UA-130521384-1 Jump to content
Forum Cinema em Cena
Engraxador!

Alfred Hitchcock

Na sua opinião, qual é o melhor filme de Alfred Hitchcock?  

85 members have voted

  1. 1. Na sua opinião, qual é o melhor filme de Alfred Hitchcock?

    • A Dama Oculta
      1
    • Disque M para Matar
      8
    • Festim Diabólico
      16
    • Janela Indiscreta
      15
    • Os Pássaros
      3
    • O Homem que Sabia Demais
      1
    • Pacto Sinistro
      2
    • Psicose
      19
    • Topázio
      0
    • Um Barco e Nove Destinos
      0
    • Um Corpo que Cai
      20
    • Outro. Qual?
      3


Recommended Posts

Vamos pra mais uma atualização da lista.

 

Trama Macabra (Family Plot, 1976)

 

Frenesi (Frenzy, 1972)

 

Topázio (Topaz, 1969)

 

Cortina Rasgada (Torn Curtain, 1966)

 

Marnie, Confissões de uma Ladra (Marnie, 1964)

 

Os Pássaros (The Birds, 1963)

 

Psicose (Psycho, 1960)

 

Intriga Internacional (North by Northwest, 1959)

 

Um Corpo que Cai (Vertigo, 1958)

 

O Homem Errado (The Wrong Man, 1956)

 

O Homem que Sabia Demais (The Man Who Knew Too Much, 1956)

 

O Terceiro Tiro (The Trouble with Harry, 1955)

 

Ladrão de Casaca (To Catch a Thief, 1955)

 

Janela Indiscreta (Rear Window, 1954)

 

Disque M para Matar (Dial M for Murder, 1954)

 

A Tortura do Silêncio (I Confess, 1953)

 

Pacto Sinistro (Strangers on a Train, 1951)

 

Pavor nos Bastidores (Stage Fright, 1950)

 

Sob o Signo de Capricórnio (Under Capricorn, 1949)

 

Festim Diabólico (Rope, 1948)

 

Agonia de Amor (The Paradine Case, 1947)

 

Interlúdio (Notorious, 1946)

 

Quando Fala o Coração (Spellbound, 1945)

 

Um Barco e Nove Destinos (Lifeboat, 1944)

 

Bon Voyage (1944)

 

A Sombra de uma Dúvida (Shadow of a Doubt, 1943)

 

Sabotador (Saboteur, 1942)

 

Suspeita (Suspicion, 1941)

 

Um Casal do Barulho (Mr. & Mrs. Smith, 1941)

 

Correspondente Estrangeiro (Foreign Correspondent, 1940)

 

Rebecca, a Mulher Inesquecível (Rebecca, 1940)

 

A Estalagem Maldita (Jamaica Inn, 1939)

 

A Dama Oculta (The Lady Vanishes, 1938)

 

Jovem e Inocente (Young and Innocent, 1937)

 

Agente Secreto (Secret Agent, 1936)

 

Sabotagem (ou O Marido era o Culpado) (Sabotage, 1936)

 

Os 39 Degraus (The 39 Steps, 1935)

 

O Homem que Sabia Demais (The Man Who Knew Too Much, 1934)

 

Waltzes from Vienna (1933)

 

O Mistério do nº 17 (Number Seventeen, 1932)

 

Rich and Strange (1932)

 

Mary (1930)

 

The Skin Game (1931)

 

Assassinato (Murder!, 1930)

 

Juno and the Paycock (1930)

 

An Elastic Affair (1930)

 

Elstree Calling (1930)

 

The Manxman (1929)

 

Chantagem e Confissão (Blackmail, 1929)

 

Champagne (Champagne, 1928)

 

A Mulher do Fazendeiro (The Farmer's Wife, 1928)

 

Downhill (1927)

 

Easy Virtue (1927)

 

O Ringue (The Ring, 1927)

 

O Pensionista (The Lodger: A Story of the London Fog, 1926)

 

The Mountain Eagle (1926)

 

The Pleasure Garden (1925)

 

Number Thirteen (1922) - Incompleto

 

Always Tell Your Wife (1922) - Co-diretor

Share this post


Link to post
Share on other sites

É Hitch trazido p/ a frente das câmeras !!

 

Só comentando algo estranho, que embora seja muito fã e tenha quasssse concluido os filmes de Hitch nas duas fases, mas achei no IMDB uns Hitch, tipo contos "Hitchcock Presents" ou "Twilight Zone", "The Alfred Hitchcock Hour".

 

 

 

Dias desses um usuário queria decobrir um do Hitch, " Final Scape".

Estranhamente eu não tinha visto esse na versão original, só o remake de 84 (?).

 

Recomendo todos a verem esse, nem que for por curiosidade.

Dizem que na época de sua exibição meio que despertou a Tafofobia uma, medo de ser enterrado vivo. Tá aí p/ quem não quiser conferir o original de 64.

 

http://www.youtube.com/watch?v=GQVG0-OXKXI

 

Engraçado que com "Os Pássaros" tb.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Trailer final de THE GIRL

 

 

 

Só a cena de Hitchcock (Jones) trancando Tippi (Miller) dentro da cábine aumentou ainda mais minha vontade de ver o filme! Hitch tinha um jeito bem ortodoxo (cruel?) de trabalhar com os seus atores, vide a historia da algema em OS 39 DEGRÁUS, e o jeito como ele ajudou Joan Fontaine a entrar no personagem em REBECCA: A MULHER INESQUECINEL.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tsc! Tsc! Tsc! Homens e seu famigerado fraco pelas blondies :)

Anyway, ela era uma atriz... e ele um gênio. Ele podia ser um tarado, mas um gênio. Acho que isso deve ter pesado na balança.

 

Mas o trailer te instiga a ver, a dupla parece bem e a reconstituição tá muito, muito caprichada.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Trama Macabra (Family Plot, 1976)

Frenesi (Frenzy, 1972)

Topázio (Topaz, 1969)

Cortina Rasgada (Torn Curtain, 1966)

Marnie, Confissões de uma Ladra (Marnie, 1964)

Os Pássaros (The Birds, 1963)

Psicose (Psycho, 1960)

Intriga Internacional (North by Northwest, 1959)

Um Corpo que Cai (Vertigo, 1958)

O Homem Errado (The Wrong Man, 1956)

O Homem que Sabia Demais (The Man Who Knew Too Much, 1956)

O Terceiro Tiro (The Trouble with Harry, 1955)

Ladrão de Casaca (To Catch a Thief, 1955)

Janela Indiscreta (Rear Window, 1954)

Disque M para Matar (Dial M for Murder, 1954)

A Tortura do Silêncio (I Confess, 1953)

Pacto Sinistro (Strangers on a Train, 1951)

Pavor nos Bastidores (Stage Fright, 1950)

Sob o Signo de Capricórnio (Under Capricorn, 1949)

Festim Diabólico (Rope, 1948)

Agonia de Amor (The Paradine Case, 1947)

Interlúdio (Notorious, 1946)

Quando Fala o Coração (Spellbound, 1945)

Um Barco e Nove Destinos (Lifeboat, 1944)

Bon Voyage (1944)

A Sombra de uma Dúvida (Shadow of a Doubt, 1943)

Sabotador (Saboteur, 1942)

Suspeita (Suspicion, 1941)

Um Casal do Barulho (Mr. & Mrs. Smith, 1941)

Correspondente Estrangeiro (Foreign Correspondent, 1940)

Rebecca, a Mulher Inesquecível (Rebecca, 1940)

A Estalagem Maldita (Jamaica Inn, 1939)

A Dama Oculta (The Lady Vanishes, 1938)

Jovem e Inocente (Young and Innocent, 1937)

Agente Secreto (Secret Agent, 1936)

Sabotagem (ou O Marido era o Culpado) (Sabotage, 1936)

Os 39 Degraus (The 39 Steps, 1935)

O Homem que Sabia Demais (The Man Who Knew Too Much, 1934)

Waltzes from Vienna (1933)

O Mistério do nº 17 (Number Seventeen, 1932)

Rich and Strange (1932)

Mary (1930)

The Skin Game (1931)

Assassinato (Murder!, 1930)

Juno and the Paycock (1930)

An Elastic Affair (1930)

Elstree Calling (1930)

The Manxman (1929)

Chantagem e Confissão (Blackmail, 1929)

Champagne (Champagne, 1928)

A Mulher do Fazendeiro (The Farmer's Wife, 1928)

Downhill (1927)

Easy Virtue (1927)

O Ringue (The Ring, 1927)

O Pensionista (The Lodger: A Story of the London Fog, 1926)

The Mountain Eagle (1926)

The Pleasure Garden (1925)

Number Thirteen (1922) - Incompleto

Always Tell Your Wife (1922) - Co-diretor

 

32 vistos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Seu acréscimo foi MARNIE, certo JACK RYAN?

 

Eu gosto do filme, mas tenho alguns problemas com ele. Acho que faltou sutileza do mestre em alguns momentos. E acho que Tippi Hendren não segurou muito bem o papel, o que era essencial, já que este é um dos filmes mais "de personagem" que Hitchcock já fez.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Falando em Marnie, Tippi Hedren, etc...

 

 

Sai esse mes agora. O com o Hopkins sai mes que vem ja também, considerando que a produção foi adiantada.

 

 

Pior que dizem isso mesmo, JUJUBA. Mas verdade seja dita, se ela tivesse ficado tão incomodada, não teria voltado a trabalhar com o gordinho em MARNIE. Hehehehe.

 

Mas de qualquer forma, creio que é uma historia que vale a pena ser contada.

 

Ela foi obrigada por contrato... segundo a mesma o Hitch construiu e destruiu a carreira dela ao mesmo tempo. Ele manteve ela dentro de um contrato sem usar ela nunca mais depois de Marnie mas também sem deixar que ela fizesse qualquer outro papel em outros filmes

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nossa! O video fez tu sentir urgência em ver o filme...aff!

 

Falando em Marnie, Tippi Hedren, etc...

 

Ela foi obrigada por contrato... segundo a mesma o Hitch construiu e destruiu a carreira dela ao mesmo tempo. Ele manteve ela dentro de um contrato sem usar ela nunca mais depois de Marnie mas também sem deixar que ela fizesse qualquer outro papel em outros filmes

Que FDP !! ... via de regra todo gênio tem seu lado negro.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Trama Macabra (Family Plot, 1976) 
Frenesi (Frenzy, 1972) 
Topázio (Topaz, 1969) 
Cortina Rasgada (Torn Curtain, 1966)
Marnie, Confissões de uma Ladra (Marnie, 1964) 

Os Pássaros (The Birds, 1963) 
Psicose (Psycho, 1960) 
Intriga Internacional (North by Northwest, 1959) 
Um Corpo que Cai (Vertigo, 1958) 
O Homem Errado (The Wrong Man, 1956) 
O Homem que Sabia Demais (The Man Who Knew Too Much, 1956) 
O Terceiro Tiro (The Trouble with Harry, 1955)

Ladrão de Casaca (To Catch a Thief, 1955) 
Janela Indiscreta (Rear Window, 1954) 
Disque M para Matar (Dial M for Murder, 1954)
A Tortura do Silêncio (I Confess, 1953) 
Pacto Sinistro (Strangers on a Train, 1951) 
Pavor nos Bastidores (Stage Fright, 1950) 
Sob o Signo de Capricórnio (Under Capricorn, 1949) 
Festim Diabólico (Rope, 1948)
Agonia de Amor (The Paradine Case, 1947) 
Interlúdio (Notorious, 1946) 
Quando Fala o Coração (Spellbound, 1945) 
Um Barco e Nove Destinos (Lifeboat, 1944) 
Bon Voyage (1944) 
A Sombra de uma Dúvida (Shadow of a Doubt, 1943) 
Sabotador (Saboteur, 1942) 
Suspeita (Suspicion, 1941) 
Um Casal do Barulho (Mr. & Mrs. Smith, 1941) 
Correspondente Estrangeiro (Foreign Correspondent, 1940) 
Rebecca, a Mulher Inesquecível (Rebecca, 1940)
A Estalagem Maldita (Jamaica Inn, 1939) 
A Dama Oculta (The Lady Vanishes, 1938) 
Jovem e Inocente (Young and Innocent, 1937) 
Agente Secreto (Secret Agent, 1936) 
Sabotagem (ou O Marido era o Culpado) (Sabotage, 1936) 
Os 39 Degraus (The 39 Steps, 1935) 
O Homem que Sabia Demais (The Man Who Knew Too Much, 1934)

Waltzes from Vienna (1933) 
O Mistério do nº 17 (Number Seventeen, 1932) 
Rich and Strange (1932) 
Mary (1930) 
The Skin Game (1931) 
Assassinato (Murder!, 1930) 
Juno and the Paycock (1930) 
An Elastic Affair (1930) 
Elstree Calling (1930) 
The Manxman (1929) 
Chantagem e Confissão (Blackmail, 1929) 
Champagne (Champagne, 1928) 
A Mulher do Fazendeiro (The Farmer's Wife, 1928) 
Downhill (1927) 
Easy Virtue (1927) 
O Ringue (The Ring, 1927) 
O Pensionista (The Lodger: A Story of the London Fog, 1926) 
The Mountain Eagle (1926) 
The Pleasure Garden (1925)
Number Thirteen (1922) - Incompleto 
Always Tell Your Wife (1922) - Co-diretor

33 vistos.

 

Adicionado The Manxman, um filme bem comum. Tudo bem que tem lá os seus méritos - a forma como a cena do casal sozinho depois da festa de casamento se alonga reflete bem o estado de espírito da noiva, por exemplo - mas no geral é só um drama de costumes que poderia ter sido filmado por qualquer diretor bom.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Hein??

 

 

Hitchcock queria que pessoas enxergassem Psicose como uma comédia, revela entrevista 11/02/2013 10h25 • Redação   
 
 PinExt.png 
142518-630x495.jpg

Psicose

Considerado por muitos o maior clássico do mestre do suspense, Psicose tinha uma premissa bem diferente. O próprio Alfred Hitchcock não achava que o filme seria levado a sério e queria que as pessoas o vissem como uma comédia.

 

A revelação, que já despertava discussões há muito tempo, foi confirmada pelo jornal britânico The Telegraph, que cita entrevistas do cineasta guardadas nos arquivos da BBC como fonte. 

Em 1964, por exemplo, ao participar do programa Monitor, Hitchcock classificou o filme como “uma piada” e se revelou surpreso por ele ter sido levado tão a sério.

“Muitas pessoas olharam para ele e disseram ‘que coisa horrível, como é horrível’ e por aí vai. Mas eu senti que o conteúdo, da forma como estava, era muito divertido e uma grande piada. Fiquei horrorizado ao descobrir que algumas pessoas o levaram a sério”, explicou. 

Ainda segundo o jornal, o diretor foi além na entrevista, dizendo que esperava que as pessoas “gargalhassem com prazer” ao assistir o filme. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 Como o filme não tem tópico, comentarei por aqui mesmo.

 

 Visto THE GIRL

 

 img50709550330d9.jpg

 

 

 

  A trama acompanha a tensa e obsessiva relação do diretor Alfred Hitchcock (Toby Jones) com a atriz iniciante Tippi Hendren (Sienna Miller) durante as filmagens dos filmes OS PASSAROS e MARNIE- CONFISSÕES DE UMA LADRA.

 

  Dirigido por Julian Jarrold, THE GIRL se dedica a mostrar o lado negro do lendario mestre do suspense. Em suas primeiras aparições, o Hitchcock de Jones comporta-se como um legitimo cavalheiro, misterioso e com um senso de humor negro, mas ainda asim um cavalheiro. A jovem Tippi Hendren está totamente encantada em trabalhar com o mais popular diretor da epoca em seu "mais ambicioso projeto", nas palavras do proprio.

 

 Mas as coisas mudam quando durante uma curta viagem de carro, Hitch tenta beijar a garota a força, sendo repelido. É a partir daqui que Hitchcock começa a transformar a vida de sua "ultima grande estrela" em um inferno, mergulhando Tippi no mundo de horror de OS PASSAROS através de cenas icônicas como a da cabine telefônica e o climax no sotão do classico de 1963. Por cinco dias (o que é fato irrefutavel) passaros de verdade foram atirados sobre a pobre Tippi, levando-a a beira de um colapso nervoso.

 

 As coisas não melhorarm quando a jovem é escolhida para prtoagonizar MARNIE: CONFISSÕES DE UMA LADRA, e o tenso jogo psicológico entre Tippi e o seu diretor ganha niveis quase insuportaveis, botando em risco a vida profissional e pessoal de ambos.

 

  Sienna Miller tem talvez a melhor atuação de sua carreira como Tippi Hendren. Inicialmente uma mera aspirante a atriz que ganha uma chance de ouro em Hollywood, mas que vê este sonho se transformar em pesadelo, Miller consegue retrratar de forma muito competente toda a tensão psicológica a qual sua personagem é submetida, e a forma como ela arranja forças para superar tais adversidades. Uma atuação cheia de detalhes e sutilezas. Palmas para esta jovem atriz.

 

 Já Toby Jones pesonifica fisicamente o diretor inglês de forma bastante competente. A maquiagem esta lá, mas é modesta. Jones prefere construir a sua atuação em cima dos conhecidos gestos e jeito de caminhar de Hitchcock, e sua inflexão de voz faz com que quase tenhamos a impressão de estar ouvindo a voz do cineasta do túmulo. Além disso, ele mantém o humor mordaz, e o desdém caracteristico desta figura icônica, como na cena em que explica a Tippi por que a personagem principal de OS PASSAROS sobe sozinha ao sotão, ou sua reação ao descobrir que Grace Kelly recusou protagonizar MARNIE.

 

 Ao mesmo tempo, quando tem que nos mostrar o lado  mais cruel e amoral do diretor (este pouco conhecido no publico), Jones consegue não cair no erro de transformar-se em outro personagem. Aquele personagem na tela ainda é Hitchcock, mas fazendo coisas absolutamente monstruosas.

 

 Não há muito o que falar sobre o elenco de apoio. Imelda Staunton entrega uma Alma Hitchcock apática a maior parte do tempo, mas que em uma unica frase, consegue explicar ao marido (e a nós) por que não interfere no que esta vendo entre ele e Tippen. Já Sean Cameron Michael, que vive o fótógrafo de OS PASSAROS e MARNIE, funciona como um mediador entre HitcH e Tippi.

 

 Nos quesitos técnicos, a arte e a fotografia são primorosas, recriando bem não só a epoca, mas os cênarios das produções cinematográficas que retrata.

 

 Se THE GIRL tem um defeito ao meu ver, é ser maniqueista demais em certos aspectos. Não chega a ser uma surpresa, já que é contado do ponto de vista de Tippi. Não duvido que Hitchcock tenha feito muita das coisas que o filme mostra, mas Tippi Hendren é retratada quase como uma santa. Isso dá um gosto um pouco maniqueista ao filme, e se não fosse o bom trabalho de Miller, a Tippi Hendren de THE GIRL poderia ter soado uma personagem extremamente artificial.

 

 Apesar desse pecadilho narrativo, vale a pena ser conferido. Curioso agora pra ver HITCHCOCK, que retratara os bastidores de PSICOSE.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 Após ver THE GIRL e HITCHCOCK me pergunto, como é que não fizeram uma série sobre a vida desse homem?

 

  Quem leu "Hitchcock/Truffaut" sabe que alí tem material para fazer uma série de umas dez temporadas. Hitchcock é um baita "personagem", que foi cercado por varios "personagens" interessantes. A vida dele foi quase tão interessante quanto seus filmes. Eis uma série que com certeza eu assistiria.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vi A Garota, vou comentar por aqui mesmo. É bem decepcionante. Ao contrário de Hitchcock (o filme), este aqui transforma as filmagens de algumas das mais célebres obras do cinema em mero pano de fundo, perdendo o componente metalinguístico marcante e apaixonante que permeia a obra do Sacha Gervasi. Os personagens são rasos demais, apesar do elenco se esforçar para entregar boas atuações. No fim, fiquei com a impressão de que poderia se tratar de uma equipe genérica filmando um filme qualquer. Muito pouco pra quem se propõe a falar de personalidades tão relevantes.

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

 Pra quem é de São Paulo e está procurando programa pra próxima Sexta feira 13

 

MIS fará maratona de Alfred Hitchcock na sexta-feira 13

Local também receberá exposição do diretor

  •  
  •  
  •  
  •  
CAMILA SOUSA
05.07.2018
11H34

O MIS (SP) anunciou que fará uma maratona de filmes de Alfred Hitchcock no próximo dia 13 de julho, uma sexta-feira 13.

Serão exibidos os longas Os Pássaros (às 23h), Trama Macabra (1h da madrugada) e O Homem que Sabia Demais (3h da madrugada). Os ingressos têm o valor de R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia) e também dão direito a uma visita à Exposição Hitchcock – Bastidores do Suspense, que será inaugurada também no dia 13.

Serviço:

SEXTA-FEIRA 13 - MARATONA HITCHCOCK

Valor R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia) - Cada ingresso dá direito às três sessões de filmes mais entrada na exposição entre as 22h de sexta (13) e 10h de sábado (14);
Vendas a partir das 12h do dia 05.07 (quinta-feira) no site www.ingressorapido.com.br e recepção do Museu.

Museu da Imagem e do Som – MIS
Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo - (11) 2117 4777

 

FONTE: OMELETE

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×