Jump to content
Forum Cinema em Cena

laure

Members
  • Content Count

    1090
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by laure

  1. The Way O Caminho de Santiago já fazia parte da minha listinha de lugares que preciso conhecer e depois desse filme a vontade cresceu. O filme conta a trajetória do médico Tom que vai à França buscar o corpo do filho que morreu fazendo o Caminho de Santiago. O filme nos mostra em flash back como era a relação pai/filho e de como encaravam a vida de forma diferente. Ao receber os objetos do filho ele decide fazer a peregrinação como uma forma de homenagear e ao mesmo tempo realizar o trajeto em “companhia” do filho. No decorrer do percurso ele vai vivenciando experiências inesperadas e
  2. Filme "Searching for Sugar Man" (Procurando Sugar Man) "Não é porque alguém é pobre e tem uma situação desfavorável que não tem a capacidade de sonhar e fazer coisas maravilhosas". Às vezes um filme que vamos assistir de forma despretensiosa acaba nos surpreendendo. Foi isso que aconteceu comigo ao ver o documentário "Searching for Sugar Man" (Procurando Sugar Man) do diretor sueco Malik Bendjelloul. O filme me apresentou um ser humano especial. Seu nome Jesus Sixto Rodriguez, um cantor de folk norte-americano com descendência mexicana que surgiu nos Estados Unidos no início dos anos de 1
  3. Vai entender o ser humano!! Mas se ela resolveu se casar para fazer justiça com as próprias mãos vai dar um belo roteiro de cinema! 19/12/201216h06 Jovem argentina irá se casar com assassino de sua irmã gêmea A argentina Edith Casas, de 22 anos, irá se casar na próxima sexta-feira com o assassino de sua irmã gêmea, da qual foi namorado, na província de Santa Cruz, confirmaram nesta quarta-feira (19) à Agência Efe fontes do Registro Civil. O advogado de Víctor Cingolani, o futuro marido, se comunicou com o Registro Civil de Pico Truncado para solicitar que o enlace matrimonial seja re
  4. Filme: Cavalos de duas pernas O filme foca um Afeganistão (foi filmado no Irã, já que a diretora foi proibida de filmar no Afeganistão) miserável, onde os ricos vivem como pobres e os pobres como animais abandonados. A estória nos apresenta um garoto aleijado que perdeu as pernas durante a guerra e precisa de um garoto para leva-lo a escola enquanto seu pai viaja para tratar da saúde da irmã. O garoto escolhido é Mirvais, adolescente pobre que mora dentro do que parece ser uma tubulação de esgoto. O trabalho de Mirvais é levar o garoto para todo lado nas costas. A relação que se estabel
  5. O último Elvis. Direção de Armando Bo, roteirista de “Biutiful”. O filme se passa em um bairro pobre e cinzento de Buenos Aires e conta a estória igualmente sem cor do operário Carlos Gutiérrez (John McInerny), que durante o dia da duro em uma fábrica e a noite faz shows como cover do Rei do Rock. O filme demora um pouco para embalar, mas aos poucos consegue prender o espectador. Carlos incorpora o personagem Elvis, como se fosse o ídolo reencarnado. Nessa trajetória de perda de identidade e fanatismo ele não consegue se relacionar com a filha Lisa Marie (Margarita Lopez) e muito meno
  6. eu gostei bastante desse. E Juliette Binoche além de talentosa é linda!
  7. Tao Jie (A Simple Life) da cineasta chinesa Ann Hui. Baseado em fatos verídicos, o filme nos apresenta Ah Tao (Deannie Yip) uma amah (serva e ama) que trabalha para a família Leung, cuidando da mesma família por 60 anos, passando por quatro gerações. Ela vive e cuida do único membro da família que permanece em Hong Kong, Roger um produtor de cinema que viaja constantemente. Quando sofre um derrame Ah Tao resolve mudar-se para um lar de idosos. Lá ela vai se deparar com outros idosos, alguns recebem visitas de familiares, outros são completamente esquecidos. Destaque para o velhinho sacana q
  8. "Raul – O Início, O Fim e O Meio" Ver na tela a estória de Raul Seixas, como fã que sou, foi bem interessante. O diretor Walter Carvalho fez a opção em mostrar o Raul a partir do olhar dos amigos, ex- mulheres, filhas, parceiros e até o dentista/fã que deu um jeito nos dentes do ídolo no final da sua vida, inserindo o personagem no 'espírito' da contracultura de sua época. Essa opção acabou deixando em segundo plano sua biografia musical, que a meu ver seria muito mais interessante para os fãs. O filme é muito bom, mas deixa um que de quero mais que nos faz correr ouvir seus discos para m
  9. laure

    Top 2012

    esse Tao Forte e Tao perto deveria se chamar Tao Forte, tao Perto e Tao Pelosaco de chato q e...affe...meldels! Eita troco ruim..
  10. Um dos filmes mais violetos que já vi. Até hoje lembro das cenas como se tivesse assistido hoje. Infelizmente a visão que se tem dos romenos hoje na europa é essa mesma, são sempre considerados bandidos.
  11. Poucas cinzas (Little Ashes)<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" /> Diretor: Paul Morrisson Elenco: Javier Beltrán - Federico Garcia Lorca Robert Pattinson – Salvador Dalí Matthew McNulty – Luis Buñuel O filme foca a amizade do trio Salvador Dalí (Robert Pattison), Federico Garcia Lorca (Javier Beltrán) e Luis Buñuel (Matthew McNulty). Os três vivem em uma casa para universitários no final da década de 1920 em Madri. A Espanha vive um período de efervescência cultural. Salvador Dalí, ao mesmo tempo tímido e exibicion
  12. ainda mais se os jogos cairem numa quinta-feira... dá-lhe Brasil.... assim tu vai pra frentex!!! ... tomara que os jogos sejam às quinta, já pensou: serão quatro dias em sampa!!!!rsrsrsrs
  13. Dançando no escuro. Título original: Dancer in the dark Direção: Lars Von Trier<?:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" /> Fazia algum tempo que pensava em ver esse filme, depois de um preparo de certa forma psicológico, já que vários amigos me disseram que era enfadonho e sonífero, resolvi encarar os 140 minutos da película. E que surpresa boa! O filme me cativou desde as cenas iniciais. A cantora Björk, está perfeita como Selma, uma imigrante do Leste Europeu que sofre de uma doença hereditária que a está deixando cega, e para livrar o
  14. laure

    Dia Dos Namorados

    Eu nunca fui de comemorações, não me ligo muito nessas datas, sou uma romantica às avessas. Esse ano eu queria de presente, que meu amor estivesse do meu lado, infelizmente estaremos muitos km distantes... sniffffff.... mais juntinhos em pensamentos.
  15. Hoje tirei o dia para curtir música latino americana de ótima qualidade. Ouvindo: Lila Downs
  16. Eu adoro cozinhar! Meus amigos sempre faziam Yakisoba, é legal que todos participam entre facas e bate papo, precisamos retomar esse hábito.
  17. Hoje totalmente rock psicodélico: Grateful Dead!!!
  18. não tinha necessiade de tirar a foto, foi apenas uma opinião. laure2011-05-11 21:56:52
×
×
  • Create New...