Jump to content
Forum Cinema em Cena

Diamante de Sangue


Recommended Posts

  • 2 weeks later...

Sinceramente, só o fato de Zwick querer que seu filme seja importante, um bom exemplo do chamado 'cinema-denúncia' e falhar nesse quesito (mesmo que a parte técnica e a ação do filme sejam exemplares), já compromete tudo e joga todo o projeto na privada...

 

Mas até aí, o que esperar do cara que fez exatamente o mesmo com O Último Samurai?
Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

 

LEVANDO O FILME MAIS PARA O LADO SOCIAL ... ISTO É ... ACREDITANDO EU QUE ESTE FILME SERVIU PARA MOSTRAR PARA  PESSOAS QUE NÃO TEM CONHECIMENTO DA REALIDADE DA ÁFRICA' date=' A DIMENSÃO DOS PROBLEMAS ENFRENTADOS POR AQUELE POVO!!! [/quote']

 

Bem, acho que, se essa fosse a intensão do filme, ele deveria mostrado realmente a dimensão dos problemas na áfrica. De fato ele não mostrou nada. É só mais um trailer de ação americano num continente pobre.

 

Link to comment
Share on other sites

Concordo com quase tudo que Pablo colocou sobre o filme. Mas a respeito da exposição das belas paisagens da África, tive uma leitura diferente. Para mim era a beleza do lugar versus a "feiúra" do que se passa nele, não sei se me expressei bem. Mas sempre que apareciam as planícies, as montanhas, os cânions, meu pensamento era "Pôxa... um lugar tão lindo... com tanta coisa horrível acontecendo nele..." Será que não foi um pouco essa a intenção do diretor?

Link to comment
Share on other sites

  • 4 months later...

Eu acho que em meio a tamanhas críticas abordadas pelos caros colegas acerca do filme " Blood Diamond ", seria de bom tom dar a devida atenção ao senhor Leonardo DiCaprio, que soube condensar, em um mesmo indivíduo, características tão complexas e um tanto quanto difíceis de estarem presentes em um mesmo personagem. Seriam a frieza, o domínio, a perspicácia, a ironia, a melancolia, o sarcasmo, a personalidade, o carisma, dentre tantas outras qualidades, que tornam o personagem tão sublime a ponto de deslocar a trama para características tão mais belas do que meramente descartáveis. E isso, sim, realmente eleva a trama em vários degraus. A minha humilde crítica ao filme vai, assim como o Pablo Villaça relatou em sua ótima resenha, ao fato do desenrolar do roteiro fornecer certas informações e, até mesmo personagens, um tanto quanto desprezíveis para a boa compreensão do espectador. É como se o roteirista um tanto quanto menosprezasse a inteligência e perspicácia de quem a assiste à trama. Sem isso, alguns minutos do filme seriam naturalmente condensados, tempos estes que serviriam ao espectador fazer uma completa e eficiente reflexão sobre o principal assunto abordado na trama. E isso não precisaria ser "escrachado" antecipadamente no roteiro e seus personagens.

Link to comment
Share on other sites

“Blood Diamond” (2006)


blooddiamondth1.jpg


Realizador: Edward Zwick


Escritores: Charles Leavitt, C. Gaby Mitchell


Género: Aventura/Drama/Thriller


Link IMDB 


Abrir a janela


Penso que vale a pena ver este film porque algo de novo aconteceu
aqui. Não relacionado com a criação de filmes, estruturas narrativas ou
outra vertente intrinsecamente cinemática, mas devido à forma como a
luz de África foi captada, algo que os manuais chamam fotografia


Cinematografia:.


Estou a tentar chegar ao máximo de trabalho possível de Eduardo
Serra. Acredito que estamos aqui na presença de um dos mais competentes
e surpreendetnes directores de fotografia da actualidade. E aqui ele
excedeu as minhas expectativas, para um filme filmado em África: o
continente sempre representou um desafio para artistas, acima de tudo
pelas questões da luz, cor(es) e paisagem, únicos aí. No que diz
respeito ao cinema, “Out of Africa” foi uma aproximação arrojada, mas
no final demasiado “lavada” e vazia de emoção. Riefenstahl, ela própria
um mestre do cinema debateu-se com este fascínio em parte do seu
trabálho como fotógrafa. Nenhuma destas abordagem foi, a meu ver,
suficientemente interessante, comparada com o que África pode oferecer.
Recentemente, “The constant Gardener” aumentou o nível e chegou perto,
mas tornou-se excessivamente garrida, pouco pacífica, muito exagerada
(o director de fotografia era sul americano, misturou os dois
continentes, suponho). No final, soa demasiado artificial. Toda a
fotografia para cinema (e não só) é, por definição, falsa, mas deverá
atingir-nos como genuína.


Serra é português. Portugal esteve um pouco por toda a África (e
América do Sul) em determinada altura da história, e no caso do
primeiro até muito recentemente (1975). Talvez isso possa dar a um
fotógrafo português o balanço e algum distanciamento necessários.
Recentemente, numa entrevista, perguntaram-lhe, em relação a “Girl with
a Pearl Earring”, como é que ele tinha conseguido aquela luz, tão
natural, tão genuína. Ele respondeu simplesmente: “abri a janela”. Foi
o que ele fez aqui. Ele entendeu a luz em África, e colocou todos os
meios artificiais de que dispõe para trazer essa luz, tão intocada
quanto possível, para o cinema. Por isso, o mérito deste filme, neste
sentido, está em ter aberto a janela para África. Não é perfeito, mas é
o melhor que temos, neste momento. Até algo melhor aparecer, isto é
África.


A minha avaliação: 4/5 - apenas pela fotografia (e Conelly, grande
presença, enche as cenas e como não bastasse, é linda), para tudo o
resto esta é uma experiência comum, mesmo vulgar, em cinema de massas,
não valendo mais do que 2 na minha escala. Se se procura algo mais
inteligente, por alguém que se preocupa com as questões de realização,
trabalho de câmara e estrutura narrativa, veja-se “O fiel jardineiro”.


P.S. Este filme está também inserido na recente tendência de
produção de filmes comerciais que tocam assuntos humanitários, usando o
entretenimento como canal para coisas “sérias”. Penso que isso merece
aplauso apenas até ao ponto em que se torna mais um produto global do
capitalismo. Esta “bono voxização” das questões humanitárias pode matar
todo o princípio da coisa.


 

Diamante de Sangue - 7olhares

Link to comment
Share on other sites

 

 

"não comprem os diamantes, pois eles são de sangue", eu como a maioria das pessoas não temos nem arroz com feijão pra comer direito e os caras soltam uma dessa, sem dizer q milionários não assistem filmes, eles vivem dentro deles.

 

Oswald2007-06-20 14:40:28

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...