Jump to content
Forum Cinema em Cena

Saga S.

Members
  • Posts

    1965
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    2

Posts posted by Saga S.

  1.  

    On 5/23/2017 at 8:38 AM, Saga S. said:

    Interessante. Claramente tomaram um rumo e agora vão tomar outro.

    Chessus...

     

    Nem sabia que já estava na iminência de sair... Será que ainda dá tempo de rolar um efeito "Sonic"?

     

    Pois que negócio tosco.

  2. Streaming já estava virando uma tendência, veio a Pandemia e virou tábua da salvação.

    Se eu fosse artista, ainda mais um bem requisitado e respeitado, antes mesmo da pandemia já colocava um "levar uma grana da porcentagem de bilheteria e outras plataformas audiovisuais" faz tempo.

    Se estudio botar "bilheteria de cinema" e alguém assinar sem adicionar a clausula "cinema e plataformas audiovisuais (incluido streaming e etc)" eu vou continuar chamando de burro.

    Scarlett e outros artistas que brigam por não terem incluindo clausulas adicionais de ganhos em virtude de utilização de outras plataformas além do cinema são burros a partir do momento que não existe a clausula de exclusividade de lançamento nos cinemas.

    Mais um acordo "calaboca" da Disney para interromper a encheção de saco.

  3. 6 minutes ago, Jorge Soto said:

    Tem outra gde diferenca nesse Coda e Familia Bellier, fora o fato de ser ianque e europeu.. no gringo os atores sao de fato surdo-mudos, enquanto no europeu nao..

    Os dois são gringos... :lol:

    Mas entendi:

    Família Bellier: Atores "ouvintes"

    CODA: Atores surdos

    É isso?

    Um dia quando o Família Bellier não estiver mais tão fresco na memória quem sabe eu dou uma chance ao CODA.

     

  4. On 9/15/2021 at 4:22 PM, Jorge Soto said:

    Coda é um delicioso filme familia que trata de independência e amadurecimento teen com muita originalidade, carisma e simpatia. Sim, é quase uma versao ianque do ótimo francês Familia Belier com algumas sutis modificacoes. Os problemas da garota normal numa familia de surdos sao elevados á enèssima potência quando junto vem os prolemas tipicos aborrescentes e tal, mas o melhor deste filme que é previsivel (sim, ate o sabugo da unha) é seu empenhado e desconhecido elenco que faz com que nos identifiquemos imediatamente com todo mundo e que aqueles sejam pessoas próximas á gente, íntimas até. Filme família ideal pra matinê e futuro candidato guti-guti a Sessao da Tarde, sem sombra de dúvidas, pra sair com sorrisao no rosto no final. 9-10

    Eu amei Familia Bellier. Assisti fazem alguns meses, antes de sequer saber que existiria esse "remake".

    Comecei a assistir esse CODA e a ficha foi caindo de que era a história da Família Bellier e não consegui seguir em frente logo nos primeiros 10 minutos.

    Li críticas dizendo que o filme "supera" o original.

    Mas achei a atmosfera do original muito mais cativante. 

    O original tem uma inocência e uma profundidade muito bem trabalhada, o que não senti nos minutos iniciais que assisti do CODA. Fiquei com a sensação de que esse remake quis ser mais "sério" que o original.

    Fora que o elenco do "original" possui uma sintonia muito melhor.

    Enfim, não sei se darei outra chance para CODA.

     

  5. A impressão que me deu é que vai ser um mix de reboot com sequência.

    Algumas sequências que remetem ao primeiro filme mas com mudanças significativas.

     

    Lógico que estou ansioso e na expectativa. Mas as expectativas estão baixas.

    A sensação é a mesma que tive com Space Jam, só espero não ter a mesma frustração, já que para mim o novo Space Jam é um enorme bolo fecal.

  6. 1 hour ago, Jailcante said:

    Mas por parte da Scarlet, ela sempre disse que processo é por dinheiro, ela não acha que recebeu o justo pelo filme por causa da Disney ter colocado no streaming.

    A Disney é que enfiou a pandemia no meio pra se fazer de coitada.

    Acha que se a Disney lançasse os filmes em meia dúzia de sala, durante a pandemia em cinemas abertos (alguns em alguns países foram com os protocolos) iria ter boa bilheteria? A Scarlett ficaria feliz com essa bilheteria? Sim, acho justo a Scarlett receber pelo "ingresso" do Streaming cobrado adicionalmente, mas ela tá puta por não ter assinado um contrato levando em conta outras plataformas além da bilheteria do cinema.

     

    Aquela velha história de que o bom senso seria o acordo, mas ela assinou o contrato e no contrato não falava sobre nada além de bilheteria nos cinemas (não sei exatamente as clausulas nesse sentido) e agora tá processando algo que CONTRATUALMENTE não se tem obrigação nenhuma de cumprimento pois não existia isso previsto no contrato.

    Existia uma clausula proibindo o lançamento que não no cinema?

    O que especifica a clausula de receber uma parte das bilheterias? Especifica cinema ou outros meios?

    Tá cheio de gente que assina contrato sem ler e daí quando acontece alguma desgraça não prevista em contrato, fica bravo, por exemplo:

     

    - Seguro de Celular que só cobre Roubo (onde há ameaça). A pessoa é FURTADA (sem emprego de ameaça, o ladrão simplesmente roubou do bolso da pessoa sem ela perceber), aciona o seguro e não recebe e fica puta.

    - Seguro de Carro que não cobre incidentes naturais ou outras causas específicas. Devido ao vento uma arvora cai em cima do carro e quando o proprietário aciona o seguro não recebe nada por ter sido causa natural.

     

    Enfim, tá cheio de exemplos por aí. Contrato é Contrato.

  7. Essa coisa da Scarlett e Disney é aquela história de os dois terem razão mas ao mesmo tempo não terem razão, então a Disney tem seus intere$$e$ assim como a Scarlet tem os intere$$e$ dela.

     

    A Pandemia ao mesmo tempo que é real também foi usada como cortina de fumaça e truque de espelhos pelas duas partes.

  8. On 7/2/2021 at 7:11 PM, Jorge Soto said:

    Bingo.. genérico ate o sabugo da unha...pior que o Pratt produziu...😠

    The Tomorrow War é um scy-fy de acão bem intencionado porém bem fraquinho em sua execucão. Foda que os temas de viagem no tempo pra mudar o destino marcado da humanidade ja deram no que tinham que dar e aqui não é diferente. Misturaram Um Lugar Silencioso com De Volta pro Futuro e rolou um filme em genérico e superficial. As atuacões tao corretas e o filme é muito bem feito.. mas é aquelas, ne? Tenta parecer profundo com paralelismos politicos atuais mas tudo fica só por cima.. Filme preguicoso com roteiro piegas que tinha mais pra render. 7-10

    E o que deveria ser um "momento" significativo é extremamente previsível e mal trabalhado, jogado na cara do espectador como se fosse a coisa mais tranquila do mundo. Um momento WTF e sem o mínimo de sensibilidade.

    É ruim. Assístivel, mas ruim. Não dá para apenas desligar o cérebro, tem que ocorrer praticamente uma lobotomia para conseguir assistir o filme sem questionar os infindáveis furos.

    Possível ter continuação. Espero que não.

  9. Até tinha me interessado após ver o trailer, mas hoje em dia aguardo um tempo após o término da 1ª temporada para ver se dou uma chance ou não, justamente para saber se vai ter mais temporada ou se será cancelada.

    Nem vou me dar ao trabalho de assistir. Obrigado. :P

  10. Esse trailer também não me convenceu nem me deixou com vontade de assistir, embora isso eventualmente vá acontecer.

    O primeiro filme eu dormi na primeira tentativa, e olha que isso é raro durante um filme, e achei indiferente na segunda.

    Dificil comprar a idéia de um filme no qual um vilão é retratado de forma tão leve e boba.

    Algo não bate, por mais que tente.

  11. On 4/29/2021 at 1:19 PM, Questão said:

     

     No fim das contas, eu curti a série. Não foi tão engajante quanto WANDAVISION, mas eu imaginei que não seria pelas propostas completamente diferentes. Mas gostei de como trataram a jornada de redenção do Bucky, que nunca teve muita atenção nos cinemas, e o arco de transformação do Falcão no novo Capitão América foi muito bem feito. O Zemo roubou todas as cenas de que participou, me deixando bastante curioso pelo futuro do personagem. Por outro lado, embora tivessem uma proposta muito bacana, achei a ameaça principal dos Apátridas meio fraquinha, e a Sharon Carter voltou mais como uma reintrodução mesmo, pois a participação efetiva dela na trama foi quase inócua, sendo mais uma preparação para o futuro.

     Mas no fim das contas FALCÃO E O SOLDADO INVERNAL foi mais um acerto da Marvel, trazendo uma trama de espionagem super heróica, com tintas politicas e sociais muito bem colocadas.

    Ainda não assisti o último episódio, mas achei que a temporada mesmo sendo curta poderia ter sido ainda mais curta. Diria até que, ao contrário de WandaVision, essa série poderia muito bem ter sido um filme "menor" direto para Disney+.

    Diminuir esses 6 de quase 50 minutos cada episódios para um filme de quase 2 horas no máximo daria muito mais energia para o que foi apresentado.

    Em nenhum momento até agora existe um senso de "urgência", do tipo "algo grande vai acontecer", só uma leve ameaça no final do penultimo episódio que conclui a trama no último.

    Achei que encheram linguiça com muito "nada" no meio.

    E deveriam botar um ator mais imponente para ser o Walker/Cap. América, pois esse que botaram realmente parece o Markito do Programa do Ratinho fora que é muito fraco.

    Não é ruim, mas também não chegou a ser empolgante.

  12. 2 hours ago, Big One said:

    Abusado o Bautista hein kkkk..

    E não era ele que estava em busca de papéis mais sérios e dramáticos .

    O próprio. Inclusive ele falou algo do tipo de que ele era um ATOR e que outros do porte físico dele (acho que citou o The Rock) não eram atores de verdade ou algo assim.

     

     

    Achei algo nessa linha:

    https://rollingstone.uol.com.br/noticia/dave-bautista-critica-capacidade-de-atuacao-de-dwayne-johnson-diz-querer-bons-papeis-nao-quero-saber-de-velozes-e-furiosos-e-bumblebee/

    https://revistamonet.globo.com/Filmes/noticia/2020/09/astro-de-guardioes-da-galaxia-detona-capacidade-de-atuacao-de-dwayne-johnson-o-rock.html

    :rolleyes:

  13. 2 hours ago, Questão said:

     

     

     Eu concordo com o JAIL. Acho que todo o lance do Knightmare deveria ser excluído mesmo.

    Quando a Warner/Joss Whedon chutaram o Snyder e praticamente removeram o lance do Knightmare do filme, fazia sentido dentro da visão deles, por que claramente a Warner não queria se comprometer com a questão do futuro apocalíptico, por claramente estar planejando  seguir uma visão mais otimista para o personagem. Tanto, que embora mais desconjutado, a versão do cinema deixa muito menos pontas soltas que a versão do Snyder.

      No filme do Snyder ele manteve não só por que era a visão dele (muito justo), mas por que ele queria dar uma pressionadinha na Warner e atiçar os fãs pra que ele conseguisse fazer o segundo filme. Tanto que as cenas com o Caçador de Marte e o epílogo do Knightmare não são do material original, ele filmou depois. Além disso, em um filme que tenta vender o Superman como um símbolo de esperança, e que ainda tá montando a Liga, ficar incluindo flashforward de mundo apocalíptico e Superman corrompido não faz o mínimo sentido. Poderia dizer que lá naquela visão do Ciborgue ser o reflexo de que o Superman ressuscite no modo "Cemitério Maldito"? Poderia. Mas no Snydercut isso não é tratado, já que a maioria embarca de boa na ideia de ressuscitar o Superman, em um dos poucos aspectos que acho que ficaram melhor tratados na versão do Whedon onde  a equipe ficava mais dividida em relação a essa questão.

    Quanto ao Caçador de Marte, ele não precisava existir nesse filme. Foi como um desses youtubers falou esses dias. Quando o marciano vai disfarçado de Martha e diz "olha, tu precisa seguir em frente. Deu de ficar visitando o túmulo do Clark", ele quase ferrou com tudo, por que se a Lois seguisse o conselho dele ao pé da letra, ela não ia tá lá pra salvar a Liga do Superman cabreiro. Deram a sorte dela resolver ignorar o conselho da "Martha" por mais um dia. kkkk

    Acho que eu estava em outra dimensão nessa altura do filme então, pois entendi como uma cutucada para ela não esquecer do Superman. :blink:

×
×
  • Create New...