Jump to content
Forum Cinema em Cena

Widescreen ou Fullscreen?


Cavalca
 Share

Widescreen ou Fullscreen?  

31 members have voted

  1. 1. Widescreen ou Fullscreen?

    • Widescreen
      104
    • Fullscreen
      13


Recommended Posts

Mas mesmo nos casos onde isso não ocorre' date=' como nos filmes que já são filmados em formato dgital, acho que o custo dessa mutilação para full deve ser bem pequeno, e já deve estar incluso nos custos de produção de um filme, pois o mercado exige uma versão full para passar nas TVs analógicas do mundo. [/quote']

 

QUe filmes são feitos em digital HD? Fora Lucas, Von Trier e Rodriguez não conheço mais ninguém.

 

Mesmo os filmes que só são lançados em DVD em wide no mundo inteiro passam em full na TV. Por isso acho que a produção de um master em full é algo que já está incluido nos custos e que é feito para todos os filmes.

 

Sim. Mas a questão é: se temos dois masters, um wide e outro full, pq só vem o full pra cá?
Link to comment
Share on other sites

  • Replies 354
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

 

 

 

 

 

 

Que filmes são feitos em digital HD? Fora Lucas' date=' Von Trier e Rodriguez não conheço mais ninguém.

 

[/quote']

 

Eu estava me referindo justamente a esse poucos exemplos.

 

 

 

Sim. Mas a questão é: se temos dois masters' date=' um wide e outro full, pq só vem o full pra cá?

 

[/quote']

 

No caso das distribuidoras pequenas creio que seja porque é mais barato.

 

No caso das distribuidoras grandes é porque existe qualquer coisa na cabeça dos executivos, menos cérebro.

Freak2007-12-03 12:21:55

Link to comment
Share on other sites

Falando em mutilação, o canal TCM Classic Hollywood (pago) está exibindo uma lista de "50 filmes antes de morrer" (50 clássicos este mês), e agora nesse exato momento está passando Ben-Hur (versão de 1959), que foi filmado em Widescreen 2.76, que é o formato mais largo que existe.

 

Pelo que eu vi, o canal esticou a imagem pra Tela Cheia, sendo que a minha TV comprimiu em 16x9, e ela pareceu mais correta. Parece que o vídeo foi gravado em Widescreen 1.78.

 

Como estou gravando, vou poder ver o quanto de prejuízo se teve nessa conversão. Mas notei, é claro, que em várias cenas os personagens mal se acomodam nos cantos da tela e em alguns momentos até falam sozinhos (quando a câmera deveria mostrar alguém no outro canto). A corrida de bigas, então, vocês já podem imaginar como deve ter sido criminosamente cortada.

 

Outro aspecto que deve existir nessas conversões em Tela Cheia (e que não há necessidade se o formato é o original) é que o operador de telecine fica deslizando a câmera pra tentar compensar as perdas. Tipo, em alguns momentos a câmera fica se mexendo pros lados, pra tentar focar em mais imagem lateral.

 

Link to comment
Share on other sites

Ah, justiça seja feita, Ben-Hur passou inteiro em fullscreen, mas a corrida de bigas (que está passando agora) na TCM, está no formato original! 13

 

Hehehe. 06

 

Eu sabia que eles teriam que mudar nessa hora. Seria impossível passar uma cena dessas mutilada.

 

Aliás, isso me leva a outra questão também curiosa nas cópias em tela cheia. Vocês já repararam que as emissoras de TV exibem os créditos e os começos dos filmes em Widescreen, e 5 minutos depois, passam tudo pra tela cheia?

 

 

Link to comment
Share on other sites

Outro aspecto que deve existir nessas conversões em Tela Cheia (e que não há necessidade se o formato é o original) é que o operador de telecine fica deslizando a câmera pra tentar compensar as perdas. Tipo' date=' em alguns momentos a câmera fica se mexendo pros lados, pra tentar focar em mais imagem lateral. [/quote']

 

Isso é terrível! É um movimento de câmera que originalmente NÃO EXISTE! Quer mais alteração da obra que isto?

 

Eu sabia que eles teriam que mudar nessa hora. Seria impossível passar uma cena dessas mutilada.

 

A Globo SEMPRE exibiu a sequência um fullscreen... Imagine como deve ser... hehehehe

 

Aliás' date=' isso me leva a outra questão também curiosa nas cópias em tela cheia. Vocês já repararam que as emissoras de TV exibem os créditos e os começos dos filmes em Widescreen, e 5 minutos depois, passam tudo pra tela cheia?
[/quote']

 

Não são todos os filmes. A regra é cortar tudo mesmo. Em alguns casos eles mantém o widescreen nos créditos, mas realmente é uma dúvida interessante. Pq? 
Link to comment
Share on other sites

 

 

Não são todos os filmes. A regra é cortar tudo mesmo. Em alguns casos eles mantém o widescreen nos créditos' date=' mas realmente é uma dúvida interessante. Pq? 
[/quote']

 

Porque em muitos casos, tanto no início como no fim, os créditos ocupam a tela wide de ponta a ponta. Logo, não seria possível deixar em full sem cortar palavras, coisas que eu já vi em alguns filmes que passaram completamente pra full e apareciam palavras cortadas no meio nos créditos.

 

Link to comment
Share on other sites

Eu já imaginei que fosse por causa dos créditos, mas tem um detalhe sobre isso. Os créditos iniciais (e quem sabe os finais) podem ser editados pra cada filme, mas pelo visto, isso não deve ser feito em 100% das vezes.

 

Isso porque aqueles textos que você vê na imagem, podem ser removidos digitalmente pela distribuidora. Se ela quiser, claro, pode desligar todos eles). Nisso, na hora da conversão pro formato de tela cheia, ela poderia, se quisesse, modificar o tamanho e a fonte dos créditos.

 

Sei disso pois gravei o Curtindo a Vida Adoidado uma vez da Globo e os créditos do filme quando aparecem no DVD estão diferentes dos créditos da TV (na fonte e na hora em que eles aparecem).

 

No caso de um filme 2.35:1 filmado com lentes anamórficas, a imagem é cortada em quase 50% nas laterais e não há nenhum "ganho" acima e abaixo. É como se fosse um zoom mesmo. Aí sem dúvida, seria indispensável ter isso.

 

Eu falei da mudança de formato durante a exibição, e lembrei também que mesmo emissoras como a Globo já passaram filmes no aspecto original. Eu lembro que 2001 - Uma Odisséia no Espaço passou com as barras negras na Globo. Na época que eu não sabia mais sobre esse assunto (e tinha uma TV pequena).

 

É claro que isso varia, hoje, 99% do que passa na TV aberta está em fullscreen. Mas não me surpreenderia se 2001 passasse hoje, todo em fullscreen, e, por exemplo, surgissem barras negras somente naquela cena do macaco quebrando o osso, logo no começo.

 

E tem também aquelas cenas em que dividem a tela e dois atores falam ao mesmo tempo. Esse tipo de cena não poderia ser cortada. A preocupação é mínima, mas existe, pra não tornar aquela cena totalmente sem sentido (imagine um personagem falando com o outro, e na TV parece que ele está falando sozinho).

 

Link to comment
Share on other sites

 

Não são todos os filmes. A regra é cortar tudo mesmo. Em alguns casos eles mantém o widescreen nos créditos' date=' mas realmente é uma dúvida interessante. Pq? 
[/quote']

Porque em muitos casos, tanto no início como no fim, os créditos ocupam a tela wide de ponta a ponta. Logo, não seria possível deixar em full sem cortar palavras, coisas que eu já vi em alguns filmes que passaram completamente pra full e apareciam palavras cortadas no meio nos créditos.

 

Mas será que isso procede? Vejamos dois exemplos: Star Wars e Independence Day. Ambos tem aspecto 2,35:1, só que os créditos de Star Wars (com aquele letreiro e tal) ocupam toda a tela e na versão full eles são literalmente CORTADOS no meio! A leitura é toda prejudicada. Se vc já viu SW na TV sabe do que estou falando...

 

O que nos leva a ID4... Seus créditos foram preservados no aspecto original. Mas é estranho pq ID4 foi filmado em Super 35mm - aquele mesmo do Titanic - então a versão full mostra mais informação em cima e abaixo da tela. Neste caso se levassem os créditos para o full não teríamos perdas significativas.

 

Ou seja, tudo me leva a crer que eles preservam só para deixar mais bunitinho... Quando é conveniente, eles passam a tesoura.
Link to comment
Share on other sites

  • 4 weeks later...

Comparando as imagens acima das obras do Kubrick' date=' tanto Wide quanto Full tem um percentual de perda. Nas duas imagens com o tapete por exemplo, observe como a primeira corta os lados e na segunda imagem, a mutilação é de mais de 50% do tapete. Se tivesse um objeto importante nessa cena, perderia o sentido...

[/quote']

 

Encontrei uma resposta satisfatória para os formatos full/wide, nos filmes do Kubrick:

 

Antes, no Brasil foram lançados pela Warner, o filme com transferência remasterizada fullscreen 1.33:1 que, na realidade, praticamente correspondia à proporção na qual Kubrick filmou (1.37:1) a fim de evitar as enormes perdas de imagem. Mas para sua exibição original nos cinemas foi adaptado para a proporção 1.66:1.

 

A remasterização do DVD anterior já resultara numa ótima qualidade de imagem, e o padrão foi mantido, apenas com a diferença de que agora o vídeo é widescreen formatado para monitores na proporção 16:9 (anamórfico). Se comparada com a versão anterior, nesta nova, obtida a partir de uma matriz open mate, haverá alguma redução de imagem nas partes superior e inferior da tela, mas com ganhos nas laterais. Nada que preocupe, afinal Kubrick já filmou tendo em mente a formatação para o cinema.

[/quote']
Link to comment
Share on other sites

 

 

Imagino que Kubrick filma uma área maior da cena, enquadrando as partes mais importantes.

 

Editei uma paisagem de como imagino Kubrick filmando uma cena, no caso temos a paisagem toda com a casa, a estrada e as duas árvores, tudo isso é filmado. Depois a cena é editada para os formatos Widescreen e Fullscreen.

 

Widescreen em VERMELHO e Fullscreen e AZUL. Como ele já filmou pensando nisso, temos perdas para ambos os formatos, mas é uma perda insignificante.

 

 

imagemji6.jpg

 

Se não fosse assim, acho que teriamos um Fullscreen +/- dessa maneira:

imagem2ok0.jpg

-THX-2008-01-04 21:44:21

Link to comment
Share on other sites

Seja 16:9, 4:3, 2.37:1, 1.178:1 ou qualquer outro formato, o negativo é o mesmo. O que muda é a máscara que vai na câmera ou a lente.

 

 

 

Na prática então, o que se vê na câmera é sempre "quadrado". É marcado diretamente no visor(quadrado) as margens do formato final do filme e do 4:3. Via de regra o essencial da ação deve ficar nos 4:3, se vazar, vai ser necessário fazer uma panorâmica no próprio negativo. Fica tosco.

 

 

 

Mas todos os diretores já filmam considerando as margens do formato final e do 4:3. Mesmo as câmeras digitais precisam dar essa possibilidade uma vez que 4:3 ainda é o padrão de Tv aberta.

 

 

 

De vez em quando aparece um diretor mais freak que decide usar o que foi cortado no wide. Tipo o Tarantino no Kill Bill. A versão full tem mais informação em algumas cenas que o wide. Só pra dar nó na cabeça da gente.

 

 

 

 

 

[]s

 

 

 

LeoSarmento

 

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Não, o negativo não é o mesmo. Se vc filma em anamórfico 2,35:1 a anamorfização da imagem ocorre no momento em que a câmera 'capta' a imagem. A lente já faz isso. Basta ver qualquer negativo de filme com aspecto 2,35:1...

 

E o que vc chama de diretor 'mais freak' é nada mais nada menos que diretores que utilizam um outro processo de 'print' da imagem chamado Super35mm onde se filma em fullscreen 1,37:1 e na hora da edição, reajusta-se a janela 2,35:1 dentro do quadro 1,37:1 existente. Isso é extremamente comum hoje em dia justamente para amenizar os efeitos desastrosos do pan&scan. A moda começou com James Cameron em O Segredo do Abismo e hoje é usado por MUITOS cineastas como Tarantino em Kill Bill, os Espirro na trilogia Matrix, Peter Jackson nos 3 SDAs (e acho que King Kong também), Greengrass em A Supremacia Bourne (e provavelmente Vôo United 93) e por aí vai...

 

Portanto, o nó só existe para quem não conhece direito sobre os vários formatos e processos de impressão de negativo. Nada que uma pesquisa no Google e no iMDB não resolvam.
Link to comment
Share on other sites

 

A Bela Adormecida

 

SLEEPINGBEAUTY-DVDMATERIALPhoto3WidescreenComparison1.jpg

Eu assisti esse filme em full duas vezes recentemente, e não lembro dos personagens ficarem cortados, no canto da tela, como acontece muitas vezes com os atores nos filmes. Eles estão sempre no meio, como Maleficent nessa cena: http://thisdistractedglobe.com/wp-content/uploads/2007/02/Sleepingbeauty2.jpg

Mas ainda assim a gente perde uma coisa importante: um pedaço dos lindos backgrounds cheios de detalhes e de inspiração medieval. Visualmente, A Bela Adormecida é um dos desenhos mais bonitos da Disney. É triste assisti-lo mutilado.

 

 

Vc num deve assistir Tela Quente ou Cine Belas Artes neh?06 Só Telecine

 

Assistir Tela Quente é o fundo do poço. Como filme comercial de boa qualidade é uma raridade' date=' praticamente só passa filme pra quem não tem cérebro. É por isso q qnd eu não tinha tv paga, não assistia tv. Cine Belas Artes eu não sei como é, mas já q é dublado não me interessa. Vai q passa um filme com os grandes Johnny Depp ou Kate Winslet... Eu iria assistir dublado?! 09

Só se eu fosse... dumb1.gif

 
[/quote']

 

Como se estes atores voltados principalmente para o cinema comercial também fossem o ó do borogodó. Ainda mais a Kate! Dalhe Titanic de merda. 06

 

Muita gente que viveu nos anos 70 e 80 via sessão da tarde com as vozes dubladas dos atores e muitos viveram assim e não tem a menor vergonha do seu passado diferente de outros que acham que nasceram com rabo cheio de ouro. 06

Respondendo muuuuuito tarde, mais ainda assim respondendo...

 

Qnd se trata do trabalho dos atores, só quero saber da atuação. Depp geralmente alcança resultados bem acima da média, e isso é o q importa. Além disso, ele tende a atuar no tipo correto de filme comercial. E Winslet não é uma atriz "voltada principalmente para o cinema comercial". De onde vc tirou isso?! 09

Gosto imensamente de boas atuações, e o q isso tem a ver com quem viveu nas décadas de 70 e 80? 09

Independente do trabalho dos atores, um filme dublado soa muito estranho pra mim. Cômico, na verdade. Principalmente se eu conhecer a voz do ator... Aí é q fica estranho... Vê-lo falando com uma voz q não é dele.

Eu assistia dublado qnd não sabia de nada e não tinha opção, mas hoje é diferente. Eu vou fazer o q? Viver no passado?

 

Link to comment
Share on other sites

Eu realmente não tenho nada contra o formato de tela Full. Sei que partes da imagem do filme são modificadas para este formato, mas mesmo assim, não tenho nada contra.

Penso eu que é muito melhor o filme ser lançado em versão Full do que não ser lançado.

 

Se quase todo mundo odeia o  formato de tela Full, e se não ouvesse o DVD, pergunto: o que seria do VHS ? Ou vão me dizer que existe algum VHS com a imagem Widescreen 2.35:1 ? Se ouver algum, por favor, me falem..............
Link to comment
Share on other sites

Existem sim fitas VHS em Widescreen. Talvez não aqui, pois aqui tudo chega com 500 anos de atraso, mas certamente lá fora já existiam antes.

 

E, bom, se você viu o tópico dos tipos de Widescreen e já viu um filme rodando dos dois jeitos, dependendo da forma que ele foi feito, vai mudar de idéia rapidinho.

 

Agora, pra isso, as distribuidoras teriam que lançar em dois formatos, mas por economia que nunca fazem isso. Antigamente saiam muito DVDs de dupla face, vocês lembram, do tipo vinil, que usa os dois lados.

 

Antigamente as distribuidoras lançavam um mesmo filme em dois formatos, ou senão era Full pra locação e Wide pra venda-direta.

 

Aliás, até faz sentido sair tudo em tela cheia pra locação, e melhorado pra venda. Mas poucas fazem isso.

Ah, e assuntando por aí eu achei esse link:

 

 

http://www.sarkapro.com/TheLetterboxHeresies_by_JamesCameron.html

 

Depois vou ler mais com calma a respeito desse negócio de Super 35.

 

Link to comment
Share on other sites

 

 

 

 

 

 

 

Simetria

 

 

Os planos simétricos não são necessariamente os que mais sofrem com o pan and scan,

mas são os que mais notoriamente delatam uma cópia manipulada, e os que

melhor ilustram a manifesta barbaridade que é adaptar filmes para

formatos para os quais não foram concebidos.

 

Em cenas do género da que

se apresenta abaixo, é costume mexer-se o scanner de um lado ao outro (se a cena demorar tempo suficiente, claro), em artificiais "movimentos de câmara".

 

 

 

 

 

Só%20porque%20sou%20uma%20mulher%20atraente

A%20malta%20da%20direita%20também%20tem%20direito

 

É assustador...

 

[quote name=Odo]E, bom, se você viu o

tópico dos tipos de Widescreen e já viu um filme rodando dos dois

jeitos, dependendo da forma que ele foi feito, vai mudar de idéia

rapidinho.

Não necessariamente, Odo. Isso depende da visão q a pessoa tem de cinema. Não importa o quanto a gente explique, algumas pessoas nem entendem q o filme é cortado, e outras entendem, mas o prejuízo q esse corte traz não entra em suas cabeças de jeito nenhum.

 

Lucy in the Sky2008-01-11 20:44:03

Link to comment
Share on other sites

Eu sei que os filmes que estão no formato Full são cortados, mas o que eu não consigo entender é:  Porque é tão assustador assim uma pessoa gostar da imagem em Full ?17171717171717171717171717 

 

Existe algum problema da minha preferência pelo Full ?

 

Eu gosto tanto do Wide, quanto do Full, não deixo de ver um filme em DVD por causa do formato da tela.

 
lesliefanielsen2008-01-11 21:25:55
Link to comment
Share on other sites

 Eu sei que os filmes que estão no formato Full são cortados, mas o que eu não consigo entender é:  Porque é tão assustador assim uma pessoa gostar da imagem em Full ?17171717171717171717171717 

 

Existe algum problema da minha preferência pelo Full ?

 

Eu gosto tanto do Wide, quanto do Full, não deixo de ver um filme em DVD por causa do formato da tela.

 
Link to comment
Share on other sites

 

 

Eu sei que os filmes que estão no formato Full são cortados' date=' mas o que eu não consigo entender é:  Porque é tão assustador assim uma pessoa gostar da imagem em Full ?17171717171717171717171717 

 

Existe algum problema da minha preferência pelo Full ?

 

 

Eu gosto tanto do Wide, quanto do Full, não deixo de ver um filme em DVD por causa do formato da tela.[/quote']

Aí é q está o problema: vc não entender uma coisa óbvia. Nesse caso, a coisa óbvia é o quanto um filme se prejudica ao ser cortado. E não adianta explicar. É mais fácil ensinar física nuclear a Homer Simpson.

homer-simpson.JPG

Lucy in the Sky2008-01-11 21:35:35
Link to comment
Share on other sites

Pra quê dois posts idênticos? 09

 

Voltando ao assunto' date=' explique como uma pessoa pode gostar de fullscreen sabendo que esse formato te apresenta o filme com 45% MENOS imagem, alterando substancialmente a experiência de se ver um filme?
[/quote']

 

Foi um erro meu, me desculpe. Se alguém puder deletar  um deles, eu ficaria grato.

 

Para mim tanto faz o filme ser Wide ou Full, o que eu quero saber é: O que tem demais uma pessoa gostar do formato Full ?
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements


×
×
  • Create New...