Jump to content
Forum Cinema em Cena

Jorge Soto

Members
  • Posts

    33679
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    406

Everything posted by Jorge Soto

  1. RAY FISHER AFIRMA QUE SÓ CONSIDERARIA VOLTAR A VIVER CIBORGUE APÓS PEDIDO DE DESCULPAS DA WARNER Durante um painel na MEGACON, o ator Ray Fisher voltou a falar sobre a possibilidade de retornar ao papel de Ciborgue no futuro. Questionado por um fã sobre o assunto, o ator mencionou seus problemas com a Warner Bros. e Walter Hamada, que se tornou presidente da DC Films em 2018. Para ele, o primeiro passo necessário seria um pedido de desculpas pela resposta “inaceitável” que eles tiveram à investigação sobre Liga da Justiça (via ComicBook). Anteriormente, Fisher havia falado sobre a má conduta no set do filme por meio de sua conta no Twitter, acusando Joss Whedon de comportamento não-profissional e abusivo. Na ocasião, ele também afirmou que Geoff Johns e Jon Berg também eram culpados de possibilitar que o ambiente das gravações ficasse dessa forma. Em resposta, a Warner Media contratou uma empresa para investigar o caso, visando “chegar ao centro do ambiente de trabalho tóxico e abusivo criado durante as refilmagens de Liga da Justiça”. Posteriormente, o intérprete de Ciborgue voltou ao Twitter, dizendo que Hamada teria tentado colocar toda a culpa apenas em Whedon e Berg, visando proteger Johns. Diante da postura do presidente da DC Films, o ator o acusou de ser “o tipo mais perigoso de facilitador”, também contando que ele teria interferido nas investigações e pronunciando que não participaria de qualquer produção associada com Hamada. Isso incluiria o filme do Flash, no qual Ciborgue inicialmente teria um papel importante, de acordo com Fisher. Agora, respondendo à pergunta de um fã sobre voltar a viver o herói no futuro, o ator respondeu: “Essa é uma pergunta complicada. Eu acho que, no fim, como as pessoas gastam seu dinheiro determina o que acontece e o que não acontece nesse tipo de negócios, e particularmente nos quadrinhos e na DC. Para mim, há muitas coisas por trás das cenas. Obviamente, eu não tive vergonha de falar sobre todas as coisas que aconteceram durante o ano passado, o vai e volta que eu pessoalmente e publicamente tive com a Warner Bros. Pictures, Walter Hamada e o resto da equipe por lá.” Complementando sua resposta, ele prosseguiu: “Para mim, eu acho que tudo começa com um pedido de desculpas vindo do lado das coisas da Warner Bros. Existem muitas coisas desagradáveis que aconteceram, principalmente em público. O que Walter Hamada e a Warner Bros. Pictures tentaram fazer, profissionalmente e pessoalmente, durante um dos anos mais cruciais para pessoas negras na história da humanidade, é só inaceitável. Então até o momento em que um pedido de desculpas seja feito, eu definitivamente não vou apoiar nenhuma produção Walter Hamada, ponto final. E é uma coisa difícil, porque sou um grande fã da DC. Eu amo esses personagens, mas às vezes você precisa desistir de algo que ama para fazer o que é certo.” A última aparição de Fisher como Ciborgue aconteceu na Liga da Justiça de Zack Snyder. O ator participou de gravações adicionais para o filme, que foi lançado na HBO Max este ano. Ele já havia dito que não teria problemas em voltar a viver seu personagem no filme, mas que “existem outras coisas que precisam ser resolvidas” antes que isso pudesse acontecer.
  2. Tempo é uma fantasia de horror bacana que te prende mesmo desde o início, se torna agoniante até seus 2/3 onde ta tudo indo muito bem. Mas daí vêm logo aquele final ou desfecho estilo Scooby-Doo e joga pá de cal onde nem deveria jogar... parece que ali ele quebrou toda tensão e intriga que construiu até então, ao tentar explicar tin-tin por tin-tin o que se viu. Não precisava disso. Bem ambientado, com planos sequências bem bolados, gore comedido e muito boa maquiagem de envelhecimento. As atuações estão ok, com destaque pro elenco mirim. Creio que o tempo de duração também prejudicou, tentando extrair até o sabugo da unha da boa premissa que não dava muito mais o que tirar, tipo um episodio estendido de Além da Imaginação. Creio que num curta de uma hora funcionaria bem melhor, mas o filme deixa-se ver de boa apesar desses poréns. Ainda assim, é um filme do Shy superior aos seus últimos trampos, principalmente ao ruinzinho Vidro. 8-10 Al Morir la Matinée é uma deliciosa homenagem ao horror gialo oitentista que tem sua procedência o Uruguay e não a Gringolândia! Este indie latino foi a grata surpresa porque é uma ode ao cinema e aos grandes mestres do suspense, onde não faltam referencias visuais a Hitchcock, De Palma, Fulci, Carpenter, etc.. percebe-se o amor do diretor ao gênero. A premissa se passa toda num cinema tipo o gostoso Matinê, do Joe Dante, mas aqui é uma versão slasher desse filme. As atuações estao corretas, mas não precisa mais. E as mortes são todas criativas, atente pro cara que morre degolado fumando com fumaça saindo pelo corte!? Genial! O tempo enxuto e a direção de arte avermelhada não poupa homenagens a Argento. Acho que só faltou um pouco mais de putaria porque as uruguaias do filme são uma belezura só mas aí seria pedir demais. Grata boa surpresa da semana, um filme que não dava nada que ja valeu a bizoiada. Atente pro filme dentro do filme e as boas sacadas visuais entre ambos. 9-10
  3. Pior que concordo com as críticas, acabei de assistir porque ja tem torrentão decente. O filme é legal e te prende mesmo, se torna agoniante até seus 2/3 onde ta tudo indo muito bem. Mas daí vêm logo aquele final ou desfecho estilo Scooby-Doo e joga pá de cal onde nem deveria jogar... parece que ali ele quebrou toda tensão e intriga que construiu até então, ao tentar explicar tin-tin por tin-tin o que se viu. Não precisava disso. Bem ambientado, com planos sequências bem bolados, gore comedido e muito boa maquiagem de envelhecimento. As atuações estão ok, com destaque pro elenco mirim. Creio que o tempo de duração também prejudicou, tentando extrair até o sabugo da unha da boa premissa que não dava muito mais o que tirar, tipo um episodio estendido de Além da Imaginação. Creio que num curta de uma hora funcionaria bem melhor, mas o filme deixa-se ver de boa apesar desses poréns. Ainda assim, é um filme do Shy superior aos seus últimos trampos, principalmente ao ruinzinho Vidro. 8-10
  4. premiere...olha o Mandarin fake aeeeee!😁
  5. um rumor forte circulando é que o trailer esta sendo dublado e deve sair entre final de agosto e inicio de setembro..
  6. Primeiras impressoes de algusn criticos que ja assistiram em primeira mao. As críticas completas só devem ser lançadas nas próximas semanas, mas as impressões iniciais de muitos dos jornalistas exaltam a ação e a atuação de Simu Liu como o protagonista. Confira algumas das reações à Shang-Chi abaixo: “Realmente curti Shang-Chi! Tem muita coisa que não está nos trailers (mas é melhor evitar as próximas propagandas, acho que vão mostrar mais?), e o filme tem sua própria vibe e elementos distintos que o fazem se destacar entre os demais, sem se parecer com uma história de origem genérica. E Simu Liu entrega um herói muito legal. O filme tem uns problemas de ritmo – uma pegada ocasional de ‘play/pause’ e trechos lentos. Mas também há muitas qualidades em tudo e, mais importante, o final é bem forte”, falou Eric Goldman, editor do Fandom. “Shang-Chi é muito legal. Esse filme acerta em tudo que a Marvel faz bem (ritmo, humor, personagens) e traz ação como nunca vista antes no MCU! Muita gente está prestes a ter um novo herói favorito na Marvel. É mais sombrio do que o esperado, e muito divertido. Essencial para a Fase 4 do MCU!”, afirmou Brandon Davis, do Comic Book. “Shang-Chi é fantástico! É cheio de cenas de luta INCRÍVEIS, com ótimas coreografias, e cheio de mulheres badass. Se prepare para conhecer o nome de Simu Liu, se você ainda não o conhece. A Marvel tem mais um acerto nas mãos. Eu esperava um conflito básico entre pai e filho, mas é muito maior do que isso. Shang-Chi é uma bela trama sobre família, perda, e como o luto pode cegar e nos destruir”, escreveu Kirsten Acuna, do Insider. “É uma mistura perfeita de oriente e ocidente. Artes marciais de Hong Kong chegaram ao MCU e isso muda tudo!! É emocionante, belo e hilário! Não há NADA parecido no MCU até hoje. […] Os personagens são muito bem desenvolvidos. Isso é realmente uma história de origem, por mau e por bem. Eles acertaram em cheio na escolha do elenco. Meng’er Zhang como Xialing é muito badass!”, afirmou Ron Seoul-Oh, editor-chefe do POC Culture. “Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis é FENOMENAL! Pode ficar animado. Cada cena de luta/ação é melhor que a última. Simu Liu abraçou completamente o papel de herói da Marvel. A fotografia é incrível, e a trilha sonora é matadora. Você vai querer assistir isso na telona”, disse a atriz Wendy Lee Szany.
  7. Depois de Horas (85), do Scorcesse
  8. Por causa da pandemia o filme tá indo mal de bilheteria no cinema. A critica também não ajuda.. Dizem que apesar da prota dar o sangue no papel título, falta alma ao longa..
  9. Não, é do ilustrador BossLogic
  10. A Nuvem é um bom terror ecológico francês que aparentemente faz o mesmo que Hitchkock fez com Os Passaros, só que aqui no caso são gafanhotos sanguessugas. O filme tem uma vibe dramática bem legal e o melhor é a alegoria da transformação (com os gafanhotos) da personagem principal e sua interação com os filhos, todos muito bem interpretados. O plot lembra muito A Pequena Loja dos Horrores tocado como drama e depois vira horror com moral Hellraiser, sobre o sacrifício de "dar o sangue" pelos filhos, literalmente. É um filme dificil, diga-se de passagem, pois quem espera mortes desenfreadas não encontrará.. a pegada ta na relação dos bichos com o comportamento humano. Minha única observação é com seu desfecho, que achei abrupto demais. Visto na Netflix. 8,5-10 The Colony é uma boa scy-fy pós-apocalíptica alemã que assisti e imediatemente lembrei do noventista Waterworld, com Kevin Costner, dadas as semelhanças. Pois é, mas este apesar de feito com orçamento merreca consegue ser bem mais efetivo que seu abonado correlato. O design de produção é um espetáculo, uma terra tomada por água, nevoeiro e muito brejo e a humanidade (ou que restou dela) morando em navios encalhados na areia, vai vendo. A atriz principal ta muito bem num papel similar ao de Charlton Heston no Planeta dos Macacos nesse mundo caótico, mas o "vilão" (e seus asseclas) são fraquinho. Curti o filme, mas acredito que a precariedade de sua produção o desfavoreça em alguns aspectos (tipo vestimentas, por exemplo), mas deixa-se ver de boa. 8,5-10
  11. PROTAGONISTA REBATE CEO DA DISNEY SOBRE FILME SER UM “EXPERIMENTO” Há alguns dias, Bob Chapek, CEO da Disney, afirmou que a estreia de Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis seria um experimento interessante para testar a janela de 45 dias entre a estreia nos cinemas e no streaming. Porém, o astro Simu Liu parece não ter gostado muito dessa definição. Em um post no Twitter, o protagonista do longa postou algumas fotos de bastidores com a seguinte mensagem: “Não somos um experimento. Somos os azarões, os subestimados. Somos quebradores de barreiras. Somos a celebração da cultura e da alegria que vai perseverar após um ano de muitas lutas. Nós somos a surpresa. Estou animado para fazer história no dia 3 de setembro. Se junte à nós”: Chapek definiu o longa como um experimento após ser questionado se a produção também seria lançada no Disney+, no modelo Premier Access, em que o assinante para um valor a mais para conferir o filme na estreia. Após negar essa estratégia, o executivo disse que a produção estrelada por Liu seria um “experimento interessante”. Dirigido por Destin Daniel Cretton (Luta por Justiça), Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis apresenta um novo herói ao MCU, mostrando como Shang-Chi é obrigado a confrontar seu passado, ao entrar na teia da misteriosa organização conhecida como Dez Anéis. Awkwafina, Michelle Yeoh, Tim Roth e Benedict Wong também estão no elenco. O longa chega aos cinemas brasileiros em 02 de setembro. O ator se ofendeu atoa. O CEO da Disney disse que o filme era um experimento no sentido de lançar nos cinemas antes do streaming. Falta de interpretação não é algo que afeta somente os brasileiros aparentemente...🙄
  12. ELENCO BRINCA SOBRE QUEM TERIA O MELHOR SUPERPODER Quando aceitou fazer novo filme de Esquadrão Suicida, James Gunn fez questão de pegar vários personagens improváveis da DC, cada um com um poder mais bizarro do que outro. Agora, durante a rodada de entrevistas para divulgar o filme, o elenco brincou sobre quem entre eles tem o melhor poder (via Comic Book): “Alguém tem um bom poder? É um grupo bem inútil, para ser honesto, quando você pensa sobre isso”, afirmou Jai Courtney, que voltou como o Capitão Bumerangue. Já John Cena trouxe um ponto importante: “Eu gosto do Homem das Bolinhas, ele é muito oprimido”, ao que Juan Diego Botto (Silvio Luna), completou: “Vou com o Homem das Bolinhas também”. “Eles o subestimam porque ele tem um nome idiota, um uniforme idiota e uma cara triste e idiota. Soa ridículo, porque ele realmente solta bolinhas, mas elas queimam tudo o que está ao redor, então elas são bem deformadas”, explicou o diretor James Gunn. Joel Kinnaman, intérprete de Rick Flag, elegeu como sua preferida uma personagem muito querida pelos fãs: “Eu escolho a Caça-Ratos. Tenho fobia de ratos e acho que é bem maluco ter o poder de acabar com as pessoas usando ratos”. “Ela é o coração do filme, de muitas formas. Ela não é uma assassina, ela não quer matar ninguém. Ela está na prisão por ter feito algo estúpido com ratos, algo que provavelmente qualquer um de nós faria, se tívesses um rato, uma varinha e fôssemos incrivelmente pobres”, completou James Gunn. Em cartaz nos cinemas O Esquadrão Suicida tem uma nova equipe de personagens que, por ordens de Amanda Waller, vai para a ilha de Corto Maltese acabar com o Projeto Estrela do Mar. posters versao mangá
  13. ETHAN HAWKE CONTA QUE ENTROU NA SÉRIE POR CAUSA DE OSCAR ISAAC Ano que vem teremos um dos personagens mais aguardados da Marvel fazendo sua estreia no MCU. O complexo Cavaleiro da Lua será interpretado por Oscar Isaac, ator que teve um papel essencial para que seu colega Ethan Hawke entrasse no projeto. Em uma nova entrevista em Late Night with Seth Meyers, Hawke falou sobre a série do anti-herói, dando detalhes sobre a produção e sobre como ele acabou caindo neste mundo fantástico. Brincando de que não conseguiria segurar sua língua, mesmo com todos os contratos envolvendo sigilo da Marvel, Hawke explicou que tudo começou graças a um encontro aleatório que ele teve com Isaac em um café no Brooklyn. “Bem, eu ouvi [sobre a série] do Oscar Isaac, que vive bem, você sabe, uns três quarteirões de mim no Brooklyn. Eu estava em um café e ele veio até mim tipo, ‘Ei, eu realmente gostei de The Good Lord Bird [filme estrelado por Hawke].’ e eu fiquei ‘Ei, que legal, eu realmente gosto do seu trabalho. Você é incrível.’ e então ele disse, ‘Ei, você quer fazer Cavaleiro da Lua comigo?’ e eu aceitei. Então, meio que aconteceu da forma certa sabe?” O ator prosseguiu elogiando a produção da série, afirmando que Cavaleiro da Lua tem os melhores cenários em que ele já esteve: “Os figurinos, o cenário, o design de produção, a cinematografia… Todos esses elementos são de explodir a cabeça.” Quando questionado pelo entrevistador sobre seu visual extravagante que parecia de um líder de culto, Hawke afirmou que isso era intencional. Segundo ele sua participação na série está sendo influenciada por um cultista da vida real. “Eu baseei meu personagem no David Koresh,” disse. Ainda não foi divulgado quem será o personagem de Hawke na série, mas tudo indica que o ator viverá o grande vilão da história.
  14. Jesuiz, quando a gente acha que ja viu de tudo.... e eu achando que foi Covid, doença...PQP!! HOMEM É PRESO NO RIO DE JANEIRO POR MATAR DUBLADORA CHRISTIANE LOUISE E ESCONDER CORPO Na semana passada, a morte da dubladora Christiane Louise aos 49 anos pegou a todos de surpresa. Hoje, porém, de acordo com o jornal O Globo, um homem foi preso após ter confessado matar a artista. Pedro Paulo Gonçalves Vasconcellos da Costa, de 27 anos, foi preso preventivamente nesta sexta-feira (13), pelo assassinato de Christiane e por ter escondido o corpo numa área de vegetação da Praia do Grumari, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Ao confessar o crime, o economista disse ter agido em legítima defesa, alegando que a dubladora estaria “possuída pelo demônio” e apresentava estar sob efeitos de entorpecente, remédios e bebida alcoólica. O homem contou ainda que teve a ajuda de sua mãe e de outra pessoa, ainda não identificada, para esconder o corpo. De acordo com Leandro Costa, o delegado responsável pelo inquérito, a vítima estava desaparecida há muitos dias quando seu corpo foi encontrado. Ela residia sozinha, mas há algumas semanas estava hospedando Pedro Paulo. Após a confissão do rapaz, que disse ter utilizado uma faca para cometer o crime, o delegado Leandro Costa afirmou que apesar do que alega o autor, ficou comprovado com as investigações que a motivação do crime foi patrimonial. Christiane Louise era responsável por dar voz a alguns personagens realmente icônicos, incluindo a Margarida da Disney, a Senhorita Morello de Todo Mundo Odeia o Chris e Zatanna de Liga da Justiça sem Limites.
×
×
  • Create New...