Jump to content
Forum Cinema em Cena

Rust (Alec Baldwin)


Jailcante
 Share

Recommended Posts

Alec Baldwin dispara acidentalmente em set e diretora morre

Ator filmava Rust, um faroeste independente, quando o acidente aconteceu; a diretora de fotografia Halyna Hutchins foi transportada para o hospital, mas não sobreviveu

Um acidente envolvendo o ator Alec Baldwin e uma arma de fogo cenográfica no set de filmagens do filme Rust matou uma membra da equipe e deixou outro ferido. As filmagens do faroeste independente aconteciam no Novo México, Estados Unidos. Segundo relatos, Baldwin foi quem disparou, matando a diretora de fotografia e ferindo o diretor.

De acordo com o Hollywood Reporter, a diretora de fotografia Halyna Hutchins foi transportada para o hospital University of New Mexico logo depois de ser baleada, mas não resistiu e foi a óbito. O diretor Joel Souza ficou em estado crítico. Em uma foto divulgada, é possível ver Baldwin chorando ao saber da morte de Hutchins.

alec-baldwin-chora-morte-diretora-fotogr

"Estamos tentando determinar, neste momento, como e qual tipo de projétil foi usado na arma de fogo", disse um portavoz do gabinete do xerife do condado de Santa Fé em um comunicado ao New York Times. Uma investigação sobre o incidente está em andamento. Nenhuma acusação foi feita até o momento.

Alec Baldwin filmava Rust, um faroeste independente no qual ele interpreta o personagem principal. De acordo com um porta-voz do filme, a arma cenográfica estava carregada com balas de festim que dispararam acidentalmente. As filmagens foram interrompidas por enquanto.

https://br.ign.com/alec-baldwin/94014/news/alec-baldwin-dispara-acidentalmente-em-set-e-diretora-morre

 

Link to comment
Share on other sites

"Na trama, vemos Baldwin como Rust, um fora-da-lei cujo neto é acusado de matar alguém acidentalmente". O Universo tem um senso de humor estranho😱

Sei la, do Baldwin tenho dozinha nao... o cara ja tem historico corrido de descer mao em mulher, violencia domestica, incluindo a ex... Kim Basinger...  tenho do apenas da finada e do outro cara

Link to comment
Share on other sites

ALEC BALDWIN SE PRONUNCIA SOBRE ACIDENTE QUE MATOU A DIRETORA DE FOTOGRAFIA HALYNA HUTCHINS

Capa da Publicação

Ao utilizar uma arma cenográfica que estava carregada com munições reais, Alec Baldwin disparou e matou acidentalmente Halyna Hutchins, diretora de fotografia do filme Rust, além de ferir Joel Souza, o diretor do longa. Agora, após prestar depoimento sobre a tragédia, Baldwin se pronunciou sobre o ocorrido.
Após o incidente, as autoridades foram chamadas imediatamente para o set de filmagens. Baldwin não foi preso, sendo encaminhado para prestar um depoimento para tentar esclarecer a história. Agora, a polícia está investigando para tentar entender porque havia munição de verdade na arma que seria utilizada no filme.
Agora, falando pela primeira vez sobre o assunto, Baldwin disse em seu Twitter:
“Não há palavras para descrever meu choque e tristeza por conta deste trágico acidente que tirou a vida de Halyna Hutchins, esposa, mãe e uma colega nossa que era profundamente admirada. Eu estou cooperando com a investigação da política para tentarmos entender como essa tragédia aconteceu. Eu estou conversando com o marido dela, oferecendo meu apoio a ele e sua família. Meu coração está partido por o marido dela, seu filho, e todos nós que conhecemos e amamos Halyna.” 
Halyna Hutchins tinha 42 anos e era considerada uma estrela em ascensão em sua área. Ela deixa marido e filho, além dos colegas que já trabalharam com ela e utilizaram as redes sociais para expressar carinho para a diretora de fotografia. Joel Souza, que também foi ferido no disparo acidental, recebeu alta do hospital, mas foi socorrido com vida no local das filmagens.

image.png.d77860c8060e54a5bbcbf6dd39a427c3.png

Link to comment
Share on other sites


“Meu maior medo é que alguém sofra um acidente fatal nos meus sets. Rezo para que isso nunca aconteça. Meus sentimentos para todos afetados pela tragédia hoje em Rust, especialmente para Halyna Hutchins e sua família”. (James Gunn)

 “A maioria dos acidentes em set são causados por alguém tentando cortar custos” (Scott Derrickson)

“Nossos sentimentos para as famílias de Halyna Hutchins, Joel Souza e todos os envolvidos no incidente em Rust. Ninguém deveria morrer por conta de uma arma em um set de filmagem, e ponto final.”

 

SEGURANÇA DO SET JÁ HAVIA SIDO QUESTIONADA POR EQUIPE DE RUST ANTES DO ACIDENTE

Nesta sexta-feira (22), um acidente nas gravações de Rust envolvendo o ator Alec Baldwin acabou resultando na morte da diretora de fotografia Halyna Hutchins e no ferimento de outros funcionários. Conforme as investigações avançam, novos relatos sobre as condições de trabalho no set do filme vieram à tona, revelando descaso com a equipe de produção.
Segundo o portal The Wrap, horas antes do disparo acidental acontecer, membros da equipe de filmagem haviam pedido demissão em protesto contra as condições adversas de trabalho. Entre as reclamações, foi dito que a única hospedagem oferecida a equipe era em um abrigo para pessoas em condição de rua e que alguns membros não haviam sido pagos por seu trabalho.
Mas o mais alarmante é que, segundo o jornal Los Angeles Times, a própria Hutchins estava entre os funcionários que haviam expressado preocupação com a segurança das gravações. Dias antes do acidente, membros da equipe que preferiram permanecer anônimos haviam denunciado ao jornal que os protocolos de segurança comuns na indústria não eram seguidos a risca nas gravações, incluindo as inspeções de armas.
Segundo esta fonte, um dublê de Baldwin havia feito dois disparos acidentais no sábado anterior com armas cenográficas mesmo depois de ter sido dito pela produção que as armas estavam descarregadas. O jornal ainda obteve acesso há uma mensagem enviada a produtores que dizia: “Nós tivemos três disparos acidentais até o momento. Isto é não é nada seguro,” indicando que outro incidente havia acontecido e sido abafado, por não ter resultado em vítimas.
“Não haviam reuniões sobre segurança. Não tinha qualquer garantia de que [um disparo] não aconteceria de novo. Tudo que eles queriam fazer era correr, correr e correr [com a produção],” um membro da equipe de filmagens denunciou ao jornal.
Fontes oficiais do estúdio não confirmaram nenhum incidente anterior. Em resposta a matéria original, representantes do filme negaram ter conhecimento das condições de segurança e prometeram tomar medidas para garantir a segurança de seus funcionários no futuro.
“Mesmo que não tenha chegado ao nosso conhecimento nenhuma reclamação oficial a respeito da segurança de armas ou adereços de cena, nós vamos conduzir uma revisão interna de nossos procedimentos enquanto a produção estiver parada,” declararam.
 

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Assistente de realização do filme "Rust", que entregou a arma a Baldwin, quebra o silêncio

Dave Halls, que entregou a arma a Alec Baldwin, revelou estar "chocado" pela morte da diretora de fotografia do filme "Rust". Pede que se reavaliem "valores" para que mais ninguém se magoe em sets.

 

Dave Halls, o assistente de realização que entregou a arma a Alec Baldwin momentos antes do disparo que acabou por matar a diretora de fotografia do filme “Rust”, quebrou o silêncio sobre o acidente. Num comunicado enviado ao The New York Post, o membro da equipa técnica diz ter ficado “chocado” e “triste” pela morte da colega, uma “das mais pessoas mais talentosas” com que trabalhou e também uma “amiga”.

O assistente de realização apelou também, no comunicado, a que a indústria cinematográfica “reavalie os seus valores e princípios”, de maneira a “garantir que ninguém se magoe durante o processo criativo outra vez”. Além disso, referiu ainda que ficou “assoberbado pelo amor e suporte” que tem recebido nos últimos tempos.

A advogada que representa Dave Halls declarou que o assistente de realização não era o responsável por verificar se a arma estava carregada. Lisa Torraco salienta, em entrevista à FOX News, que essea tarefa não fazia parte do seu trabalho.

No entanto, de acordo com o diário norte-americano, Dave Halls confessou, num interrogatório à polícia, que não conferiu devidamente a arma que disparou contra Hayla Hutchins, não tendo verificado se as balas do revólver eram verdadeiras. Antes de Alec Baldwin, apenas o assistente de realização e Hannah Gutierrez-Reed, responsável no set pela entrega das armas, mexeram no revólver.

 

Dave Halls já tinha um historial em acidentes que envolvem armas de fogo. Durante as filmagens do filme “Freedom’s Path” em 2019, o assistente de realização foi despedido após uma arma ter “disparado inesperadamente” no set, o que acabou por ferir um assistente de som. Após este episódio, fonte da Rocket Soul Studios — produtora do filme — indicou à CNN que Dave Halls mostrava “remorsos dos eventos e entendeu as razões” pelas quais foi despedido.

 

Na conferência de imprensa das autoridades responsáveis por investigar o caso, o xerife Alan Mendonza admitiu que o historial de Dave Halls será levado em conta durante os interrogatórios. Até ao momento, ninguém foi formalmente acusado pela morte de Hayla Hutchins — mas ainda poderá vir a ser.

 

FONTE: O OBSERVADOR

 

Agora começa o empurra empurra da culpa.

Link to comment
Share on other sites

Filme ‘Rust’: Advogados de armeira sugerem que houve sabotagem no set de gravações

Crédito: Reprodução/Facebook

Hannah Gutierrez-Reed, armeira-chefe do filme Rust (Crédito: Reprodução/Facebook)

Da Redação

03/11/21 - 18h41 - Atualizado em 03/11/21 - 20h02
 
Em entrevista ao programa Today, divulgada nesta quarta-feira (3), os advogados Jason Bowles e Robert Gorence, da armeira Hannah Gutierrez-Reed, sugerem que houve sabotagem nos bastidores do set de filmagem. Alguém teria colocado intencionalmente munição real no lugar de balas de festim.

Em sua teoria, os advogados relatam que a pessoa se aproveitou do momento em que a munição foi deixada sem vigilância, das 11h às 13h de 21 de outubro, do lado de fora da locação para trocá-las.

Eles também dizem que por se tratar de uma oportunidade de descobrir os ângulos da câmera, a sua cliente Hannah não estava presente na igreja no momento do incidente. Porém, admitem que a câmera e a arma foram inspecionadas por ela.

 

FONTE: ISTOÉ

Quando advogado vai pra teoria da conspiração é que não sabem o que fazer.

Link to comment
Share on other sites

Alec Baldwin é processado por membro da equipe do filme 'Rust' por negligência

Em processo, técnico-chefe de iluminação do longa afirma que incidente 'foi causado por atos de negligência e omissões' de Baldwin, protagonista e produtor, e de outros.

TOPO

Por France Presse

11/11/2021 07h54  Atualizado há um dia

 

Alec Baldwin disparou arma que matou mulher durante gravações de filme, diz polícia
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
00:00/01:47
 
 
 
 
 
 
 
 

Alec Baldwin disparou arma que matou mulher durante gravações de filme, diz polícia

Um membro da equipe do filme "Rust" abriu um processo por negligência contra o ator americano Alec Baldwin pelos disparos que levaram à morte da diretora de fotografia Halyna Hutchins no mês passado, informaram advogados nesta quarta-feira (10).

O processo também cita a armeira Hannah Gutiérrez-Reed, que afirmou através de seus representantes legais que estava sendo "incriminada" pela morte de Halyna.

Baldwin atirou e matou acidentalmente a diretora de fotografia Halyna Hutchins em 21 de outubro após ser avisado que a arma com a qual ele ensaiava no set de "Rust" no Novo México era "fria", ou seja, segura de usar, de acordo com o Gabinete do Xerife do Condado de Santa Fé.

O técnico-chefe de iluminação do filme, Serge Svetnoy, afirma no processo que o incidente "foi causado por atos de negligência e omissões" de Baldwin, protagonista e produtor, e de outros.

"Não havia nenhum motivo para colocar uma bala de verdade naquele revólver, ou para que ele estivesse no set de 'Rust', e a presença de uma bala em um revólver representava uma ameaça letal para todos ao redor", diz a ação, movida em um tribunal de Los Angeles.

Svetnoy alega que Baldwin, o vice-diretor do filme, Dave Halls, e Hannah não seguiram as práticas da indústria cinematográfica no manuseio de armas e "permitiram que um revólver carregado com munição real atingisse pessoas". Em comunicado divulgado nesta quarta-feira (10), os advogados da armeira do filme insistiram em que ela não sabia por que havia munição de verdade no set.

"Estamos pedindo uma investigação completa de todos os fatos, incluindo as balas reais e quem as colocou ali ", declarou o advogado Jason Bowles. "Estamos convencidos de que foi uma sabotagem. Também acreditamos que a cena foi alterada antes da chegada da polícia."

Em entrevista exibida nesta quarta-feira, a promotora distrital do condado de Santa Fé, Mary Carmack-Altwies, descartou a ideia de conspiração. "Não temos nenhuma prova", disse ao ABC News.

 

FONTE: G1

Link to comment
Share on other sites

Alec Baldwin é PROCESSADO; Disparo de arma no set não estava no roteiro de ‘Rust’!

Por
 Renato Marafon
 -
18 de novembro de 2021
 
O ator Alec Baldwin e os produtores de ‘Rust‘ estão sendo processados pela supervisora de roteiro Mamie Mitchell, que trabalhava no set do filme na hora do disparo e quase foi atingida pela bala que matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins e feriu o diretor Joel Souza.

Segundo Gloria Allred, advogada de Mamie, o roteiro de ‘Rust‘ não pedia que a arma fosse disparada na cena em que o incidente aconteceu:

“Eles iriam gravar três cenas de close após o almoço. Uma câmera estaria focada nos olhos do acusado Baldwin, uma estaria focada em uma mancha de sangue no ombro de Baldwin, e uma terceira focaria no torso do ator. NÃO HAVIA DISPARO DE ARMA NO ROTEIRO. O ator não precisava e nem devia ter atirado. Sendo assim, ele deveria ter assumido que a arma em questão estava carregada”, afirmou a advogada.

Mitchell alega ter se ferido no acidade, e processa o ator e os produtores por “agressão e perturbação emocional”.

 

FONTE: CINEPOP

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Alec Baldwin contrata ex-promotor federal para enfrentar processos por morte em set

Após incidente, dois membros da equipe processaram Baldwin e os outros produtores do longa-metragem.

TOPO

Por France Presse

29/11/2021 07h49  Atualizado há 9 horas

 

Ator Alec Baldwin e a diretora de fotografia Halyna Hutchins — Foto:  Sonia Recchia/Getty Images/AFP; Angela Weiss/AFP

Ator Alec Baldwin e a diretora de fotografia Halyna Hutchins — Foto: Sonia Recchia/Getty Images/AFP; Angela Weiss/AFP

O ator Alec Baldwin contratou um ex-promotor federal dos Estados Unidos para representá-lo nos processos civis pelo disparo que matou a diretora de fotografia no set de "Rust", filme que ele produzia e estrelava.

Aaron S. Dyer, um advogado que trabalhou por sete anos na Procuradoria-Geral da Califórnia, em Los Angeles, assumirá a defesa de Baldwin e também da produção do faroeste de baixo orçamento, segundo a revista especializada Variety. Dyer não respondeu aos pedidos de comentários da AFP.

 

FONTE: G1

Link to comment
Share on other sites

On 11/29/2021 at 6:12 PM, Jailcante said:

Problema é que ele era produtor e pelo jeito deixou a baderna rolar solta na produção. Culminou na tragédia.

Acho que alguma coisa vai pingar nele, inevitável.

é o que falei ja logo no inicio do topico...ele era produtor e consequentemente responsavel por tudo... agora so resta ele tirar da reta..

ALEC BALDWIN DIZ QUE NÃO PUXOU O GATILHO DA ARMA QUE MATOU A DIRETORA DE FOTOGRAFIA HALYNA HUTCHINS

Capa da Publicação

Em recente entrevista para o canal de televisão ABC, nos Estados Unidos, o ator Alec Baldwin afirmou que não puxou o gatilho da arma que matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins no set do filme Rust, em outubro deste ano. Foi a primeira entrevista do ator após a tragédia.
A declaração de Baldwin foi feita ao jornalista George Stephanopoulos, em uma prévia da reportagem completa, que irá ao ar na rede de televisão norte-americana nesta quinta-feira (2). O ator disse:
“Bem, o gatilho não foi puxado. Eu não puxei o gatilho. Eu nunca apontaria uma arma para alguém e puxaria o gatilho, nunca… Alguém colocou uma bala de verdade na arma, uma bala que nem era para estar no local.”
Confira a prévia divulgada pela ABC:

No vídeo, Alec Baldwin explica que ainda pensa sobre como as coisas poderiam ter acontecido de um jeito diferente. Emocionado, o ator também comenta sobre a colega de trabalho:
“Ela era alguém que era amada e admirada por todos com quem trabalhava… É difícil acreditar que ela se foi. Não parece real para mim.”
A diretora de fotografia Halyna Hutchins foi acidentalmente baleada no set de filmagens do filme Rust por Baldwin, enquanto o ator ensaiava para uma cena. As gravações aconteciam no Novo México, no dia 21 de outubro. Após o incidente, o ator publicou em suas redes sociais que “colaboraria totalmente com as investigações da polícia“.
O acidente levantou debates sobre negligências a respeito das condições de segurança durante as gravações do filme. Enquanto isso, as investigações sobre o caso continuam em aberto.
 

 

Obviamente instruido pelos advogados. As vezes é melhor ficar calado e deixar as pessoas acharem que você fez algo errado, do que abrir a boca dando certeza que fez😂 Esse filme ta sendo mais promovido pela tragedia pela qualidade do mesmo😧

Link to comment
Share on other sites

Alec Baldwin publica carta defendendo condições de trabalho no set de “Rust”

No Instagram, o ator e produtor negou as acusações de membros do filme após o acidente fatal envolvendo Halyna Hutchins

Diretora Halyna Hutchins com atores de "Rust", incluindo Alec Baldwin (esquerda)

Diretora Halyna Hutchins com atores de "Rust", incluindo Alec Baldwin (esquerda)Reprodução/Instagram Jensen Ackles

Após o trágico acidente em 22 de outubro deste ano, envolvendo o ator e produtor Alec Baldwin do filme “Rust”, o diretor Joel Souza a diretora Halyna Hutchins — que acabou morta por um disparo acidental — Baldwin se manifestou em uma rede social.

Na época, funcionários que faziam parte da equipe da produção apontaram más condições de trabalho, incluindo perigo e exploração.

 

Quase dois meses após a ocorrência, Baldwin nega as acusações contra o set.

 

  • No Instagram ele disse: “As descrições de Rust como um local de trabalho caótico, perigoso e explorador são falsas e tiram a atenção do que mais importa: a memória de Halyna Hutchins e a necessidade de encontrar alternativas mais modernas e práticas mais seguras para a desatualizada indústria de armas de fogo.”

Ele continua: “Nós estamos magoados pela perda da nossa amiga e colega de equipe Halyna. Ela era, de muitas maneiras, o coração da nossa produção e perdê-la machuca cada um de nós.”

O grupo de profissionais admite que alguns pontos poderiam ser melhores, mas também garante que o filme era, de fato, uma produção profissional.

“Nós reconhecemos que nenhum set é perfeito e, como qualquer produção, Rust tinha áreas de brilhantismo e áreas que eram mais desafiadoras”, justifica a nota.

 

FONTE: CNN BRASIL

image.png

Link to comment
Share on other sites

  • 4 weeks later...

Pai de Halyna Hutchins espera por justiça e culpa Alec Baldwin

Por Rita García

Halyna Hutchins em Bryce Canyon

 

Anatoly Androsovych, pai da cinegrafista Halyna Hutchins, morta no set do filme “Rust”, de Alec Baldwin, ainda espera por justiça pela morte da filha.

Dois meses depois da tragédia durante as filmagens, Androsovych culpou Baldwin pela morte de Halyna. Em uma entrevista ao jornal The Sun ele disse:

“Para mim está claro que ele é o culpado da morte dela”, declarou o homem, assegurando que ele não precisava realmente ter disparado a arma se eles estavam apenas ensaiando.

E ainda reclamou: “Por que ele apagou os tweets quando ficou claro que o tiroteio foi em um ensaio? E por que ele disparou durante o ensaio? O revólver é uma arma que não se dispara antes de apertar o gatilho, e Alec é parcialmente culpado por causar esse disparo”, disse.

Anatoly Androsovych continua sem entender como o ator não foi processado depois da tragédia, já que ficou claro que ele foi o responsável pela morte de Halyna.

“Para mim está claro que Baldwin disparou a arma, e é difícil entender como ele não foi sequer responsabilizado, em parte, pela morte da minha filha”.

 

FONTE: O FUXICO

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Alec Baldwin entrega celular à polícia em investigação sobre morte de diretora

Autoridades estão procurando obter mensagens e registros ligados à produção do filme "Rust"

Mandado para obter celular de Alec Baldwin foi emitido em dezembro de 2021 Mandado para obter celular de Alec Baldwin foi emitido em dezembro de 2021Alex Tabak /Pool via Reuters

Josh Campbellda CNN

 

15/01/2022 às 08:16 | Atualizado 15/01/2022 às 09:33
 
O ator Alec Baldwin entregou seu celular a policiais como parte da investigação sobre a morte da diretora de fotografia Halyna Hutchins no set do filme “Rust”, disse à CNN o escritório do procurador do Condado de Santa Fé.

Um porta-voz do gabinete do xerife do Condado de Santa Fé confirmou à CNN que o ator forneceu seu telefone a policiais no Condado de Suffolk, Nova York, que ajudaram as autoridades do Novo México a obter o dispositivo.

 

“Eles coletarão informações do telefone e fornecerão ao gabinete do xerife do Condado de Santa Fé as evidências coletadas”, disse o porta-voz do Xerife do Condado de Santa Fe, Juan Rios.

“O gabinete do xerife do Condado de Santa Fé ainda não tem a posse física dos dados a serem recuperados do telefone Baldwin”, acrescentou Rios, mas observou que “isso está em processo”.

Hutchins foi morta a tiros em 21 de outubro durante um ensaio para uma cena em uma igreja no Bonanza Creek Ranch. O diretor Joel Souza também ficou ferido no tiroteio.

No final do ano passado, Baldwin disse a George Stephanopoulos, da ABC, que a cena mostraria o ator engatilhando a arma, e ele e Hutchins estavam discutindo como ela queria posicionar a mão dele antes que a arma disparasse, dizendo então: “Eu nunca apontaria uma arma para qualquer um e, em seguida, puxaria o gatilho”.

Aaron Dyer, advogado civil de Baldwin, confirmou em comunicado à CNN que seu cliente voluntariamente entregou seu celular às autoridades na manhã de sexta-feira (14).

“Mas este assunto não é sobre o telefone dele, e não há respostas em seu telefone. Alec não fez nada de errado. É claro que ele foi informado de que era uma arma fria e estava seguindo instruções quando esse trágico acidente ocorreu”, disse Dyer no comunicado.

“A verdadeira questão que precisa ser respondida é como as munições reais chegaram ao set em primeiro lugar”, acrescentou o comunicado.

O que as autoridades estão procurando obter

Um mandado de busca foi emitido para o celular de Baldwin no mês passado, de acordo com documentos judiciais do condado de Santa Fé, Novo México.

As autoridades estão procurando obter mensagens, registros de chamadas, fotos e vídeos digitais, bem como quaisquer mensagens privadas enviadas em plataformas de mídia social em relação à produção de “Rust”, segundo o mandado. Elas também procuram obter vídeos, fotos e mensagens excluídas no telefone relacionadas ao filme.

Em um vídeo postado em sua conta do Instagram no início de janeiro, Baldwin disse que estava cooperando com as autoridades, afirmando que o processo das autoridades de solicitação do seu telefone leva tempo e eles precisam “especificar exatamente o que querem”.

O ator acrescentou que qualquer sugestão de que ele não estava cumprindo o mandado de busca era “uma mentira”. No vídeo, ele acrescentou que está “trabalhando, insistindo, exigindo” a verdade sobre o que aconteceu.

Dyer disse no mês passado que o ator estava cooperando com as autoridades e eles estavam confiantes de que as evidências mostrariam que o ator não era responsável pelo que aconteceu.

 

FONTE: CNN

 

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Alec Baldwin pede arquivamento de processo por tiro fatal em set de 'Rust'

Advogados do ator disseram que o processo deveria ser rejeitado porque não havia evidências de que Baldwin ou qualquer um dos produtores tiveram intenção no incidente.

2021-10-22T120635Z_1_LYNXMPEH9L0LP_RTROP

O ator Alec Baldwin. (Mike Blake/Reuters)

 

Os advogados de Alec Baldwin e de outros produtores do filme "Rust" estão pedindo a um tribunal que arquive uma ação civil movida por uma supervisora de roteiro que estava no set quando o ator acertou um tiro que matou uma diretora de fotografia.

Em ação protocolada no Tribunal Superior de Los Angeles na segunda-feira, os advogados disseram que a reivindicação de Mamie Mitchell deveria ser rejeitada porque não havia evidências de que Baldwin ou qualquer um dos produtores tiveram intenção no incidente. Baldwin era o ator principal e produtor do filme independente de faroeste.

"Apesar da tentativa da autora de rotular as reivindicações como intencionais, nada nas alegações da autora sugere que algum dos réus cometeu intencionalmente conduta prejudicial", informa o documento.

Mitchell alegou em um processo aberto em novembro que Baldwin deveria ter verificado o revólver Colt .45 que ele estava segurando para se certificar de que não incluía munição real. Baldwin afirmou que o diretor assistente lhe disse que a arma estava "fria", ou segura de usar, e que ele não puxou o gatilho.

A diretora de fotografia Halyna Hutchins foi morta e o diretor Joel Souza ficou ferido quando a arma disparou enquanto Baldwin estava ensaiando no set de filmagem do Novo México.

Gloria Allred, advogada de Mitchell, disse na terça-feira que a ação deveria prosseguir.

Os produtores estão "tentando evitar explicar sua conduta perante um juiz e um júri em um tribunal", afirmou ela em comunicado.

 

FONTE: EXAME

Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

Rust: Viúvo de Halyna Hutchins tem 'raiva' de Alec Baldwin: 'Não aceita responsabilidade'

Para Matt Hutchins, viúvo de Halyna Hutchins, Alec Baldwin transfere responsabilidade para outras pessoas em entrevistas

DIMITRIUS VLAHOS (SOB SUPERVISÃO DE YOLANDA REIS) PUBLICADO EM 25/02/2022, ÀS 09H47

 
 
None Matt Hutchins em programa da NBC (Foto: Reprodução / NBC)

Matt Hutchins, viúvo de Halyna Hutchins, comentou acidente fatal no set do filme Rust em entrevista à NBC (via Veja) na última quinta, 24. Ele fez críticas ao comportamento de Alec Baldwin, quem segurava a arma cenográfica durante o disparo, e admitiu sentir raiva do ator.

"Fiquei com tanta raiva de vê-lo falar sobre a morte dela tão publicamente de forma tão detalhada, e então não aceitar nenhuma responsabilidade após descrever como foi matá-la," afirmou. Para Hutchins, Baldwin transferiu própria culpa para outras pessoas, incluindo a vítima.

 

Apesar disso, há mais envolvidos na morte de Halyna, segundo Matt. A família da diretora de fotografia anunciou processo contra Baldwin e outros integrantes da produção de Rust. "Nós o ouvimos culpar Halyna na entrevista, transferir a responsabilidade para os outros, e o vimos chorar por isso – realmente devemos nos sentir mal por você, Sr. Baldwin?," indagou.

"Estamos buscando justiça de todas as maneiras possíveis com o processo, procurando responsabilizar as pessoas envolvidas pela morte de Halyna, a qual era totalmente evitável. No final, a justiça não trará Halyna de volta, mas talvez a memória dela possa ajudar a manter as pessoas seguras e evitar que algo assim aconteça novamente," continuou sobre o processo legal.

 

FONTE: ROLLING STONES

Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

Alec Baldwin é inocentado por morte de diretora em set de gravação de “Rust”

Advogado do ator publicou comunicado afirmando que relatório da investigação reconhece que Baldwin não tinha autoridade sobre as armas no set e acreditava que o revólver continha munições falsas

Léo Lopesda CNNAndrew Hayda Reuters

 

21/04/2022 às 10:38 | Atualizado 21/04/2022 às 15:23
Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • WhatsApp
  • flipboard
Ouvir notícia

O advogado do ator Alec Baldwin publicou um comunicado no Instagram do ator, nesta quinta-feira (21), afirmando que seu cliente foi inocentado na investigação sobre o disparo acidental no set de gravação do filme “Rust”, que matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins, no ano passado.

“Somos gratos ao Departamento de Saúde e Segurança Ocupacional do Novo México por investigar este assunto. Apreciamos que o relatório exonere o Sr. Baldwin, deixando clara sua crença de que a arma continha apenas munições falsas”, escreveu o advogado.

Ele ainda afirma que o relatório reconhece que “a autoridade do Sr. Baldwin na produção foi limitada à aprovação de mudanças no roteiro e à equipe criativa”.

De acordo com o advogado, as autoridades reconheceram que Baldwin não era responsável pela equipe que cuida dos elementos cenográficos do set, como o revólver que matou Hutchins.

“Estamos satisfeitos que os funcionários do Novo México tenham esclarecido essas questões críticas. Estamos confiantes de que os indivíduos identificados no relatório serão responsabilizados por esta tragédia”, conclui o comunicado.

 

FONTE: CNN

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
 Share

Announcements

×
×
  • Create New...