Jump to content
Forum Cinema em Cena

Prey (Predador prequel - Hulu) 05/08/2022


Jailcante
 Share

Recommended Posts

1 hour ago, Questão said:

Mas seriam períodos históricos diferentes. O povo lá do alien vs predador era beeeem anterior a  1719.

Mas ela também. O que significa que ela foi vista como uma caça digna.

Portanto não procede que predadores não matam mulheres. Eles não matam mulheres grávidas, isso sim. Mas se a mulher representar um desafio, tá valendo.

Quanto a arco e flecha, pro predador não é tão diferente assim das nossas armas de fogo. Pois no fim das contas, os Predadores nunca são vencidos na base do poder de fogo nos filmes. O próprio Schwarza matou o predador com uma armadilha artesanal, que uma índia poderia fazer.

Sim, eram periodos diferentes mas... entendo que os bichos vistam a Terra regularmente atrás de desafios, mas convenhamos... da epoca dos maias pros indigenas do velho oeste esses desafios nao eram la essas coisas... eram indignos pela facilidade. Eles cacam sabendo do risco ue correm, ou seja, quando a presa tem alguma chance de revidar.

No filme do Scwarzza ele nao comecou cacando o Terminator, comecou atras de milicos aleatorios e passou depois pro grupo que se mostrou desafio relevante e era questao de honra dizimar todos, um por um, quando o Jesse Ventura sangrou ele com aquela metranca que so existe no filme🤣.. 

Mano, o Predador sabe que uma flecha e machadinha sao insignificantes diante do poder belico que ele tem.. e eles tem a propria honra, etc e tal... os indios so teriam alguma relevancia se algum deles fizesse algo extraordinario com eles (e esse é meu palpite) a ponto de merecerem essa atencao..

Questao, assistiu o filme do Cage...o peso do Talento...nao recomendo, uma merda.. acabei de assistir e me desapontei.

Link to comment
Share on other sites

12 hours ago, Big One said:

Curioso o trailer sair bem no dia que vi a crítica do Predador 2 com o Danny Glover. Gosto do filme, vi no cinema e se minha memória não me falha acho-o subestimado

tb assisti no cinema da Gazeta quando matei aula da facul..  tambem curto muito... mesmo com alguns furos e erros de continuidade nervosos🤣 sim, pode ter seus erros, mas continua sendo infinitamente superior aos longas deste milenio..

Link to comment
Share on other sites

  • 4 weeks later...

Diretor de O Predador: A Caçada, Dan Trachtenberg‎‎ confirmou em entrevista ao Time Out que sua intenção era criar a versão mais assustadora da criatura título.

‎”‎‎Eu queria que essa versão do Predador fosse a mais assustadora em comparação ao que já vimos antes‎‎. Ele é inteligente e tem tecnologia avançada, o que torna ainda mais difícil de derrotá-lo.”

Disse.

‎”Devido ao período da narrativa, seus acessórios precisam ser um pouco mais velhas do que vimos antes, mas também ainda muito mais avançadas do que pensamos que nossos terráqueos seriam capazes de lidar. Além disso, é mais ágil do que nunca, e um pouco menos blindado. É uma criatura realmente feroz‎‎.‎”

O filme estreará em 5 de agosto no catálogo do Star+, enquanto espectadores norte-americanos poderão assisti-lo através do Hulu.

 

FONTE: O VÍCIO

 

Não promete demais não, hein?

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Em entrevista ao Empire Magazine, o diretor Dan Trachtenberg (‘Rua Cloverfield, 10’) revelou que um personagem específico do filme original, de 1987, inspirou a história do longa ‘O Predador: A Caçada‘ (Prey).

“Na terceira série, eu estava a caminho para um torneio de karatê com outras crianças mais velhas que haviam assistido ‘Predador’. Eles descreveram o filme a viagem inteira. Eu lembro deles falando sobre esse personagem, Billy [Sonny Landham], um nativo americano que luta contra o Predador em uma ponte sobre uma cachoeira. Essa imagem capturou a minha imaginação.”

Ele completa, “Eu queria mudar o foco da história para alguém que normalmente seria um coadjuvante. Em ‘Predador’, Billy era apenas um dos homens na equipe. Em ‘O Predador: A Caçada’, estamos assistindo alguém que não costuma protagonizar uma produção do gênero.”

Vale lembrar que o longa será lançado pelo Star+ no dia 5 de agosto.

 
FONTE: CINEPOP
Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

ENTREVISTA: COMO THE BOYS MOLDOU O NOVO FILME DO PREDADOR

Entrevistamos o diretor de O Predador: A Caçada – que também dirigiu o piloto da série de heróis do Amazon Prime Video lá em 2019

image.png.c2e88d23486af77a6b0d269f94425d45.png

Televisão é um meio em que são os produtores que dão as ordens, mas não ache que o diretor é dispensável – especialmente quando se trata do piloto. O primeiro episódio de séries carrega certa importância, tanto por ser o primeiro contato do público com a trama, como por estabelecer a linguagem de tudo que virá depois. É por isso que é comum ver diretores de cinema comandando pilotos, como Karyn Kusama (Garota Infernal) para Yellowjackets, ou então Dan Trachtenberg para The Boys.
O cineasta é um nome promissor do gênero, em razão de seu único filme – Rua Cloverfield 10 (2016) – entregar excelência de tensão sufocante. Agora, Trachtenberg assume seu segundo longa com O Predador: A Caçada – e a volta do monstro só se deu por conta do seriado de heróis do Amazon Prime Video, como explicou o diretor em entrevista à Legião dos Heróis.
“Tento fazer Predador: A Caçada desde que terminei Rua Cloverfield 10”, explica o cineasta. “Demorou tanto tempo que, nesse período, precisei aceitar outros trabalhos. Trabalhar na televisão é ter que trabalhar muito mais rápido, tudo é muito mais intenso, mas tive a chance de colaborar com gente muito talentosa que me fizeram refletir sobre audiovisual”.
Por si só, os trabalhos que Dan Trachtenberg entregou na televisão já impressionam, como o episódio “Playtest”, da terceira temporada de Black Mirror, ou então o capítulo que abriu a loucura que é The Boys.
Além dos nomes de peso no currículo, o cineasta garante que o mais importante foi as conexões que fez no set: “Aprender com os showrunners como Eric Kripke, de The Boys, ou então Charlie Brooker, de Black Mirror – duas mentes brilhantes que entendem muito sobre narrativa – mexeu muito com a minha perspectiva”.
Esse aprendizado parece ter sido maior em The Boys. Segundo Trachtenberg, a insanidade sangrenta do seriado lhe ensinou como conciliar uma boa trama com momentos de violência gráfica, algo que se tornou essencial para o desenvolvimento de Predador: A Caçada:
“Foi The Boys que me deu a habilidade de testar os limites e ser muito mais violento do que já fui na vida, mas sempre tendo um objetivo. Isso é algo que trouxe para Predator: A Caçada, esse equilíbrio entre ter lutas empolgantes e viscerais que não sejam só apelativas, mas que tenham algo a dizer.”
The Boys também trouxe ensinamentos práticos para A Caçada. Afinal, uma das grandes habilidades do Predador desde o clássico de 1987 é a capacidade do alienígena de camuflagem, ficando invisível enquanto atormenta suas presas na selva. No seriado, quando Hughie (Jack Quaid) e Billy Bruto (Karl Urban) enfrentam seu primeiro herói da Vought, é ninguém menos que o Translúcido – cujo poder é justamente ficar invisível. Dan Trachtenberg nota a ironia nesse acaso:
“Por uma grande coincidência, no piloto de The Boys que eu dirigi tinha uma luta contra um homem invisível, então eu acabei aprendendo algumas coisas ao dirigir aquela cena de luta que pude aplicar nesse filme.”

 

Predador vs. Comanches
E quanto ao novo filme do Predador? O longa é a obra mais original da franquia desde o filme clássico, em especial por sua excelente ambientação.
Por volta dos anos 1700, uma nativo-americana chamada Naru (Amber Midthunder) precisa se provar uma guerreira digna ao concluir sua primeira caçada. O problema surge quando, no meio das florestas do território que hoje é dos Estados Unidos, ela cruza o caminho de uma ameaça do espaço, com armamento muito superior a qualquer coisa que já viu na vida.
O filme conquista pelo excelente elenco, composto quase que inteiramente por nativos-americanos, e pela enorme autenticidade na forma como retrata essa civilização de guerreiros e caçadores.
Muito disso é fruto do envolvimento da produtora Jhane Myers, nativo-americana e comanche, que supervisionou essa mistura de história de amadurecimento com horror sci-fi: “Predador é perfeito para isso!”, ela conta com entusiasmo à Legião dos Heróis. “O filme mostra como nós Comanches éramos antes da colonização e ocupação dos nossos territórios. É uma combinação muito interessante, e você não espera ficar investido por todo o suspense. […] Você está lá curtindo uma história de um bando comanche em uma caçada, e de repente é atingido pelo Predador”.

image.thumb.png.117a4d53500d056245af305853144ad6.png
Claramente animada pelo projeto, Myers conta que teve envolvimento em todos os departamentos, para garantir o máximo de autenticidade. Isso é especialmente visível no elenco nativo-americano, que surpreende pelo talento – ao ponto que até Dan Trachtenberg foi impactado durante os testes:
“Nós trabalhamos com um excelente diretor de casting: Rene Haynes, que se especializa em encontrar jovens talentos nativo-americanos. Não foi uma escolha difícil, assim que vimos Amber Midthunder, Dakota Beavers e suas habilidades, foi uma decisão óbvia. São muito talentosos! Nos testes, pedimos para eles fazerem algumas cenas, e depois fazerem tudo de novo falando em comanche, e depois os colocamos em testes físicos, e eles estavam prontos para tudo que eles enfrentaram em uma filmagem extensa e árdua.”
Em A Caçada, o Predador ganha um novo visual para se adequar ao período histórico e para surpreender até os fãs mais antigos da franquia
Por fim, a dupla garante que O Predador: A Caçada é uma experiência inédita até para quem acompanhou fervorosamente a franquia, desde o clássico de 1987, os embates contra o Xenomorfo de Alien, e também os reboots mais recentes. Segundo Jhane Myers, parte desse elemento de novidade está na ambientação histórica, que afeta até a tecnologia do monstro alienígena:
“A história se passa 300 anos antes do filme original, então é um Predador mais primitivo e feroz para poder se adaptar ao ambiente em que ele está. Até sua tecnologia, que é de ponta para o período, ainda não está no mesmo patamar que vemos no futuro. Mudamos bastante coisa, como o jeito que a máscara dele funciona.”
Já Dan Trachtenberg garante que o objetivo dessa mudança de ambientação, e também do visual do Predador, é para transmitir ao público – novato ou veterano – a mesma sensação que o filme de 1987 passou:
“No clássico, você via primeiro a criatura invisível, depois de máscara, e só depois sem a máscara, que é praticamente um monstro novo. Isso era algo que eu queria fazer de novo, criar uma experiência empolgante que fosse inédita até para os veteranos que já estavam acostumados com o visual do Predador.”
O Predador: A Caçada estreia no Brasil em 5 de agosto, direto no catálogo do streaming Star+.

image.thumb.png.14e67c894560ba9e188df1bdc0c0401b.png

Link to comment
Share on other sites

Prey é uma boa diversao da franquia Predador que se desgarra da melhor forma possivel do resto dos filmes contando uma estória independente e original do caçador intergalático. Vai vendo, o filme resgata a essência do primeiro filme e o mistura com O Regresso. O diretor sabe criar muito bem boas cenas de açao e criar tensao no jogo gato e rato entre a indiazinha e o Predador. Com ore e violência no ponto. Mas tem pontos negativos, claro... Os atores que nao convencem nem a pau como índios e agem como se tivessem saído de um genérico teen ianque! Os efeitos especiais sao fracos também, principalmente o dos bichos digitalizados! E outra coisa que me desagradou foi a militância women power que tacaram na Pocahontas... No entanto, apesar de todos esses poréns o filme é superior ás últimas entregas da franquia, e somente por isso ja merece uma bizoiada! 8.5-10

Liberado novo pôster de O Predador: A Caçada, que chega no ...

Link to comment
Share on other sites

Ah, no filme tem uma referencia boa da origem daquela arma que o Predador dá ao Danny Glover em Predador 2...um dos caras ta usando essa arma contra a Pocahontas e se dá mal...🤣

E nos creditos animados finais fica o tradicional gancho de sequencia, claro, que so vai rolar se ese filme se der bem financeiramente..

Take It' - The Story of Raphael Adolini's Flintlock Pistol - Alien vs.  Predator Galaxy

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

×
×
  • Create New...