Jump to content
Forum Cinema em Cena

The Deadman

Members
  • Content Count

    201
  • Joined

  • Last visited

  1. Galera, sei que posso ter esse post removido daqui porque, de fato, não se trata de um filme, posto que tem sido vendido e é anunciado como uma série, mas trata-se de um projeto tão genial, tão foda no seu conceito, tão inusitado na sua concepção que fica difícil enquadrá-lo seja como série, seja como filme. Particularmente, dado o tempo de "projeção total" e o conjunto da obra do que se "vê"; encarei a empreitada como uma experiência sensorial e imaginativa coesa e que se justifica como uma coisa só, se fechando de forma magistral no final... Falo da série da AppleTV "Calls". Gente.
  2. E aí, graaaaaaande Soto!?? Como vc está, meu caro? Tudo bem contigo? Conferi esse tbm tem pouco tempo. Gradei em geral, mas o que me incomodou mesmo ñ foi nem tanto o final abrupto e mal mastigado das razões da protagonista, mas o desenvolvimento em si de tudo que é mostrado. Penso que o plot cairia bem melhor se fosse um curta. Ainda assim um bom filme. Destaque pro gore farto on screen e sem medo e o design de produção.
  3. Só conferi este por causa da sua resenha haja vista que minha primeira impressão do Chalamet foi péssima (O Rei). Filme lindo e muito, muito sensível, delicado, erótico. E, sim, aqui Chalamet mostra, de fato, porque está tão incensado... (Hammer ñ fica nada atrás) Tbm me remeteu muita coisa... Minha primeira namorada. Ela mais velha que eu (eu 18 e ela 23... Uma eternidade de maturidade, postura, atitude na minha frente), paixão avassaladora de Verão em São João Del Rey. Pouco tempo juntos. Intensidade. Entrega total. Despudor total. Ela tendo q se mudar para a faculdade de Ribeirão
  4. Faço minhas, suas palavras... E vc usou um adjetivo que me incomodou muito durante toda a projeção: frieza. Ao final do filme, pensei: "Legal." e fui dormir. Period. Uma pena, pois material tinha de baciada...
  5. Puuuuutz... Que melda! Daí eu ficar feliz de NÃO conferir esse troço. Pra quê?
  6. Opaaaa! Valeu a dica, Soto!! Vou conferir, sim e depois comento sobre!
  7. Entendo. Bem... Vimos filmes "diferentes". Até porque devo dizer que sequer percebi questões de fé ali... No mais, ainda que olhando pelo viés dessa importante questão/ leitura (levantada por você) e relembrando o filme aqui; não vejo como o pedantistmo do diretor/roteirista quanto a essa abordagem afetaria, para o bem ou para o mal, qualquer aspecto no desenvolvimento e qualidade (ou não) da história mostrada. Em outras palavras: achei o filme TODO pedestre. Parafraseando o Pablo, "uma bosta". Queria eu, de coração, que a intenção de expansão daquele universo tivesse funcionado, mas...comigo
  8. E aí, Dook? Tudo bem? Cara, não sei se seu comentário está alicerçado em algum outro que fez aqui ou mesmo lá no tópico de "Prometheus", mas quando comenta sobre a forma como as questões de "fé" (sic) são abordadas no filme... Se refere à "Covenant" ou "Prometheus"? Fiquei confuso...SE for em "Covenant", não posso opinar nada (não vi o filme e nem pretendo). Mas, se for em relação à "Prometheus" poderia (posso) e...bem... Fiquei curioso sobre essa leitura uma vez que não vi NADA que abordasse algum aspecto sobre a fé nesse filme. Além disso, gostaria de te fazer uma pergunta objetiva bem como
  9. Huahuahuahuahua... Tô meio sumido daqui (muito, na verdade... ), mas ñ poderia deixar de registrar aqui que tbm ri alto qdo vi esse vídeo do Pablo, Big. E me peguei imaginando: se eu ODIEI Prometheus a ponto de querer ir na bilheteria e pedir meu dinheiro de volta, pra quê perder mais dinheiro e tempo vendo mais essa bosta??... Como foi bem colocado aí em cima, Alien foi bom até 97 e acho que poderia (pode?) render algo interessante se o projeto do Bloomkamp fosse (tá indo?) levado adiante. Aguardemos e sigamos o cortejo...
  10. A Chegada - 5,0/5,0 Simplesmente SEN-SA-CI-O-NAL. Sutileza e inteligência raras e com uma edição primorosa, que traz fluidez e compreensão dos "nós" e do mistério da história no momento certo (discordo do Adler quando ele diz que uma dose de "nolisse" cairia bem para explicar detalhes sobre a relação tempo X linguagem...). Aliás, um dos grandes méritos desse filme é justamente não ter nolisse nenhuma. Não subestima o espectador em momento nenhum. E tem Amy Adams arrebentando... (Ahhhhhhh... ) PS 1: será que só eu percebi algum tipo de inspiração lovecraftiana na concepção dos alie
  11. Star Wars VII - O Despertar da Força 3,5/5,0 Bom filme e nada mais. Resumindo é isso que achei. A constante sensação de déjà vu (principalmente na primeira parte) que impera durante todo o filme conta muitos pontos contra e cansa (rimas e homenagens cairiam bem melhor) e algumas "incoerências"/fatos não mostrados ou citados (que expliquem certas coisas e comportamentos) irritam profundamente, mas no geral (graças, muito em parte à cenas envolvendo o pessoal da "velha guarda") o filme diverte bem e tem tudo pra reiniciar a série galática com tudo. Destaque pra gradual aparição de Han So
  12. Opa, Conan!!! Não tá sozinho, não!! Acho Skyfall muito ruim, só não perde pra esse tal de Spectre que achei lastimável, lixo mesmo.
  13. Então... Ninguém me chamou na conversa, mas lá vai meu pitaco mesmo assim: achei muito pior que Quantum (que, inclusive, considero um filme subestimado e injustiçado). Aliás, o ponto mesmo é que trata-se de um filme ruim, muito ruim.
  14. Potaqueparola!!! Tooooooop demais esse aí, hein, Soto?
×
×
  • Create New...