Jump to content
Forum Cinema em Cena

Dook

Members
  • Posts

    21553
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    4

Reputation Activity

  1. Like
    Dook got a reaction from Jorge Soto in Os Mercenários 3   
    Gibson marombado promete... Mas confesso que preferia vê-lo em Mad Max 4.
  2. Like
    Dook reacted to Jailcante in X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido   
    No seu post a sua única reclamação é porque o filme não tem personagem X ou Y da HQs, não sobre a qualidade do filme em si. Notou isso?
     
    Não temos que querer que filme tem que ser 100% parecido com HQ. First Class foi ótimo do jeito que veio. 
  3. Like
    Dook got a reaction from ltrhpsm in Clássicos que não me servem   
    Ok, não vi o filme desde o início, devo ter perdido os 20 minutos iniciais, mas o que é esse Bonequinha de Luxo (1961)? Já é a segunda vez que vejo um filme do Blake Edwards e saio um bocado decepcionado. Não é um filme ruim, mas achei apenas genérico, principalmente considerando toda a fama que tem. 
  4. Like
    Dook got a reaction from Dentinho in Episódio VII: O Despertar da Força   
    Comentário interessante lá no Omelete sobre esse retorno do Palpatine:
     
     
     
  5. Like
    Dook reacted to Saga S. in Os Mercenários 3   
    Se for verdade, aposto que vão dar uma sacaneada fazendo piadinha do tipo "E aquele cara duro de matar?" "Era duro só até cruzar o meu caminho." ou algo assim... =P
  6. Like
    Dook got a reaction from Jorge Soto in Os Mercenários 3   
    Que frescura do Willis, pô... A essa altura o cara deveria saber que a franquia Expendables nada mais é que um encontro entre buddys no final de semana... Os filmes não contam com um grande estúdio por trás, é o Sly o mentor da coisa toda e o cara fica com esse mimimi... Melhor cair fora mesmo. 
  7. Like
    Dook reacted to Mr. Scofield in Religião (#4)   
    Sunder, não temos dez anos. Eu respondi o post do Saga, só não nos moldes que você quis. Discussões pra mim são expositivas de opiniões e não tentativas de provas que você está certo e o outro errado, que, além de imaturo é estúpido porque fica uma grande repetição e bate voltas chatos e desgastantes. O Saga simplesmente entende a temática com outra perspectiva e discorda do meu ponto. O resto é decorrente de nossas características emocionais impregnadas nos posts (por isso alguma exaltação no decorrer das postagens). Não vejo nenhuma possibilidade de consenso, uma vez que discordamos em bases fundamentais. Me retiro de todas as discussões nas quais acredito que não acrescentarei nada (ou o contrário) ao interlocutor. Isso é batalha de ego e pelamor, né. Ficar botando fogo insinuando besteiras é plenamente incoerente com uma postura adulta. Minha opinião está toda exposta nos posts anteriores. E a do Saga também. Conselho? Acrescente algo produtivo da próxima vez. Suas interpretações de ambos os posts foram...né?
  8. Like
    Dook reacted to Mr. Scofield in Religião (#4)   
    Acho que a internet deu às pessoas uma ilusão violenta de espaço amostral em várias instâncias, aliás.  Povo acha que um espaço elitizado formado por um grupo específico preenche os requisitos para promover um fatorial que abrange a população inteira.
     
    O número de ateus em rede é grande. Especialmente os intelectualizados revoltados. É claro que há muitas exceções, mas grande parte discursa e dispersa suas bobagens impositivas (porque não basta ser ateu, tem que mostrar/provocar/instigar que os outros vivem em um suposto mundo de fantasia) em ambientes múltiplos. De forma nenhuma, entretanto, eles são tão representativos em um contexto geral. Seu crescimento é até grande, mas ínfimo proporcionalmente em relação ao todo.
     
    O melhor exemplo é o do número de pessoas que achavam que a Dilma ia ser deposta por um golpe de estado por causa das manifestações ou que a população passou a odiá-la mesmo com a evidência explícita que seu índice de aprovação ainda era mais de 50%.
  9. Like
    Dook reacted to Cremildo in Blu Ray - Catálogo e Edições Especiais   
    “Halloween 35th Anniversary Edition” Blu-ray coming in September
    July 1, 2013
    Tags: Anchor Bay Entertainment,

  10. Like
    Dook reacted to Nacka in Blu Ray - Catálogo e Edições Especiais   
  11. Like
    Dook got a reaction from mosgazz in Sexualidade   
    Tendo em vista que o outro tópico foi apagado, abro outro para discutirmos a questão da sexualidade. Bom senso e respeito são bem vindos e todo mundo gosta. Divergências de posições deverão ser toleradas. Primeiro mané que escrever "homofóbico", "heterofóbico" ou "qualquer-outra-coisa-fóbico" aqui em relação a uma posição de outro forista, vou reportar no ato, belê?
     
    Vamos começar discutindo uma possível tendência que já vinha sendo alardeada pela ala conservadora (leia-se, religiosa):
     
     
    [e-News] Nos EUA, os Pedófilos exigem os mesmos direitos dos Homoafetivos


    Usando as mesmas táticas que na defesa ”gay”, pedófilos começam a querer um status similar argumentando que o “desejo por crianças” é uma orientação sexual um pouco diferente do que a dos heterossexuais e homossexuais.

    Os adversários de costumes gays há muito tempo afirmaram que, uma vez aceito o reconhecimento da homossexualidade como um mero “estilo de vida” ou orientação sexual diferente, logicamente, nada mais seria proibido. Partidários dos gays ofendidos, por tal posição, afirmaram que isso nunca iria acontecer. Mas psiquiatras estão começando a elaborar uma nova definição de pedofilia, como foi feito para a homossexualidade há vários anos.

    Em 1973, a American Psychiatric (AAP) Associação desclassificou a homossexualidade da sua lista de transtornos mentais. Um grupo de psiquiatras com B4U-Act (ver estes links) realizou recentemente um simpósio propondo uma nova definição de pedofilia no Manual de Diagnóstico e Estatística de Transtornos Mentais do PAA.

    A B4U-Act chama pedófilos de “pessoas atraídas por menores.” O site da organização afirma que seu objetivo é “ajudar os profissionais de saúde mental a aprenderem mais sobre a atração por menores e considerar os efeitos de normalização, o estigma e o medo.”

    Em 1998, a AAP emitiu um relatório afirmando que “o potencial negativo do sexo adulto-criança foi exagerada e que a maioria dos homens e mulheres relataram nenhum efeito sexual negativo através de experiências de abuso sexual na infância. “

    A Pedofilia já recebeu um estatuto de proteção pelo governo federal. The Matthew Shepard e James Byrd, Jr. Act busca prevenir os crimes de ódio listando a “orientação sexual” como uma classe protegida, apesar do “termo” não ter sido bem definido até o momento.

    Os republicanos têm tentado adicionar uma emenda especificando que “a pedofilia não é considerada como uma orientação” e a alteração foi, porém, rejeitada pelos democratas. Republicano Alcee Hastings explicou que qualquer modo de vida sexual diferente deve ser protegido por lei. “Esta lei refere-se a nossa determinação para acabar com a violência baseada no preconceito e garantir que todos os americanos, independentemente de raça, cor, religião, origem, sexo, orientação sexual, identidade de gênero ou deficiência ou todos esses não devem viver com medo de quem ele são. Exorto os meus colegas a votarem a favor dessa regra.”

    A Casa Branca apoiou a lei, dizendo que “no fundo, não é apenas sobre as nossas leis, trata-se de quem somos como indivíduos. Isso se relaciona com o valor que damos – se aceitarmos as nossas diferenças em vez de permitir que eles se tornem uma fonte de animosidade. “

    No início deste ano, dois psicólogos canadenses disseram que a pedofilia é uma orientação sexual, assim como a homossexualidade ou heterossexualidade.

    Van Gijseghem, psicólogo e ex-professor da Universidade de Montreal, disse aos membros do Parlamento, “Os pedófilos não são simplesmente pessoas que cometem um pequeno delito de tempos em tempos, mas é atormentado por o que equivale a um orientação sexual exatamente como outro indivíduo pode estar sofrendo sua heterossexualidade ou até mesmo a homossexualidade. “

    Ele continua: “Os verdadeiros pedófilos têm preferência exclusiva por crianças, o que é o mesmo que ter uma orientação sexual. Você não pode mudar a orientação sexual da pessoa. Ele pode, no entanto, ficar sóbrio. “

    Quando perguntado se ele comparou os pedófilos e homossexuais, Van Gijseghem respondeu: “Se, por exemplo, vivemos em uma sociedade onde a heterossexualidade foi proscrita ou proibido e você disse que você deve fazer uma terapia para mudar sua orientação sexual, você provavelmente diria que ele é um pouco louco. Em outras palavras, você não precisa aceitar a todos. Eu uso essa analogia para dizer que na verdade os pedófilos não podem mudar sua orientação sexual. “

    Dr. Quinsey, professor emérito de psicologia da Universidade de Queen em Kingston Ontário, chegou a acordo com Van Gijseghem. Quinsey disse pedófilos têm interesses sexuais são com as crianças e, “não há nenhuma evidência de que esse tipo de preferência pode ser mudado por meio de tratamento ou qualquer outra coisa. “

    Em julho, a Harvard Medical Publications disse. “Pedofilia é uma orientação sexual que não deve mudar. O tratamento visa tornar alguém capaz de resistir a agir em seu apetite sexual. “

    Linda Harvey da Missão América, disse que o impulso para a igualdade de direitos para os pedófilos se tornará cada vez mais comum à medida que grupos LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros = lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) continuam suas reivindicações. “É tudo parte de um plano para estimular a sexualidade das crianças mais jovens para convencê-los de que a amizade normal é realmente uma atração sexual. “

    Milton Diamond, professor da Universidade do Havaí e diretor do Pacific Center for Sex and Society, afirmou que a pornografia infantil pode ser benéfica para a sociedade, porque “os criminosos sexuais usam a pornografia infantil como um substituto do sexo pedófilo. “

    O Diamond é um instituto distinto para San Francisco de “Advanced Study of Human Sexuality speaker”. Este instituto foi abertamente defendeu a revogação da proibição de homossexuais nas forças armadas. Foi estabelecido em seu site uma lista de “direitos sexuais básicos”, que inclui “o direito de se envolver em atos sexuais ou atividades de qualquer natureza, se é que não envolvem atos sem consentimento, violência, coação, coerção ou engano.” Outra lei é “viver sem perseguição, a discriminação social e intervenção no comportamento sexual do pessoal “e” liberdade sexual de pensamento, fantasia ou desejo.” A organização também disse que ninguém deve ser “prejudicados por causa de sua idade. “

    Leis sobre criminosos sexuais para proteger as crianças foram desafiadas em vários estados, incluindo Califórnia, Geórgia e Iowa. Agressores sexuais afirmam que as leis que os impedem de viver perto de escolas ou parques são injustas porque os penaliza para a vida toda.

     
    Fonte Original(em francês): http://direct.cd/2013/04/29/etats-unis-les-pedophiles-reclament-les-memes-droits-les-homosexuels.html
  12. Like
    Dook reacted to Mr. Scofield in Religião (#4)   
    Lamento, xuxu. Não são suas crenças pessoais impostas que determinam o rumo da nação. Pode chorar, esperrnear e pedir a mamãe. Essa recepção não tem nada a ver com estado laico ou não. Sem contar que, mesmo se fosse, a maioria da população brasileira ainda é católica. Sem noção seu comentário (como sempre, aliás).
  13. Like
    Dook reacted to Nacka in Prometheus (dir Ridley Scott) 2012   
    Vejo como mais uma evolução da espécie. O alien mostrado em Prometheus é diferente, uma etapa anterior ao que conhecemos em "Alien, o 8º Passageiro" onde temos a criatura completa. O final aberto de Prometheus não quer dizer que haverá uma continuação. Não é incomum os diretores trabalharem dessa forma, fazem um filme com um pé no futuro infelizmente é como a coisa funciona em Hollywood. E é aberto porque a história claramente não termina ali.
     
    Eu recomendo a quem tiver a versão tripla do filme assistir todo o processo de produção de Prometheus eu sei que muita gente não liga pra isso, ou mesmo considera importante mas é lá que está grande parte da visão do diretor, suas ideias e projeções para o filme, neste caso, fundamental as explicações da equipe de produção e do próprio Ridley Scott, esclarecendo as conexões existentes não só entre Alien/Prometheus mas apontando caminhos interessantes (e lógicos) entre a Tyrrel Corporation de Blade Runner e a Weyland Corp., o equívoco do título (não há conexão alguma com o mito de Prometeu), os documentários que "carregam" o espectador para dentro dos cenários gigantescos do filme fazendo tudo parecer tão incrivelmente real, talvez não só pela opção do pouco uso do CGI mas também pelo rigor técnico do diretor que detalhou tudo em storyboards e pelo comprometimento da equipe técnica. Esse é um extra interessantíssimo e pouco explorado por quem compra um bluray,
     
    Enfim, acho Prometheus um filme que a seu devido tempo terá o seu lugar entre as obras de ficcão mais instigantes já produzidas, algo que irá além do já batido "prometeu e não cumpriu" e sim, independente de gostarem ou não, este é um filme com pré requisitos, sem conhecer o universo de Alien (a fundo) dificilmente você irá "comprar" a proposta oferecida aqui.
  14. Like
    Dook got a reaction from Nacka in Religião (#4)   
  15. Like
    Dook got a reaction from Mr. Scofield in Sexualidade   
    Moeu porquê?
  16. Like
    Dook got a reaction from Ordibbarpkava in Sexualidade   
    Tendo em vista que o outro tópico foi apagado, abro outro para discutirmos a questão da sexualidade. Bom senso e respeito são bem vindos e todo mundo gosta. Divergências de posições deverão ser toleradas. Primeiro mané que escrever "homofóbico", "heterofóbico" ou "qualquer-outra-coisa-fóbico" aqui em relação a uma posição de outro forista, vou reportar no ato, belê?
     
    Vamos começar discutindo uma possível tendência que já vinha sendo alardeada pela ala conservadora (leia-se, religiosa):
     
     
    [e-News] Nos EUA, os Pedófilos exigem os mesmos direitos dos Homoafetivos


    Usando as mesmas táticas que na defesa ”gay”, pedófilos começam a querer um status similar argumentando que o “desejo por crianças” é uma orientação sexual um pouco diferente do que a dos heterossexuais e homossexuais.

    Os adversários de costumes gays há muito tempo afirmaram que, uma vez aceito o reconhecimento da homossexualidade como um mero “estilo de vida” ou orientação sexual diferente, logicamente, nada mais seria proibido. Partidários dos gays ofendidos, por tal posição, afirmaram que isso nunca iria acontecer. Mas psiquiatras estão começando a elaborar uma nova definição de pedofilia, como foi feito para a homossexualidade há vários anos.

    Em 1973, a American Psychiatric (AAP) Associação desclassificou a homossexualidade da sua lista de transtornos mentais. Um grupo de psiquiatras com B4U-Act (ver estes links) realizou recentemente um simpósio propondo uma nova definição de pedofilia no Manual de Diagnóstico e Estatística de Transtornos Mentais do PAA.

    A B4U-Act chama pedófilos de “pessoas atraídas por menores.” O site da organização afirma que seu objetivo é “ajudar os profissionais de saúde mental a aprenderem mais sobre a atração por menores e considerar os efeitos de normalização, o estigma e o medo.”

    Em 1998, a AAP emitiu um relatório afirmando que “o potencial negativo do sexo adulto-criança foi exagerada e que a maioria dos homens e mulheres relataram nenhum efeito sexual negativo através de experiências de abuso sexual na infância. “

    A Pedofilia já recebeu um estatuto de proteção pelo governo federal. The Matthew Shepard e James Byrd, Jr. Act busca prevenir os crimes de ódio listando a “orientação sexual” como uma classe protegida, apesar do “termo” não ter sido bem definido até o momento.

    Os republicanos têm tentado adicionar uma emenda especificando que “a pedofilia não é considerada como uma orientação” e a alteração foi, porém, rejeitada pelos democratas. Republicano Alcee Hastings explicou que qualquer modo de vida sexual diferente deve ser protegido por lei. “Esta lei refere-se a nossa determinação para acabar com a violência baseada no preconceito e garantir que todos os americanos, independentemente de raça, cor, religião, origem, sexo, orientação sexual, identidade de gênero ou deficiência ou todos esses não devem viver com medo de quem ele são. Exorto os meus colegas a votarem a favor dessa regra.”

    A Casa Branca apoiou a lei, dizendo que “no fundo, não é apenas sobre as nossas leis, trata-se de quem somos como indivíduos. Isso se relaciona com o valor que damos – se aceitarmos as nossas diferenças em vez de permitir que eles se tornem uma fonte de animosidade. “

    No início deste ano, dois psicólogos canadenses disseram que a pedofilia é uma orientação sexual, assim como a homossexualidade ou heterossexualidade.

    Van Gijseghem, psicólogo e ex-professor da Universidade de Montreal, disse aos membros do Parlamento, “Os pedófilos não são simplesmente pessoas que cometem um pequeno delito de tempos em tempos, mas é atormentado por o que equivale a um orientação sexual exatamente como outro indivíduo pode estar sofrendo sua heterossexualidade ou até mesmo a homossexualidade. “

    Ele continua: “Os verdadeiros pedófilos têm preferência exclusiva por crianças, o que é o mesmo que ter uma orientação sexual. Você não pode mudar a orientação sexual da pessoa. Ele pode, no entanto, ficar sóbrio. “

    Quando perguntado se ele comparou os pedófilos e homossexuais, Van Gijseghem respondeu: “Se, por exemplo, vivemos em uma sociedade onde a heterossexualidade foi proscrita ou proibido e você disse que você deve fazer uma terapia para mudar sua orientação sexual, você provavelmente diria que ele é um pouco louco. Em outras palavras, você não precisa aceitar a todos. Eu uso essa analogia para dizer que na verdade os pedófilos não podem mudar sua orientação sexual. “

    Dr. Quinsey, professor emérito de psicologia da Universidade de Queen em Kingston Ontário, chegou a acordo com Van Gijseghem. Quinsey disse pedófilos têm interesses sexuais são com as crianças e, “não há nenhuma evidência de que esse tipo de preferência pode ser mudado por meio de tratamento ou qualquer outra coisa. “

    Em julho, a Harvard Medical Publications disse. “Pedofilia é uma orientação sexual que não deve mudar. O tratamento visa tornar alguém capaz de resistir a agir em seu apetite sexual. “

    Linda Harvey da Missão América, disse que o impulso para a igualdade de direitos para os pedófilos se tornará cada vez mais comum à medida que grupos LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros = lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) continuam suas reivindicações. “É tudo parte de um plano para estimular a sexualidade das crianças mais jovens para convencê-los de que a amizade normal é realmente uma atração sexual. “

    Milton Diamond, professor da Universidade do Havaí e diretor do Pacific Center for Sex and Society, afirmou que a pornografia infantil pode ser benéfica para a sociedade, porque “os criminosos sexuais usam a pornografia infantil como um substituto do sexo pedófilo. “

    O Diamond é um instituto distinto para San Francisco de “Advanced Study of Human Sexuality speaker”. Este instituto foi abertamente defendeu a revogação da proibição de homossexuais nas forças armadas. Foi estabelecido em seu site uma lista de “direitos sexuais básicos”, que inclui “o direito de se envolver em atos sexuais ou atividades de qualquer natureza, se é que não envolvem atos sem consentimento, violência, coação, coerção ou engano.” Outra lei é “viver sem perseguição, a discriminação social e intervenção no comportamento sexual do pessoal “e” liberdade sexual de pensamento, fantasia ou desejo.” A organização também disse que ninguém deve ser “prejudicados por causa de sua idade. “

    Leis sobre criminosos sexuais para proteger as crianças foram desafiadas em vários estados, incluindo Califórnia, Geórgia e Iowa. Agressores sexuais afirmam que as leis que os impedem de viver perto de escolas ou parques são injustas porque os penaliza para a vida toda.

     
    Fonte Original(em francês): http://direct.cd/2013/04/29/etats-unis-les-pedophiles-reclament-les-memes-droits-les-homosexuels.html
  17. Like
    Dook reacted to Nacka in 007 DVDs e Blu-rays   
    Fui na Americanas hoje e a loja está abarrotada de "fininhos morféticos" como disse o Calvin...

     
     
     
  18. Like
    Dook got a reaction from Big One in Blu-ray - Aquisições   
    Saindo de catálogo, dificílimo de achar... 
     

     
    Na 2001 Video por R$ 55,00. 
  19. Like
    Dook reacted to Nacka in Religião (#4)   
    Mas a ciência e a religião não são inimigas. Veja o milagre por exemplo, tudo que Deus faz e que não entendemos ou achamos espetacular, consideramos um milagre mas veja, cada pequena coisa que existe no universo obedece a uma lei, se você conhece a lei que regula tal coisa... 
  20. Like
    Dook got a reaction from Plutão Orco in Manifestações pelo Brasil   
    Analisando superficialmente essa questão do plebiscito, achei a iniciativa ótima. O povo não vive reclamando que não participa das questões importantes envolvendo o país, só paga impostos? Está aí a grande oportunidade de fazer a diferença. 
  21. Like
    Dook reacted to Jorge Soto in Manifestações pelo Brasil   
    O discurso é bonito, mas inóquo em termos práticos... quero ver ate qdo ele dura. Ja fui bem militante, por anos a fio, pra apenas desanimar (a pto de frustração) cada vez mais com o conformismo da sociedade.  O ativismo deve ser diário e não apenas nestas ocasiões. Passo a bola. Realmente, temos os governantes q merecemos.
  22. Like
    Dook got a reaction from sunderhus in Manifestações pelo Brasil   
    Ceticismo em nível máximo aqui... É bom ver o brasileiro levantando seu traseiro gordo da cadeira, desde que esse apetite por mudança e por exigir mudança não termine mês que vem e em 2014 todo mundo seja reeleito de novo...  
     

  23. Like
    Dook got a reaction from Indiana Jones in Religião (#4)   
    O corpo é dela mas a decisão não é só sobre o corpo dela, mas também sobre outro ser vivo que é gerado lá dentro. É uma decisão tomada que afetará DUAS pessoas, sendo que uma delas perderá a vida. Bebês são abandonados em lixeiras por que suas mães não tem caráter - e desculpem-me os politicamente corretos de plantão, mas essa é a verdade. Matá-los enquanto estão sendo gerados não é nem de longe a melhor solução.
     
    Em tempo: não vejo diferença entre abortar e abandonar o recém-nascido numa lixeira.  
  24. Like
    Dook got a reaction from Gust84 in Religião (#4)   
    Então, vou chocar agora os mais fracos (ui!), mas vou ser direto aqui: estão querendo salvar mães SEM CARÁTER que não se precaveram para evitar a gravidez (nota: obviamente não estou falando dos casos já permitidos em lei). Esse tipo de gente, que tem alternativas viáveis e justas para resolver o problema que a si mesma causaram, me desculpem a franqueza e que Deus me perdôe, merece morrer numa mesa de clinica clandestina sim! 
     
    Se vivêssemos num país que obrigasse as vítimas de estupro ou as mães com gravidez de risco a procurarem as clínicas clandestinas, eu até poderia concordar com a descriminalização. Mas não é o caso. 
     
    Pronto, falei. Tá bom assim, Gust84? Hehehehe
  25. Like
    Dook got a reaction from sunderhus in Religião (#4)   
    O problema da situação 2 é o seguinte: mães deixam de morrer em clínicas clandestinas, mas o número de abortos CRESCE ASSUSTADORAMENTE. Tem muita gente que não aborta - e muitas dessas abandonam o bebê na lixeira - por medo de ser não sair impune. Liberando o aborto, isso vai incentivar qualquer mulher sem caráter a matar o feto. A proibição ainda refreia um pouco o impulso e faz a mulher pensar em outra alternativa para uma gravidez indesejada.  
     
    A situação só está do jeito que está porque falta educação, falta ética, falta caráter em uma sociedade que está cada vez MENOS interessada nessas coisas. Aí a bomba explode porque as pessoas preferem o caminho mais fácil para resolver os problemas e para dar conta da merda espalhada, alternativas como liberar o aborto se mostram extremamente atraentes, tal qual a questão da redução da maioridade penal - cujas causas são praticamente as mesmas. 
     
    Sou contra o aborto porque acho ilógico uma sociedade descontar num feto, que não tem poder de escolha e de defesa, a fatura altíssima de sua falta de responsabilidade, de educação, de ética e de caráter. O fato de crer em Deus é elemento secundário nesta equação e nem é o fator determinante. É uma posição racional mesmo.   
×
×
  • Create New...