Jump to content
Forum Cinema em Cena

The Keymaker

Members
  • Posts

    1148
  • Joined

  • Last visited

Posts posted by The Keymaker

  1. Sim...na realidade' date=' os eleitores pró-Lula costumam ser os Cariocas(não é atoa que aquele estado tá cada dia que passa mais falido), Mineiros(por incrível que pareça Aécio, TUCANO, ganhou outra vez a eleição) e Capixabas.Em SP, região Sul, MT e MS, o Alckmin ganhou por uma margem maior.[/quote']

     

    Não é por incrível que pareça que Aécio, tucano, ganhou em Minas. Nós pensamos para além de fidelidade partidária e pela lógica ser obrigado a votar em todos do mesmo partido. Pensamos na melhor opção para determinada situação. O Alckimin em Minas (assim como em outras regiões) era um ilustre desconhecido. Sem contar que a imagem dele está associada aos paulistas, e não ao resto do Brasil, o que dificulta ganhar boa vontade do resto do país.

    Sem contar que com isso, nas próximas eleições é Aécio na presidência. A eleição do Lula foi um mal que veio para o bem. 06

    Você e mais algumas poucas pessoas(incluindo eu) podem pensar assim...agora, a ESMAGADORA maioria da população Brasileira ainda enxerga o partido sempre em primeiro lugar, em um país em que SEQUER existe Fidelidade Partidária...no final das contas, 99% dos nossos políticos tem como único objetivo ganharem 12 mil ao final do mês(fora os benefícios) para "trabalharem" de segunda a sexta das 9 as 16, aprovando leis para aumentarem seus "humildes salários"...isso quando não estão de férias.
  2. Só mais uma coisinha:

    O homem que mais prezo é o Cristovam Buarque, pelo seu engajamento em prol da revolução na educação.Votaria nele pra ficar de bem com a minha consciência, mas no fim das contas, sabia que ninguém dava valor em suas propostas...e, consequentemente, nem milagre faria com que ele fosse para o segundo turno, assim como Heloisa Helena tbm nem com ajuda de todos os deuses do Olimpo.

     

    Como eu acho que todos os problemas do Brasil têm origem na educação, nada mais certo do que trabalhar para resolver essa questão, enquanto que outros falam em Bolsa-Família e os cambal, não negando sua utilidade temporária,embora não permanente.

     

    Heloisa Helena é outra por quem me simpatizo, mas ainda assim, Cristovam tem mais experiência e não me pareceu tão dado a crer em utopia....embora, é claro, os dois enfocassem bastante em ideais utópicos,mas Heloisa foi além da conta.

    Heloísa e Cristovam são dois socialistas bestas e tontos...a primeira com um discursozinho proletário-revolucionário do tipo que, infelizmente, convence esse monte de jovem acéfalo que acha lindo vestir camiseta de Che Guevara(é só irem na UNE ou em uma sala do Ensino Médio que verão espécimes desses aí aos montes).O segundo gosta de parecer ponderado, sério e democrata(em outras palavras, Social-Democrata), mas no fundo, é um Zé-Bostinha igual a Heloísa Helena...
  3. Realmente...o Brasil já sofreu com ditaduras...e daí?Como eu já disse' date=' você sinceramente acha que um povo burro, manipulável, comodista, vagabundo e esfomeado como o Brasileiro fará alguma coisa?Se fizer, será para apoiar o regime.Ou por medo de ser punido, ou pelo fato de acreditar que o regime é a solução para os problemas do país...afinal, essa nação está um caos!(corrupção alarmante, uma economia que não cresce, uma classe média cada vez menor, pobreza só que sobe, justiça e polícia que não funcionam, e uma violência que faz isso aqui parecer, literalmente, um país em Guerra Civil)

     

    Pra conquistar Brasileiro(principalmente aqueles burros mortos-de-fome lá do Sertão Nordestino) é moleza...basta lhe dar 50 reais + 1 garrafa de Branquinha por mês...pronto...você já conquistou um eleitor!
    [/quote']

     

    Errado. Seria comodista se continuasse a votar nos tucanos. Pode não parecer, mas foi justamente o contrário, vontade de mudar, a tomada de atitude política, que fizeram com que o Lula ganhasse, e não por causa do povo ser burro (já que a lógica seria voltar para os tucanos, já que com PT não deu certo). Votar no Lula, mesmo com os problemas que estão acontecendo demonstra que o brasileiro está ciente dos problemas, mas que é um passo em direção a alguma mudança, que preferem arriscar para terem algo novo, do que voltar para mais do mesmo. Não foi ignorância, mas uma postura política!

     

    Você tem todo direito de não concordar com o resultado (assim como eu não concordei "parcialmente"). Mas nem por isso você pode sair falando que se a sua proposta perdeu é porque o resto é burro e somente a sua opinião é a correta. Aliás, isto é anti-democrático.

    E como a Anaccristina disse muito bem "Se o Lula ganhou é porque a MAIORIA dos brasileiros votou nele, não interessa se aqui no Sul a maioria votou no Alckmim... não foram todos. "

     

    -Só para maiores esclarecimentos, eu não votei no Lula.

    Enxergaram mudança?Pois pra mim tudo que enxergaram quando digitaram "13" na urna foras as Bolsas Esmolas do governo Lula(que aliás, eram um projeto que já vinha do governo FHC)
  4. Sim...na realidade, os eleitores pró-Lula costumam ser os Cariocas(não é atoa que aquele estado tá cada dia que passa mais falido), Mineiros(por incrível que pareça Aécio, TUCANO, ganhou outra vez a eleição) e Capixabas.Em SP, região Sul, MT e MS, o Alckmin ganhou por uma margem maior.

  5. Assim como a cultura Brasileira sempre foi uma cultura de NÃO GOSTA de ditaduras(resistência, só por parte das UNES e MSTs da vida), também sempre foi uma cultura do tipo "vamos tentar procurar uma solução diferente"...foi assim que os Brasileiros colocaram uma Mulla na presidência, e assim que os Alemães colocaram Hitler no poder, que por sinal, não teria NADA a ver comigo...Hitler enxergava esse negócio de raça pura e impura...coisa bem diferente do que eu disse...eu simplesmente disse que é fácil comprar voto de um Nordestino do sertão, o que não é NENHUMA mentira...

  6. Errado...quem colocou Lula no poder, foi, em maior parte, os Nordestinos...o povo aqui do Sudeste e Sul, na maior parte, queria o Alckmin


    Quanto a vender meu voto...se eu visse alguma oportunidade de me dar bem DE VERDADE eu venderia...é diferente dessas pessoas que vendem em troca de uma vida medíocre
  7. Realmente...o Brasil já sofreu com ditaduras...e daí?Como eu já disse, você sinceramente acha que um povo burro, manipulável, comodista, vagabundo e esfomeado como o Brasileiro fará alguma coisa?Se fizer, será para apoiar o regime.Ou por medo de ser punido, ou pelo fato de acreditar que o regime é a solução para os problemas do país...afinal, essa nação está um caos!(corrupção alarmante, uma economia que não cresce, uma classe média cada vez menor, pobreza só que sobe, justiça e polícia que não funcionam, e uma violência que faz isso aqui parecer, literalmente, um país em Guerra Civil)

     

    Pra conquistar Brasileiro(principalmente aqueles burros mortos-de-fome lá do Sertão Nordestino) é moleza...basta lhe dar 50 reais + 1 garrafa de Branquinha por mês...pronto...você já conquistou um eleitor!
  8. Bom...pelo o que está escrito na Wikipedia, Kuan Yew foi o PRIMEIRO-MINISTRO de Singapura entre 3/06/1959 e 28/11/1990.Daí até 12/12/2004, foi o Goh Chok Tong, que nessa data passou o poder para o filho do Kuan Yew(Lee Hsien Loong).Quanto ao parlamentarismo, foi exatamente o que eu sugeri...um monopartidarismo de facto...


    Temos também o exemplo de Park Chung-Hee, que deu um golpe de estado na Coréia Do Sul em 1961, e manteve-se no poder por mais 18 anos, mesmo que as custas de algumas torturas, assassinatos e 3 mudanças constitucionais...sem contar que 2 anos depois do golpe, Park transformou a Coréia em uma "demoracia"(tecnicamente, pois na prática, obviamente, continuava uma ditadura)...

    Quanto a Rússia, se formos analisar bem, veremos que hoje a situação aqui não está tão diferente...a grande diferença entre o Brasil e a Rússia, é que nós temos 21 repúblicas autônomas LOUCAS para conquistarem a Independência...de resto...politicamente e economicamente estamos tão ruins quanto eles...aliás, economicamente, eles estão melhores...embora a economia Russa seja mais fechada que a nossa, a mesma é o 2º maior produtor de Petróleo do mundo, o que ajuda no crescimento econômico
    The Keymaker2007-01-12 13:52:27
  9. Em países como Estados Unidos, Itália ou Reino Unido, realmente, ao primeiro sinal de cheiro ruim, a população se revoltaria...porém, em um país onde o povo fica sentado bebendo pinga enquanto ve nosso presidente ajudar um Índio plantador de coca a tomar refinarias Brasileiras, duvido muito que haveria qualquer tipo de revolta...

    Meu sistema simplesmente não correria riscos pois eu manteria um bom controle sobre a mídia, e sobre tudo que pudesse difama-lo(professores, cantores e etc)...e como eu já disse, tecnicamente, seria uma democracia...portanto...fácil manipular o povo desse jeito...não é atoa, que, com muito menos, Putin consegue, aos poucos, transformar a Rússia novemente em uma ditadura...

    E sobre ditadores benevolentes, cabe lembrar que Kuan Yew, por exemplo, ficou 41 anos no poder, que é BEM mais que um mês...e saiu por vontade PRÓPRIA...caso contrário poderia estar até hoje no poder!
  10. The Keymaker. Boa noite!

    Não...na realidade' date=' seria uma Monarquia Parlamentarista...no caso, o Monarca seria da Família Real Brasileira mesmo...a Casa de Orleans e Bragança...eu seria o "Primeiro-Ministro"...quem governa mesmo.[/quote']

    Vc seria o primeiro ministro, e quem elegeria vc? Vc mesmo? Porque se não há oposição, um parlamento é uma figura extremamente figurativa, vc escolhe seus compadres e eles o elegem?

    É um golpe, vc está propondo um golpe, lhe aviso que ser presidente não viabiliza isso, vc teria que ser o Ministro da Defesa e ter poder persuasivo sobre os três poderes militar, ai vc organizaria um golpe e tomava o poder, depois disso tudo, que vc começaria a implantar esse "parlamentarismo monárquico".

    Estou errado?

    T+!

    Realmente, se eu fosse Ministro Da Defesa seria meio-caminho andado...porém, pela presidência também há VÁRIAS maneiras...uma delas é propor uma BELA melhoria no Exército, incluindo nisso, aumentos salariais, o que, obviamente, colocaria o Exército do meu lado.A outra é através de um terceiro, financiar organizações paramilitares, grupos e partidos comunistas, havendo assim, um pretexto para pedir uma ajudinha dos EUA para aplicar um Golpe De Estado.A outra, que eu considero a mais fácil porém mais arriscada, seria simplesmente dar um dinheirinho extra a todos no Congresso em troca de aprovarem uma nova constituíção, escrita por mim mesmo...por um lado é mais fácil, afinal, 99% dos que estão lá dentro se importam mais com o dinheiro do que com qualquer coisa.Por outro lado, os 1% restantes, ou seja, deputadinhos idiotas e politicamente corretos, com certeza abririam a boca para a imprensa, e aí...eu estaria ferrado...ou como dizem aqui no Interiorzão, "no corgo".
  11. Eu também não possuo dinheiro para uma série de coisas que eu queria comprar(uma Ferrari Enzo, por exemplo),e nem por isso fico achando que é injusto e etc!Com o Hopi Hari é a mesma coisa...você tem a opção de desembolsar um pouco mais para não enfrentar filas e a opção de gastar menos e enfrentar as filas...o parque lhe dá a escolha.Se você não quiser enfrentar filas e nem gastar dinheiro, ou reze para que tenha pouca gente lá, ou fure filas, ou então simplesmente não vá ao parque...isso que é livre mercado.

  12. Que é isso... A principal e mais importante diferença é que no parlamentarismo quem votamos somos nós... Na monarquia' date=' sabe-se lá quem ia ficar como "rei"...060606060606 [/quote']

    Ué...é óbvio...se trata de uma monarquia...o poder passa de pai para filho.E além do mais...o Imperador não mandaria em porcaria...seria apenas um simbolismo.
  13. Podia ter ficado só no parlamentarismo mesmo...09

    Depende...acho que ficaria melhor uma Monarquia Parlamentarista do que uma República Parlamentarista...na prática, as diferenças seriam pouquíssimas, uma vez que quem mandaria seria o Primeiro-Ministro, e não o Imperador/Presidente
  14. Jailcante - Esse suposto sistema seria oficialmente uma democracia, e eu, o Primeiro-Ministro...porém na prática, sim, eu seria o ditador, e o sistema...hmmm...como você definiria um sistema que é um meio termo entre autoritarismo e democracia...como o usado em Singapura(eu me refiro a ele como um "Autoritarismo Soft")?

    Anaccristina - Sim, nas Repúblicas Parlamentaristas, existe sim, Presidente, porém, ele não governa...é apenas uma figura simbólica...e no caso do Brasil, eu tentaria implantar uma Monarquia Parlamentarista...e não República.
  15. E se alguém fizer assim:

    - Um código penal bem rígido' date=' punitivo, inflexível e linha dura, no estilo do de Singapura

    - Parlamentarismo
    - Fim da oposição e de todos os outros Partidos Políticos.Apenas o Partido Comunista Brasileiro existiria

    - Investimento na infra-estrutura do país(estradas, rodovias, prédios públicos)

    - Estatização total da Educação, Saúde, Transportes. Fim de todas as PPPs existentes.

    - Proibição da iniciativa privada, como maneira de estatizar tudo gradualmente.

    - Uma polícia forte e que colocasse ORDEM no país.Nem que para isso precisasse usar de violência

    - Construção de CETRAFs(Campos de Execução e Trabalhos Forçados) no meio do Sertão Nordestino e da Amazônia...seria a moradia dos presos mais perigosos(é óbvio que nisso não se incluí Corintiano ladrão de galinha)

    - Manifestações, Protestos, e Movimentos Culturais-Sociais-Religiosos Imorais seriam PROÍBIDOS...nesse último incluem-se o Emocore, Pagode, Samba, Axé, FUNK, Forró, e cultos afro-brasileiros, como Ubanda e Candomblé, além do Homossexualismo(se quisesse queimar rosca, até poderia, mas num quarto bem escondido...no meio da rua, NÃO)

    - Fortalecimento das nossas Forças-Armadas...pois, com todo o respeito, as Forças Armadas Brasileiras estão uma SUCATA!Daqui a pouco perdemos a posição de Potência Militar da América Latina!

     

    A merda é a mesma. Nesse caso, vc reconheceria ou não?
    [/quote']

    Não...de forma alguma...isso aí é um ESTADO TOTALITÁRIO...traduzindo, um estado que controla a vida do país e dos cidadãos em todos os aspectos...coisa que eu abomino...e BEM diferente do que eu proponho...e com um objetivo bem diferente do meu...
  16. Boa tarde. Amigos e Amigas!

    Parlamentarismo
    +
    Fim da oposição e de todos os outros Partidos Políticos.Apenas o Partido Libertário-Federal Brasileiro existiria
    +
    Uma polícia forte e que colocasse ORDEM no país.Nem que para isso precisasse usar de violência.
    +
    Construção de CETRAFs(Campos de Execução e Trabalhos Forçados) no meio do Sertão Nordestino e da Amazônia...seria a moradia dos presos mais perigosos(é óbvio que nisso não se incluí Corintiano ladrão de galinha)

    Adolf Hitler tentou fazer isso na Alemanha' date=' não? 17.gif

    T+![/quote']

    Hitler tinha propósitos racistas...pros campos de concentração dele ia todo mundo que ele achasse que não pertencia a "raça pura"...Judeus, deficientes, negros, ciganos e etc...no meu caso, iria quem merece mesmo...em outras palavras, Serial-Killers, Estupradores, Assassinos, Garotas Ingratas Que Matam Os Pais...
×
×
  • Create New...