Jump to content
Forum Cinema em Cena

conan

Members
  • Content Count

    485
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    5

conan last won the day on August 10

conan had the most liked content!

About conan

  • Rank
    Operador de Câmera
  1. Expectativa lá nas alturas. Fotografia fantástica, elenco sensacional, clima muito bem construído...
  2. O Trailer https://www.youtube.com/watch?v=01ddKEw85lM
  3. Meio que esperado por mim. Nenhuma vontade de assistir este dai. Já não gosto de filme com animal, esta versão realista então não tem o porque de existir. Acaba desmerecendo o desenho, que vira algo inferior, necessitando uma versão realista. Aladdin pelo menos se propôs a apresentar uma nova experiência estética (sem ser bem sucedido). Eu não dou dinheiro para este tipo de produto.
  4. O Winston merecia muito mais tempo nos filmes anteriores. Ele é a âncora de normalidade dentro daquele grupo de excêntricos.
  5. Vendo aqui, o Bill Murray só tem 68 anos?? Caramba... ele parece ter bem mais
  6. Boa!! Este cara tem uma pegada meio Bill Murray
  7. Deveriam ter chamado o Mark Hamill para ter sido o novo Pennywise
  8. Essa cena da sombra da freira e do quadro foi tensa demais no cinema. Mas revendo, e sabendo o que vai acontecer, fica manjado e perde o impacto. Acho que cena deveria ter terminado com a ambiguidade do quadro no escuro. Era claramente a freira lá no escuro observando, mas quando acende a luz a Lorraine vê que era somente o quadro. Não precisava mais. Podia ir jogando mais nesta lógica, mas com um jump scare ali ou aqui. Mas toda construção de tensão termina em jump scare, aí fica meio previsível. Mas o Wan evoluiu muito. Em Gritos Mortais, ele utilizou a ideia de boneco assombrado com os clichês do gênero, tipo o boneco virando os olhos quando ninguém vê, ou o boneco que aparece em lugares diferentes em cada cena, etc. Com a Anabelle ele evitou estes clichês e fica mais interessante.
  9. É... realmente. Tá fraco Falta energia. E o Will tâ num desânimo só
  10. Cara... este filme vi flopar tanto, mas tanto... Deve ser uma das maiores desgraças do cinema ? Vai levar todas do framboesa do ouro Está tudo errado. Como é que ninguém viu que era uma péssima ideia?
  11. Até curti o que fizeram com o Thor. Foi um dos pontos altos do filme. E é legal que o próprio Chris Hemsworth sabe rir de si mesmo e não é a primeira vez que ele desconstrói aquele arquétipo de galã. E o Thor barrigudo e bêbado se encaixa perfeitamente com a personalidade do personagem. A minha questão com o Hulk não é deste filme em específico (que achei sensacional o humor), mas a opção de tratá-lo como um personagem menor neste universo e nos outros filmes.
  12. Depois posto meus comentários. Mas concordo com o Soto e o Jailcante sobre o Hulk. O Hulk é um dos meus personagens favoritos do universo Marvel, e eles cagaram com ele neste universo (não que os filmes anteriores tenham ajudado...). Até entendo que não há espaço para o drama e agressividade do personagem neste universo mais leve. Mas poxa, o cara virou um alívio cômico coadjuvante em todos os filmes. A proposta de um personagem com força ilimitada mas sem controle nenhum sobre ela é muito interessante. Até onde sei o Hulk era para ser um dos personagens mais fortes do universo Marvel, mas pelos filmes não parece. Mas parece que a galera em geral não dá muita bola para o Hulk ?
  13. Concordo que o 2 meio que se perdeu em trechos. Assistir pela primeira vez nos cinemas foi uma experiência bem legal e tensa. Mas rever o filme perde muito da graça. O Wan perde muito tempo na construção de certas cenas que não apresentam resultado algum. Como é aquela cena envolvendo o menino, caminhão de brinquedo e a cabana. Muito longa, a resolução é sem graça e não gerou maiores desdobramentos para a história. E quando você sabe o que acontece perde todo o impacto. Há uma introdução explícita ( ou seja, nada sutil) de elementos que não tem peso narrativo, mas só servem para criar no futuro um momento de tensão. É o caso do menino perguntando sobre o sino que o cachorro toca. Depois, o sino não é retomado pela a narrativa em nenhum momento, exceto para a cena de tensão. Por causa desta obviedade, perde a sutileza. Aliás, a freira é legal. Mas aquele homem torto que não emplacou. O que é bem diferente de assistir um Iluminado da vida, onde a condução da história, a sutileza, a ambiguidade, o simbolismo e a ambientação nos prendem toda vez que assistimos o filme.
  14. Acho que rolou uma pequena disputa em torno do capacete. O Rian achava ridículo, e o Abrams vai e volta com o negócio. Um alfinetando o outro.
  15. Mas agora... por que tocou o tema do Kylo Ren quando aparece o título do Rise of Skywalker?
×
×
  • Create New...