ele cometendo uma nova 'pandemia zumbi'), e que essa menina, simplesmente, não apareça.
    2 points
  15. Um teoria aqui do primeiro filme, que era algo que já pensava sobre: Essa é uma questão que sempre pensei sobre o filme mesmo. Mas acho (achismo meu) que o filme lida que o Marty mudou as pessoas ao redor, mas não ele em si. Talvez ele tenha continuado com a mesma cabeça e ensinamentos (mesmo que com outras lembranças). Se for analisar, os ensinamentos que o Marty deu ao pai em 1955, não eram ensinamentos que ele pegou da família (até porque ele se sentia diferente dos demais ali). Marty teria aprendido aquilo sozinho, com a vida, e o pai e mãe jovens aprenderam com ele em 1955 coisas que eles adultos não tinham passado pro Marty. Então, o Marty continuou do mesmo jeito, já que os novos pais ensinaram pra ele, o que ele já tinha aprendido de forma própria antes. Enfim, algo assim, sei lá. hehe Sobre a linha do tempo, não tem o que dizer, o Marty voltou pra casa. O filme lida que se você muda a linha do tempo aquela nova é que tá valendo, então ele voltou, e aquele lugar é a casa dele. ***Se fosse a linha do tempo da Marvel (hehehe), o Marty voltaria pro mesmo lugar do começo do filme, com a família dele igual ao que tava antes, porque ali seria a "linha do tempo sagrada" onde não haveria alterações, e essa família do final do filme seria uma linha do tempo alternativa, um universo paralelo surgido depois das mudanças no passado que ele cometeu.
    2 points
  16. Jailcante

    Flashpoint (202?)

    Ué, o Timothée Chalamet é o novo Superman?
    2 points
  17. Legal que logo no começo do vídeo aqui, o cara já diz que o único filme do Verhoeven que ele viu foi "Elle".... Não conhecer os filmes do Verhoeven: Isso é cringe, geração Z. Muuuuuito cringe!
    2 points
  18. Segundo filme da leva de Kelly Reichardt, "Wendy and Lucy" deve ser um dos primeiros olhares da crise econômica de 2008 nos EUA. Wendy e a fofíssima Lucy estão à caminho do Alaska para uma jornada de trabalho intermitente. Nada se sabe sobre a garota, apenas que ela tem uma irmã e cunhado no Indiana, mas fora isso ela é essencialmente um corpo em movimento. Tudo que ela tem é um carro e o companheirismo de Lucy. Até que numa manhã dormindo em lugar proibido, o carro pifa. Depois, numa decisão errada, ela descobre que Lucy se perdeu. Presa num lugar que nada tem, sem ter onde ficar, com quem falar e perdendo seu norte. Para mim, o mais notório do filme é a forma como fala de uma situação crítica sem precisar berrar e abre os olhos para pequenos detalhes que normalmente não são tão tratados em obras do tipo: não se perde apenas os pertences numa crise econômica, mas ela traz muita solidão, pois é preciso buscar algo, normalmente longe e se nao é você quem o faz, será um familiar ou amigos. Além disso, é bem ilustrativo ao reforcar que uma vez caindo neste espiral de pobreza, é muito difícil escapar; isso é mais bem comentado na fala do segurança que se aproxima de Wendy (muito provavelmente por sua própria solidão ) "É preciso um endereço para ter um endereço e um trabalho para ter um trabalho". Tendo ainda uma das sequências mais tristes que vi recentemente (o travelling no canil), Wendy e Lucy é o retrato muito gentil, mas não menos duro de sobrevivência.
    2 points
  19. Questão

    Viuva Negra

    Conferi o filme. Gostei bastante do que vi. Seguindo a pegada de Thriller de espionagem iniciada pelos filmes do Capitão America comandados pelos Irmãos Russo (e que teve continuidade na minissérie do Falcão e do Bucky) VIÚVA NEGRA adota um tom mais sóbrio e pé no chão em sua trama e sequências de ação, embora eventualmente enverede para a ação mais fantástica da espionagem, mais para o lado de "Missão Impossível" do que para a série Bourne. É um bom tributo para a personagem de Scarlett Johanson, ao mesmo tempo em que prepara o terreno para que a Yelena Belova de Florence Pugh assuma o manto da heroína no futuro do MCU. Alías, Pugh rouba varias das cenas de que participa, ao entregar uma personagem de humor mais ácido e aparentemente mais impulsiva que a Viúva original. O resto do elenco manda bem, e o humor funciona na medida, mesmo no caso do Guardião Vermelho de David Harbour que tem basicamente a função de alívio cômico. O filme, entretanto, perde um pouco do ritmo em seu 3º ato. O Treinador nunca consegue ser uma ameaça tão grande quanto o filme vende, e a reviravolta final, embora parta de um lugar muito interessante, parece não atingir o impacto emocional que poderia. Ainda assim, depois de um hiato de dois anos, VIÚVA NEGRA é um bom retorno do MCU ao cinema, enfim dando a Natasha Romanoff o filme que ela merecia. Não fica entre os grandes filmes do estúdio, mas também não o colocaria entre os medíocres.
    2 points
  20. (244) Desde logo, com seu "resumo" do capítulo de 1994, já se revela que deveria ser chamado de "série" e não de "trilogia". Dividiram por que estrategicamente se ganha mais views. Só por isso. Um pouco de honestidade, por favor, Netflix! "Rua do Medo: 1978 - Parte 2" oferece mais "gore" do que o primeiro, em sua tentativa de lembrar "Sexta-Feira 13". A protagonista deste episódio, Sadie Sink, é melhor atriz também. No mais, detestei. Escuro demais; "sujo" de elementos; a químicia entre os adolescentes não funciona; cheio de hits a cada minuto pra demarcar a época, embora no design não tenhamos efetivamente nada de especial dos anos 1970. Bobo até falar chega.
    2 points
  21. Jailcante

    Viuva Negra

    hehehe.
    2 points
  22. Legal que todo mundo falou depois de ver a Sndyercut que a versão de 2017 não existe mais, daí vem WB com uma dessa e diz: 'Lamento informar, mas existe sim, poha!' hehehe
    2 points
  23. Na minha busca pelo pior filme de sempre deparei-me com Os Tomates Assassinos! Simplesmente Horrivel em todos os aspetos
    2 points
  24. Finalmente recuperei minha conta !!! O Fantástico Sr Raposo é a primeira incursão do W. Anderson no mundo das animações. O filme exagera um pouco na quantidade de informações jogadas na tela, mas tirando isso é um desenho para adultos muito divertido e que levanta algumas questões sobre o que gostariamos de ser e o que nos tornamos. Destaque para o impagável Rato marginal. Assistido no Primevideo. Avaliação: Muito Bom.
    2 points
  25. No fim das contas, eu curti a série. Não foi tão engajante quanto WANDAVISION, mas eu imaginei que não seria pelas propostas completamente diferentes. Mas gostei de como trataram a jornada de redenção do Bucky, que nunca teve muita atenção nos cinemas, e o arco de transformação do Falcão no novo Capitão América foi muito bem feito. O Zemo roubou todas as cenas de que participou, me deixando bastante curioso pelo futuro do personagem. Por outro lado, embora tivessem uma proposta muito bacana, achei a ameaça principal dos Apátridas meio fraquinha, e a Sharon Carter voltou mais como uma reintrodução mesmo, pois a participação efetiva dela na trama foi quase inócua, sendo mais uma preparação para o futuro. Mas no fim das contas FALCÃO E O SOLDADO INVERNAL foi mais um acerto da Marvel, trazendo uma trama de espionagem super heróica, com tintas politicas e sociais muito bem colocadas.
    2 points
  26. eu vejo essa noticia e imediatamente lembro dos remake de Segredo dos Seus Olhos, Oldboy, Intocáveis, Martirs, Meu Adorável Fantasma (remake de Dona Flor e seus 2 Maridos!), Gaiola das Loucas, Funny Games, Solaris, Asas do Desejo e tantos outros...sim leio essa noticia e esqueco imediatamente. Infelizmente remake ianque nao chega aos pes dos originais, salvo raríssimas excessoes, como Perfume de Mulher e Os Infiltrados.. mas sao excecoes contadas na mao esquerda do Lula..
    2 points
  27. SergioB.

    Oscar 2021: Previsões

    Achei a cerimônia um desastre, talvez a pior coisa que o Steven Soderbergh já tenha dirigido - E olha que tem fortes candidatos! A melhor coisa dela foi ter existido, um triunfo da capacidade americana de organizar, vacinar, testar, e fazer as coisas rodarem. Entregaram! Gostei, também, claro, dos resultados em si, pois "Nomadland", e "The Father" foram os meus filmes preferidos da temporada. Comecei vibrando pelo acerto em Roteiro Adaptado, mas pulei da cadeira com a vitória do Hopkins. Não se pode confundir homenagem com o prêmio em si. O melhor ator ganhou. Pronto e acabou. Como deveria ser sempre. Sem ficar conjecturando se é mulher, se é asiática, se é velho, se é negro. Eu nunca usei esses critérios e nunca vou usar, embora o jornalismo hoje seja refém dessas narrativas e eduque gerações para pensar dessa maneira. Esse texto público esconde apenas que as pessoas simplesmente não viram os filmes, e se contentam com as superfícies das coisas. Gostei muito do iniciozinho da cerimônia, mas logo percebi que ali estava mais para um palavroso jantar beneficente do que para um espetáculo visual (Que dirá um "filme", como pretensiosamente o diretor implantou na impresa). Achei desanimado. Por que as pessoas não se levantavam para aplaudir de pé? Achei muito engessado. Depois, percebemos como os vídeos ajudam a dizer com imagens, e não com palavras, as ideias. O cinema é exatamente isso: contar histórias com imagens. Por que naquele segmento com o Bong Joon-ho LERAM o que os diretores pensavam sobre que é dirigir um filme? Ler? Colocassem os próprios falando! Umas coisas básicas...Básico também foram os erros dos (poucos) câmeras! Muitas filmagens de lado! Transições demoradas! E, pra fechar o básico, é claro que Melhor Filme tem de vir por último! Socorro! A pretensão das pessoas é tão grande que querem reiventar a roda! Isso tudo, claro, com o objetivo claro de deixar uma ovação para o Boseman ao final. Deu errado! Ninguém se elege de véspera. A cerimônia foi finalizada em anticlímax pelo "dj". Horrível! Mas nada mais ridículo do que aquela trívia! O que foi aquilo? Que vergonha! 10 minutos perdidos com aquela bobagem, deixaram o "In Memoria" tão curto e desrespeitoso. Olivia de Havilland apareceu em um nanosegundo. A única menção ao Brasil ficou para "Cidade de Deus", eleito como um dos filmes preferidos de um dos roteiristas de "Judas e o Messias Negro", e que influenciou sua carreira. Errei a previsão de maquiagem e Cabelo, por que acreditei que os votantes teriam visto pelo menos alguns minutos de "Pinóquio". Não dá pra comparar, um roubo! Errei também Curta de Documentário, sendo que nunca deve-se ir contra a temática do Holocausto. No futuro, alguém poderá se perguntar por que a vitória de Frances McDormand teve tintas de surpresa se ela estava no provável Best Picture, ora. O argumento contrário sempre foi "três estatuetas é muito", mas o três acontece. Aconteceu. No mais, odiei a cerimônia! Porque odeio esse "novo normal", com todas as forças. Nem segurar as estatuetas os vencedores queriam.... No mais, como se diz em "Nomadland", o justo vencedor, "a gente se encontra na estrada"!
    2 points
  28. conan

    Oscar 2021: Previsões

    Queria muito que o Anthony Hopkins ganhasse. Mas entendo o Boseman ganhar. Oscar sempre foi campanha mais do que tudo, né. Não seria a primeira vez (e não será a última). Mas em comparação com os anos anteriores, está longe de ser uma injustiça absurda. É super compreensível. Mas qualquer cinéfilo torce pelo Anthony, não tem jeito.
    2 points
  29. conan

    Oscar 2021: Previsões

    Se posicionar em determinadas questões é ok. É o direito de qualquer um. Mas ele converteu as redes sociais quase que exclusivamente em plataformas de opinião política. Ele deixou de falar sobre algo que ele entende para falar de coisas que não é a área dele. E muitas vezes de forma até agressiva. Digo isso como alguém que compartilha a agenda política dele (e compartilha a revolta com certas coisas). Se ele investisse em vídeos no youtube de crítica e análise ele teria um público enorme. Esse espaço vem sendo ocupado por uma galera muito boa de serviço.
    2 points
  30. Acho que o Pablo meio que se perdeu. O envolvimento dele com outras questões, principalmente políticas (além de problemas que não sabemos que ele pode estar passando), tirou o foco dele. Ele era para ser uma referência nacional
    2 points
  31. Eu tinha achado uma merda o final, mas a cena final dos dois no cais do Porto me pegou. Eu volto a repetir que fiquei impressionado com a química dos dois e com o tanto que foi, e ainda pode ser explorado o bucky. Ele calibrou o personagem na medida. Ele não me transmitia nada nos filmes. Mesmo no guerra civil.
    2 points
  32. esqueceu deste classico tambem
    2 points
  33. Anote ai... Ela é um Skrull, certeza. A partir do momento que eles estabelecem que vai ter uma série sobre invasão secreta, todas as produções que vêm antes vão ter que plantar uma semente pra chegar nesse ponto, um skrull de verdade (WandaVision), alguém agindo de um jeito estranho diferente do que era (Sheron), uma fala esquisita, um negócio aqui, outo ali, pra quando a série vim eles juntarem tudo e tacarem na nossa cara. PS: você ganhou, você sabe quem ganhou Anthony criança ❤️
    2 points
  34. pois é.. isso que ano passado ele fez isto aqui 🤣 Bautista sabe ser coerente😂 Na verdade Bautista sabe que é um ator limitado e falou que so faria papeis serios com diretores conceituados so pra alfinetar um desafeto, The Rock, zuando.. sendo que ambos sao farinha do mesmo saco ... e ele disse isso porque sabe que The Rock tem muito mais carisma do que ele...dai sobra o que? Bautista dizer que é "mais ator"...🤣
    2 points
  35. Scatman

    Flashpoint (202?)

    Fisher nunca mais vai trabalhar na WB, até acho correta a atitude dele mas os colegas não foram solidários com ele, então vai arcar com custo sozinho e que faça carreira em outro estúdio.
    2 points
  36. 2 points
  37. O cara viveu bem. Teve uma carreira brilhante, longa e produtiva, deixando o cinema no mesmo nível em que sempre esteve. Vai fazer falta. R.I.P
    2 points
  38. Esse povo tem uma estética muito brega ? É presidente como Capitão América, fulano como Batman, não sei quem como Homem de Ferro...
    2 points
  39. Amandinha ficou de fora. Delroy Lindo também. Amy e Glen entraram. E o Jared Leto também (Achei que ele era daquelas indicações que só o Globo de Ouro faz, mas ele apareceu aqui)
    2 points
  40. Caçador de Marte e Joker
    2 points
  41. (47) Simplesmente não gostei da história desse "the Little Things" / "Os Pequenos Vestígios". Não me disse nada. Não tem a surpresa de "Seven", nem o ar enigmático de "Zodíaco", suas claras referências em [email protected] One citou a cena do interrogatório, e é a única que de fato gostei, pela quantidade de ironias. Jared Leto pra mim teve a melhor atuação, mas não justifica a indicação ao Globo de Ouro. O final é particularmente terrível. Forçadão. Então é isso, pessoal, o personagem do Denzel não quer que o Malek tenha a mesma história familiar que a dele... É esse o foco do filme. Você que não percebeu, ficou distraído com o resto... Imagine que o Clint Eastwood dirigiria esse filme!
    2 points
  42. É bem por aí. Peguei. E olha que eu não sou um detrator do Nolan, muito pelo contrário. Provavelmente, é o pior filme dele.
    2 points
  43. "Sean Connery era uma lenda, um dos melhores atores de todos os tempos. Ele proporcionou entretenimento sem fim para nós e inspiração para mim. Não estou só falando porque ele foi um fisiculturista que se classificou para o Mister Universo! Ele era um ícone. Meus pensamentos estão com a família dele." "Descanse em paz, Sean Connery, nosso icônico James Bond." "Ele era único. Descanse em paz, Sean Connery." "Estamos devastados com a notícia do falecimento do sr. Sean Connery. Ele foi e sempre será lembrado como o James Bond original, cuja entrada memorável na história do cinema começou quando ele anunciou aquelas palavras inesquecíveis, 'Meu nome é Bond, James Bond'. Ele revolucionou o mundo com seu retrato corajoso e espirituoso do agente secreto sexy e carismático. Ele é, sem dúvida, o grande responsável pelo sucesso da série de filmes e seremos eternamente gratos a ele." Michael G. Wilson e Barbara Broccoli, produtores da franquia 007 "Descanse em paz, Sr. Sean Connery... um pioneiro, uma verdadeira lenda e um cavalheiro."
    2 points
  44. Pois é, essa é a grande "vantagem" de serviços de streaming, compras feitas no Kindle, enfim, tudo que fica na nuvem: https://www1.tecnoblog.net/2009/jovem-processa-amazon-por-pegar-livro-de-volta/ https://www1.tecnoblog.net/2009/estudante-que-teve-livro-deletado-do-kindle-ganha-processo/ Vejam este caso, que é já antigo e antes mesmo do iPhone se popularizar, e vários anos antes de termos Netflix e streaming: a AMAZON simplesmente deletou o livro digital (KINDLE) comprado, e o máximo que fez foi devolver o dinheiro. Só que esse caso foi totalmente esquecido pelo pessoal que está cada vez mais se tornando dependente da tecnologia. Ser contra isso é apenas querer liberdade, não é voltar a acender vela no lugar de ter uma lâmpada, não. Ou seja, tudo que VOCÊ confia na posse DE FATO a terceiros nunca será realmente seu, mesmo que você tenha pago por isso (a não ser que você vá lá e crie sua cópia, e a criação infinita de cópias além de popularizar uma obra em prol do autor e possibilitar que ela sobreviva, tal como antigos manuscritos por monges copistas, vide textos de Aristóteles, Sócrates, etc., ainda enterra essa cafajestada de cobrar $$$$$$$$$$ por algo que custa 10% do valor pedido). Não é seu mesmo que todo mês você pague a mensalidade. No fim das contas você não está pagando pelo conteúdo A ou B, está pagando apenas pra usar o serviço. Não só títulos saem do ar a todo momento numa Netflix, mas algo que você acreditava "ter" pro resto da vida evapora nessa "nuvem" digital. E podem expandir o que digo pra tudo, software, jogo, qualquer coisa! Esse é o perigo! E claro que contra isso as distribuidoras não dirão não. A solução no caso do Kindle não é, ao contrário do que se possa pensar, o livro físico. E sim quebrar a proteção anticópia (DRM) do mesmo e criar outra cópia, que pode ser até mesmo enviada pra nuvem da Amazon, de onde o Kindle recebe (eu até já fiz isso lá, sim, de livro digital QUE EU COMPREI, sendo que depois deu até pra criar uma versão em PDF, ou outro formato). Ou salva numa conta pessoal, tipo Google Drive, Dropbox. Eu não gosto de LIVROS FÍSICOS, mídia física, nenhuma parafernália (talvez investiria se tivesse uma boa TV, mas vejam que no Brasil nem players pra 4K dá pra encontrar...), por não serem práticos e terem uma série de desvantagens. Sem contar que até alguns anos atrás pelo menos dava pra fazer compra de produto importado se ele custasse até 100 dólares: https://blogdorabay.wordpress.com/2014/02/06/httpbjc-uol-com-br20140130a-justica-decidiu-compras-abaixo-de-100-dolares-nao-podem-ser-tributadas/ Mas como nesse país só tem bandido, e a Receita vendo que só levava fumo, conseguiram reverter no STJ e agora voltou a palhaçada de até US$ 50: http://www.stj.jus.br/sites/portalp/Paginas/Comunicacao/Noticias-antigas/2019/2019-03-27_06-56_Isencao-de-Imposto-de-Importacao-em-remessas-postais-para-pessoa-fisica-pode-ser-fixada-abaixo-de-US-100.aspx Isso e o dólar a R$ 6, imposto de 60 ou mais porcento, demora de meses pra receber, e toda série de problemas, inviabilizam 100% qualquer ideia de comprar lá de fora (porque convenhamos, o mercado nacional parou de existir ainda na metade dos anos 2000). ******* Ainda que eu não curta, reconheço que é preciso ter esse direito de escolha porque às vezes é melhor ler no livro físico (ou então não existe versão em PDF/Kindle, escaneada), ou até mídia física. O streaming, por melhor qualidade que tenha não será comparável a um 4K com 60 GB (tamanho que geralmente um filme tem nessa mídia) ou ainda metade disso (uns 30 GB) do 1080p. Além de não ter todas as faixas de áudio, como comentários do diretor, extras, e até mesmo o fator que pesa pro colecionador, que é a embalagem e eventual brinde. Outro dia vi numa matéria na TV que estão voltando a fabricar fitas k-7 pra alguns títulos, principalmente depois de GUARDIÕES DA GALÁXIA, ou até mesmo vinil. Sabiam que pela primeira vez desde 1986 as vendas de LP (vinil) superaram a de CDs de música? Isso seria impensável até pouco tempo. 1/3 da venda de música de 2019 foi assim: https://rollingstone.uol.com.br/noticia/discos-de-vinil-devem-vender-mais-do-que-cds-pela-primeira-vez-desde-1986/ Claro, claro, o CD tecnicamente falando é melhor que o vinil (e fita cassete então é horrível) e aí temos mais o fator nostalgia. Mas não é sempre que isso acontece no tocante ao trabalho feito pela empresa responsável pela remasterização. Tipo o que ocorreu com a "guerra do volume", em que CDs muitas vezes tinham a qualidade piorada de propósito: https://pt.wikipedia.org/wiki/Loudness_war Assim como um Blu-ray não é garantia de estar melhor que um DVD em todos os aspectos, o 4K também (a resolução estar melhor não significa automaticamente que não foi feito um trabalho porco). Algo pode estar pior, por menor que seja. Eu citei Batman (1989 e acredito que o Returns também) em 4K lá em cima, o que aconteceu foi que a WARNER modificou os efeitos sonoros, deixando com aspecto de filme moderno (e a exemplo de Superman II: The Richard Donner Cut, de 2006 achei uma mer...cadoria estragada), e de propósito não colocou o áudio original (esse está nos Blu-rays anteriores). Com Tubarão (1975) foi a mesma coisa, e com Superman: O Filme (1978) também, no entanto depois de vários anos a trilha original foi finalmente disponibilizada. Pode-se até argumentar que a "modificada" de um SUPERMAN esteja em melhor qualidade técnica, mas sob o ponto de vista daquele que valoriza a obra e é purista, isso é ruim, pois seria como eu digitalmente apagar a fotografia do Bill Cosby que brevemente aparece em Superman 2, ou censurar o filme Splash, de 1984, como a Disney fez no streaming. Isso é revisionismo barato, nojento, e quando isso não acontece a distribuidora vem querer por aviso antes, como em ...E o Vento Levou (1939) também em serviço de streaming, e acho que nos desenhos de Tom e Jerry em DVD, quem assiste não está interessado em lição de moral do pessoal da esquerda, as pessoas são bem grandinhas e conscientes pra que alguém as venha ensinar o que é certo ou errado. Se for assim vão precisar colocar essas observações em milhares de filmes que não se mostrem seguidores ferrenhos das agendas do "partidão".
    2 points
  45. Curiosidade: Glory of Love foi feita pra Rocky 4 mas foi rejeitada...dai socaram no Karatê Kid 2 https://observatoriodocinema.uol.com.br/filmes/2020/10/rocky-e-karate-kid-tem-conexao-que-fas-de-sylvester-stallone-nao-sabiam-veja?amp
    2 points

Announcements

×
×
  • Create New...