Jump to content
Forum Cinema em Cena

spots

Members
  • Content Count

    14
  • Joined

  • Last visited

  1. Muito obrigado Highlander. Vou navegar no site indicado. Infelizmente o preço é um pouco salgado. Vou fazer uma poupança.
  2. Não sei se é aqui, mas gostaria de saber de algum lugar onde eu possa comprar cartazes de filmes, de preferência em Belo Horizonte - se for em outro lugar a gente dá um jeito. Fiquei absolutamente apaixonado pelo cartaz do Memórias de uma Geisha. Sei que o filme ainda não estreou, mas gostaria de tê-lo. Outro que eu gostaria de ter é o de Mulheres Perfeitas. Valeu, obrigado.
  3. O grande barato da coluna Moviola tem sido nos dar base histórica para uma melhor compreensão do que existe hoje. Sem saber como se fundamentou a tradição cinematográfica, não dá para se fazer uma avalição da arte contemporânea. spots38625.4876273148
  4. Então a lógica é simples: tem cinema para todos os gostos. Eu sempre achei que o mais valioso é a história. Se contata apenas em imagens ou com palavras, ela tem que, como disse um psicoterapeuta, me fazer vivê-la, e não simplesmente assisti-la. Ocorre-me agora dois filmes que são uma viagem visual. Koyaanisqatsi e Baraka. São filmes que a históira o espectador vai montar na cabeça de acordo com sua compreensão do mundo. Koyaanisqatsi em especial é uma experiência fascinante.
  5. Existem aí dois tópicos interessantes: 1) Para cada gênero há um grande filme. 2001 talvez seja o ícone da ficção, assim como Cidadão Kane o é do drama. 2) Só os filmes feitos há muitos anos é que são clássicos. De olhos bem fechados vai se tornar uma obra prima daqui a décadas? Outro ponto a se pensar é: se a essência do cinema é a imagem, por que então Woody Allen é uns dos mais admirados diretores sendo que ele trabalha essencialmente o texto. Enquanto Steven Spielberg é considerado um diretor meramente comercial sendo que trabalha com maestria a imagem.
  6. El Carioca, gosto de pensar. Mais o que eu mais gosto mesmo é do ser humano. Por isso Magnólia é um dos meus favoritos (e o que tem de gente que ficou presa nos sapos). Não que 2001 seja um filme insolúvel. Mas por que as pessoas não babam por De olhos bem fechados? Esse filme é uma obra menor por falar da sexualidade? Ou será que é a cara do Tom Cruise?
  7. Será que isso não é só um papo-cabeça para se diferenciar da massa? Ou será que virou um dogma do cinema?
  8. De repente fazer uma obra tão hermética não traz o risco de se tornar incompreensível? Será que não existe por aí pilhas de filmes, de livros, de pinturas, etc, que caíram no total esquecimento por nunca terem sidos desvendados?
  9. Realmente para mim, em minha situação de leigo, tem que haver um tradutor para 2001. É muito bom poder ampliar a visão sobre um filme. Isso ajudará em outras obras. Ainda bem que existem pessoas que conseguem divagar sobre essas obras de difícil assimilação, senão torna-se-ião eternamente incompreendidas.
  10. Sorry! Essa foi uma destraída federal. Mil desculpas ao Rafael. (Mas teve o seu lado bom: o próprio Pablo me puxou a orelha.)
  11. Antes de mais nada, e de praxe, parabenizar ao Pablo e ao Fernando pelo excelentes profissionais que são. Sobre o Pablo em particular, quando leio suas críticas é quase como "me ver no espelho". Não li tudo o que está escrito aqui neste tópico, mas para mim o mais importante da coluna Moviola é a formação de público. Eu não passava de um leigo ignorante. Agora tenho um pouco mais visão e cultura cinematógrafica e, o principal, motivação para ampliá-la. Instigar o interessa do público é o trabalho mais difícil. Eu pessoalmente nem se quer ouvi falar dos filme que o Pablo citou. A parte gr
×
×
  • Create New...