Jump to content
Forum Cinema em Cena

Nosso Amado Presidente Lula!


Michel M.
 Share

Recommended Posts

  • Replies 625
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Boa noite. Amigos e Amigas!

 

 

 

Bem, está sendo articulada uma possibilidade de o Presidente atual do Brasil ter a oportunidade de se candidatar e quanto mais ele fala sobre o assunto, mas me convenço disso.

 

 

 

Agora, ele não precisa de manobra para continuar no poder, é só ele se candidatar como vice e colocar uma figurinha como presidente...

 

 

 

T+ e votem em mimmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm poxa... Não estão vendo que estou implorando! 06.gif

 

 

Link to comment
Share on other sites

Ele não quer. Já disse isso infintas vezes.

Mas quando é que a palavra dele valeu alguma coisa, no passado?

 

Na surdina, Chinaglia desarquiva proposta sobre terceiro mandato

 

A pedido do deputado Fernado Ferro (PT-PE), Chinaglia permite que emenda que possibilitaria reeleição sem limites volte a tramitar

 

Sem alarde, o presidente da Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), mandou desarquivar em abril deste ano uma PEC (Proposta de Emenda Constitucional) que permite a reeleição sem limites para cargos majoritários, abrindo caminho para a aprovação de um terceiro mandato para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.


O pedido partiu do deputado Fernando Ferro (PT-PE). Ele solicitou, em fevereiro, o desarquivamento de propostas sobre a reeleição e acabou colocando novamente em discussão a emenda que permitiria a perpetuação no poder, já que todas estavam apensadas.


O movimento dos petistas foi feito de forma silenciosa e pode acelerar a discussão levantada pelos deputados Devanir Ribeiro (PT-SP) e Carlos Willian (PTC-MG), que defendem a possibilidade de terceiro mandato para Lula, uma vez que a emenda já foi aprovada pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara em junho de 2000.


Composta por parlamentares com formação em Direito e dirigentes partidários, a comissão é considerada trincheira na Casa e dificilmente o governo conseguiria aprovar novamente o texto hoje. O relator na comissão, deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), considerou, na época, a proposta constitucional. O texto foi aprovado em votação simbólica; apenas o então deputado Bispo Rodrigues (RJ) foi contra.


O próximo passo é a discussão em comissão especial, que depende do presidente da Câmara para ser instalada, e que discutiria todas as emendas sobre o tema reeleição.

Infinitas


De autoria do ex-deputado Inaldo Leitão (PR-PB), a proposição permite ao presidente da República, prefeitos e governadores concorrerem a infinitas reeleições, desde que se licenciem do cargo seis meses antes da disputa.

 

Na emenda, o deputado copiou o texto da Constituição que define ser permitida a "reeleição", mas suprimiu a previsão de que a renovação do mandato só é possível na eleição "subseqüente". Desta forma, ele entende que abriu a possibilidade para mandatos sucessivos.


Como o autor não foi reeleito, a PEC foi arquivada no início desta legislatura, mas voltou a tramitar em fevereiro com a iniciativa de Ferro. Os deputados Rita Camata e Valdemar Costa Neto (PR-SP) também solicitaram o desarquivamento da emenda, mas Chinaglia desconsiderou, pois já havia atendido ao petista.


Assim como o deputado Devanir Ribeiro, Ferro também é próximo do presidente Lula. Devanir já disse que irá apresentar uma emenda constitucional no próximo mês sugerindo um referendo para que a população decida sobre o terceiro mandato, que seria realizado juntamente com as eleições municipais.


A Folha apurou que a idéia é andar com as duas propostas paralelamente. Garantido o apoio popular, a PEC já estaria bem encaminhada e com a vantagem de não ter sido apresentada por um petista.
skellington2007-11-01 08:57:38
Link to comment
Share on other sites

Jongua. Boa tarde. Como vai? 02.gif

 

 

 

O terceiro mandato não seria um problema, o problema seria se o povo confirmasse a manobra nas urnas daqui a alguns anos... 03.gif

 

 

 

Politicamente pouco importa termos brechas para terceiros mandatos e tal, o problema está no "discernimento" de cada um na hora de votar...

 

 

 

T+ e se vc já votou, ta votado, se não votou, vota em mimmmmmmmmm e pronto, exerceu seu papel de cidadão... 06.gif

 

 

Link to comment
Share on other sites

Pessoal' date=' mudem de assunto. Querem difamar o preseidente? Achem motivos para isso e não fiquem fazendo acusasões infundadas.

Além do mais, nunca precisou de motivo para criticarem o Lula. Tem gente que é contra o Lula só pq a imprensa manda (vide CPMF).
[/quote']

Nem é preciso acompanhar a imprensa para criticar o Lula. São as próprias atitudes dele que justificam nossas críticas.

Ou vai me dizer que é a favor da prorrogação da CPMF, por exemplo?
Link to comment
Share on other sites

  • 4 weeks later...

O que Lula fará em 2010?

a)

Como democrata que é, vai respeitar a constituição, entregará o mandato

ao sucessor (sem usar a máquina pública) e voltará para São Bernardo assar coelhos.

B)

Vai tentar o terceiro mandato. Este papo de respeito às instituições é

para inglês ver. O PT não tem um sucessor natural e não pode em nenhuma

hipótese perder as bocas que conquistou no governo do operário. A

Venezuela é logo ali.

c) Como Kishner e Garotinho,

vai tentar convencer a primeira-dama a se candidatar. A família

adquiriu um padrão de vida que depende do salário de presidente da

república. Será conhecida como Marisa Perón.

d) Vai jogar todas as fichas para eleger Dilma Roussef como sucessora.

Vai ser seu poste. Ela, com mais capacidade gerencial, vai poder dar

continuidade ao programa de governo e sem a hipótese de culpar, como é

costume, o governo anterior por qualquer coisa pois foi partícipe dele.

Como é pouco carismática, Lula sabe que tem tudo para voltar em 2014,

pois ainda terá idade para isso.

e)

O operário propõe um candidato da base aliada, não necessariamente do

PT, para sucedê-lo. O petralhado vai rosnar mas não vai poder fazer

nada pois quem é popular é Lula e não o partido. O Apedeuta sabe que o

sucessor vai receber um país arruinado em termos fiscais por causa da

gastança desenfreada do seu governo - fato que já vem sendo alertado

por economistas. O futuro mandato será com medidas impopulares a fim de

tentar amenizar uma herança, aí sim, mais do que maldita. Logo, um boi

de piranha de outro partido, preferencialmente o PMDB, que naufragasse

na impopularidade viria bem a calhar. O que aconteceria? Lula

apareceria como salvador em 2014.

 

Link to comment
Share on other sites

eu n acho q ele tentaria um 3 mandato, estaria manchando a história dele. Um cara q sempre lutou pela democracia n faria isso. Esse lance de 3 mandato é alarde da imprensa e idéia de alguns petistas doidos 07

 

Qto ao governo Lula, eu n gostei de algumas coisas, mas de todos os presidentes q tivemos achei o melhor.

 

 

Link to comment
Share on other sites

  • 9 months later...

O mundo discute o petróleo e os modelos energéticos alternativos. O Brasil tem as duas coisas: a perspectiva de se tornar um dos principais produtores de petróleo do mundo graças às reservas do pré-sal e o domínio da produção e a tecnologia para o uso do etanol como combustível. E tem o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que compreendeu a importância estratégica desses dois fatores. E que também exerce o papel de mediador da América do Sul perante os países desenvolvidos, especialmente os Estados Unidos, ofuscando o radicalismo de um Hugo Chávez. Esses foram os argumentos que a revista americana Esquire usou para escolher Lula, na sua edição deste mês, como uma das 75 personalidades mais influentes do mundo neste início de século XXI. A revista diz que Lula é o “Bill Clinton da América do Sul”. Na definição da Esquire, o ex-presidente americano – que também integra a lista das 75 personalidades – é uma mistura de “agente da mudança” e “agitador.”

Na mesma semana em que apareceu na relação elaborada pela revista Esquire, Lula também foi personagem de um artigo do principal jornal francês, o Le Monde. Na quinta-feira 18, o jornal chamou a atenção para o papel de Lula e do Brasil na solução da crise da Bolívia, durante reunião dos países da Unasul em Santiago do Chile. “Luiz Inácio Lula da Silva se comporta como líder regional. Ele tem as ferramentas para fechar um consenso e exercer uma influência mediadora aceitável dentro do subcontinente e no Exterior, principalmente nos Estados Unidos”, registra o Le Monde. A atuação de Lula como mediador, aliás, tinha sido ressaltada antes por diversos líderes que participaram da cúpula da Unasul no Chile.

Lula de fato vive um momento iluminado. Pesquisa do Instituto Datafolha, divulgada no dia 12 de setembro, aponta que ele bateu seu próprio recorde de popularidade: nada menos que 64% dos brasileiros consideram seu governo ótimo ou bom. É, disparada, a melhor avaliação de um presidente desde a redemocratização do País, em 1985. E Lula surfa nessa popularidade. Nem seus adversários ousam criticá-lo. Em sabatina feita na quinta-feira 18 pelo jornal Folha de S. Paulo, o candidato do DEM à Prefeitura de São Paulo, Gilberto Kassab, classificou Lula, Fernando Henrique e o governador paulista José Serra como os três principais políticos brasileiros.

“Nada disso está longe de ser gratuito”, observa o cientista político José Luciano Dias, da C.A.C. Consultoria, de Brasília. “Lula é um exemplo de como um líder de esquerda pode modernizar seu discurso e abrir-se para o mundo sem perder a relevância”, observa ele. Para Dias, a comparação que a revista Esquire faz entre ele e Clinton não é exagerada. “Clinton reciclou as idéias dos democratas para abarcar as teses liberais sem deixar de lado a necessidade de políticas sociais de inclusão. É o que faz Lula no Brasil: mantém um Banco Central independente, mas ao mesmo tempo acelera a inclusão social”, avalia.

Para completar, do ponto de vista político, Lula agrega à sua base nada menos que 13 partidos, o que praticamente asfixia a oposição. “Não apenas por causa de Lula, mas também por conta de algumas cooptações feitas pelo PT, as oposições estão praticamente revogadas”, constata o presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE).

Link to comment
Share on other sites

 

Pessoal' date=' mudem de assunto. Querem difamar o preseidente? Achem motivos para isso e não fiquem fazendo acusasões infundadas.

 

Além do mais, nunca precisou de motivo para criticarem o Lula. Tem gente que é contra o Lula só pq a imprensa manda (vide CPMF).

 

[/quote']

 

tem razao, o Luladrão é o melhor presidente q este pais ja teve..0706

06

Link to comment
Share on other sites

 

O mundo discute o petróleo e os modelos energéticos alternativos. O Brasil tem as duas coisas: a perspectiva de se tornar um dos principais produtores de petróleo do mundo graças às reservas do pré-sal e o domínio da produção e a tecnologia para o uso do etanol como combustível. E tem o presidente Luiz Inácio Lula da Silva' date=' que compreendeu a importância estratégica desses dois fatores. E que também exerce o papel de mediador da América do Sul perante os países desenvolvidos, especialmente os Estados Unidos, ofuscando o radicalismo de um Hugo Chávez. Esses foram os argumentos que a revista americana Esquire usou para escolher Lula, na sua edição deste mês, como uma das 75 personalidades mais influentes do mundo neste início de século XXI. A revista diz que Lula é o “Bill Clinton da América do Sul”. Na definição da Esquire, o ex-presidente americano – que também integra a lista das 75 personalidades – é uma mistura de “agente da mudança” e “agitador.”

Na mesma semana em que apareceu na relação elaborada pela revista Esquire, Lula também foi personagem de um artigo do principal jornal francês, o Le Monde. Na quinta-feira 18, o jornal chamou a atenção para o papel de Lula e do Brasil na solução da crise da Bolívia, durante reunião dos países da Unasul em Santiago do Chile. “Luiz Inácio Lula da Silva se comporta como líder regional. Ele tem as ferramentas para fechar um consenso e exercer uma influência mediadora aceitável dentro do subcontinente e no Exterior, principalmente nos Estados Unidos”, registra o Le Monde. A atuação de Lula como mediador, aliás, tinha sido ressaltada antes por diversos líderes que participaram da cúpula da Unasul no Chile.

Lula de fato vive um momento iluminado. Pesquisa do Instituto Datafolha, divulgada no dia 12 de setembro, aponta que ele bateu seu próprio recorde de popularidade: nada menos que 64% dos brasileiros consideram seu governo ótimo ou bom. É, disparada, a melhor avaliação de um presidente desde a redemocratização do País, em 1985. E Lula surfa nessa popularidade. Nem seus adversários ousam criticá-lo. Em sabatina feita na quinta-feira 18 pelo jornal Folha de S. Paulo, o candidato do DEM à Prefeitura de São Paulo, Gilberto Kassab, classificou Lula, Fernando Henrique e o governador paulista José Serra como os três principais políticos brasileiros.

“Nada disso está longe de ser gratuito”, observa o cientista político José Luciano Dias, da C.A.C. Consultoria, de Brasília. “Lula é um exemplo de como um líder de esquerda pode modernizar seu discurso e abrir-se para o mundo sem perder a relevância”, observa ele. Para Dias, a comparação que a revista Esquire faz entre ele e Clinton não é exagerada. “Clinton reciclou as idéias dos democratas para abarcar as teses liberais sem deixar de lado a necessidade de políticas sociais de inclusão. É o que faz Lula no Brasil: mantém um Banco Central independente, mas ao mesmo tempo acelera a inclusão social”, avalia.

Para completar, do ponto de vista político, Lula agrega à sua base nada menos que 13 partidos, o que praticamente asfixia a oposição. “Não apenas por causa de Lula, mas também por conta de algumas cooptações feitas pelo PT, as oposições estão praticamente revogadas”, constata o presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE).

[/quote']

Onde eu assino? Depois as pessoas ainda vem questionar a competência do governo petista na república federativa...

 

Link to comment
Share on other sites

 

Lula Não terá o terceiro mandato.

 

Para abrir essa possibilidade' date=' teria que mudar a Constituição Federal com uma PEC (Proposta de Emenda Constituicional). Se mal eles estão convençendo o PSDB de aprovar uma porra de uma CPMF, eles vão conseguir que o PSDB vote a favor dessa emenda? Não né....

 

Nunca teremos 3 mandatos no Brasil. Sempre a oposição votará contra. Só teremos um terceiro mandato se com um novo Constituinte aprovar. Ou seja, com uma nova Contituição.

 

[/quote']

 

Um terceiro mandato é uma ameaça a estrutura do sistema democrático eleitoral de qualquer país...

 

Link to comment
Share on other sites

Lula Não terá o terceiro mandato.

Para abrir essa possibilidade' date=' teria que mudar a Constituição Federal com uma PEC (Proposta de Emenda Constituicional). Se mal eles estão convençendo o PSDB de aprovar uma porra de uma CPMF, eles vão conseguir que o PSDB vote a favor dessa emenda? Não né....

Nunca teremos 3 mandatos no Brasil. Sempre a oposição votará contra. Só teremos um terceiro mandato se com um novo Constituinte aprovar. Ou seja, com uma nova Contituição.
[/quote']

Um terceiro mandato é uma ameaça a estrutura do sistema democrático eleitoral de qualquer país...

 

o mesmo deveria valer pra moderacao??171906
Link to comment
Share on other sites

 

Lula Não terá o terceiro mandato.

 

Para abrir essa possibilidade' date=' teria que mudar a Constituição Federal com uma PEC (Proposta de Emenda Constituicional). Se mal eles estão convençendo o PSDB de aprovar uma porra de uma CPMF, eles vão conseguir que o PSDB vote a favor dessa emenda? Não né....

 

Nunca teremos 3 mandatos no Brasil. Sempre a oposição votará contra. Só teremos um terceiro mandato se com um novo Constituinte aprovar. Ou seja, com uma nova Contituição.

[/quote']

 

Um terceiro mandato é uma ameaça a estrutura do sistema democrático eleitoral de qualquer país...

 

o mesmo deveria valer pra moderacao??171906

 

Quem disse q o fórum é um regime democrático?19

 

Link to comment
Share on other sites

Governo do presidente Lula atinge melhor avaliação desde 1998.

O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva registrou em setembro deste ano a melhor avaliação positiva na história da pesquisa CNT/Sensus, realizada desde 1998. Segundo a pesquisa divulgada hoje, o governo Lula recebeu avaliação positiva de 68,8% dos entrevistados, contra 6,8% que o avaliaram negativamente. Entre os entrevistados, 23,2% avaliaram o governo Lula como regular.

Na última edição da pesquisa CNT/Sensus, em abril deste ano, a avaliação positiva do governo era de 57,5% --um crescimento de mais de dez pontos percentuais. A avaliação negativa foi de 11,3% em abril, enquanto a regular chegou a 29,6%. Em janeiro de 2003, a avaliação do governo chegou a 56,6%, depois registrou queda. Mas voltou a crescer desde o início deste ano, já em seu segundo mandato.

A avaliação pessoal do presidente Lula também subiu de 69,3% para 77,7% entre abril e setembro deste ano. Somente 16,6% desaprovaram o presidente, enquanto 5,7% não responderam. Os índices de popularidade de Lula só perderam, em setembro de 2008, para as avaliações de sua popularidade registradas em 2003 --o ano em que foi empossado no cargo-- quando obteve 83,6% de aprovação.

O diretor do Instituto Sensus, Ricardo Guedes, disse que a popularidade recorde do governo Lula é conseqüência de políticas adotadas nas áreas econômica e social. "Isso repousa na economia e na redução dos problemas sociais, estabilidade econômica, poder de compra e salário mínimo. Se criou uma estabilidade no campo econômico validada com a presença do vice-presidente José Alencar no governo, que é empresário", afirmou Guedes.

Na avaliação do diretor do Sensus, a popularidade do presidente Lula mostra que ele se tornou o maior cabo eleitoral do país. "Ele é o grande cabo eleitoral, tem força de transferência de voto, mas o candidato tem que ser palatável politicamente", afirmou.

A pesquisa CNT/Sensus foi realizada entre os dias 15 e 17 de setembro em 136 municípios de 24 Estados. Foram ouvidas 2.000 pessoas A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou menos.

Link to comment
Share on other sites

Lula Não terá o terceiro mandato.

Para abrir essa possibilidade' date=' teria que mudar a Constituição Federal com uma PEC (Proposta de Emenda Constituicional). Se mal eles estão convençendo o PSDB de aprovar uma porra de uma CPMF, eles vão conseguir que o PSDB vote a favor dessa emenda? Não né....

Nunca teremos 3 mandatos no Brasil. Sempre a oposição votará contra. Só teremos um terceiro mandato se com um novo Constituinte aprovar. Ou seja, com uma nova Contituição.
[/quote']

Um terceiro mandato é uma ameaça a estrutura do sistema democrático eleitoral de qualquer país...

 

o mesmo deveria valer pra moderacao??171906


Quem disse q o fórum é um regime democrático?19

 

ué, vcs nao dao pitis e negam a alcunha qdo sao chamados de ditadores?17 afinal sao ou nao?190503
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...