Jump to content
Forum Cinema em Cena

58 anos de Tom Cruise


Rafael Lemos
 Share

Recommended Posts

Até ler este post, não fazia ideia que o cara estava chegando aos 60. Tenho 40 e devo quase parecer o pai dele...

 

https://popoca.com.br/sete-filmes-com-tom-cruise-que-voc/

 

SETE FILMES COM TOM CRUISE QUE VOCÊ ADORA

Nesta sexta-feira (3), Tom Cruise chega a impressionante marca dos 58 anos de idade. Quase hexagenário, ele coleciona mais de 50 filmes e o respeito da classe artística: há quem diga que ninguém pega um papel se ele não quiser. Milionário, ídolo e parece que fora o Oscar há pouca coisa que ele não tenha. Listamos aqui cinco filmes que você pode até não lembrar, mas ama.

O Último Samurai

Tom-Cruise-O-%C3%9Altimo-Samurai-e159378

Assim como Mulan e Dança com Lobos, o cinema norte-americano é pródigo em histórias sobre estrangeiros que são arrebatados por uma pátria exótica e se tornam mais nativos que os nativos. O Último Samurai tem tudo isso: um comandante de guerra desajustado e desmotivado, que se transforma em um guerreiro honrado com uma história edificante. Porém, a produção consegue dosar isso de forma adequada sem se transformar em uma bobagem patriótica ou qualquer outro tipo de pastiche nacionalista

Ken Watanabe aproveitou a história e foi indicado ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante, o que lhe garantiu um papel em Batman Begins (e o carinho eterno de Christopher Nolan). O diretor Edward Zwick (Glory) soube até mesmo referenciar o clássico japonês Os Sete Samurais, de Akira Kurosawa, sem soar banal ou desrespeitoso. A fotografia em um cenário oriental é um episódio a parte, além da boa atuação de seu produtor e protagonista. Vale muito a pena.

Missão Impossível 3

TomCruiseMiss%C3%A3oImpossivel.jpg?resiz

A franquia Missão Impossível caminhava para ser uma das mais esquecíveis das trilogias de ação, mesmo vindo de um filme dirigido por John Woo (então sinônimo de sucesso). JJ Abrams veio e mudou tudo. O resto é (boa) história.

As cenas de ação continuaram lá, mas ganharam contornos mais dramáticos e Ethan Hunt recebeu, enfim, uma vida pessoal, que até então era completamente negada e ignorada. O background de um casamento cheio de segredos transformou seu personagem em mais humano, emotivo e… Dramático. Sem deixar de ser um agente da Impossible Mission Force Tom Cruise finalmente mostrava porque valeu a pena retomar a clássica série de TV e transforma-la em sétima arte. O sucesso superou tantas expectativas (e bilheterias) que foi quase inevitável o quarto filme Missão Impossível – Protocolo Fantasma. E bate aquela sensação de que Abrams poderia ter chegado só um pouquinho antes… Até por isso, a franquia ganhou uma sobrevida para mais dois filmes e parece que não para.

Jerry Maguire – A Grande ViradaTomCruisejerry-maguire-a-grande-virada-p

O ator foi indicado ao Oscar de Melhor Ator pela segunda vez (a primeira foi por Nascido em 4 de Julho e viria outra como melhor coadjuvante por Magnólia) no papel-título. A estatueta não veio apesar de um ótimo trabalho em parceria com a atriz Renée Zellweger, que transformou Jerry Maguire – A Grande Virada em um filme fofinho para qualquer dia.

Destaque para Cuba Gooding Jr., que ganhou o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante. Geoffrey Rush ficou com a estatueta na cerimônia por Shine – Brilhante.

Missão Impossível 4 – Protocolo Fantasma Tom-Cruise-Protocolo-Fantasma.jpg?resize

O quarto filme da saga talvez pudesse ser o encerramento ideal para o agente Ethan Hunt (Tom Cruise), em uma história que misturava espionagem e um superespião já sentido o peso da idade acompanhado por outro possível sucessor (Jeremy Renner). O final com Hunt sumindo na névoa trazia o desfecho perfeito de uma produção quase perfeita. Deveria ser o exemplo para todo último filme de franquias.

Entrevista com o Vampiro

Tom-Cruise-Lestat.jpg?resize=583%2C386

Como o Lestat de uma geração, Tom Cruise deu vida ao clássico personagem de Anne Rice. O vampiro imortal e bon-vivant é apaixonante, ainda que o protagonista da história seja o perturbado Louis (Brad Pitt). Impossível ler qualquer referência sem relembrar do ator no papel.

Leões e Cordeiros

Tom-Cruise-Le%C3%B5es-e-cordeiros.jpg?re

Talvez o menos conhecido da lista. Leões e Cordeiros traz Cruise em uma produção com Meryl Streep e Robert Redford, que também dirigiu a história. Misturando as tensões de guerra do governo George W. Bush e auspícios para o futuro, o filme talvez pudesse ter contribuído para evitar o momento em que vivemos se tivesse mais sucesso.

O Senador Jasper (Tom Cruise) é um midiático político, que sabe que favores e como pedir para a imprensa. A repórter Janine Roth (Meryl) tem muito pouco a fazer diante da notícia, ao contrário do que muita gente pode pensar. Um dos primeiros filmes de Andrew Garfield, antes de assumir o papel de Homem-Aranha.

Minority Report

TomCruiseminority-report-poster.jpg?resi

Talvez o filme mais memorável de Cruise, em parceria com o diretor Steven Spielberg. Um futuro em que crimes são impedidos antes de serem cometidos se volta contra o seu principal defensor. A cena em que John Anderton (Tom Cruise) ouve-o-que-teria-sido a vida de seu filho assassinado é tocante e digna de uma indicação ao Oscar, que não veio. Azar da academia.

Link to comment
Share on other sites

Guest
This topic is now closed to further replies.
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...