Jump to content
Forum Cinema em Cena

silva

Members
  • Content Count

    4742
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by silva

  1. Embora reconheça que não é magistralmente filmado, The Tingler é o meu preferido do Castle e um dos meus preferidos de terror da época. E um outro feito dele foi ter produzido "O Bebê de Rosemary", do Polanski.
  2. Eu fui na contramão de todo mundo e, como fã do velhinho e pela caracterização estar no mínimo soberba, votei em "Hitchcock". Mas "Django", "Lincoln", "World War Z" e "Wreck it Ralph" (que, aliás, já está bem próximo de estrear), são bem esperados por mim.
  3. Jack, acabei de lembrar de outro filme que se passa no Brasil: "O Monstro da Lagoa Negra" (Creature of the Black Lagoon - Dir. Jack Arnold - 1954), uma das últimas séries de monstros clássicos da Universal. A criatura em questão vive no Rio Amazonas, se eu não em engano. Pode ser interessante para o seu propósito.
  4. Foi justamente quando eu estava pensando em comprar os DBs avulsos da série que surgiu a notícia do Box. Depois disso, tinha uma intuição de que ele seria um dos Boxes em oferta na Black Friday. Não deu outra.
  5. Os Deuses Devem Estar Loucos (The Gods Must be Crazy, 1980) - Engraçado que sempre lembrava da trama principal do filme, mas nunca me lembrava do nome, até assistí-lo no Telecine Cult hoje. E essa comédia escrachada influenciada pelo o que Mel Brooks fez nos anos 70 não perdeu nem um pouco da sua força. Engraçadíssima, atira para todos os lados com todo o tipo de munição (piadas de todos os tipos, verbais, visuais, grosseiras, velhas, previsíveis, novas, imprevisíveis, politicamente incorretas, inteligentes, gostosas, engraçadíssimas, etc.) e acerta em quase todos os tiros, além de desenvolver
  6. Essa belezura chegou hoje à tarde: Última aquisição da Black Friday, 62,50 libras na amazon.co.uk.
  7. Pois é. Por isso que só verei o filme essa semana, já que toda a "polêmica" em torno dele já se disssipou, assim não ficarei na "defensiva"....
  8. Olha a belezinha que chegou ontem aqui em casa. Detalhe, não foi taxado: 89 libras na amazon.co.uk. Além dessa belezura (que já está eleita como o item mais bonito da minha pequena coleção), também comprei na Black Friday ontem (na Amazon.co.uk), por 22 libras:
  9. Aliás, Jack, já viste Narciso Negro?
  10. Fazendo a mesma coisa que o Jack Ryan. Depois eu faço comentários rápidos sobre eles: A Marca da Maldade (Orson Welles) - 9,5 A Vida Marinha Com Steve Zissou (Wes Anderson) - 7.5 Amor à Flor da Pele (Wong Kar-Wai) - 8 As Vinhas da Ira (John Ford) - 9 Asas do Desejo (Wim Wenders) - 9,5 Bronco Billy (Clint Eastwood) - 7 Clamor do Sexo (Elia Kazan) - 8 Contatos Imediatos do Terceiro Grau (Steven Spielberg) - 8,5 Em Busca do Ouro (Charles Chaplin) - 9 Embriagado de Amor (Paul Thomas Anderson) - 8 Feitiço do Tempo (Harold Ramis) - 7,5 Hannah e Suas Irmãs (Woody Allen) - 8,5 História
  11. O filme é bom, o Affleck conduz certinho a trama, sem colocar muitas firulas, mostrando um paralelo entre Hollywood e a CIA no que se refere a ambas serem, de certa forma, especializadas em ser uma "fábrica de mentiras". Não chega a ser espetacular, mas é bem interessante ver como o Affleck está se firmando como diretor.
  12. Beleza Dook. Só não sei se teremos um tão cedo as edições em Blu-Ray desses filmes que valha a pena...
  13. Os meus estão comprados também. Amanhã eu vejo (e com IMAX)!!
  14. Ah, sim, essa parte. Concordo que ela não é obvia, e entendo perfeitamente quem a ache como abrupta. Talvez isso possa ter acontecido por receio de torná-la didática demais, estragando um pouco a subjetividade. Aliás, acredito que esse "limiar" bastante tênue seja difícil de ser alcançado (isso até poderia dar uma ótima discussão aqui). Mas mesmo esse "deslize" é suplantado pelas cenas posteriores. E, mais uma vez comentando a respeito, a fotografia, as nuances de cores que o Jack Cardiff (diretor de fotografia que fez a maioria dos filmes da dupla Powell/Pressburger) consegue obter é fantást
  15. Não sei se eu fiquei totalmente imerso no filme (muito provávelmente por conta da encenação da peça que dá nome ao filme), mas eu não senti essa transição abrupta. E você mostrou bem uma das maiores qualidades do filme: a fotografia. Aliás, nesse sentido, se você ver "Narciso Negro" (que foi filmado dois anos antes), você vai ficar ainda mais embasbacado com a fotografia. Sério, é uma das coisas mais lindas que eu já vi em um filme. E na tela de cinema fica mais lindo ainda.
  16. De nada, cara. Estamos aqui para isso. Mas cadê o comentário sobre "Os Sapatinhos Vermelhos"? Logo esse que estava ansioso para saber a sua opinião... EDIT: VI que você comentou no "O que você anda vendo e comentando"? Sendo assim, pode deixar para lá a pergunta. Mas para fomentar a discussão (proquê o filme merece), transcrevo o que eu disse lá no tópico: "Não sei se eu fiquei totalmente imerso no filme (muito provávelmente por conta da encenação da peça que dá nome ao filme), mas eu não senti essa transição abrupta. E você mostrou bem uma das maiores qualidades do filme: a fotogr
  17. Jack, só faltava assistir esse da Trilogia dos Dólares do Leone ou assistirá os outros em uma outra ocasião (quem sabe quando completar os 5000 filmes vistos, heheheh...)? Aliás, duas belíssimas escolhas para completar os 2500. À Beira do Abismo é delicioso de se assistir, Hawks se divertindo no cinema noir. E sobre Os Sapatinhos Vermelhos, acredito que você sabe o que acho do filme, hehehehe... EDIT: Jack, pode deixar pra lá a pergunta. Nada como visitar o tópico do Sergio Leone para saber a resposta, hehe... Mas ainda te recomendaria a assistir "Quando Explode a Vingança", um filme um po
  18. Pois é. Por enquanto está tudo indo muito bem, como manda o figurino (e a maquiagem também). Só espero que o que não foi mostrado esteja no mesmo nível também...
  19. Eu temho esses Hitch lançados pela Warner, só que só venderei eles quando lançarem os respectivos Blu-Ray's deles com a mesmos extras, pelo menos....
  20. Eu também gosto da interpretação da Tippi, e com certeza a Bergman é bem mais atriz do que ela. Só que não sei se a Bergman se enquadraria fisicamente para o papel. "Marnie" é de 1964, Bergman estaria com pouco mais de 50 anos. E a Grace Kelly já tinha se aposentado dos filmes. Sendo assim, Hitch ficou sem uma opção para o seu arquétipo feminino ideal. E viu na Tippi Hedren uma opção, como um diamante bruto que, tratado e moldado perfeitamente por um ourives (no caso, ele), poderia ser a atriz perfeita para compor esse arquétipo feminino (exagerando, uma nova "Grace Kelly"). E ela até preenche
  21. Sei que serei crucificado por muitos por aqui, mas, nesse aspecto de estudo de personagem utilizando a psicologia, acho Marnie até um pouco mais eficiente do que Psicose. Até mesmo a Tippi Hedren, que muitos dizem não estar à altura do papel principal, está bem, na minha opinião. E quanto ao Sean Connery, acho que essa sensação "jamesbondiana" ocorre, em parte, dele (ainda mais na época em que o filme foi feito) estar muito vinculado a imagem de James Bond (se eu não me engano ele já tinha feito 3 filmes da série na época do lançamento do filme). E o final é sensacional, fecha lindamente a tra
  22. Pô Jack, vc não gostou de "Marte Ataca!"? É um dos meus preferidos. O que você não gostou nele?
  23. Esse é um caso curioso: ao mesmo que reconheço que ele tem algumas falhas (especialmente na duração dele, acho que ele poderia ser um pouco mais enxuto), a trama simplesmente me cativa, a ponto de ser um dos meus preferidos do Hitchcock. Aguardo os seus comentários a respeito, Jack.
  24. E já comecei bem o Festival do Rio: Monty Python - A Autobiografia de um Mentiroso (A Liar's Autobiography - The Untrue Story of Monty Python's Graham Chapman) - Uma grande homenagem a altura do integrante do Monty Python, morto em 1989, narrado por ele (a partir de uma gravação feita por ele, três anos antes da sua morte, durante a leitura de sua autobiografia, encontrada recentemente), composta por 17 animações feitas por 15 estúdios diferentes, comandada por 3 diretores (dentre eles Bill Jones, filho de Terry Jones), e com a participação dos outros integrantes. Como grande fá do grupo,
  25. E já comecei bem o Festival do Rio: Monty Python - A Autobiografia de um Mentiroso (A Liar's Autobiography - The Untrue Story of Monty Python's Graham Chapman) - Uma grande homenagem a altura do integrante do Monty Python, morto em 1989, narrado por ele (a partir de uma gravação feita por ele, três anos antes da sua morte, durante a leitura de sua autobiografia, encontrada recentemente), composta por 17 animações feitas por 15 estúdios diferentes, comandada por 3 diretores (dentre eles Bill Jones, filho de Terry Jones), e com a participação dos outros integrantes. Como grande fá do grupo,
×
×
  • Create New...